FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

10. DUELOS À CAPITÃO


Fic: HARRY POTTER E A ARENA DAS ALMAS PERDIDAS - FINALIZADA!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

_Unicôrnios Hagrid! - Hermione disse estupefata.
_Hortrumps ou unicôrnios são as mesmas criaturas. Fortes e sagrados, eles sempre habitam em locais aonde podem viver em grupos. O sangue de um Hortrump pode curar até mesmo uma pessoa à beira da morte, porém a um alto preço, quando o sangue lhes tocar o lábio terá somente uma semi-vida, algo amaldiçoado, algo que apesar de tudo, muitos já desejaram.
Hagrid olhou para a Floresta Proibida às suas costas e voltando o olhar, agora muito sério, para a turma continuou os estudos sobre Hortrumps.

A aula seguinte à de Trato das Criaturas Mágicas foi a de Vôo com Madame Hooch ainda ali nos terrenos do castelo.
A turma do quinto ano deveria se encontrar no campo de quadribol.
_Bem vindos à aula de Vôo - Madame Hooch disse em frente a entrada do campo - Hoje formaremos times de quadribol, Grifinória e Lufa-Lufa, Sonserina e Corvinal. Façam dois times por equipe e depois iremos para o campo fazer uma pequeno aquecimento para o campeonato que logo deve começar...as duas casas vencedoras levarão trinta pontos cada.
Por favor formem os times.
Os alunos de Lufa-Lufa se uniram com os de Grifinória:
_Eu sou o apanhador! - Harry se prontificou antes que qualquer um fizesse.
_Apanhadora do segundo time - Hermione disposta disse.
_Artilheira do primeiro time - Susana Bones energética se adiantou.
Passado alguns minutos de discussão e os dois times já estavam completos.
_Preparem-se! - Madame Hooch pediu enquanto adentravam o majestoso campo de quadribol.
Harry, Susana, Ana Abbott, Parvati, Simas, Neville e Alice Kornako da Lufa-Lufa se entreolharam em sorrisos de ansiosidade.
Harry fitou o time adversário enquanto o primeiro time de Grifinória e Lufa-Lufa apanhavam suas vassouras e assumiam as posições no campo.
Logo Madame Hooch assou o apito e liberou o pomo de ouro, os balaços e por último a goles, dando assim inicio ao jogo.
´´ Susana Bones apanha a goles parte para o campo adversário, ela passa para Ana que passa para Alice...``
_MARCOU! - Dino Thomas que seria o narrador berrou quando Alice marcou para grifinória e lufa-lufa.
´´ A goles está com Pedro , que passa para Matt...``
_INCRÍVEL! - Dino berrou novamente - Ana Abott roubou a goles de Matt com uma manobra arriscada...``
Naquele momento todos estavam indo em direção a Ana, para atacá-la.
_Formação de ataque! - disse Malfoy e no mesmo instante os três artilheiros se reuniram, dois mais atrás e um à frente, estavam indo rumo á Ana para detê-la.
_É UMA MANOBRA DE WRONSKI!
Ana desviou dos três artilheiros demonstrando muita habilidade e passou a goles para Alice...
_GOL! - O time de Grifinória e Lufa-Lufa lideram o jogo...
_Aqui! - Pedro gritou para Matt lhe passar a goles.
Bam!
Susana Bones passara ao lado de Pedro e dera um soco na goles em suas mãos.
A grande bola vermelha voou longe.
Ana que era dos artilheiros a mais perto correu a pegá-la e desviando quase que sem conseguir de um balaço marcou um belo gol.
_Trinta à zero! - Dino anunciou - Me parece que o apanhador de grifinória avistou o pomo de ouro, Harry Potter avistou o pomo de ouro...
O apanhador de Sonserina, Malfoy, também havia visto o pomo.
­_GOL DE ANA ABBOTT!
Harry estava perto das balizas quando Crabble e Goyle arremessaram dois balaços em sua direção. Parou, olhando para os lados, a procura do pomo, quando avistou um balaço e desviou no último instante com perfeição...
_IMPRESSIONANTE! Potter desvia com precisão dos balaços adversários!
Retornando a velocidade, Harry avistou bem ao centro do gramado uma bolinha amarela voando, Malfoy muito perto de apanha-la.
_GOL DE SUSANA BONES!
Inclinou sua varinha rumo ao pomo e quando já estava a muito pouco de pegá-lo a bolinha fez uma curva do nada e Harry facilmente extendeu seu braço e a pegou em frente ao seu próprio nariz, não acreditando na sorte que tivera.
_HARRY POTTER APANHA O POMO E TERMINA A PARTIDA! DUZENTOS À ZERO!
O time de grifinória e lufa-lufa deixaram o campo entre sorrisos e se acomodaram nas arquibancadas.
Quando Harry finalmente se sentou, olhou para o jogo seguinte que já havia tido início e foi pego por uma conversa entre Simas e Neville.
_Será que a Hermione apanha o pomo? - Simas perguntou sem tirar os olhos do jogo.
_HERMIONE GRANGER AVISTA O POMO, PARECE CONFIANTE À PEGÁ-LO...RONY WEASLEY MARCA O PRIMEIRO GOL DESSA PARTIDA!
No mesmo instante que Rony marcara o primeiro gol, Hemrione e o panhador reserva de corvinal passaram colados a arquibancada, muitos tiveram de desviar para não serem atingidos.
_Gol de Justino Fletchey! - Dino anunciou.
_Inacrditável! - Neville exclamou logo ali ao lado.
_HERMIONE GRANGER FAZ UMA MANOBRA ARRISCADA E APANHA O POMO DE OURO COM SUCESSO! GRIFINÓRIA E LUFA-LUFA VENCEM TAMBÉM ESTE SEGUNDO JOGO...

A aula seguinte seria a de Runas Antigas, logo que todos deixaram o campo de Quadribol voltaram ao castelo e apanharam suas mochilas nas torres das casas, indo à seguir para a sala da Profa.Madney
A Profa.Madney, era uma bruxa baixa, gorducha e de olhos esbugalhados que adorava enquanto explicava tirar e colocar seus anéis.
Logo que a turma do quinto ano, os membros de Grifinória e Lufa-Lufa sorridentes, ocuparam os lugares, ela disse qual seria a matéria dada aquele dia, recebida com espanto, porém curiosidade, ela a pedido de Dumbledore iria explicar da forma mais completa que conseguisse-se a Arena das Almas Perdidas.
_Há mil anos... - ela se sentou em sua mesa como Tolkien fizera em sua primei ra aula - Uma Arena foi descoberta por uma bruxa de poderes nada ambiciosos, diferente dos três outros fundadores de Hogwarts que sempre tinham em mente algo grandioso em memória as suas casas, Helga Hufflepuff não se importava com prestigio, fama e boas lembranças deixadas por sua casa.
Sendo assim, no mesmo ano do fundamento de Hogwarts, ela revelou saber o paradeiro de uma arena com poderes das trevas e que ela gostaria de dividir os ensinamentos dessa arena com os outros fundadores. Fato que certamente foi acolhido, comprovado pelas quatro salas que lendas diziam comprovar vir antes da real arena. Quatro salas com desafios nobres, cada uma criada por um fundador de Hogwarts.
Mesmo protegido por isso, qualquer bruxo que quisesse entrar na arena, deveria ter um objeto sagrado e muito bem protegido, uma chave.
Essa chave foi ao longo dos anos guardada sob um encantamento feito pela própria Helga Hufflepuff e por ela também guardada em um local muito secreto, para que no primeiro milênio desde a criação de nossa escola ela fosse dada a outro bruxo que merecesse o prêmio dado pela Arena.
Este ano completamos mil anos de fundação e a arena será aberta pela sua segunda vez, deixando assim que seu prêmio seja dado novamente...
_A senhora sabe que prêmio é esse? - Harry perguntou já imaginando que a professora não saberia.
_Infelizmente Sr.Potter ninguém sabe, não há um bruxo em nosso mundo, em nossa história que saiba qual tão majestoso prêmio seja dado por essa arena...

No almoço daquele mesmo dia os comentários estavam voltados para os times de quadribol, com destaque para que Lynch Ivanova se tornara o novo capitão de Lufa-Lufa e que vários jogadores dessa casa haviam adquirido vassouras das mais rápidas.
_O Lynch virou o capitão da Lufa-Lufa bem depois do Cedrico Diggory, não sei se podemos vencer, os dois parecem seguir o mesmo ritmo de treino e isso para os adversários não é bom...
_Como você sabe Hermione? - Harry perguntou duvidando como a amiga saberia do estilo de treino de Lynch.
_Uma menina muito inocente da Lufa-Lufa me disse, é claro, tive que dar um sapo de chocolate à ela, que houve uma reunião com o time e que tudo foi passado aos alunos depois.
_Eu vou tentar na Grifinória, mas se qualquer uma das nossas artilheiras vencer também estara bom - Harry disse enquanto chegava a sobremesa, pudim de leite.
Aproveitando que havia ainda um tempo antes da aula de Controle da Magia Harry e Hermione foram visitar Rony na enfermaria que parecia extremamente entediado.
_Você não volta as aulas amanhã? - Hemrione lhe perguntou.
_Fazer o que não é, infelizmente...

Durante o caminho pouco silencioso para a sala de Controle da Magia, Hermione avistou Sibila e Dumbledore conversando em frente a estátua da bruxa de um olho só, aonde Harry muitas vezes passara para ir até Hogsmeade em seu terceiro ano, antes de não ter tido a permissão.
_Estamos atrasados Harry - Hermione o alertou embora também parecesse interessada na conversa.
_Estamos muito atrasados mesmo ? - Harry insistiu apanhando sua varinha.
_Não - Hermione respondeu desanimada também apanhando sua varinha.
_Porque, porque você apanhou a sua varinha?
_Não vai conseguir escutar a conversa sem pelo menos nós dois executarmos o feitiço, e mesmo assim, a conversa vai vir em tempos...
_Tudo bem, vamos lá então...
_Esvaçus! - os dois enunciaram em boz baixa não querendo chamar a atenção de ninguém.
´´... não será capaz, a quarta tarefa o matara, não o deixe fazer Alvo, seu passado o deixara marcado e assim ele tera de ir...``
_Receio Sibila que não estamos postos a esse perigo...
_O senhor sabe que esse torneio não será como os outros, ele sofrera, ele tera de escolher, não o deixe, não o deixe ir...
_Penso que está falando de...
_Finite! - a voz de Rita Skeeter murmurou finalizando o feitiço de Harry e Hermione. - Não se deve escutar as conversas dos outros, vamos, temos aula...

Ao término da aula de Controle da Magia Harry e Hemrione partiram para a enfermaria visitar novamenre Rony aonde puderam discutir a conversa de Trelawney com Dumbledore.
_Será que ela estava falando de mim? - Harry perguntou em meio ao silêncio.
_Só pode ser Harry, quem mais com um passado com o qual ela disse vai estar nessa quarta tarefa...
_Ah, tem os outros das escolas que ainda vem - Rony falou se sentando na cama.
_Mas porque Sibila saberia tanto do passado deles? - Hermione indagou.
Harry deu-se de ombros.
_Bom, vamos ter que ir Hermione, o duelo, sabe, com Cho...
_Boa sorte lá - Rony desejou sabendo que Harry odiaria ter de duelar com Cho.
_Valeu...

O salão de duelos aquela tarde parecia mais cheio do que nunca, logo que um garoto da Sonserina derrotou outro da Corvinal, Tolkien anunciou os números cinquenta e oito e cinquenta e nove.
Harry e Cho se entreolharam, não havia rixa, havia uma vontade de não fazer aquilo entre os dois, e isso seria bom.
_Cumprimemtem-se - Tolkien pediu.
Harry cumprimentou e voltou à ponta da passarela, muitos de girifnória o olharam sabendo que ele não poderia ´´realmente`` duelar contra Cho.
_Quando disser três! - Tolkien avisou sob olhares ansiosos de todos. - Um...
Harry ergueu sua varinha.
_Dois...
Cho sorriu, Harry fez o mesmo.
_TRÊS!
_DEPULSO! - Cho berrou.
_DEPULSO! - Harry também berrou.
Os dois raios vermelhos colidiram em meio a plataforma e explodiram logo em seguida.
_EXCTUSEMPRA! - Harry atacou logo em seguida.
_EXCTUSEMPRA! - Cho pouco depois também enunciou.
Como os dois primeiros feitiços, esses explodiram em grandes focos de chama.
_RICTUSEMPRA! - Harry se manteve no duelo.
Cho que não havia sido tão rápida foi atingida e rodopiou na plataforma. O coração de Harry disparou, não fora sua verdadeira intenção. Para sua alegria Cho retornara a plataforma, estava completamente bem.
_RICTUSEMPRA! - ela gritou e o mesmo raio o antigira fazendo-o rodopiar na plataforma, quase caindo para fora.
Qunado Harry se levantou, nenhum dos dois atacou, somente ao mesmo tempo, levaram suas mãos ao alto, simbolizando que gostariam de desistir do duelo.
Os cochichos varreram o salão de duelos, todos estão surpresos com a decisão de ambos duelistas de desistirem.
_Querem mesmo desistir do duelo? - Tolkien perguntou não escondendo sua surpresa.
_Sim - Cho disse. Harry por sua vez acenou positivamente com a cabeça.
_Bom - Tolkien continuou - Então, já que ambos querem desistir, nenhuma das casas leva os pontos. Sessenta e sessenta e um por favor.avante...

No dia seguinte a primeira aula fora de Defesa Contra as Artes das Trevas, Tolkien continuara com o Pargo, ele parecia decidido que todos fossem.
A aula à seguir foi de Trato das Criaturas Mágicas, porém, quando os alunos do quinto ano rumaram para o saguão de entrada para depois sair foram barrados pela Profa.Grubbly Pankinson.
_Sigam-me, por aqui, quinto ano...

Grubbly sob o silêncio dos alunos começou a andar para uma direção desconhecida do castelo. Logo estavam em um corredor soturno com algumas velas quase que derretidas por inteiro, muitas portas entreabertas que pareciam mostrar por poucos segundos aos alunos verdadeiras salas negras por trás.
A medida que a professora foi se aprofundando tudo se tornava mais escuro e mais mal-cheiroso. Ela havia chegado a um local aonde não havia janelas, velas, portas ou qualquer coisa além de um corredor que se perdia na escuridão.
Passados alguns minutos aonde eles haviam descido escadas e mais escadas e já quase não avistavam mais nada, a professora apanhou sua varinha e projetou Lumus com ela, revelando em penumbra uma série de grades que pareciam seguir muito mais adiantes.
A professora foi abrindo vários cadeados e passando pelas barras, quando finalmente depois de uns dez minutos desde o inicio do percurso chegaram a um túnel aonde havia várias tochas de fogo e ao fundo uma porta toda aberta, eles deveriam chegar ali.
_Bom... - Grubbly falou - Eramos aqui onde deviamos chegar...estamos em um dos locais mais profundos de Hogwarts. Hoje começaremos uma série de cinco aulas sobre os cinco pássaros legendários que participaram da primeira tarefa do Torneio do Olheiro.
Primeiramente me sigam...
A professora adentrou pela porta e juntos todos os alunos, ficando diante de uma câmara de fogo que guardava em seu centro um pássaro gigantesco de fogo que as vezes se tornava amarelo e vermelho depois voltava a ser de fogo.
_Este - a professora disse - É Dormiens, o pássaro legendário do fogo. Veio especialmente de uma colônia de dragões na Romênia, e é o único de todo o mundo dessa espécie...
_Quais são os outros pássaros? - Hermione perguntou.
_Sim, boa pergunta Srta.Granger, Titillandus, Quartz, Drago e Nunquam. Muito bem, agora, quem poderia me falar algo interessante sobre Dormiens?
Hermione levantara sua mão.
_Por favor...
_Dormiens é o primeiro dos cinco pássaros legendários existentes em nosso mundo. Único e realmente poderoso, Dormiens com sua agilidade, a maior dentre todos os pássaros tem como ataques principais, verdadeiras explosões de fogo.
_Cinco pontos! Alguém gostaria de tocar em Dormiens...
Todos se afastaram, Harry, porém que estava olhando o pássaro com atenção e não ecutara o que a professora falara se manteve no seu lugar
_Potter, excelente, pode entrar na sala.
_O quê! - Harry exclamou vendo que Dormiens soltava explosões de fogo gigantescas.
_Eu lhe garanto Sr.Potter - a professora insistiu pegando Harry pela manga das vestes e com brusquidão empurrando-o para dentro da sala de fogo.
Várias meninas gritaram, inclusive Hermione.
Logo que Harry pisara na sala, o fogo desaparecera e o pássaro deixara de ser de fogo para se tornar uma espécie de fênix, amarelo e vermelho com penas normais.
_Pode tocá-lo Sr.Potter, apesar de feroz em muitos momentos, Dormiens é bastante carinhoso...
Harry receoso avançou para a ave que lhe fitava com os olhos amarelos como se fosse lhe dar uma bicada mortal.
Vendo que Harry não lhe ofendera, abaixou seu bico (já que o pássaro era muito alto, precisou se deitar) e Harry na ponta dos pés conseguiu tocá-lo, a ave parecia gostar do carinho.
_Fantástico Sr.Potter, dez pontos! Próximo por favor...

A aula seguinte, Feitiços, fora somente para um complemento ao Retractum, chegando ao Carpe Retractum.
_O feitiço Retractum, como vocês já poderam saber leva objetos até você, não de longas distâncias, mas sim as de perto. Mesmo tendo esse fascinante poder, chegaremos a algo mais hoje, Carpe Retractum! - o Prof.Flitwick disse - Observem.
O professor ergueu sua varinha e a apontou para a parede ao fundo da classe.
_Carpe Retractum!
Uma pequena torre com uma espécie de bola de cristal roxa na ponta se conjurou presa a parede.
_Agora, para chegarmos a torre, precisaremos aplicar um feitiço elástico, naturalmente em nosso caso, Retractum!
um raio roxo disparou da varinha do professor e se ligou na torre.
_Assim, seremos puxados até a torre. Dois feitiços muito úteis dependendo da situação.

Mesmo após as cansativas aulas de Poções e depois Patrono em Controle da Magia não abalaram os ânimos dos alunos de Grifinória, todos ansiosos pelos testes para goleiro e capitão que viriam logo depois.
Com a partida de Minerva para bristol, Tolkien assumira a direção de Grifinória e iria ao lado de Madame Hooch (para a alegria das garotas) realizar os testes.
_Vamos Grifinória, vamos, não podemos perder tempo - Tolkien chamava na torre os alunos que deveriam participar dos testes (no total noventa e sete).
Sem demora o vestiário estava lotado de alunos, todos sentados nos diversos longos bancos aonde escutariam os avisos de Tolkien e Madame Hooch.
_Naturalmente o próprio capitão faria o teste para goleiro, porém a Prof.McGonagall diante do sucesso obtido por Olívio Wood em seus últimos anos me pediu para que fossem realizados testes para se escolher um capitão a altura, se podemos dizer assim é claro. Entregarei à vocês uma prova teórica somente por questão de conhecimento, o capitão que melhor demonstrar habilidades em resolver diversas situações em que seu time estaria diante de outras técnicas adversárias será o novo capitão ou claro, a nova capitã.
_Obrigado Prof.Tolkien - Madame Hooch em um sorriso agradeceu. - Vocês receberão penas anti-cola e deverão se espalhar pelo campo, tendo distâncias...
_Suas varinhas permanecerão aqui caso queiram usar feitiços que possam possivelmente escutar uma resposta...
_Muito bem lembrado professor.

Harry apanhou a folha de prova e deixou sua varinha com Tolkien, partindo assim para o campo de quadribol, aonde se sentou em uma das torres de grifinória. Seus olhos passaram pelas questões, ´´Fale sobre os sete jogadores e suas funções em um time de quadribol``. As primeiras realmente haviam sido fáceis, porém tudo se complicara nas questões que envolviam táticas, habilidades e detahes técnicos dos times das outras casas.
Harry sentira que não fora mal, dentre todas as questões conseguira acertar a maioria. Deixando sua prova com Madame Hooch se sentou agora em meio a outros alunos que já haviam terminado usas provas para ver os testes de goleiro.
Os testes revelavam que Rony era definitivamente perto de outros ruins, péssimo. Hermione apesar de muito boa deveria competir com Parvati Patil que parecia dominar os aros.
Tolkien dissera que os resultados poderiam sair naquela noite mesmo.
Todos os alunos, sem nenhuma excessão, partiram para o salão de duelos aonde uma garota do sexto ano de Corvinal duelava com uma do sétimo de Sonserina e vencia.
Assim que Harry entrou no salão Greta Gatchlove lhe veio falar, parecendo realmente aborrecida.
_Francamente Sr.Potter, pensei que fosse nos deixar, precisamos voltar ao segundo lugar...
_Como? - Harry sem entender nada indagou.
_O seu duelo Sr.Potter, que falta de responsabilidade com seus deveres...
_Eu não duelo hoje! - Harry se impôs.
_Claro que sim, pedi ao Prof.Snape que lhe avisasse...
_Mesmo tendo aula com ele hoje, Harry não foi avisado Sra.Gatchlove - Hermione disse para a súbita raiva de Greta.
_PROF.SNAPE! - ela gritou, porém os gritos de feitiço na passarela abafaram em muito suas voz, porém não o bastante para Snape não escutá-la.
Logo que se unia a ela, Harry, Rony e Hermione, lhes desviou um olhar severo já sabendo do que deveria se tratar.
_Não lhe pedi para que avisasse o Sr.Potter do seu duelo hoje?
Snape olhou para Harry como se fosse o culpado.
_Muitas coisas Sra.Gatchlove são esquecidas, os preparativos do Torneio estão nos acumulando muito, espero que entenda.
_Procurarei entender Prof.Snape, porém não sei se entenderei por mais uma vez, não admitirei que minha casa perca pontos por rivalidades, espero que me entenda...
_Certamente. - Snape friamente disse.
_Estamos conversados então...
_Não! - Harry exclamou enquanto Snape dava as costas.
_O que foi agora Potter?
_Contra quem eu vou?
Snape sorriu.
_Richard Flint.
Harry poderia ter se preocupado se tivesse conhecimento desse duelo alguns dias, porém sua mente trabalhava em muitos feitiços diferentes, fato que não pode fazer muito bem pois Tolkien já estava anunciando aquele duelo.
_Um duelo esperado...dois campeões de Hogwarts para o Torneio do Olheiro, queremos ver muitas habilidades aqui, números noventa e três e noventa e quatro avante...
_Vai lá Harry, você consegue! - Rony disse parecendo um pouco cansado devido aos testes.
Harry e Richard sob uma explosão de palmas e vaias subiram na plataforma, todos claramente ansiosos pelo duelo.
_Cumprimemtem-se. - Tolkien pediu.

_Esse duelo vai ser bom - Harry escutou um garoto do primeiro ano da Corvinal falar para três amigos sorridentes.
Richard e Harry se encararam.
_Vamos fazer desse um bom duelo tudo bem? - Richard sem tirar seus olhos dos de Harry disse.
_Com certeza.
Sob uma nova explosão de vaias e palmas, os dois competidores votaram as pontas das plataformas
_Quando disser três - Tolkien avisou. - Um...
Harry pela primeira vez desde que chegara avistou Cho muito perto da passarela, ela lhe sorriu e fez um aceno positivo com a mão.
_Dois...
A sua cicatriz deu uma forte pontada, sua cabeça parecia queimar, não conseguindo manter os olhos abertos os fechou.
Contudo não perdeu sua posição no duelo, não conseguia pensar em nada, não conseguia falar, respirar ou sentir algo, seu corpo parecia estar eletrocutando, sua cabeça ardendo mais e mais. Vários flashes vieram em sua mente, uma mulher de cabelos castanhos correndo, Peter caido no chão morto, uma sala aonde um bruxo lhe olhava, uma fênix saindo de dentro de seu corpo, uma torre de uns cem metros que se perdia na escuridão do céu, a maioria das imagens nunca havia visto, sua cicatriz parecia rachar sua testa, iria morrer com a dor, como se algo estivesse sendo arrancado de seu corpo, agora formigante.
_TRÊS!
_EXPELLIARMUS! - Richard enunciou criando um raio de fogo que de forma extraordináriamente rápida cruzou a plataforma e Harry sentiu seus olhos queimarem, ele os abriu e sua varinha tremeu projetando uma barreira prateada que teve uma forma de cervo. O raio de fogo foi engolido. Dumbledore que estava sentado na mesa principal, se levantou olhando para Harry muito surpreso, fora uma defesa impressionante.
_EFFIGY! - Harry berrou e dois feixes com uma pressão assustadora disparou de sua varinha e atigiu Richard no peito fazendo-o rodopiar muito mais do que o normal, ele parecia agoniar um pouco, a pancada em seu peito parecia ter sido devastadora.
Imagens negras vieram a mente de Harry, um campo grande, aonde fora verde, estava vermelho, o lago antes que refletia a lua, estava todo avermelhado, um vermelho sangue.
_ESTUPEFAÇA! - Richard bradou e um raio vermelho como o sangue da mente de Harry foi ao seu encontro.
A mente se preencheu de sangue que escorria, seu corpo sofreu um impacto, seus olhos se fecharam e ele disparou para trás, o feitiço de Flint o havia atingido.
Antes que Tolkien pudesse dar vitória a Richard, Harry já retornara a plataforma, Flint estava arfando, havia sangue em sua boca, a pancada com o feitiço de Harry lhe parecia estar a longo prazo causando dor, como a Azarção Mortal Definus.
Harry ergueu sua varinha, Richard caiu desmaiado, o sangue escorrendo de sua boca, estava derrotado, não suportara o ataque de Harry.
_GRIFINÓRIA VENCE! - Tolkien anunciou enquanto Madame Pomfrey que em todos os dias estava agora no salão de duelos atendeu Richard enquanto os dois próximos duelistas subiam na plataforma.
Logo que Harry desceu da plataforma, Hermione o levou para fora do salão de duelos sem nem ao menos o olhar, Rony vinha mais atrás, não sabendo o que acontecera para Hermione parecer tão aborrecida.
_O que pensa que fez? - ela vociferou muito irritada.
_O que, não fiz nada - Harry se defendeu não sabendo do que se tratava.
_Você usou uma azaração mortal!
_Não, não usei...
_Eu não sei como, mas você usou um feitiço trocadilho...
_Usei o quê! - Harry exclamou não entendendo.
_Um feitiço trocadilho Harry - Rony disse entrando na conversa.
_´tá, e que é isso?
_Você enuncia um feitiço e na verdade lança outro - Hermione explicou muito agitada.
_Mas eu não tive intenção...
_Bem que pensei, quando você usou o Effigy o impacto que o Richard teve não é o comum do Definus, ele teve um impacto muito grande, coisa que realmente não acontece e nunca podera acontecer com algum bruxo usando Definus, tem algo errado em tudo isso...
_Então, o que você acha? - Harry perguntou ficando preocupado.
Hermione o olhou e parecendo triste por dizer aquilo, respondeu:
_Infelizmente Harry, você usou um feitiço trocadilho com uma perfeição que nunca havia visto. Flint teve o impacto do próprio Effigy, depois vieram os efeitos de Definus...
_E o que importa, eu venci não venci!
_Bom... - Hermione olhou para os lados para ver se ninguém vinha e prosseguiu. - Você usou dois feitiços muito poderosos em um só, fato que só pode acontecer com mentes muito poderosas e receio lhe dizer Harry...
Rony respirou fundo.
_Que escutei o Dumbledore dizendo para o Tolkien que feitiços trocadilhos são os que aquele-que-não-deve-ser-nomeado mais domina, ele também disse que receia que você esteja seguindo os mesmos passos que você-sabe-quem na escola no mesmo periodo de tempo...
Harry entrou em choque, sua mente parecia ter recebido uma pancada, não podia acreditar, suas pernas quase cederam, ainda tendo sua voz, porém agora fraca, disse:
_Então, Dumbledore acha que...
_Sim Harry, ele acha que como V-V-Voldemort fez, você está seguindo para o lado das trevas.

PS: GALERA, POR FAVOR, COMEMTEM, EU PRECISO SABER O QUE ESTÃO ACHANDO DA FIC!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.