FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. Capítulo três


Fic: Cuide bem do seu amor


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________


CAPITULO TRÊS
-x-

Hermione desceu as escadas do castelo vagarosamente. Estava atrasada, e sabia que se não apressasse o passo provavelmente não aproveitaria nada do passeio. Mandou tais pensamentos para longe, alegando a si mesma que quanto mais tarde chegasse, melhor seria; E continuou descendo as escadas.
Passou pela porta de mármore do castelo, o pátio estava vazio. Andou até os portões, encolhendo-se em seu casaco e escondendo as mãos desprotegidas nos bolsos.
Caminhava olhando seus pés afundarem na neve, para depois deixarem pegadas e pouco depois afundarem na neve novamente.
Tinha se permitido apenas deliciar-se com a simplicidade de seus sentimentos naquela fria manhã. Resolvera esquecer por ao menos algumas horas, que a solidão era sua verdadeira companheira há meses. Esquecer desses meses doloridos, em que veio um vendaval e arrancou-lhe seu porto seguro.
Degustar apenas, de sua própria companhia.
Suspirou fundo, e olhou para frente. Seu coração parou, o sangue pareceu dissipar-se de suas veias, seus neurônios pararam de funcionar, suas pernas tremeram e o desespero tomou conta de todo o seu ser. Mirou o céu, e lá se encontrava o que mais temia, para ela, não era apenas a marca negra, mas sim, a eminência de perigo à Harry.
Correu em direção a Hogsmeade. Sempre esteve ao lado do amigo, sempre esteve lá para ajudá-lo quando estivesse em perigo, mas ela não estava lá, não agora. Por um momento lembrou-se de Gina e sua suposta garra, mandando-a para o inferno mentalmente.
Tropeçava na neve, e seus pés afundavam na superfície macia, mas ela continuava a correr, sem tirar os olhos do vilarejo que se aproximava.
As lágrimas de medo e desespero já tomavam conta de seu rosto levemente avermelhado quando Hermione entrou em Hogsmeade.
Feitiços eram lançados por todos os lados, escutavam-se gritos de dor e medo, choros copiosos e estridentes.
Os comensais da morte dominavam o lugar, atacando todos sem dó.
Corpos eram estendidos no chão gelado, sendo pisoteados pelos homens cobertos com um manto negro.
Pessoas eram levantadas pelos tornozelos, e erguidas no ar. Outras se contorciam e mal tinham força para implorar por piedade devido à tortura que sofriam, algumas tentavam fugir covardemente, e o resto lutava e enfrentava os invasores com coragem.
Os aurores e integrantes da Ordem da Fênix tentavam em vão, derrotá-los, sendo ajudados por alunos, professores e moradores do vilarejo.
A neve depositada no chão, antes tão branca e macia, agora era vermelha; O desespero da garota que empunhava a varinha e andava firmemente, foi crescendo em seu coração ao não conseguir localizar Harry, nem Rony.
Andou a procura dos amigos, pulou a cerca de algumas casas, e se abaixava por entre arbustos, até localizar um grupo de estudantes próximo à saída do vilarejo.
Seu coração sossegou, e alivio repentino tomou conta de si quando pode identificar Harry e os outros duelando com comensais.
Hermione sorriu levemente, e deixou-se respirar profundamente antes de juntar-se ao grupo.

Eu confrontaria todo o inferno para segurar sua mão

Eles lutavam bravamente. Rony tentava derrubar um comensal, juntamente com Luna. Já Gina, encolhia-se por entre os arbustos, segurando seu tornozelo e repreendendo exclamações de dor.
Harry enfrentava Bellatrix Lestrange com coragem e fúria. Segurava a varinha com firmeza, sua voz era dura ao pronunciar os feitiços e as risadas agudas da mulher eram como tortura para os ouvidos de Hermione.
Eles estavam se cansando, Hermione pode perceber. Sem hesitar, empunhou a varinha e andou na direção do amigo.

O moreno a mirou com desespero, e seus olhos cresceram quando a garota atacou Bellatrix pelas costas. A mulher tombou no chão, e apoiou os cotovelos na neve, a fim de levantar-se.

- Saía! – bradou Harry – Vá, agora!

- Eu nunca sairei do seu lado – disse, postando-se ao lado do moreno enquanto Bellatrix levantava, com um sorriso satisfeito nos lábios.

Eu fazia você sorrir
Na hora exata de chorar
Você me ensinou a pedir
Quando eu insistia em mandar

- Por favor, vá... – ele implorou, porém, Hermione não se moveu. – Junte-se à Gina e corra.


Você me fez fugir
Quando o melhor era mesmo correr
Só para me proteger

- Não vou me acovardar. Deixe-me levar alguns golpes por você nesta manhã – sussurrou. Buscou a mão do amigo e a acariciou afetuosamente, sorrindo. Ele não sorriu de volta, sua expressão estava séria e dura, e Harry não se atreveu a olhá-la novamente. Como ela poderia continuar lutando ao seu lado sem importar com as conseqüências, mesmo que ele tivesse agido pior que um monstro com ela durante as ultimas semanas? Tinha consciência de que fora torpe com relação à amiga, e culpava-se agora. Mas como ela poderia Merlim? Ele não merecia que Hermione corresse perigo por ele, definitivamente não. Pretendia manda-la embora novamente, quando um feitiço foi pronunciado.


Quando tudo ainda estava inteiro
No instante em que desmoronou
Palavras duras em voz de veludo
E tudo muda, adeus velho mundo.
Há um segundo tudo estava em paz

- É o fim da linha, Potter. Avada Kedrava.

Foi tudo muito rápido. Um calafrio de medo e desespero perpassou a espinha de Hermione. Prendeu a respiração imediatamente, sem tempo de piscar, sem tempo de raciocinar. Seu coração congelou, e pareceu parar de bombear sangue para o resto de seu corpo, o mundo parecia girar em torno dela, e o chão se abriu em baixo de seus pés. Ela sabia exatamente o que fazer, quando um jato de luz verde saiu da ponta da varinha de Bellatrix Lestrange em direção a Harry.
Não deixaria acontecer, não deixaria nada acontecer a ele. Ele era a pedra fundamente, Harry era a melhor parte de si, independente de tudo que houvesse acontecido entre eles.
Sabia que o que o que ela estava prestes a fazer por ele, ninguém, nem sequer Gina, faria um dia. Seu amor por ele ultrapassava barreiras, dimensões e planos, e nada o superaria. Nada a superaria. Este seria o seu sacrifício.
Hermione deixou escorrer uma última lágrima, antes de deixar tudo para trás e postar-se na frente do amigo, fazendo com que o feitiço atingisse-lhe o peito, em cheio.

Não me olhe assim...
Com esses olhos de adeus
Não chegamos ao fim...
Espere um pouco
Não, não fale mais...
De como você me quer bem
Eu te quero demais, mas se você partir
Me deixa ao menos um sinal
Pra eu saber aonde ir.

De repente, o ar pareceu escasso a Harry. Suas pernas bambearam e ele permitiu-se desmontar no chão ao lado do corpo inerte de Hermione Granger.
Suas mãos tremiam, seus olhos enchiam-se de lágrimas e dentro dele, não havia mais coração, nem alma, e nem vida. Sua raiva por Bellatrix havia ultrapassado qualquer entendimento, mas ele não se importava com ela, não agora.
Segurou a mão da amiga com desespero, encostou o ouvido no peito dela, esperando talvez, que pudesse sentir novamente as batidas de seu coração.
Arrependeu-se, e teve nojo de si mesmo. Tinha a feito sofrer, era ciente. Nem ao menos fora capaz de lhe pedir perdão antes de partir, nem ao menos foi capaz de fazê-la entender o quão era importante, essencial e insubstituível a ele. Nada poderia apagá-la de sua vida, nada poderia tirá-la de dentro dele.
Chorou. Chorou como nunca havia chorado antes. Uma espada fora cravada em seu peito e ninguém, jamais conseguiria tira-la de lá.
Agarrou-se ao corpo sem vida, num choro de desespero e dor - Perdão.


Anjo da guarda
Eu velejarei o oceano
Com você ao meu lado
Nuvens alaranjadas passam por nós
Elas queimam sua imagem
Mas você ainda está vivo

-x-

A tua partida me matou por dentro. A partir de agora, eu nunca mais serei o mesmo.
Tenho consciência de que te feri, parti tua alma ao meio. Sei que te marquei profundamente, como uma brasa em chamas.
Tua solidão retrocede em mim, tuas mágoas passadas deterioram-me, e a culpa de não ter lhe acompanhado jazerá para sempre no vazio que há dentro de mim.
Teu sacrifício não adiantará de muito, pois sem ti não há vida. Eu parei de respirar a partir do momento que soube que não lhe sentiria mais.

Cuide bem do seu amor, seja quem for.

_______________________________________________________________

N/A) - Gente, eu tinha me esquecido que não tinha terminado essa fic o.o asiudhausidiuadhui
Enfim, tá aqui, esse é o último capítulo :}
Espero que gostem, beeeijo e obrigada a todos que leram e comentaram :*

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Mione Evans em 03/02/2013

Nossa parabéns!! a fic ta maravilhosa e vc é a segunda autora de fic que me consegue fzr chorar de vdd e olha que eu leio fics todo dia! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Ghost Queen em 30/08/2012

Meu netbook vai dar pane,tá completamente molhado de lágrimas. ç.ç
                                                                                                                 _

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por babee granger em 05/08/2012

chorando ç.ç

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Hermione Rosier Black Malfoy em 04/06/2012

own,é tão linda,e tão triste a fic,adorei a declaração no final

tô com vontade de chorar agora...... 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Jane Granger_Potter em 13/11/2011

Ai meu deus que linda essa fic, tadinha da mione deu muita pena dela. 

chorando horrores.

 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.