FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. Novo Monitor Chefe


Fic: Ops... - Concluída


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________


CAP. 6 – Novo monitor chefe




 


Lily ia caminhando devagar em direção a sala do diretor. Seus pés estavam doendo e sua cabeça implorava algumas horas de sono. Ela não sabia como ia conseguir sobreviver até o final daquele ano. Sua barriga crescia cada vez mais, já estava com quase 4 meses e suas roupas quase não a escondiam mais.


Mas apesar de tudo, apesar de não saber como contar para os pais ou ser uma mãe solteira. Ela não podia negar que sorria, seus dedos automaticamente foram ao seu ventre e sorriso surgiu no seus lábios.


Subiu até a sala do diretor e teve que se segurar para não cair no chão. James Potter estava sentado a sua frente com um distintivo de monitor chefe.


- Você está bem senhorita Evans? – perguntou Dumbledore se levantando


- Sim senhor – respondeu respirando fundo – só fiquei surpresa


- Senhor Potter gentilmente aceitou largar o cargo de capitão do Time – Lily percebeu que ele não parecia muito alegre com aquilo – e te ajudar na monitoria.


- Sabe senhor...


- Lily será perfeito – sorriu Alvo Dumbledore – e lembre os dois, nem tudo é o que parece. Interpretações diferentes para mesmos fatos. E nenhuma das duas pode ser a correta. Estão dispensados.


James se levantou e deixou Lily seguir na sua frente. Ele não sabia dizer porque ele havia concordado com aquilo. Mas já que estava ali, iria fazer bem feito. Voltou a observar a ruiva e percebeu que havia algo diferente, ele só não sabia pensar no quer.


- Então Potter, o que fazemos é simples...


Lily começou a explicar sem olhar para o maroto e quando finalmente entrou no salão comunal, percebeu que James não havia aberto a boca ainda


- Algum problema Potter? – perguntou encarando com os seus olhos verdes frios


- Nenhum, não é complicado de entender – respondeu – Li..Evans, porque estas usando as roupas mais folgadas?


Lily ficou pálida de repente e James jurava que ela ia desmaiar ali na sua frente


- Por que eu quero Potter – e saiu dali rapidamente antes que ele percebesse algo a mais.


***


- Olha lá o Black – falou Jessie rindo – ele parece uma criança.


- Deixa ele – riu Alice junto.


Sirius desfilava pelo salão comunal com seu novo distintivo. Muitas garotas corriam em sua direção, mas ele não ligava. Nessa hora Marlene apareceu e seus olhos se cruzaram. Ela deu de ombros e correu em direção as amigas.


- Tenho um encontro hoje – sorriu atraindo atenção de Sirius – preciso de ajudar para me arrumar.


- Pode deixar – falou Alice e Jessie já estava carregando escada à cima.


*


Lily acordou naquela manha um pouco indisposta. Fazia já alguns dias que ela não acordava enjoada, mas graça a céus ela não havia precisado ir no banheiro. Encontrou Alice folheando uma revista de roupa de noivas e sorriu para amiga. Jessie por sua vez tentava arrancar todos os detalhes do encontro de Marlene e um Lufano.


- Onde vais tão cedo Li? – perguntou Emma saindo do banheiro


- Coisa de monitoria – suspirou – ensinar o Potter a ser gente.


- Cuidado – falou Jessie – porque ele já sabe fazer gente.


- Muito engraçado – comentou ruiva corando.


- Você devia contar para ele – comentou Emma se sentando na cama – afinal ele é o pai


- Um pai que não merece ser – respondeu Lene – ele a traiu.


- Eu ainda não consigo acreditar nisso – exclamou Alice – acho que isso tudo é coisa daquela Isa.


- Ela não sabia que eu estava ali quando falou – respondeu Lily – agora vou indo. Até depois.


Lily desceu as escadas e encontrou James sentando a esperando. Ele deu sorriso fraco quando a viu e foi direto para seu lado.


- Por onde começamos? – perguntou empolgado.


- Por aqui.


James seguia a ruiva, enquanto ela explicava. Ele não conseguia entender porque daquilo, mas sabia muito bem porque aceitou aquele cargo, ele ainda a amava e a queria de volta. Quem sabe agora as coisas dessem certo, provasse que não era um idiota.


***


Emma olhava para teto, ela não sabia o que fazer. Remo e John haviam a convidado para irem aquele final de semana a Hogsmeade. Ela não queria que sua amizade com John virasse algo a mais, mas Remo não merecia.


- Sabe loirinha – comentou Sirius sentando ao seu lado – devias dar uma chance para Remo, ele está realmente arrependido. Ele a quer concertar as coisas.


- Eu não consigo confiar Sirius – respondeu.


- Mas devia, ele é o melhor de nós – falou Sirius se levantando e partindo.


***


Lily suspirava cansada, seu corpo doía nas costas, como acontecia todos os dias naqueles horários. Seu estomago roncou e uma vontade louca de comer ameixas se apoderou dela.


- Potter ? –chamou Lily esquecendo que só tentava falar com ele o estritamente profissional – como faço para entrar na cozinha?


- Eu sou monitor agora não dá ruiva – sorriu.


Lily fez uma careta, ela nunca sentiu tanta vontade de comer alguma coisa.


- Por favor  - pediu ela e completou em pensamento: não queres que seu filho saia com cara de ameixa né?


- Tudo bem – falou James confuso – eu vou lá e pego, o que queres?


- Ameixas – sorriu Li feliz.


James balançou a cabeça, mas acabou indo a cozinha. Não foi difícil achar o que a ruiva louca pediu, mas pelo menos ela não estava mais o ignorando. Quando chegou na sala encontrou dormindo. Ele amava a ver dormindo, sorriu pegou no colo e percebeu que Lily havia engordado, mas não ligou para aquilo. Deixou no sofá, já que não podia subir para quarto feminino e ela o mataria se colocasse no masculino. Deixou às ameixas do lado, a tampou com coberto, pegou o resto do trabalho e subiu as escadas.


***


Emma encontrou naquela noite mais uma rosa na sua cama. Não sabia como Remo conseguia fazer aquilo, mas ela amava.


- Meninas vou com vocês para vila – comentou quando viu Alice, Jessie e Lene entrando


- Acho que só vais comigo – comento Jessie – Alice vai ver Frank, cuidado de não dar de Lily 2 – Alice revirou os olhos – e a Lenezinha aqui está namorando.


- COMO? – perguntou loira em choque.


- Isso mesmo – sorriu Lene – vou ser feliz. E você devia tentar o mesmo Em.


- Alguém viu a futura mamãe? – perguntou Alice.


- Estou aqui – falou Lily entrando. As meninas não comentaram, mas viram um sorriso fraco nos lábios de Li, um sorriso que elas apelidaram de Potter.


***


Sábado amanheceu frio e ventoso. Emma, Jessie e Lily saíram logo cedo para irem a vila. Enquanto Alice já tinha madrugado e foi a primeira a estar nas carruagens que a levavam direto para os braços de Frank. 


Marlene esperava em frente a grande porta de carvalho seu novo namorado. Foi nesse momento que Sirius e os marotos passaram por ela.


- Acho que recebeu um bolo Mckinnon – provocou Sirius.


- Eu acho que não – falou uma voz masculina atrás do maroto – Olá princesa – e a beijou – vamos?


- Claro querido – sorriu – Adeus Black.


A morena saiu acompanhada do Lufano. Era do mesmo tamanho que morena e seus cabelos eram tom de castanho claro.


- Isso não dura – comentou Sirius olhando a cena e ignorando os risos dos amigos.


***


Lily estava tomando um suco de laranja no três vassouras enquanto Jessie arrastava Emma para conversar com Remo.  A chinesinha dava um passo para frente e dois para trás, já que a loira tentava desesperada ir para onde Lily se encontrava.


- O que esta acontecendo ali? – perguntou James se sentando ao lado de Lily.


- Jessie quer que Emma e Remo se entendam – deu de ombros - cadê sua namorada?


- Eu não tenho namorada – respondeu ele confuso.


- Isabella, não é esse o nome dela?


- Isa – James riu – ela é minha amiga de infância.


- Não sabia que amigos de infância se beijavam – sorriu Lily friamente – mas cada um com seus gostos.


- Eu só ia namorar com uma pessoa na minha vida – exclamou James olhando nos olhos – e ela era ruiva.


O maroto se levantou e foi até a mesa onde estavam Sirius conversando com a atendente e Peter comendo doces.


***


Jessie sorriu quando finalmente chegou até Remo. Emma estava petrificada e Jessie tinha as pernas não paravam de vibrar.


- Boa sorte Remo – falou emburrando a loira para ele – sua chance de fazê-la escutar algo.


- Er..Obrigado acho – respondeu Remo fazendo Emma voltar ao normal – acho que podemos conversar né?


Emma balançou a cabeça concordando


- Quinta feira quero te levar a um lugar – pediu ele – e depois a decisão será sua e você escolhe se quer ou não me perdoar.


- Que lugar Lupin?


- Algo que eu devia ter contado no natal – respondeu misterioso.


***


Domingo era os dias mais chatos que existiam na monitoria. Lily e James trabalhavam sobre uma pilha de ocorrências de mal feitores do castelo.


- Eu nunca pensei que minhas marotisses davam tanto trabalho – comentou James a certa altura da tarde.


 - Por isso que eu tentava deixar vocês na linha – respondeu Lily sorrindo.


- Eu acho que te devo uma – James piscou os olhos – Lily o que aconteceu com nós?


- Não sei – respondeu ela e voltou o trabalho deixando a mensagem clara: de conversa encerrada.


***


Lily devia admitir que James era um ótimo monitor chefe, todos o respeitavam e conseguia manter o castelo em ordem. Talvez porque ele era um dos maiores causadores de problemas. Mas a ruiva não tinha quase nenhum trabalho para fazer.


Havia recomeçado uma amizade profissional entre eles, respeito e até certo carinho. Porém a ruiva nunca deixava entrar no campo pessoal. Seu coração ainda doía e sabia que ia continuar sempre doendo. Ela não podia se arriscar mais, principalmente agora que seria mãe.


Andava tão assustada com isso, não sabia como ia sustentar o filho, como ser uma mãe. Mas já amava aquele pequeno ser. Sabia que ia ser um menino e se chamaria de Harry.


Um barulho atraiu atenção de Lily. Fazendo parar no topo da escada.


- Quem esta ai? – perguntou.


Mas tudo continuo em silêncio. Quando começou a descer a escada se sentiu se jogada para frente e tudo ficar escuro. O ultimo pensamento lúcido da sua mente foi: meu Harry.


 


 Fim do capitulo 6




N/a: Em primeiro lugar sorry por ter demorado a postar.  E espero que gostem dos capitulos finais. Vou postar mais um hoje pra compensar a falta de capitulo.s Espero que gostem! Beijoos! 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.