FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

24. Conhecendo o sogrão


Fic: Era só uma aposta


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________


Na manhã da viagem Draco estava tremendo de nervoso, e o mesmo se dizia de Hermione. Não que ela se preocupasse se os pais iam gostar de Draco, mas se Draco ia gostar se seus pais. Eles não eram ricos como Draco, e ainda por cima eram trouxas. Sua casa era simples e tudo o mais também. A morena passou a viagem toda pensativa, o loiro acabou pegando no sono logo no inicio, pelo visto havia passado a noite em claro. Quando chegaram na estação foram direto para a casa dos pais dela, parando apenas pra Draco poder comprar um buque de flores para a mãe dela. Quando chegaram lá Draco estava branco como um papel, e tremia feito uma vara verde.


- Se acalma amor, vai dar tudo certo, eu prometo. – sussurrou ela, e depositou um beijo na boca dele antes de tocar a campainha.


- Bom dia! – sorriu o pai de Hermione ao abrir a porta e apertar a mão do genro. Ele olhou meio ressabido para a filha pois sabia que aquele menino era o que tanto importunava ela quando mais nova, mas ficou quieto, depois conversaria com a filha. E confiava nas decisões dela.


- B.. bom dia.. – respondeu Draco nervoso. Hermione sorriu e apertou a mão do namorado.


- Bom dia pai! Que saudades do senhor! – ela respondeu, dando um abraço apertado no pai.


- Entrem, sua mãe esta esperando por vocês na sala. – ele sorriu abrindo a passagem. O mesmo sorriso encantador e acolhedor da filha, Draco percebeu.


- Bom dia!! – cumprimentou animada a mãe da morena abraçando o genro, que ficou meio constrangido, mas retribuiu o abraço.


- Bom dia senhora Granger.  Isso é pra senhora. – Draco entregou as flores para a sogra, que sorriu agradecida.


- Realmente é um menino encantador, como disse Hermione. – ela olhou para filha então – que por sinal esta tao linda! Estava morrendo de saudades de ti filha! – ela apertou Hermione num abraço quase sufocante, que Hermione retribuiu na mesma intensidade. Havia ficado quase um ano sem ver os pais pois tinha apagado a memoria deles, nunca mais queria ter que passar pela mesma situação.


- Vamos almoçar então? Vocês fizeram uma viagem muito longa até aqui, precisam se alimentar, e pela tarde Hermione levara você para conhecer a cidade! – disse o pai de Hermione se encaminhando pra sala de jantar, acompanhado do genro, enquanto Hermione ia com a mãe colocar as flores em um jarro.


- Que lindo namorado que você arrumou filha! Ele parece ser um menino muito educado também. – ia dizendo a mãe enquanto pegava um jarro na cozinha.


- E ele é mesmo mãe, quem poderia imaginar que Draco Malfoy poderia no fundo, ser um namorado tão bom, e uma pessoa tão maravilhosa?


- Pera, esse nome me é familiar, não era ele quem ficava brigando com você e seus amigos sempre?


- Esse mesmo, mãe. Ele esta irreconhecível, não acha? – respondeu a filha sorrindo


- Tem certeza que é o mesmo garoto que você tanto reclamava? – a mãe riu enquanto elas se encaminhavam pra sala de jantar onde os outros dois estavam conversando animadamente.


- Ah, mas então a única diferença quase nesse caso é a falta de vassouras. – comentava o pai da morena pensativamente.


- Sobre o que vocês dois estão conversando hein? – perguntou ela ao sentar ao lado do namorado.


- Sobre as diferenças entre futebol e quadribol. – respondeu Draco animado.


- Ah, ta aí uma coisa que eu não entendo. Nenhum dos dois jogos. – disse a mãe da morena enquanto colocava a comida na mesa para que todos se servissem.


- Bom, acho que isso é de família então. – respondeu Hermione sorrindo.


Todos sorriram, e começaram seu almoço. Comeram tranquilamente, e enquanto a mãe de Hermione buscava a sobremesa o pai dela começou a falar:


- Então Draco, quais suas reais intenções com a minha filha? – perguntou.


Hermione teve que se segurar pra não rir da maneira como o pai havia perguntado, e Draco ficou igual a um pimentão.


- Bom, eu amo muito ela, nunca pensei que fosse dizer isso, porque como o senhor deve saber nós tivemos nossos, hãm, “desentendimentos” no passado. Mas ela me provou que ela é diferente de tudo o que eu pensava, é uma menina maravilhosa, e eu não consigo mais imaginar minha vida longe dela. – ele terminou a frase olhando a pra ela e sorrindo. Ela retribuiu o sorriso, lisonjeada pelas palavras do namorado.


- Realmente vocês tiveram muitos, “desentendimentos”, mas olhando pra ti não consigo mais ver o garoto de quem ela falava, você me parece um novo homem, e creio que em breve conseguira conquistar a minha confiança. Eu amo demais a minha filha pra deixar ela nas mãos de qualquer um, mas só de ver o jeito que você olha pra ela eu já consigo acreditar no seu sentimento. – respondeu o pai da morena, que por sinal, acreditava muito na vericidade* do olhar.


A mãe da Hermione que estava entrando com a sobremesa sorriu e concordou, o marido estava totalmente certo.


Terminaram então a sobremesa e cada um foi para o seu quarto trocar de roupa, pois logo mais iriam dar um passeio.


Hermione em seu quarto agradecida por Draco ter se dado tão bem com seus pais, e Draco em seu quarto agradecido por não ter estragado tudo logo no inicio.


 



___________________________________________________________________________________________



* não sei se essa palavra existe, acho que eu quem inventei ela, mas é pra dizer que pra ele a verdade sempre se encontra no olhar das pessoas.

Então gente, a fica tá em reta final, só mais uns 3 capítulos e ela chegará ao fim (eu nem tinha notado que já tava tão grande!) espero que vocês estejam gostando, e desculpem a demora, mas meu notebook estragou e eu fiquei sem ter como postar :/ 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 2

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Renata C. Malfoy em 18/05/2014

Posta maaaaais! To adorando!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Diênifer Santos Granger em 23/03/2014

Nova fã na area!!! Esperando o próximo anciosa!!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.