FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

5. O Perturbador retorno!


Fic: A MAIOR AMIZADE DO MUNDO


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

-Harry, acorda! Aquilo é Hogwarts? – disse Hermione, acordando o amigo, dentro do expresso de Hogwarts. Ela estava assustada e sua expressão beirava o medo.

-Hã? O que é que você está fazen...? – ele parou de falar, surpreso com a aparência da escola.

A Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts estava com uma parede a menos, como se estivesse totalmente transparente por um lado; como se tivesse uma espécie de teto de vidro. Harry ficou boquiaberto. Aparentemente não fora o único, pois logo depois de olhar, ouviu burburinhos por todos os lados.

-Antes – informou a professora McGonagall, quando todos os alunos desceram do trem – que vocês perguntem, Hogwarts é a mesma.
Os murmúrios de contradição foram evidentes.

-Hum hum – continuou a professora, querendo parecer natural – O castelo foi enfeitiçado para que parecesse assim. Como há vários espiões d’Aquele – Que – Não – Deve – Ser – Nomeado rondando o municio de Hogsmeade e fazendo paradas eventuais em Hogwarts, queríamos que pensassem que o castelo está praticamente desabitado. Afinal, como podem ver, há uma espécie de falha aqui, só que nada está atrás deste ‘buraco’, como se estivesse vazio do outro lado. Mas é o contrário. Vocês podem caminhar, gritar, correr ou fazer o que quiserem por dentro do castelo, que nada será refletido aqui fora.

Houve umas exclamações de horror e outros gritaram “Genial”, mas McGonagall continuou fingindo que não havia sido interrompida.
-Juntamente com a suposta destruição de uma parede, vários encantamentos reforçam ainda mais a segurança de Hogwarts. Creio que agora... – ela fez uma pausa longa, escolhendo as palavras – seja impossível a invasão deste lugar. Acredito que todos saibam da lamentável morte do diretor Dumbledore, portanto, devem saber também que a nova diretora a partir de agora sou eu. Os cargos de alguns professores serão restituídos, como o Defesa Contra as Artes das Trevas, afinal Severo Snape está terminantemente proibido de entrar nas propriedades de Hogwarts, enquanto eu assim declarar. Além de todas as mudanças, novas regras serão impostas. Estas estão claramente especificadas no interior da Sala Comunal de suas devidas Casas. Devem estar se perguntando sobre os monitores – chefes. Eu lamento não ter avisado antes que os distintivos não são mais entregues por cartas, e sim aqui no castelo, por mim. Faremos uma Cerimônia de entrega logo depois do jantar, depois da divisão dos primeiranistas. – A nova diretora suspirou, tentando lembrar de mais algum aviso que tinha que dar. Não lembrando de mais nada, acrescentou com um sorriso acolhedor, porém fraco – Sigam-me.

Assim todos os alunos o fizeram, para conhecer uma nova entrada no Castelo, instituída devido à guerra que estava prestes a começar. Todos estavam cabisbaixos, pensando como seria o final de tudo. Já que, naquele momento, ninguém sabia se viveria ou morreria.

=_____________________________________________=

A Cerimônia de escolha dos novos alunos foi muito tranqüila, principalmente porque o número de alunos a serem divididos era quase nulo. Mas a ansiedade de Hermione era muito grande, afinal os monitores chefes seriam escolhidos ali também.

-Hermione, é óbvio que você vai ser monitora chefe! Pare de roer as unhas! – Rony repetia, mas estava tão ansioso quanto a amiga.

Antes, Harry não gostava de nada referente aos monitores, pois queria ter sido escolhido como um, mas hoje não ligava a mínima, já que via que ser monitor não é tão legal quanto pensam. Ele apenas ficava observando os amigos, e rindo muito de Rony, porque ele tentava sutilmente mandar beijinhos e acenos para Luna na mesa da Corvinal, e a menina nem o via.

-Cara, quer parar de me envergonhar? – comentou Harry, já que Rony começava a apoiar nele para ficar mais alto, para assim Luna o enxergar.

-Harry, ela está tão linda neste uniforme, não é?

Harry suspirou. Tinha plena certeza que Rony não tinha ouvido nada do que ele tinha dito. O pessoal da Grifinória já começava a tentar esconder o riso, já que as atitudes de Rony estavam se tornando cada vez mais grotescas. Até que Gina sussurrou:

-Ai, maninho! Estou com uma séria dúvida. Você está apaixonado pelo Crabbe ou pelo Goyle? Porque os dois são os únicos que correspondem aos seus beijinhos.

Rony pareceu despertar do transe. E, se sentiu muito envergonhado ao olhar para mesa da Sonserina e ver Vincent Crabbe e Gregório Goyle zombando abertamente da cara dele. O primeiro se fingia de gay e mandava beijos afetados a Rony, já o segundo apenas sorria e acenava. Harry se juntou ao resto da mesa e riu. Logo depois Rony cedeu e gargalhou também. Percebendo que a brincadeira não tivera efeito algum, os meninos da Sonserina ficaram emburrados e viraram para frente.

-Peço silêncio, por favor. – disse Minerva.

Em um instante, todos estavam quietos.


-Acho que já podemos começar a nomeação dos novos monitores. Pansy Parkinson e Ronald Weasley, por favor, dêem um passo a frente.

-O QUE? – Hermione disse, com uma expressão de choque e extrema surpresa no rosto. – VOCÊ? – ela acrescentou virando-se para Rony, que compartilhava seu semblante.

-Eu, eu pensei que seria você...

-Ronald Weasley? – o menino foi interrompido por McGonagall, e percebeu que era o único que não tinha ido a frente. Calou-se e se dirigiu até a diretora.

-Muito bem. Agora que os dois estão aqui, posso enfim dar a notícia. Parabéns, vocês são os novos monitores-chefes do 7º ano, – e, enquanto ela dizia ia pregando o distintivo reluzente no peito de cada um.

-Nossa! Eu pensei que ele fosse normal! - comentou Gina, que mostrou muito desgosto pelo irmão. Mas depois começou a cantar uma música desafinada e mal elaborada que dizia mais ou menos isso: “Rony agora é monitor! Não posso mais cometer atentado ao pudor! Ele agora é uma piada! Rir dele não vai ser mancada!”. Logo novas vozes se juntaram a ela, fazendo Rony corar até a raiz dos cabelos. Harry viu o amigo sussurrar por entre os dentes:

-Gina... eu... te... mato...

E desatou na gargalhada. Havia duas pessoas apenas que pareciam não se divertir: o próprio Rony e Hermione. E Harry nem estava ligando que Pansy fora escolhida monitora-chefe. Tinha um pressentimento que não ia aprontar muito esse ano.

No final da entrega dos distintivos, aconteceu o jantar e o discurso tradicional do diretor (agora, McGonagall). Depois, Minerva chamou Hermione para uma conversa privada, e dispensou os outros, que foram rindo e zombando de Rony até o dormitório.


N/A: A modificação totaaaal³ da escola vai ser importante daqui a pouco, quando eu começar a falar de G/D. :D
beeeijinho.

~ G Snape

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.