FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

23. Ferias de Natal


Fic: Era só uma aposta


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

 


Hermione consegue se recuperar bem, e depois de dois dias internada tem sua alta finalmente. Os dias se passam tranquilamente, e o relacionamento de Draco e Hermione está indo de vento em poupa. As pessoas até já se acostumaram com o novo casalzinho da escola e nem falam mais. Hermione finalmente consegue tirar a tala do braço, e o movimentar normalmente. As rondas que antes nem eram feitas corretamente, finalmente forma iniciadas. As férias de natal estão se aproximando, a empolgação é enorme por toda a escola. Até mesmo Pansy parece que se acalmou. Parece que finalmente esta tudo se encaminhando na vida do nosso casalzinho sensação.


                É domingo de manhã, falta uma semana para o feriado de natal, e Hermione recebe uma carta em sua mesa:


“Filha, recebemos sua carta, e adoramos a ideia. Será ótimo ter você aqui conosco no natal, e é um ótimo momento para conhecermos o seu namorado. Esperamos por vocês dois, querida. Amamos-te muito, e estamos morrendo de saudades, beijos, mamãe e papai.”


                Hermione sorriu realizada. Estava planejando levar Draco para conhecer sua família, só precisava da aceitação dos pais. Agora que estava tudo certo, só tinha que conversar com ele. E não perdeu tempo, logo depois do almoço foi correndo conversar com o namorado.


                - hey, Draco, preciso falar contigo. – disse ela com um sorrisinho,


                - Vish, o que tu ta aprontando com esse sorrisinho aí? – disse ele com um olhar preocupado divertido.


                - Queria te fazer um convite. – respondeu ela, sorrindo, enquanto eles subiam para o dormitório deles.


                - O que você quiser meu amor. – respondeu ele.


Eles chegaram na porta do dormitório e ele abriu a porta para ela, como um cavalheiro, e ela sorriu. Amava o jeito galanteador como ele tratava ela. Era realmente um menino muito educado, mesmo não parecendo, havia sido muito bem criado.


                Ela parou na frente dele, os olhos brilhando de empolgação, e um pouco de medo, pois não sabia se ele ia gostar da ideia de conhecer os pais dela.


                - Você gostaria de ir passar o natal comigo, na minha casa?


                Ele parou um pouco desnorteado com o convite. Conhecer os pais da garota? Não sabia se estava preparado para um momento tão sublime como esse. Porém, seria uma ótima forma de dar mais um grande passo na relação dos dois.


                - Ta me convidando pra conhecer teus pais? – perguntou ele sorrindo.


                - Isso é uma consequência. – respondeu ela rindo.


                - Claro que quero meu amor, por você eu vou a qualquer lugar do mundo.


                Ela sorriu, realizada com a resposta dele, e aproveitou o momento para um beijo. Aqueles beijos que só eles sabiam dar. Ate agora, eles haviam ficado só nos beijos. Por mais que Hermione quisesse ir adiante, ela ainda ficava meio receosa. Então sempre acabava cortando o clima. Por isso Draco nem insistia mais, ia só até onde a namorada permitia, e depois ficava só no gostinho de quero mais. E dessa vez não foi diferente, por mais que o beijo foi demorado.


                - Mas Mione, o que eu faço quando eu chegar lá? Com que cara que eu olho pros teus pais? – perguntou ele, agora preocupado com o que iria fazer quando chegasse o tão temido momento.


                - Age normalmente ué. Meu pai não e nenhum monstro, muito menos minha mãe. E eles vão gostar de ti, não se preocupe. Se tu conseguiu me conquistar, acho que eles não será uma tarefa tão difícil assim.


                Os dois riram, por mais que Draco não acreditasse muito nessa facilidade toda de que a morena estava falando, ele iria fazer isso por ela.


                - Mas agora, - continuou a morena – eu vou ter que ir para a biblioteca que estou cheia de deveres pra fazer. Coisa que você deveria fazer também, aliás.


               


                - Hoje eu tenho treino ainda, depois eu faço meus deveres. Ou copio de ti, tanto faz também. – disse ele com um sorriso bem cafajeste pegando ela pela cintura, e enlaçando os dedos por trás.


                - Aham, garoto sonhador.  Tu devia estudar mais isso sim. E se eu resolvesse não te ajudar mais, como que tu ia ficar? – perguntou ela, com uma sobrancelha erguida, passando os braços pela cintura dele também, e deixando apoiados naquela elevaçãozinha logo acima da bunda (e que bunda) que o loiro tinha sobrando.


                - Você não teria coragem. – respondeu ele intimidador, se aproximando dela, e quase sussurrando.


                - Ah, você acha? – ela o provocou passando os lábios dela nos dele, mas quase sem encostar.


                - Eu tenho certeza. – respondeu o loiro, aproveitando a brecha para um beijão de tirar o fôlego na namorada.


                Os dois foram cada um para seu canto, e enquanto Hermione estava indo pra biblioteca deu de cara com Rony. O garoto ainda não falava direito com ela depois daquela cena ao descobrir o relacionamento da garota com Draco, mas pelo menos não virava-lhe mais a cara.


                - Olá. – ela o cumprimentou meio sem jeito, pois ultimamente ele tinha os humores dele, às vezes ele cumprimentava às vezes fingia que nem tinha ouvido.


                - Eai. – respondeu ele, meio constrangido – Ahn, Mione, você tem um tempo? Queria conversar contigo, mas é rapidinho.


                - Claro que tenho tempo, pode falar. – respondeu ela de praxe, afinal, não era todo dia que ele vinha conversar né.


                - É que eu queria te pedir desculpa sabe. – começou ele meio envergonhado – por estar fazendo esse papel infantil, você não merece isso, sempre esteve do meu lado, e sempre me ajudou em tudo...


                - Ai Rony, não se preocupe com isso, é claro que te desculpo, e eu entendo que deve ter sido difícil pra você, ainda mais depois de tudo o que passamos com aquela praguinha, mas você também dificultou as coisas né.


                - Porra Mione, mas olha também o que tu faz, não bastasse ficar amiga dele, ainda resolve namorar! Ele é um Malfoy! – Hermione ergue uma sobrancelha advertindo-o e ele se recompõe – Af, eu te amo Mione, tu sempre foi minha melhor amiga, não quero perder isso, mesmo que seja difícil pra eu aceitar esse relacionamento, mas eu prometo que vou me esforçar mais, pelo menos enquanto você esta por perto, porque eu só quero que nossa amizade volte a ser como era antes...


                Hermione não deixou o garoto terminar a frase e o puxou pra um abraço apertado, daqueles cheios de saudade de tudo o que eles passaram juntos, e ele retribuiu com a mesma vontade da morena.


                - Também não quero perder nossa amizade assim, mas nunca mais faça isso entendeu? – ela perguntou sorrindo.


                - Entender eu entendi né, mas eu sou Rony Weasley, então acho que isso não vai ser muito fácil de cumprir não. – respondeu ele meio desacreditado.


                Os dois riram, pois sabiam que era a mais pura verdade.


                - Mas está bem, deixe-me ir, que preciso estudar.


                - A mesma Hermione de sempre né – disse o garoto sorrindo.


                - Eu me esforço. – ela riu, e seguiu para a biblioteca.


 


------------------------------------------------------------------------------------------------------


Eai gente, faz tempinho que não posto né? Mais de um ano. Não sei se tem gente que ainda le minha fic, mas to aí na ativa de novo, tinha perdido a inspiração, mas agora acho que consigo acabar ela de uma vez, ja tenho um "roteiro" programado, só falta escrever, :D


Mas aí, alguém aí ta lendo ainda? Comentem aí se gostaram que eu voltei ou não, se ninguém ler acho que vou parar de uma vez.... Enfim, espero que gostem, tem muita coisa por vir aindaaaa :D

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Byanca em 10/02/2014

eu ainda leio kkk , você voltou uhuuuuuu , ainda bem !

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.