FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. por amizade ou por amor?!


Fic: Como Um Cisne Branco- capitulo 6!!!!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________


Capítulo 4: Por Amizade ou por Amor?

Na hora do jantar, tava uma barulheira insurdecedora, tudo por causa dos preparativos do baile.Dumbledore parecia que havia ficado maluco, ele teve a idéia de fazer uma " batalha de banda" entre as casas, o que deixou o pessal alvoroçado, todos adoraram a idéia doida de Dumbledore, organizar aquilo era complicado, tinha muita gente querendo competir, era mais de duas bandas por casa, então Dumbledore resolveu fazer uma eliminatória, ia demorar um pouco, por causa das aulas, ele não ia interromper as aulas por causa disso, então ia ser toda sexta feira, que era o dia de folga dos alunos.
Iria ser uma competição anual, e a casa vencedora, além de ganhar um troféu, ganharia quatrocentos pontos para a sua casa, ou seja quem ganhasse praticamente ganharia também a taça das casas.
A empolgação era tanta que Dumbledore teve que usar sua varinha para conseguir falar.
Quem estava empolgado mesmo era o pessoal da Grifinória, sempre teve pessoal de talento para música, o pessoal da Lufa-Lufa não ficava atras.
Embora estivessem muito ansiosos, estavam meio perdidos para se organizar, pois tinha bandas que o vocalista era de uma casa o baterista de outra, estava uma confusão entre os alunos. Dumbledore disse também que teriam tempo para se organizar pois ia começar na outra sexta depois do baile.
Depois de todo aquele alvoroço, todos foram para seus respectivos dormitórios, uns nem conseguiram dormir.
Luna dormia como uma pedra, estava muito cansada para ficar se preocupando com aquilo tudo.
Cedric queria poder dormir também, mas os convites para ser vocalista das bandas de sua casa não o deixavam dormir, tinha até convite pra ser dançarino, coreógrafo, guitarrista, parecia que ele iria ficar louco.
-Ah! Calma!! eu não posso ser tudo! Uma coisa ou outra! - diz tentando manter a calma
-A culpa não é nossa, se você sabe fazer tudo! - diz Justino
- Olha, vocalista eu não sei... não canto lá essas coisas, dançarino depende do que é pra dançar, coreógrafo.... sem comentários, nem morto! guitarrista... faz tempo que não pratico...- diz Cedric pensativo
- Seu viado! eu já ouvi você cantando!! E você canta pra porra!!- diz um dos alunos
- Bem está decido, Cedric vai ser o nosso vocalista!!- diz um garoto que segurava uma palheta
-Ei!! eu não disse que ia participar disso!!!!!- protesta Cedric
- Você não tem que decidir nada!- diz Justino
Depois de discutirem tanto, Cedric resolveu aceitar ser vocalista.
Na manhã seguinte, todo mundo tava um bagaço, a maioria do pessoal tinha ficado acordado até tarde para resolver o problema dos integrantes.
Cedric era o menos quebrado do grupo, logo depois que foi "o escolhido" para ser vocalista ele dormiu enquanto os outros ainda resolveram algumas coisas.
Luna, estava bem disposta, dormiu muito bem, podia se dizer que era a única que estava assim, muitas garotas queriam participar também, muitas com idéias de fazer uma banda só de garotas com músicas "podres", Luna fez uma careta e tapou os ouvidos quando ouviu uma garota cantar, a voz dela era enganiçada estranha e muito agúda ela pensou " Acho que a Corvinal nunca vai ganhar, não com ela!".
A tortura seria as aulas, com o pessoal do jeito que estava o dia ia ser muito longo.
Cedric estava com um pouco de sono, mas conseguiu resistir a todas as aulas, já seu amigo Justino já estava babando na aula de adivinhação.
Luna ainda estava disposta, resolveu dar uma andada polo castelo, o visual que Mione e Gina tinham dado a ela, tinha feito os garotos prestarem mais atenção nela, ela nem sentia falta daquelas coisas que usava, ficava mais leve não usar, tinham uns que nem a reconheciam, Cedric estava saindo da sala quando a viu, parecia mais bonita do que a do dia anterior, ele esta a cada dia se sentindo estranho quando via Luna e se não via, ele pensava, a cada dia ficava mais difícil parar de pensar nela.
O olhar de Luna porém continuava de sonhadora, ela estava tão distraída que esbarrou em uma menina que estava carregando muitos livros.
-Vingardium Leviosa!- diz Cedric antes que os livros caisse em cima das duas.
Luna viu com quem tinha esbarrado, e queria correr na hora, a garota da Sonserina com que ela teve o azar de sido azarada por ela na primeira semana de aula .
- Vê se olha por onde anda! Di-Lua! Você sempre tem que atrapalhar!! Já estou cheia de você!- grita a garota parecendo totalmente descontrolada
-Calma!Não vai acontecer novamente! Desculpe!- tenta se desculpar Luna.
- Calma, foi só um esbarrãozinho, não fique brava atoa!- diz Cedric, na tentativa de amenizar um pouco aquele clima "pesado".
-Veio defender a namorada agora?! Namorando a Di-Lua?- fala a garota em deboche
Luna ia falar alguma coisa, mas Cedric fala primeiro.
- E se for, qual é o problema? Algo contra? - fala firmimente.
Luna não acreditara no que ele estava falando, e acreditou menos ainda quando ele a abraçou.
-Não, nenhum...só dúvido, ninguém teria coragem de namorar ela.- diz a garota
Luna sentiu-se um pouco triste, ela se sentiu feia, indesejada quando a sonserina disse aquilo, ela ia sair correndo mas Cedric estava abraçando firme.
- Coragem? - pergunta Cedric
- Sim, e muita, ela é feia, estranha, aluada...- diz a garota
-Não acho nada disso que você falou, ela é bonita, eu converso com ela e acho ela muito legal, e eu amo ela!- diz ele , mas ele não falou com muita firmeza, ele não tinha pensado muito pra falar, mas ele nem sabia o porque de estar fazendo aquilo.
Luna pensava, o do porque dele mentir, ela sabia que ele não a amava, e que nem a achava bonita, mas ele estava dizendo para defende-la, mas ela não entendia o porque dele falar aquilo.
-Cedric, melhor você ir...isso vai acabar sobrando para você e...
Luna é interrompida pela sonserina
- TÁ NA CARA QUE ELE NUNCA NAMORARIA VOCÊ, O QUE UM GAROTO POPULAR E BONITO COMO ELE VIRIA EM VOCÊ?! ELE SÓ ESTÁ FALANDO ISSO PORQUE ELE É BONZINHO E NÃO QUER FAZER VOCÊ PAGAR MICO!- diz ela em alto em bom som.
-Acho que você fala demais, você não pode pode arfimar o que não sabe. - diz ele parecendo um pouco nervoso.
- Mesmo? Então beija ela!Dúvido!- diz ela com desdem.
Cedric tinha gelado, Luna tenta sair dos braços dele mas ele não deixava, ainda a segurava firme, ele solta um suspiro, ele não sabia o porque mas queria fazer aquilo.
- Bem, eu não tenho que provar nada mas...
Cedric, a olhou nos olhos, ele estava um pouco vermelho, ele a beijou, mas não foi um beijo rápido e nem simples, ele não sabia nem o que estava pensando, mas ele queria beija-la, queria sentir a boca de Luna agora, estava completamente sem ação, ainda surpresa pelo ato do garoto, a lingua dele pedia passagem, e ela aos pocos foi cedendo, ela colocou a mão na nuca de Cedric, e tentava acompanhar o ritmo de Cedric.
A sonserina assistia de boca aberta, como já tinha passado a última aula, só estava os três lá.
Depois do beijo, eles estavam sem ar. eles perceberam que a sonserina ainda estava lá, olhando pra eles de boca aberta, como se se não acretitasse.
Luna depois de perceber a sua real situação ficou imediatamente vermelha, Cedric ainda a abraçava.
-Bem, provei agora? Bem não importa, vamos querida?- pergunta Cedric dando um selinho nela.
Luna ainda estática fez um sim com a cabeça.
Quando eles percebem que já tinham ido bem para longe da garota e mais perto da "multidão" ela se solta dele e ela fala toda vermelha.
- Me desculpe, eu fiz você...você pagou o maior mico... desculpe mesmo...- diz ela toda vermelha sem conseguir encara-lo.
- E porque eu paguei mico?- pergunta ele meio sem entender.
- Beijar a Di-lua estranha , essentrica, feia...- diz ela
- Você não vai acreditar no que aquela garota fala né? Bem você era estranha quando usava aqueles brincos de rolhas e aqueles colares estranho, um pouco desengonçada, eu até achava você meio sem "sal",mas não achava você feia , agora que você resolveu parar de se esconder, vejo que você é realmente linda, tanto no físico tanto de coração, você nem reparou que o pessoal parou de chamar você de Di-Lua? Você devia se valorizar mais, e não posso mentir dizendo que eu não gostei do beijo, porque eu gostei.- diz ele todo vermelho.
Ele estava sendo sincero, sincero até demais, falou o que achava dela antes, e que sua opinião mudara, ele nem sabia o porque de estar falando, e falando demais, afinal ela não perguntou se ele tinha gostado de beijo, ele a olhou, percebeu que ela não ia falar nada, ela estava meio sem graça pra falar qualquer coisa.
-Bem...bem preciso ir, vou resolver o problema das bandas...- diz Cedric vendo os garotos o chamando.- bem, até mais, nos falamos, ok?- disse ele dando um selinho nela.
Luna, ainda estava em "ecstase", ela o olha se afastando, indo para direção de seus "companheiros" , ela toca de leve sua boca. Ela pensava se Cedric estava mesmo sendo sincero, na parte que ele disse " usava aqueles brincos de rolhas e aqueles colares estranho, um pouco desengonçada, eu até achava você meio sem "sal"" ela achava que até ai era verdade apartir do "mas não achava você feia , agora que você resolveu parar de se esconder, vejo que você é realmente linda, tanto no físico tanto de coração, você nem reparou que o pessoal parou de chamar você de Di-Lua? Você devia se valorizar mais, e não posso mentir dizendo que eu não gostei do beijo, porque eu gostei..." é que ela ficou duvidando.
Cedric não sabia o porque mas queria beija-la novamente, queria sentir aquela sensação estranha de novo, ele nem estava escutando direito o que os garotos falavam, ele apenas fala "uhum" e "ok".
Luna foi para o jardim, e encontra Gina.
- Luna, o que hove? você está toda vermelha, está bem?!- pergunta ela preocupada
- Sim estou, Só estou tentando esquecer o que acabou de ocorrer...- diz ela colocando as mãos em seus cabelos.
- Mas o que aconteceu?- pergunta Gina
- O Cedric me beijou e...
Luna nem termina de falar Gina a interrompe
- Ah, e você quer esquecer isso? não era isso que você queria?
- Ah, mas ele fez isso para me ajudar e...-Luna conta toda história mas não fez o sorriso de Gina desaparecer.
- Luna! Ele disse que gostou do seu beijo e disse que te acha linda, tá ele disse até disse que realmente te achava estranha e sem "sal", ele está sendo sincero, acho que ele está gostando de você!!!!!- diz Gina.
- Depois eu que viajo demais...- diz Luna
De noite, Cedric não vê Luna no jantar, ele queria conversar com ela, sobre o que ele mesmo não sabia , mas precisava encontra-la.
_______Continuaaaaaaaaa_________



bem demorou mais ai está naum sei se vcs vão gostar, espero que sim e eu quero coments !!!!!!!!!!!!!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.