FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

11. Confusões


Fic: Minha vida com Hermione Granger


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Weasleys POV.


-Onde ele se meteu?


Questiona Rony impaciente ao seu irmão mais velho, Bill. O ruivinho estava procurando Harry há horas para começar um jogo de quadribol ao estilo “família Weasley” e já segurava a vassoura apoiada contra o ombro revirando o jardim da Toca em busca do melhor amigo.


-Eu não sei! Talvez tenha saído para dar uma volta... Ele não é muito de ficar no meio de multidões!


Despista o mais velho dando de ombros e cruzando os braços com um meio sorriso.


-Não! Harry planejou essa festa com a mamãe, ele não ia sumir assim sem mais nem menos!


Insiste Rony com preocupação, cada desaparecimento repentino do Potter, vinha acompanhado de problemas, e problemas muito sérios.


-Relaxa, Rony! Eu estive com ele há pouco tempo atrás e não parecia que ele estava correndo atrás de confusão!


Tranquiliza Bill desviando os olhos nervosamente em direção à sua esposa que retornava da sua conversa com Hermione. Fleur lhe sorriu lindamente antes de piscar um olho, a sorte estava lançada! Agora só precisava segurar Rony mais um pouco até Harry aparecer e acertar as coisas com a aniversariante.


-Você não entende!


Protesta Ron, com veemência.


-Harry encontra inimigos mesmo sem estar procurando por eles!


Garante o ruivinho derrubando a vassoura no chão e deixando o irmão mais velho para trás. Franzindo a testa, Bill ponderou se seria mais difícil esconder o que aconteceu de Rony ou de Hermione.


-Hey, George!


Chamou Rony, acenando exageradamente para um dos gêmeos.


-Oh! Olá pequeno Ronnie! Aproveitando o dia em sua cor natural?


Brincava o gêmeo com um sorriso maligno em seu rosto. Ron estremeceu com a lembrança da sua fase “laranja” de algumas horas atrás, porém a necessidade de encontrar Harry antes que estivesse cercado de comensais da morte o fez superar o constrangimento quase que de imediato.


-Harry sumiu e ninguém tem notícias dele há algumas horas!


Explica Ron severamente ganhando a atenção total de George. Todos os irmãos Weasleys agora mais do que nunca, se preocupavam com a segurança do seu irmãozinho moreno de óculos redondos de consideração.


-Tem certeza disso?


Pergunta George gravemente, levantando-se de forma brusca com a varinha em mão.


-Sim, Bill o viu saindo, mas não tem ideia de onde possa ter ido! Andromeda e mamãe não o viram também!


Argumenta Rony chamando a atenção de Percy, numa mesa próxima.


-Não é seguro para ele sair sem escolta! O ministério deixou uma ordem expressa de toque de recolher enquanto alguns seguidores de você-sabe-quem estão à solta!


Intervém Percy seriamente, levantando-se e colocando-se a disposição de uma possível busca pelo menino-que-venceu. Bill gemeu interiormente, isso estava ficando fora de controle.


-Talvez, se nos separarmos em duplas, possamos encontra-lo mais rápido! Alguém tem ideia de onde ele poderia estar agora? A casa de algum parente trouxa?


Sugere Penélope com aflição. Do seu lado, Alicia acenou positivamente puxando sua própria varinha.


-Podem contar comigo também! Devemos muito ao Harry!


Anuncia determinada a namorada de George.


-Contar com o quê?


Questiona Gina encarando a reunião tensa de seus irmãos mais velhos com curiosidade e preocupação.


-Harry desapareceu Gina! E vamos atrás dele!


Explica Rony de uma única vez, chocando a ruivinha que ampliou os olhos drasticamente.


-Como assim desapareceu? Ele sumiu???


Desespera-se Gina olhando freneticamente de um lado para o outro em busca de Harry.


-Ninguém o viu em horas!


Alerta Penélope.


-Ainda tem muitos comensais da morte atrás dele por aí!


Afirma sombriamente George.


-Quem foi o último a vê-lo?


Pergunta Gina.


-Hermione não sabe de nada?


 Rebate Rony em busca da melhor amiga.


-Temos que avisar ao papai!


Anuncia Percy, seguindo para o interior da Toca, quando é levitado quase seis pés do chão sendo arrastado contra sua vontade, de volta para o grupo de ruivos ao resgate de Harry Potter. Bill estava farto dessa confusão e decidiu acabar com o mal entendido enquanto ainda era seguro.


-Harry deve estar tentando esfriar um pouco a cabeça, Rony! Ele teve um dia muito cheio!


Alerta Bill tentando inutilmente acalmar os ânimos.


-Isso não é um motivo suficiente para ele fazer isso! Ele não deixaria Hermione, Teddy e Andromeda sozinhos!


Protesta Gina cruzando os braços e lançando um olhar desconfiado ao seu irmão favorito.


-Guardem suas varinhas! Ainda não precisamos delas!


Insiste o mais velho entre os ruivos, no entanto nenhum dos seus irmãos o obedeceu de imediato além de Gina.


-Beeell querrrido, serrrrrá que já não ét o momento de eexplicarrr à elles o que rrrrealment aconteceu?


Assegura Fleur enlaçando suavemente o braço do seu marido e sorrindo com doçura para os Weasleys. Todos encaravam a meia veela angustiados. Rony estava estático, George preocupado, Percy severamente intrigado e Gina furiosa.


-Nenhum de vocês percebeu nada de estranho no comportamento de Harry a tarde inteira?


Desafia Bill aos seus irmãos mais novos.


-Não!


Disseram todos em uníssono para estupefação do mais velho. Fleur abafou uma risada da expressão do marido, mordendo o lábio inferior com força.


-Honestamente, estão cegos?


Esbraveja Bill com um olhar severo digno de Hermione Granger. Rony se encolheu com uma careta diante da comparação mental.


-Todas as vezes que um amigo se aproximava de Hermione, não conseguiam ver a cara do Harry? Ele não parecia nada feliz!


Tenta novamente o disjuntor de maldições quase em desespero. Seus irmãos não poderiam ser tão pouco perceptivos. Por Merlin! Porém, as únicas respostas que recebeu foi um olhar confuso de Rony, uma expressão curiosa de Gina, uma careta de Percy e um olhar profundamente pensativo de George. Alicia e Penélope, balançavam negativamente o rosto.


-Quer ir direto ao ponto? Algum dos seus amigos representou alguma ameaça ao Potter? Havia algum inimigo entre nós?


Intervém Percy estreitando os olhos para o irmão mais velho e Bill abriu a boca meia dúzia de vezes completamente mudo. O que era aquilo??? Percy reencarnou uma versão mais idiota de Moody???


-Eu tenho a lista completa dos convidados, podemos fazer uma varredura cuidadosa e...


Continuava ele até Bill perder o que restava de paciência e lançar um feitiço de silenciamento sobre o irmão.


-Já chega!!!


Gritou ele ficando vermelho de raiva.


-Beell querrrido, tenha maais paciêenciiia!


Repreende Fleur, divertindo-se com a interação dos irmãos Weasley.


-Eu estou tentando!


Rosnava o Weasley mais velho antes de fechar os olhos, respirando fundo e contando até dez mentalmente.


-Tudo bem! Prestem bem atenção, porque eu não vou repetir, se me acusarem... Eu negarei até a morte e... Certificarei-me de punir cada um que ousar abrir a boca!


Ameaça perigosamente o mais velho lançando um olhar fulminante a cada bruxo e bruxa ali presente. Depois de engolir em seco, todos concordaram em ouvir a breve história de Bill.


-Harry estava morrendo de ciúmes de Hermione a tarde inteira... Era tão dolorosamente óbvio que eu e minha adorável esposa grávida, tivemos uma ideia!


Começava Bill e meia hora depois, todos os Weasleys e suas namoradas, o ouviam atentamente, sentados ao redor da mesa, tomando cervejas amanteigadas e rindo furiosamente da forma como Bill conseguiu facilmente deixar o herói bruxo louco de ciúmes.  Estavam todos bastantes concentrados com a conversa quando Harry James Potter retornou.


O grupo de Weasleys emudeceu comicamente, Rony ficou pálido, Percy congelou em pânico, George forçou um sorriso amarelo, Gina fingiu estar mais interessada nas unhas roídas dissimuladamente e Bill permaneceu impassível. Para a sorte deles o moreno de olhos verdes, estava em busca de sua melhor amiga de cabelos espessos e ignorou a reunião de ruivos à sua frente.


Completamente enfurecido, encharcado da cabeça aos pés, estes últimos cheios de lama, pálido como um vampiro. A aparência desgrenhada do grifinório apenas contribuía para alimentar a curiosidade insana dos Weasleys. Ele teria saído de um confronto com uma manada de hippogrifos selvagens?


Harry olhou em volta rapidamente sem disfarçar a impaciência, o ar parecia ficar pesado ao seu redor e o silêncio era quase mortal. Não encontrando Hermione, ele mais uma vez ignorou os irmãos Weasleys e entrou na Toca a passos céleres e decididos. Os oito pares de olhos o acompanhando com admiração e terror.


-Alguém quer orelhas extensíveis?


Oferece George, levantando e tirando um punhado de exemplares do casaco. Em segundos cada um deles tinha uma orelha grudada na porta do quarto de Gina, amontoados, um empurrando o outro, pisões de pé, murmúrios agitados, pedidos de silêncio e alguns assovios atrevidos não eram obstáculos para o grupo ouvir atentamente a discussão de Harry e Hermione como se fosse a narração do jogo de quadribol mais incrível do século.


"Eu estive... Estive tentando entender o que significava ser uma família de verdade, Mione!”


-Família? Bill o que raios você fez com ele?


Repreende Alícia em choque.


-Era para ele ficar com ciúmes da Mione, não deprimido!


Concorda Gina pisando o pé esquerdo do irmão mais velho que teve que morder a língua para não mandar os outros calarem a boca.


“Eu nunca... Eu nunca cheguei a entender, realmente, como fazer parte de uma família ou o que significa essa palavra!”


-Oh! Pobre Harry!


Murmurava Alicia enquanto George tinha uma expressão sombria no rosto, assim que Fred estivesse bem, planejaria uma lição memorável aos malditos parentes trouxa do menino-que-venceu!


“Dumbledore, Remus, Andromeda, o Senhor e a senhora Weasley e o próprio Kingsley tentou explicar um pouco sobre isso para mim e eu nunca conseguia entender completamente... Até o instante que retornei para a Toca e te encontrei com Teddy no colo... Foi nesse momento que eu percebi... que eu percebi o quanto eu amo vocês dois!


Penélope estava em lágrimas agora, apertando o braço de Percy com força, assim como Fleur que estava fungando com os olhos azuis completamente vermelhos. Rony balançava negativamente a cabeça, mandando as duas ficarem quietas o que lhe rendeu um cascudo de George.


“Eu não posso abrir mão de qualquer um de vocês, não quero perder Teddy como também não suportaria perder você, Mione! Vocês são a melhor coisa que já aconteceu na minha vida e... e eu seria capaz de tudo por vocês!”


Penélope ofegou e Percy tinha os olhos amplos em surpresa absoluta.


Oh, Harry! Você não vai perder nenhum de nós, eu prometo!”


-Que emocionante!


Confessou Gina com os olhos brilhando.


-Nãaao essstou ouviiindo dirrrreito!


Protesta Fleur.


-Eu acho que vou chorar!


Intervém George com humor, enquanto Bill silenciou os dois com um olhar severo.


“Harry o que está acontecendo? Porque está agindo assim... Como se fosse uma despedida? Está me assustando!”


-Eu disse que ia acontecer alguma coisa ruim!


Murmura Rony a contragosto sendo empurrado para o lado por Alicia. Aquela porta era estreita demais para os oito deles.


“Harry, por favor! Me diz o que está acontecendo, está desistindo de Teddy? Está desistindo de nós???”


-Oh non!


Desespera-se Fleur que abraça Bill mais forte ainda.


-Tenham calma!


Insiste o mais velho com confiança, Harry tinha chegado até ali, não acreditava que iria estragar as coisas assim.


“Não! Nunca desistiria de você ou Teddy!”


Os suspiros de alívio poderiam ser ouvidos no andar inferior.


-Essa conversa está ficando muito melosa!


Reclama Rony com uma expressão enjoada, mas calou-se com uma cotovelada de Gina no meio das suas costelas.


-Cala a boca!


Exige Percy mais interessado em saber o que o herói do mundo mágico iria decidir. Em outro momento da sua vida, no passado, estaria reprovando tal invasão de privacidade, recitando umas dez leis diferentes que estariam quebrando naquele momento, mas agora, estava mais próximo dos seus irmão e sua família, e lutando contra a pessoa snobe que tinha se tornado até alguns meses atrás.


-Não é justo! Ele fala que não iria abandonar a Mione e o Teddy, e onde eu entro nessa história? Somos melhores amigos! Então é assim ele vai embora e nem vai se despedir de mim!


Protesta Rony estreitando os olhos para os irmãos.


-Ahh Ronnie, com ciuminhos do Harry!


Provocava George, puxando irritantemente a bochecha do mais novo.


-Ahh vai querer namorar o Harry também? Acorda idiota!


Brinca Gina se espremendo para ficar mais próxima da porta.


-Shhhhhhhhhhh! Vocês três estão atrapalhando!


Reclama Penélope furiosamente e os três ficam mudos.


“Eu não conseguiria dar mais nenhum passo sem você do meu lado, depois da batalha final cada esperança que nasceu dentro de mim tinha um pouco, ou tudo de você, Hermione! Se hoje estou de pé, é porque quando estava pronto para abrir mão da minha existência, encontrei em você um motivo para me apegar a uma vida que só trouxe o pior para mim!”


Cada bruxo do outro lado da porta, prendeu a respiração sentindo o coração acelerar.


“Eu te amo, Hermione! Eu te amo com todas as minhas forças, com tudo de mim! Com cada parte do que eu sou, do que eu já fui e do que um dia eu poderia ser! Eu me sacrificaria por você sem pensar duas vezes, enfrentaria Voldemort novamente, daria minha própria vida para salvar a sua por que eu amo você, Mione!”


FINALMENTEEEEEEEEEEEEEE!!!! George piscava para Alicia que tinha os olhos marejados. Gina cobria a boca com uma das mãos emocionada. Bill deu um beijo no rosto de Fleur e lançou um olhar aos seus irmãos mais novos como se dissesse ‘Eu já sabia!’.


-Ok! Eu já ouvi demais!


Interrompe Rony ficando vermelho... o pobre ruivinho já estava sabendo coisa até demais do relacionamento dos seus dois melhores amigos e isso estava causando reviravoltas em seu estômago.


-Fica quieto, idiota!


Repreende Gina, puxando o irmão de volta para seu lugar ameaçadoramente.


-É tão lindo a descoberta do amor!


Recita Penélope romanticamente, ao que todas as garotas presentes concordam.


“Eu te amo! Mesmo sabendo que eu não te mereço, esse sentimento louco que faz meu coração bater mais forte quando você está por perto só pode ser amor!”


Alícia cutucou George sussurrando para o namorado aprender a ser mais fofo como o jovem Potter do outro lado da porta, mesmo que agradecesse mentalmente por George ser muito, muito mais rápido e perspicaz em declarar seus sentimentos.


-E esse silêncio?


-O que está acontecendo agora?


-O que será que eles estão fazendo???


-Se beijando provavelmente!


-Ou fazendo algo muito pior!


-Merlin, tem um bebê lá dentro!


-Oui! Lamour!


-Eu quero sair daquiiiiii!


A confusão na porta atraiu a atenção de uma estupefata Andromeda Tonks, que depois de recuperar-se do choque, puxou a varinha e lançou um feitiço de silenciamento sobre a porta antes de bradar:


-Inccacerous!


No instante seguinte, sete bruxos com excessão de uma Fleur grávida estavam amarrados da cabeça aos pés, encarando uma furiosa Andromeda.


Viktor POV.


Em alguma região deserta a noreste da bulgária, a noite escura se arrastava no alto das montanhas frias envolvendo o castelo de Krum, com uma imponente e cavernosa externamente, mas luxuosamente decorado num tradicional estilo vitoriano, com corredores repletos de retratos mágicos de inúmeros antepaçados mágicos da família Krum. O local reinava silencioso, com excessão da cozinha agitada.


O jogador bulgaro descansava pacientemente, numa grandiosa poltrona de couro rubro como sangue, admirando as chamas da lareira do salão principal, consumindo lentamente as toras de madeira espalhando um aroma de pinho fresco e flores de acácia. Era final de verão e algumas frutas eram trazidas pelos elfos domésticos ao seu jovem senhor.


Viktor, tinha acabado de receber uma chamada urgente do atual ministro da magia, britânico, e as palavras do ex-auror Kingsley o deixaram preocupado com o futuro de uma certa, linda, atenciosa, protetora e muito inteligente, Hermione Granger. A jovem de opinião forte e maturidade além da sua tenra idade, que conheceu durante os tormentos do Torneio Tribruxo.


Assim que recebeu a notícia de que Voldemort finalmente foi derrubado por Harry Potter ao lado de Ronald Weasley e sua querida Hermione Granger, não perdeu tempo em entrar em contato com as autoridades britânicas ofertando seu apoio, financeiro, político, sua imagem e esforços à disposição. E surpreendeu-se ao descobrir o plano da jovem e brilhante nascida trouxa, para salvar seus pais da guerra.


Era impressionante como a garota possuía habilidade para prever e preparar-se para tais tipos de adversidade. E sem hesitar, dispôs-se a ajudá-la de todas as formas possíveis e impossíveis. Talvez fosse esta sua única chance de mostrar para Hermione uma vida diferente daquela que cresceu, uma vida mais pacífica e com confortos que não pode usurfruir nos ultimos sete anos. Ele moveria o mundo para encontrar seus pais e usaria toda sua influência a seu favor.


Bastava uma chance... Uma chance longe do alcance de Harry Potter! No entanto, o herói bruxo não estava disposto a colaborar. Invadir o ministério, desafiar o ministro da magia... Krum ainda esperava ser confrontado frente a frente com o Potter, mas Viktor não era homem de ficar esperando. Ele tinha agora um objetivo, um foco... e nem mesmo Harry Potter ficaria em seu caminho.


Hermione ainda não tinha respondido à sua mensagem, a chave do portal estava enfeitiçada tão somente para ser ativada pela nascida-trouxa. Mas, com a intervenção do teimoso menino-que-venceu as coisas iriam por agua a baixo. Não que ele não adimrasse a coragem e sacrifícios do jovem moreno de cicatriz na testa, o que o menino teve que enfrentar desde tenra idade, não era para fracos, sua vida, sua história fora escrita sobre dor e sofrimento, Harry era vitorioso não somente por colocar um fim numa era de horror e preconceitos, mas por ter sobrevivido à tudo isso.


No entanto, agora que não havia mais ameaças, não teria motivos para prender Hermione Granger naquele país que ainda representava ameaça à ela. Harry tinha seus amigos e nenhuma família, enquanto Hermione precisava desesperadamente recuperar seus pais, antes que fosse tarde demais e Viktor não suportava o comportamento e reação egoísta e extremamente infantil de Harry Potter.


Sempensar duas vezes, Viktor levantou-se dispensando seu elfo e tomando seu vislumbrante manto negro, desaparatando para longe.


Rita POV.


Com um sorriso quase maníaco nos lábios exagerademente vermelhos, Rita desfilava pelas ruas trouxas, com um modelito verde limão e seus famosos e grotescos par de óculos enfeitados. O som oco dos saltos contra as calçadas frias ecoando em seu caminho, este era seu dia de sorte.


O pergaminho mágico e a pena de repetição instantanea, rabiscando furiosamente enquanto ela falava desenfreadamente sobre sua última descoberta. Passeando distraídamente pelos departamentos caóticos do ministério ela se deparou com a descoberta do século! O herói Harry Potter, gritando com nada mais nada menos que o atual ministro Shaklebolt.


E o mais impressionante ainda... discutiam sobre a tal nascida trouxa... O ministro cogitando mandá-la para a Bulgária para Viktor Krum enquanto Harry explodia enfurecido exigindo que a deixasse com ele e Teddy... mas, quem diabos era Teddy? Porque imaginar a trouxa com outro jogador o deixava tão transtornado??? Uma reviravolta do que aconteceu durante o torneio tribruxo??? Isso não tinha preço!!!


-Agora finalmente tenho uma história real para desvendar!!!


Comemorava a bruxa.


Harry POV.


Ter Hermione nos seus braços era a coisa mais incrível da sua vida. O seu calor, seu sorriso, seu olhar apaixonado, a sua voz... provocavam nele sensações indescritíveis. Tudo nela o atraía, a forma como os cachos volumosos emolduravam seu rosto perfeito, os arrepios que sentia em sua pele quando tocava a dele, o ronronar suave e os suspiros trêmulos, as mãos ansiosas percorrendo seu corpo.


Os lábios dela eram a coisa mais saborosa que ele já chegou a provar. O perfume dela, seu toque, sua presença... Hermione o completava, o acalmava, o fazia sentir como se tudo que passou na sua vida tivesse valido à pena só para poder estar com ela, aqui, agora... Para sempre! Ela iria ficar! Ela queria que ele a pedisse para ficar, para esperar por ele... Hermione Granger o amava!


O beijo tornou-se mais exigente, os braços do grifinório apertaram possessivamente o corpo dela contra o seu, ela envolveu os braços ao redor do seu pescoço ficando nas pontas dos pés quando gritos abafados foram ouvidos do outro lado da porta. Harry e Hermione afastaram-se bruscamente, arfando e com seus rostos corados. Fitando os olhos um do outro com apreensão, Harry foi o primeiro a agir, sinalizando a porta com um gesto rápido do rosto.


Pegando suas varinhas e movendo-se em silêncio, ambos saíram ao corredor, preparados para um ataque surpresa quando encontraram todos os Weasleys, boa parte deles amarrados com suas respectivas namoradas, Fleur Delacour, Andromeda Tonks e para o choque absoluto de Hermione e fúria de Harry, o famoso jogador de quadribol búlgaro, Viktor Krum.


Geral POV.


O silêncio que se seguiu foi marcado por uma sufocante tensão. Rony estava verde, ouvir trocas românticas entre seus melhores amigos não era a forma como tinha planejado terminar o seu dia. Percy estava pálido de medo, George assoviava em provocação, algo dizia que esse encontro com o senhor Krum viraria o jogo.


Alicia estava em choque, a celebridade internacional do quadribol na sua frente, disputando a atenção de Hermione com o menino-que-venceu. Penélope mordia o lábio inferior tentando se encolher atrás de Bill. Este por sua vez estava estreitando os olhos em direção à sua esposa que levava disfarsadamente uma mão à boca segurando um sorriso maroto. Gina, no entanto tinha um sorriso maligno nos lábios, assim como Fleur, acreditava que finalmente, Harry receberia o impulso certo para oficializar sua relação com a nascida-trouxa.


Andromeda, olhava de soslaio para os irmãos Weasleys, enquanto tentava entender a presença do jovem e robusto búlgaro na Toca. Molly estava furiosa com a bagunça causada por seus filhos na frente da visita especial do jogador de quadribol. Por fim, Teddy era o único presente a estar dormindo pacificamente, completamente alheio à tensão entre os bruxos mais velhos.


-O que está acontecendo aqui?


Exige Molly Weasley irritada, com o rosto contorcido numa expressão assassina, aos seus filhos. Todos os ruivos desviaram os olhos fingindo-se de inocentes.


-Vamos! EU QUERO SABER O QUE ESTAVAM FAZENDO?


Bradou a matriarca Weasley e até Viktor se encolheu nessa hora.


-Mamãe foi tudo culpa de George!


Choramingava Gina fazendo sua melhor expressão de menininha indefesa.


-Mentira mamãe! Foi ideia do Rony espiar o Harry! Ele estava com ciumes!


Acusa George jogando a culpa para um embasbacado Ronald Weasley que engoliu em seco diante do olhar da sua mãe e da expressão horrorizada de Harry.


-Não é verdade! Bando de traidores!!! A culpa é de Bill!


Desespera-se Rony tentando se livrar das cordas magicas, mas apenas empurrando seus companheiros de ‘amarramento mágico’.


-Cala a boca Rony!


Sibilava Alicia temendo a ameaça feita pelo Weasley mais velho anteriormente.


-Eu não vou levar a culpa sozinho!


Rebate o ruivo entre dentes.


-A culpa é de Percy!


Gritou Penélope desesperada para sair da mira de Molly, deixando o namorado estarrecido.


-Penny, o que significa isso?


Questiona incrédulo.


-Prefiro enfrentar a ira de Percy a encarar Bill!


Murmura George piscando um olho para Gina.


-Nom culpen meoo Beelll!


Protesta Fleur entrando na discussão.


-CALADOS!


Gritou Molly rubra de raiva.


-Quero todos vocês lá embaixo, AGORA!


Exige a bruxa levando toda a sua prole para a sala, onde interrogaria e castigaria adequadamente cada um deles pela confusão, dando espaço para Harry, Hermione, Andromeda e Viktor conversarem em paz.


O olhar de andromeda era de pura diversão, encontrar tantos Weasleys espiando uma conversa privada entre Harry e Hermione era além de chocante, era hilário. Dando uma olhada por cima dos ombros de Hermione, ela suspirou aliviada ao encontrar o neto dormindo tranquilamente.


-Bem, parece que Teddy está dormindo pacificamente... Acho que é hora de ajudar Molly a castigar algumas crianças travessas!


Brinca ela piscando para Harry, antes de descer as escadas curiosa para descobrir o que os Weasleys tinham descoberto. Harry fulminava Viktor com o olhar, se colocando propositalmente entre o búlgaro e Hermione. Esta, ainda tentava absorver o que estava contecendo desde o momento que Molly começou a gritar com seus filhos.


Há poucos minutos estava com Harry, no momento mais feliz da sua vida, desfrutando do beijo mais fantástico do mundo, nos braços do bruxo que a ama tanto quanto ela o amava... E no instante seguinte, uma confusão surgia no corredor estreito do primeiro andar e nada mais nada menos que todos os Weasleys discutiam amarrados magicamente.


Andromeda havia saído sem uma explicação adequada e Harry permanecia no mais completo e preocupante silêncio. Só teria que agradecer aos céus mais tarde, por todo o barulho não ter acordado Teddy. Mas, o que se passava nas cabeças de Rony, Gina, George, Bill e pior ainda, Percy discutindo na porta do quarto onde ela e Harry conversavam???


-Hermione?


Chamou Viktor depois de pigarrear alto, balançando negativamente a cabeça com a cena que havia presenceado mais cedo. O Krum ignorou solenemente Harry, seus olhos focados diretamente na jovem bruxa de vestido lilás e cabelos cacheados. O moreno de olhos verdes que praticamente trincava os dentes ao ser ignorado pelo ‘búlgaro intrometido’ como amigavelmente o apelidou, estava contendo-se para não arrancar os olhos de Viktor... Como diabos tinha coragem de olhar para a sua Hermione desse jeito???


-Hermione Granger!


Insistiu Krum, dando um passo em sua direção e Hermione saiu dos seus pensamentos mais profundos, finalmente dando-se conta, com surpresa absoluta, da presença do búlgaro diante de si. Involuntáriamente ela sentiu o estômago dar uma reviravolta. O que ele fazia ali? Porque tinha que aparecer logo agora, ela mal teve tempo de lhe escrever uma resposta!


Insitintivamente, seus olhos buscaram Harry. O moreno estava aponto de explodir enfurecido e visivelmente enciumado. Hermione gemeu interiormente, o que deveria fazer? As coisas com Harry tinham acabado de ser resolvidas e agora com a chegada de Krum uma bomba relógio caía em suas mãos.


-O-Olá Viktor!


Ela o cumprimenta gentilmente, estendendo a mão e forçando um grande sorriso para o amigo búlgaro. O jogador, tomou sua mão elegantemente entra as suas depositando um beijo casto sobre a pele suave da grifinória  em um gesto cavalheiresco que a deixou desconcertada, mas, fez a ira de Harry arder em chamas vorazes através dos olhos verdes.


-É um prazer revê-la Hermione! Espero que não tenha chegado muito tarde para seu aniversário!


Anuncia ele sem soltar sua mãe ou desviar os olhos cinzentos do rosto dela, que corava e desviava o olhar constantemente e nervosamente em direção à Harry.


-Quem o convidou?


Rosnou Harry, recebendo um olhar reprovador de Hermione e um olhar interrogativo do búlgaro.


-Olá a você também... Potter!


Rebateu friamente em respota o Krum.


-Não sabia que viria Viktor!


Intervém Hermione, chamando a atenção do búlgaro, ansiosa para evitar um confronto antes mesmo de descobrir o que Viktor fazia na Toca. Harry fechava as mãos em punhos, aquele imbecil ainda segurava a mão de Hermione como se fosse algo aceitável!


-Foi uma decisão de última hora!


Garante o jogador, voltando toda sua atenção para a nascida-trouxa e dando as costas para Harry. Hermione o fitou curiosa e ao mesmo tempo hesitante.


-Maldito oportunista!


Murmurou Harry para si mesmo. Estava ficando dificil controlar a vontade de jogar Krum escadaria abaixo e afastá-lo de Hermione. Cada fibra do seu ser gritava selvagem para mandar o búlgaro de volta para a caverna de onde saiu.


-Será que poderíamos conversar em algum lugar mais.. reservado?


Pede Krum em um tom de voz extremamente formal.


-De preferência em particular?


Completava dando ao herói do mundo bruxo um olhar de soslaio. Hermione ofegou, isso não acabaria bem! Definitivamente! Ficar a sós com Viktor agora só despertaria mais dúvidas e raiva no seu melhor amigo de óculos redondos, no entanto ela não poderia destratar o bulgaro quando ele tão gentilmente se ofereceu para ajudá-la a encontrar seus pais.


Mas, tudo mudou quando percebeu o olhar mortal que Harry dispensou à Viktor. Ela tinha que dar um jeito nisso e rápido. Tinha pensado em aceitar a oferta do búlgaro, entretanto, as circunstâncias não a permitiram discutir isso com Harry ainda, muito menos preparar uma resposta adequada para Viktor.


-Hermione já estava de saída, Krum! Sinto muito, mas a festa acabou!


Sibilava Harry empurrando Viktor da sua frente e tomando o braço de Hermione ao seu lado possessivamente, oferecendo ao mais velho um sorriso francamente forçado.


-Acredito que o que temos a discutir seja importante o bastante para ela esperar um pouco mais!


Insiste Viktor aumentando o tom de voz e com uma expressão intimidadora. A grifinória já estava ficando farta de ser tratada como um objeto a ser disputado pelos dois.


-Mas, ela não vai discutir isso sozinha com você!!!


Rebate Harry furioso estreitando os olhos para o jogador de quadribol. Há alguns anos atrás, ficaria preocupado ao despertar a inimizade de um bruxo como ele, mas agora, seria capaz de desafiá-lo a um duelo se fosse preciso para garantir que deixaria Hermione em paz.


-Acredito que ela mesma possa me dar essa resposta!


Vociferava Viktor trincando os dentes em desafio.


-Já chega!!! Vão acabar acordando Teddy!


Protesta Hermione enraivecida se colocando entre os dois cansada daquela discussão machista sobre o que ela deveria ou não fazer!


-Sinceramente! Parecem duas crianças pequenas disputando um brinquedo! Eu posso muito bem tomar minhas próprias decisões Harry!


Repreende ela severamente para desgosto do grifinório que parecia indignado com um sorriso arrogante nos lábios de Viktor.


-E você Viktor! Francamente! Onde está toda sua maduridade? Mais do que ninguém deveria saber que eu não tenho segredos com Harry!


Repreendia ela agora voltando-se para o búlgaro que a encarava estupefato. Ao mesmo tempo que ela parecia assustadora, também encontrava-se absolutamente linda com o rosto delicado em um semblante firme e determinado.


-Agora se os dois prometerem se portar como dois bruxos adultos, podemos entrar e discutir civilizadamente a proposta de Viktor, ok?


Questiona seriamente Hermione, que recebe um aceno hipnotizado de Viktor e um revirar de olhos dramaticos de Harry, que a contragosto, abre caminho para Hermione entrar no quarto de Gina antes de seguí-la, mas nãos sem lançar ao búlgaro um olhar de advertência.


Entrando no quarto da Weasley mais nova, Hermione seguiu de imediato até o carrinho de Teddy se certificando de que o pequeno estava bem, e logo depois, conjurou três confortaveis cadeiras para ela, Harry e Krum. O moreno de olhos verdes, não perdeu tempo e escolheu a cadeira ao lado da sua, deixando Viktor frente aos dois.


O jogador franziu o cenho ao encontrar um carrinho de bebê no aposento, imaginando ser um possivel neto da senhora Weasley, ele deu de ombros, afinal a matriarca possuía muitos filhos, seria natural um neto mais cedo ou mais tarde.


Agora outro fator lhe chamava atenção, a carta que escrevera para ela e a chave do portal, se encontravam sobre a cama, Hermione então, já estava ciente da sua proposta e ao que parecia, Potter não queria dar ao bulgaro a chance de convencê-la.


-Muito bem, agora vamos direto ao ponto!


Anuncia seriamente Hermione encarando firmemente os dois bruxos, um muito apreensivo ao seu lado e outro a esperando falar ansiosamente.


-Acabei de receber a carta de Viktor através de Fleur!


Explicava a nascida-trouxa pacientemente. Harry estava com o coração agitado e sentindo-se bastante desconfortável com a forma ‘prática’ com que Hermione estava conduzindo essa conversa. Ela tinha escolhido ficar, por que raios não dizia isso logo na cara do búlgaro e acabava com essa situação?


-Então já está ciente da minha proposta?


Questiona retoricamente Krum, demonstrando calma e impassividade que chegavam a ser pertubadoras para Harry. O filho da mãe tinha melhorado e muito sua pronúncia desde o casamento de Bill e Fleur, provavelmente para impressionar Hermione!


-Sim, Viktor! E antes de qualquer coisa, quero agradecer por ter se colocado à disposição! É um assunto muito delicado para mim e todo apoio que puder reunir será bem vindo!


Agradecia a nascisa-trouxa com um sorriso caloroso e sincero que deixou o búlgaro deslumbrado e Harry louco de ciúmes.


-Quando pedi a Kingsley por ajuda, não esperava que ele encontrasse tão rapidamente! Ao menos não com a atual condição do ministério e com tantos fugitivos à solta!


Confessa a grifinória com o coração apertado ao recordar o dia que deixou Hogwarts ao lado de Harry logo após a conversa com o atual ministro. Algumas lágrimas ameaçavam os olhos castanhos da jovem bruxa, mas ela foi rápidas em afastá-las.


-Sim, Kingsley me falou como estava angustiada e me protifiquei a vir em seu auxílio sem pensar duas vezes!


Garante o bruxo bulgaro estendendo a mão e segurando as mãos de Hermione entre as suas para irritação de Harry.


-E eu me sinto lisonjeada por isso Viktor! Mas, ainda não tive a chance de refletir sobre isso! Deixar a Grã-Bretanha agora, seria impossível para mime representaria um risco para meus pais!


Responde rapidamente a morena, olhando de soslaio para Harry que tinha os braços cruzados sobre o peito, encarando-os com um olhar fulminante. Krum, no entanto não desanimou.


-Eu estou assumindo todos os riscos e me responsabilizo pessoalmente pela sua segurança, Hermione! Não medirei esforços para ajudá-la!


Promete Viktor solenemente e Hermione fecha os olhos com força. Como sairia daquela situação?


-Eu ainda preciso de um tempo...


Tentava a grifinória.


-Não tem motivos para esperar mais! Podemos deixar o país agora mesmo!


Insistia o bulgaro e Harry levantou-se brucamente.


-Ela não vai a lugar algum com você!


Rosnava furiosamente o menino-que-venceu, encarando Krum ameaçadoramente. Em resposta, o bulgaro levantou-se indignado.


-Não pode impedir Hermione de encontrar seus pais! Está agindo como um pirralho egoísta que precisa de uma babá o tempo todo para não se meter em problemas Potter!


Protestou friamente o mais velho perdendo o que restava de paciência.


-Você não se importa com os pais dela ou seus sentimentos! Só está se aproveitando para tentar conquistá-la longe de mim!


Esbravejou Harry transtornado com a ousadia do búlgaro, quem era ele para acusá-lo de estar se aproveitando de Hermione? Viktor mal a conhecia, Harry passou os momentos mais importantes da sua vida ao lado da grifinória de cabelos espessos e olhos castanhos. Toda sua trajetória, a parte mais importante da sua vida...


Ele lutou ao lado dela, sorriu, chorou, se revoltou, vivenciou aventuras inesquecíveis, quebrou regras, leis, possibilidades, dividiu com ela tudo, absolutamente tudo, da felicidade à tristeza, da dor à salvação. Ela conhecia seus segredos da mesma forma como somente ele conhecia os dela. Compartilhavam sonhos, planos futuros e momentos que Krum só poderia sonhar em ter com ela.


-Eu não precisaria descer tão beixo Potter!


Sibilava Krum quando um choro alto o fez silenciar e voltar-se bruscamente em direção ao carrinho de bebê atrás de Hermione. A grifinória lançou um olhar furioso em direção aos dois bruxos antes de tomar o pequeno Lupin em seu colo acalentando-o suavemente.


Harry praguejou entre dentes, se afastando do jogador de quadribol e passando os dedos freneticamente entre os cabelos negros e rebeldes. A última coisa que queria era levar sua discussão com Viktor a extremos e conquistar a ira de Hermione e a raiva de Teddy.


O búlgaro, no entanto parecia ter levado um soco na boca do estômago. Encarando palidamente uma criança de aparentemente poucos meses de idade, nos braços de Hermione Granger. Viktor engoliu em seco, o bebê não parecia em nada com os Weasleys. Cabelos negros dignos de um Potter, olhos castanhos profundos e a forma como se segurava com força no colo da nascida-trouxa...


-Merlin! Vocês... vocês tem um filho!


Vociferou Viktor gravemente, deixando Harry e Hermione em choque. A grifinória abriu a boca incapaz de pronunciar uma única palavra, enquanto o moreno de olhos verdes parecia ter sido petrificado com um feitiço bastante potente.


-É por isso... É por causa da criança que Hermione não quer deixar a Grã-Bretanha!


Acusou Krum enfurecido sem dar chance de qualquer um deles se explicar. A explosão do bulgaro foi tão supreendente que Teddy chorou mais alto e Harry foi obrigado a intervir.


-É melhor se acalmar, Krum! Está assustando ele!


Sibilava Harry, se colocando entre Hermione e Viktor com um tom frio de advertência em sua voz.


-A quanto tempo estão escondendo a criança?


Questionava incrédulo o búlgaro, incapaz de aceitar que a bruxa mais brilhante da sua geração havia se entregado ao Potter, e no meio de uma guerra mortal, deu a luz a um filho sem nem mesmo saber se estariam vivos no dia seguinte. Como teria sido tão imprudente??? Ela não era assim! Ela não cometeria um erro tão absurdo! Só poderia ter sido culpa de Harry Potter!


Hermione sempre deixou claro que faria tudo por ele, e provavelmente o desgraçado havia se aproveitado dela. Agora pretendia controlar sua vida e a chance de recuperar seus pais. Maldito fosse Harry Potter, não seria uma criança que impediria Viktor Krum de salvar Hermione Granger das suas garras.


-Não estamos escondendo Teddy!


Protesta Hermione abraçando firmemente o bebêzinho.


-Como teve coragem de fazer isso com ela Potter?


Rosnava Viktor agarrando Harry pela lapela do casado úmido ameaçadoramente para desespero de Hermione, deixando Teddy mais agitado ainda.


-Estou avisando Krum... Se não se acalmar agora vai se arrepender!


Murmurou Harry perigosamente calmo, Viktor podia provocá-lo como quisesse, mas assustar seu afilhado dessa forma era imperdoável.


-Não vou me acalmar!


Gritou ele empurrando Harry contra a cadeira com força.


-Como teve a audácia de trazer uma criança ao mundo sabendo que poderiam ser mortos a qualquer momento?


Acusava ferozmente o bulgaro partindo para cima de Harry, deixando-o confuso com suas acusaões e mais furioso ainda com a forma agressiva que ele se portava diante de Hermione e Teddy.


-Do que está falando?


Exige o Potter puxando sua varinha e enfrentando Viktor com um ‘protego’ potente.


-Você Potter! Engravidou Hermione no meio de uma guerra para garantir que ela o seguiria, será que pensou que isso a tornaria o alvo principal dos seguidores de Voldemort! Essa criança será o maior erro em sua vida...


Diz o Krum com repugnância, pronto para lançar um feitiço sobre Harry.


-Expelliarmus!


Bradou o Potter enfurecido, antes de tomar a varinha de Viktor em sua mão livre segundos antes de contra-atacar.


-Immobulus!


Completou ele sem hesitar. Krum estava fora dos limites, acusando-o de coisas absurdas, mas cometeu o pior dos pecados chamando Teddy de ‘erro’. Era demais para o grifinório aceitar.


-Agora você vai aprender a nunca mais comparar Teddy a um ‘erro’... Viktor Krum!


Diz Harry secamente apontando a varinha para o rosto de Viktor.


.................//........................


Caracoles cor de rosaaaaaaaaaa!!! É a primeira vez que posto mais de um capítulo numa mesma semana XD Muhauhauahuahuahua (é Coveiro-sensei, você venceuuu) e vocês me deixam tão empolgada com os super DIVO divinos coments que consegui escrever umas coisinhas aqui, outras ali... Fui ganhando umas ideias bem crazyyy... e Tcharãaaaa!!! Olha mais um capítulo curtinho online!!! \o/ Aiaiaia Yukitoo só espero que gostem, porque nãaaaaaao foi revisado e como ando com meu tempinho mais recortado que origami nas mãos de Wolverine, não tive como explorar muito mais do Viktor e da Rita Skeeter T_T então pleaseee sejam bonzinhos comigooooo!!! (medo mode on)


Eis que vou começar de trás para frente a responder os coments... =P Cês sabem que eu sou maluka enton num levem a sério ;D


Netyyyyyyyyyyyyyy-meninaaaaaaaa-Potteeeeeer!!! OMG ri loucuras com seu coment!!! Voltar de férias e encontrar alguns capítulos Harmonys *----* estou cruzando os dedinhos e torcendo para que eles estejam à altura das suas expectativas XD Harry enrolando pakas para se declarar, Hermione esperando ele se declarar, Andromeda e o resto do universo tentando dar um empurrãozinhoooo huaauhauhauahuahuahuah Recebi sugestões até para presentear o Harry com o premio de lerdo do ano hauhauhauahuha Oks... ao coment! Rita vai usar muuuuuuuito mais do que os ciumes do Harry!!!  ;D Ela quer causar e nada melhor do que um triangulo... ou um quadrado amoroso com nossos heróis (spoiler mode on) A discussão do nosso Potter com o ministro ainda vai dar muito o que falar!!! Andromeda estava tentando do jeitinho dela encorajar o Harry será que deu certo??? Muahuahuahuahuahauhauha Ownnn o presentinho do Rony foi fofo mesmo num foi??? *---* eu sempre quis fazer isso com ele mas ele laranjão foi marahhh! Neville ainda é uma surpresaaaaaa (foge dos avadas) Harry desabafando saiu da minha crazy mind bem na hora que tava digitando, espero que tenha ficado bom T_T pensar no passado dele me dá uma dor no coração!!! E yes, ainda num acabou!!! Os Dusleys ainda devem muito ao Harry! Viktor tá vindo com tudooooooo!!! Tadinho do Harry! Muahuahuahuahuahua e OMG eu nunkinha lançaria avadas em você!!! Quero mais coments!!! Huahuahauhauha brinks!!! Gosto dos seus coments e espero que continue acompanhando a fic e curtindo os capítulos que virão!!! E avante campanha Coveiroo-senseiii  segue a setaaaaa--------> QUEREMOS VEGAAAAAAAS!!!



Miss Venatrix-samaaaaaa!!!! Huahauauhauahuahuahauh fiquei ultra mega super power emocionadamente feliz com seus elogios >.< Aiaiaiai Yukitooo fiquei me sentindo depois de ler seu comentário!!! (dançando Shakira) hauhauahuahuahuahua oks, parey!! Mas, falando sériooooo eu aqui na maior aflição achando a fic cliché e você chega DIVA divina dizendo que cada capítulo é surpreendente!!! Pelas pantufas de Hello Kitty de Lord Voldemort!!! Eu me sinto lisonjeada com tantos elogios, mas a honra de ter você acompanhando a fic é imensurável!!! (uia falando bunitoo só pra vc) hauhauahuahuahuahua Espero continuar surpreendendo você (peguei o gosto pelos momentinhos supreendentes o/ hauhauahuahua) Estava com o coracisco na mão na hora do desabafo do Harry! Confesso que pretendia colocar isso mais na frente, mas saiu do nada assim aquela coisa na minha cabeça insistindo para escrever!!!  Harry revoltado colocando para fora a dor de não saber o que é uma família depois de anos com os Dusleys... E a declaração do Harry!!! Mininaaah, nessa hora eu suei frio!!! Estava a maior pressão para o Harry deixar de ser lerdo e aí não teve outra saída, a Mione podendo ir embora e ele enfurecido com medo de perder ela!!! Fiquei com medo de ficar muito forçado ou sem graça, não faz ideia de como é bom saber que ficou tudo bem, mesmo que estranho, mas estamos falando do menino-que-sobreviveu né??? Brinks  hauhauauauahauha XD Viktor chegou determinado a levar a Mione e o Harry está determinado a levar essa disputa até as ultimas consequencias!!! U_U a coisa vai pegar fogo a niveis vulcânicos!!! Hauahuahuahua Nussa você tá me dando cada ideia mininahhh!!! O finalzinho do capítulo é um bom exemplo disso!!! E YES acertou o palpitee!! Pobre Mione! Hauhauhauhauhaua e atençãaaaaaaooo Coveiroo-senseiiii olhá só!!!! QUEREMOS VEGAAAAS!!!


Talisman-samaaaaaaa!!! E aí o que achou desse mais novo final 11.0??? hauhauhauhauahuah brinks! ADOREIIIIII o coment, e espero mais nesse capítulo tambémmm oks??? Não pense duas vezes antes de comentar o que achou, se a fic está indo bem, ou mal ou se ainda estou na opção de capítulo com finais espetaculares!!! Huiahuahauhauhauhauhauah brinsk, num leva a sério naum!!! Comentaaaaaaaaaaaa!!!


Laaaaaaauras-samaaaaaaaaa!!! \o/ (reverência mode on) Estava esperando seu coment super mega hiper ansiosa desde o capítulo anterior!!! Ficava imaginando o que ia achar da  (FINALMENTEEEEEEEEEEE) declaração do Harry para a Mione assim no calor do momento, todo desesperado e talz!!! Aiaiaiai Yukitooo acho que os resultados são positivos!!! *-------------* (faz dancinha da vitória) WOW surpreendeu o Harry fazer isso quando ninguém esperava!!! XD Huahauhauauhauhuahuahuahuah amo fazer surpresinhas ;D hauhauahuahuahua brinks, essa autora boba aqui só ficou feliz por saber que deixou você com o coração a mil no último capítulo!!!! E Oh meu Merlin!!! Declaração mais pura e verdadeiraa @.@ essa me emocionou sério mesmo, minha gêmea tá aqui do lado rindo da minha cara agora >.< hauhauhauhauah desde o comecinho da fic, eu estava pensando em como iria sair a delcaração do Harry! Sério é uma responsabilidade e tanto, afinal é o garoto mais complicado de todos tentando explicar para a melhor amiga que não poderia imaginar sua vida sem ela!!! (suspiros mode on) Teddy marcou presença nesse capítulo mais do que nunca!! Pobre Krum, que susto! Hauhauhauahuahuaha Capítulo online postado na velocidade firebolt!!! Agora queruu coment!!!


 


Saitooooooooo-samaaaaaaaaaaaaaaaa!!! \o/ WOW, finalmente chegueiiii para responder seu super-coment!!! Huahauhauahuahuahuahuahauha morri de rir lendo seu coment, estava ansiosa por mais sugestões e mais ansiosa ainda para saber sua reação quando visse algumas das coisas que sugeriu acontecendo no capítulo ;D hauhuahauhauhauauahuhauah juro que tava quase jogando tudo pro espaço e escolhendo a ultima opção!!! O Harry tava ficando lendo demais e até mesmo eu tava ficando (como diria minha doce vozinha) numa agonia só!!! Maaaaaaas, a fic ainda tinha/tem/terá muito pela frente (espero eu/cruzando os dedos mode on) até o Harry arrumar coragem para reivindicar a Mione assim tão confiante!!! (mas que seria tudoooooooow de bom, isso seria *-* hauhauahuahuhauhaua) Imagina só!!! Ele agarrando a Mione na frente de todo mundo e dando um beijão de tirar o fôlego!!! Rita Skeeter teria um treco!!! (ideias mode on) Oks... parey! Nussa!!! Coment com direito à ‘Meu Deus² ‘ é literalmente DIVO divinoooo *-----------* e OMG³ sua fic favoritaaaaaaaaaaa?!?!?!?! MELINZINHO COR DE ROSAAAAAA!!! Que emocionante!!! Owwwwwwnnnn elogio maior eu não esperava receber!!! *---------------------------------* inspiração para futuras declarações hein??? Hauhauhauauahuahauhauhauha (autora maluca convencida/orgulhosa do Harry da fic mode on) hauhauahuahuhauahuahau E mais uma vez seu momento Trelawney deu certo cara O_O nussa, a tia do Harry ficou mexida mesmo e isso ainda não vai acabar por aí!!! E sua ideia bate muito com o que eu estou preparando para os próximos capítulos XD (spoiler mode on) hauhauahuahuahuahauhauhauahuhauahuahuahauhauahuah suor másculo foi Fatality!!! Huahuahuahuahauhauhauahuahuahuahau!!! Mas, fico feliz que a declaração do Harry tenha sido legal, como estava dizendo nos coments anteriores, tive medo de fazer isso algo muito forçado e talz!!!! A relação da Mione com Teddy pode ser definida pela confusão do Krum (spoiler mode on) ele num vai ser o único a pensar isso (#ficaadica) Muahauhuahauahua a jogada de mestre vai deixar Harry mais irritado aindaa!!! Ritaaaaaaa finalmente dando as caras e você já pode imaginar a grande reportagem de retorno dela!!! Arriscaria uma manchete à lá Skeeter??? Hauauahuahuahau e então... o que achou Saito-sama???? Eeeeeeeeeee
COVEIRO-SENSEI SEGUE A SETA --------------------------> QUEREMOS VEGAAAAS \o/ (corre dos avadas do coveiro-sama)


Nathytx-samaaaaaaaaaaaaaaa!!!! (reverência ninja) hauhauhauahuahuah espero não ter demorado tanto a postar, realmente é a primeira vez que estou atualizando um capítulo pela segunda vez numa semana (ao menos com essa fic) hauauhauahuahua e fico super hiper mega power feliz que esteja curtindo os capítulos novinhos em folha ;D tem sempre uma surpresinha e muuuuuito Harmony por aqui!!! E OMG como no universo cor de rosa eu poderia torturar você??? Capítulo tá curtinhooo, mas onlineeee, com muitos Weasleys, Harmonys, Skeeter e até a presença inesperada do nosso búlgaro Krum \o/ hauahuahuahuahuahah Beijinhuuuux mágicos meninaaah!!!  


Aahaaaaaaahhhh!!! (aparece com um escudo ninja fugindo dos possíveis avadas) \o/ Olha eu de voltaaaaaaaa pela segunda vez na semanaa (culpa inteiramente e completamente sua U_ú hauhauahuhauhauhauah)!!! Até que enfimmm chegueii ao supeeeeeeeer Coveiro-sama-sensssssseeeeeeeeeeeeeeiiiii!!!! (que insiste em não seguir a bendita setaaa e trazer Vegaaaaaaaas T_T) Brinks Coveiro-senseiii!!! Estou realmente orgulhosa em saber que foi o primeiríssimo a comentar e que estava online esperando o capítulo momentos antes de ser postado XD  Estou literalmente alugando o computador de meu irmãozinhuuu neném, (o cara quer cobrar dinheiro da pessoa que aturou ele voluntariamente com todo o amor do mundo durante vinte anos ¬¬ persona ingrata) oks... sem momentos dramas agora *----------------------* Finalmenteeeeeee Harry confessou seus sentimentos apesar de ainda estar meio devagar T_T mas vamos dar um credito para o garoto u.u ele tá super nervoso e com o Krum por perto as coisas só podiam piorar né??? E falando sérioo ele tava com medo da Mione perceber que o Krum poderia oferecer muito mais à ela do que ele!!! =( tava num momento EMO que tá indo para o espaço com o desafio do Krum!!! Agora ele tá pronto para enfrentar o mundo pela bruxa que ele ama *-* hauhauhauhauhauhauhaua Ok... num foi impressão, foi certeza meu caro Coveiro-sama!!! Os Weasleys não poderiam deixar uma chance dessas passar!!! Hauhauhauhauahua me diverti pakas escrevendo essa parte, espero que tenha valido à pena ;D hauhauhauhauhauahuah a situação com o Krum está tensaaa em diversos possíveis e impossíveis níveis!!! E santa Trelawney da bicicletinha!!! WOW você e o Saito-sama estão competindo para saber quem desvenda melhor o futuro da fic??? XD hauahuahuahuahuahua Estou passada na chapinha ninja, sériooo você foi quase 1000000% direto ao alvo!!!! \o/ envolve o Teddy sim além de escandalo a lá Skeeter, e uma cura, mas não posso falar mais do que isso (spoiler mode on) hauhauahuahuahuahua declaração louca??? Eu achei mega maluca, mas fiquei feliz por muitos gostaram dessa declaração inesperada e confusa do Harry ;P O momento com Petúnia foi fundamental para o Harry começar uma nova fase, mesmo que tenha sido um desabafo bem intenso, ainda não foi definitivo. (spoiler mode on²) Kingsley mais uma vez atrapalhou os planos de Harry ao contatar Viktor. E a resposta a sua dúvida sobre Bill... YES, o bruxo provocou Harry propositalmenteee com uma ajudinha de Fleur hauhauhauhauahua o problema é que ele não esperava a repercussão do seu plano e a chegada do Viktor pessoalmente na Toca!!! Sim, mais uma vez coveiro-sama acertouuu!!! Teddy já adotou a Mione como dele e nem mesmo seu padrinho pode competir com ele hauauhauhauhauhauaha mas, sinto que a partir de agora ele vá se aliar à Harry para manter um certo jogador de quadribol búlgaro longe da Mione!!! (esticando os dedinhos mode on) hauhauauhauahuah Owwwwwwnnn mais três capítulos!!! *------------------------* Olha que eu tô contando hein!!! U_U e não esqueças das emoções para o próximo capítulo!!! Vou cobrar!!! OMG já tá prevendo o final da fic??? @.@ Isso é maldade!!! Mas, como assim num conseguiu escrever nada ainda??? Ò_o quero atualizaçãaaaaaaaaaaaaaaaaooo ou as minhas setas vão dominar o mundo!!!! (ameaça maligna mode on) hauhauhauhauhauhauh brinks!!! Agora com a super Ingrid betando a fic, será que os capítulos vão sair mais rápido??? *-----* diz que sim, diz que siiiiiiiiiiiimmm pleaseee!!! E só para não perder o costume XD Segue a setaaaaaaaa ------------------------> QUEROOO VEGAAAAAAAAAAAAS (foge dos avadas mode on)






Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 4

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Venatrix em 24/07/2013

MENINA!!!!!! Por que tu faz isso comigo? Você quase me matou do coração o negocio ta pegando fogo! Cara que incrivel eu quase cai da cadeira quando li o que você escreveu! MEU DEUS! Esse capitulo foi simplesmente demais, não demais é subestimar o que esse capitulo foi! 
O Krum pediu para apanhar, mas ele pensar que o Teddy é filho do Harry e da Mione, foi Incrivel/Magnifico/Esplendido serio sou sua fã menina. Mal posso esperar para ver o que ira acontecer....
Algo me diz que o Krum vai fugir antes que eles possam explicar o que quer dizer que ele tera grandes chances de encontrar a Rita o que esclarecera a pergunta de quem é teddy e complementara a  materia.
tipo "Segundo o famoso jogador de quadribol Viktor Krum, Potter e Granger consumaram seu amor. Amor esse que gerou frutos..." Acho melhor eu parar.
Estou aguardando ansiosamente suas atualizaçõe, por favor não seja cruel!!!
SEGUE A SETA COVEIRO SENSEI ------------------------> QUEREMOS VEEEEEEEEEEGASSSSSSSSSS 

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Talisman José da Silva Moraes em 22/07/2013

Caramba! Que capítulo fantástico! Muito bom mesmo! Mas foi maldade terminá-lo dessa forma, ein... heheheeh atualiza logo, por favor!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por RiemiSam em 19/07/2013

Me diverti muito nesse capítulo. Declaração de amor. Confusão. Discussões. Brigas. Ciúmes. Foi foda. Não falou nada..rs

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Coveiro em 19/07/2013

Oba, novamente o primeiro a comentar...

E ja começamos o capitulo vendo a tropa Weasley espionando a conversa dos morenos. Foi hilario as pequenas discussões intercaladas com a declaração do Harry. Mas a melhor parte foi a Andromeda amarrando toda essa turma. Fleur se livrou por pouco hein, sorte a dela estar gravida. E depois descendo pra saber o que aconteceu foi demais

Quanto a Rita Skeeter, pelo visto nossa adorada reporter vai atacar novamente... esperando muito ansioso pra ver o que ela vai aprontar.

A chegada do Krum causou uma grande confusão. E o Harry se impondo no final foi otimo. Ninguem deve ofender o seu afilhado e nem insultar a Mione, que alias deu um show de maturidade nesses dois.

Pequeno Teddy a serviço do bem: Impedir a Mione de ir com o Krum

Espero que o Harry finalmente oficialize sua relação com a Mione, ja demorou demais... senão ele vai perde-la.

Espero ansioso pra ver o que vai acontecer, principalmente pelo Teddy gostar de ficar parecido com o futuro filho dos morenos. To loco pra saber o que vai acontecer.

Posta mais logo por favor pq essa fic é uma das melhores que ja, senão a melhor. Pelo menos são poucas as fics que me prendem tanto como essa. O que acha de surpreender e postar no final de semana um capitulo, mesmo que curtinho com o desenrolar dessa situação? 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.