FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

19. Capitulo Dezenove


Fic: Alugando Hermione Granger II - Cap 19 ON - Concluida


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Ultimo capitulo da 2ª temporada de Alugando Hermione Granger! =D


E bem, como esse é o ultimo capitulo desta temporada, eu já criei o link para a proxima:


Alugando Hermione Granger III


http://fanfic.potterish.com/menufic.php?id=44873


Muito obrigada a todos aqueles que nos acompanharam em mais essa etapa da fic! Isso é simplesmente mágico, tanto para mim quanto para a Thys! =D Vamos seguir com o mesmo esquema, post a cada 15 dias, todas as 6 feiras.


Ai gente, eu acho que voces entenderam errado: Esse é o ultimo capitulo da 2ª temporada, mas ainda temos toda a 3ª temporada pela frente! Muita coisa ainda por vir! =D O que acontece é que eu e a Thys estamos terminando de escrever a 3ª temporada... mas ainda temos muito chão pela frente, por tanto, não fiquem tristes ou desesperadas. rs.


E sim, voces vão ganhar um presente de Natal!! =D Logo logo, prometo!!


Gente, FELIZ NATAL... e a gente se ve até o ANO NOVO! hehehehe.


Ah sim, queria dar as boas vindas as leitoras do Nyah! onde a fic tb é postada! Com a criação de uma regra que não podemos mais ter pessoas reais nas fics, uma grande parte das leitoras estão migrando para cá, para poder continuar a ler a fic!! Sejam todas MUITO bem vindas!! =D


Agora vamos aos reviews:


Landa MS: Bem, está chegando o final da 2ª temporada. Tem a 3ª temporada inteira pela frente, e digo-te uma coisa, é a maior temporada de todas. =D Então, não se preocupe, ainda tem muita coisa para acontecer.
E sim, estamos terminando de escrever a 3ª temporada... ta dando uma dor no coração que voce não tem ideia. Mas um dia tinha que acabar, neh? "/ Espero que goste do ultimo capitulo da temporada!! Beijos.

Natália Jane: Então Natália, ainda bem que voce falou isso para gente, eu estava esquecendo desse detalhe. Então, é bem provavel que a fic seja retirada do Nyah e só postada aqui. Acredito que voce deve saber que a fic tem 3 temporadas, então ainda tem muito chão pela frente.
Eu lhe digo uma coisa: continue acompanhando a fic por aqui, pois é bem provavel que iremos exclui-la do Nyah!
Essas regras foram completamente toscas... então, eu e a Thys não concordamos com ela. E não vamos ficar mudando os nomes dos personagens...
Agora, mudando de assunto, espero que voce goste do ultimo capitulo da temporada!! Beijos.

Giselle Viana: Não precisa se desculpar, todos nós temos problemas! O mais importante é que voce está de volta!! Acho que o pessoal interpretou errado! É o ultimo capitulo da 2ª temporada... ainda tem muita coisa para rolar, por isso não fique triste... hehehehe. Espero que goste do novo capitulo, e ultimo dessa temporada! Quem sabe eu não posto o 1º cap da 3ª temporada no Natal, hein? =D Beijos.

Jéssica Azevedo: Seja muito bem vinda!! Aqui as postagens continuarão acontecendo normalmente. *--* Beijos.

Jaque Granger Malfoy: O cachorro eu não quero, mas o dono dele... aiaiai.
Com relação a gravidez da Kate, ainda não sabemos se vamos colocar ou não, estou decidindo com a Thys... nós escrevemos a fic com base nas noticias que saem da familia real... quer dizer, é uma parte da fic, neh? Acompanhar o máximo possivel as noticias... mas essa é uma questão que preciso decidir com a Thys!! =D
Ahhh eu sabia que tinha acontecido alguma coisa, seus reviews são sempre enormes... *--* Eu espero, de todo o coração, que voce tenha resolvido o problema, e que esteja 100%! *--* Não quero ver as minhas leitoras tristes!!
Feliz Natal!!! *--* Que o Papai Noel te traga MUITOOOS presentes, ehehhe!! Depois me conta, hein?
Jaque, eu não tenho mais entrado no msn... voce tem skype? Beijos.

GabriielaMalfoy: Voce não vai morrer de curiosidade pq aqui está o capitulo! *--* Ahhh o presente de Natal vem, mas não hoje! hehehe. Vai ter que esperar um pouquinho, ainda! =D Divirta-se. Beijos.

Annalimaa_: Nossa, nem me fale, eu tenho o mesmo sonho, sabe? Seria simplesmente magnifico! =D Nossa, concordo com voce, ela se veste maravilhosamente bem... fico com inveja. Bem, se eu tivesse o dinheiro dela eu tb ficaria maravilhosa all the time. rs.
Esper que voce goste do novo capitulo, e claro, vou ficar esperando pelo review! Beijos.

The: Calma, vai acabar a 2ª temporada, mas eu já criei o link para a 3ª temporada! *--* Mas sim, eu e a Thys estamos na reta final da 3ª e ultima temporada... ta dando uma dor no coração, mas, como tudo na vida, uma hora tem que acabar, neh? Mas não fique triste, ainda tem muita fic para voces lerem! =D
Não esquece do review, hein? Beijos.

Undiscovered: Está acabando a 2ª temporada, não é o fim ainda! Tem muita coisa para acontecer... a 3ª temporada é maior que essa!! =D
Mas sim, eu e a Thys estamos terminando de escrever a fic. "/ tudo tem um começo, um meio e um fim, neh? Espero que goste do capitulo! Beijos.

Thalassa: Oba!!! *--* Beijos.

Suzana G. Potter: Que bom que voce ta gostando da fic! Isso me deixa muito, mas muito feliz... quer dizer, NOS deixa, neh? Pq a Thys tb adora os reviews que voces deixam! hehehe
Espero que goste do proximo capitulo, e claro, que acompanhe a proxima temporada tb. *--* Beijos.

Pri Schneider: Que linda, voce!! *--* Ah, mas o jantar vai ser bem emocionante, acredite em mim!! Prometo para voce! Espero que voce goste do ultimo capitulo da 2ª temporada. Beijos.

Diênifer Vetter Granger: Que bom que voce gostou!! *--* Beijos.

Anny_Malfoy: Ah, eu sou muito má, voce não tem ideia! rs. Mas olha só, os 15 dias passaram super rápidos, voce não achou?
E o melhor, logo mais chega o Natal! Aha... melhor ainda!! =D Que medo de voce, hein? Beijos.

Nikki. W.Malfoy: A Catherine mereceu, neh? rs. Mas não se preocupe, as coisas vão ficar ainda mais interessantes com o passar dos capitulos! Prometo!! Beijos.

Tonks Fenix: Está acabando a 2ª temporada!! Ainda tem a 3ª temporada inteira pela frente, não fique triste!! Beijos.

Sonimai: Opa, o presente de natal vem! *--* Não tenha dúvida!! Beijos.

Natália Jane: Hey, vai acabar a 2ª temporada, e não a fic... ainda tem mais um temporada!! =D Beijos.

Mira Huet OConnell: Calma, mas não vai acabar a fic, só a 2ª temporada... eu só falei que eu e a Thys já estamos finalizando a 3ª e ultima temporada... mas ainda tem muito chão antes da fic terminar!! =D não fique triste... eu jamais faria isso com voces!! Beijos.

maria: Hey Maria, eu não sei ao certo de quanto em quanto tempo eu irei postar a fic adaptada, mas acredito que 1 vez por semana eu consiga atualiza-la. =)
Voce tem skype? Se tiver, me passa, que eu te adiciono! *--* Beijos.

Cristina Granger: Se o pior já passou? Acredite, ainda tem muita coisa para acontecer... ainda mais na proxima temporada!! Espero que voce goste! Beijos.


Beijos.


Angel_S


---***---


 


Draco se moveu na cama ao sentir como algo úmido tocava seu rosto, com um resmungo se virou para se aconchegar melhor e continuar a dormir, mas um risinho chamou sua atenção, tentou ignorar e voltar a dormir até que dedos começaram a percorrer sobre o seu peito desnudo, lhe causando arrepios, e ele foi obrigado a abrir os olhos.


 


- Feliz aniversário! – gritou Hermione assim que ele abriu os olhos e um sorriso se abriu nos lábios do loiro pela recepção calorosa. Certamente nunca havia começado um dia de aniversário desse jeito.


 


O latido de Toy arrancou risos dos dois, sobre a cama o filhote já crescidinho latia querendo felicitar o dono ao seu modo. Com uma careta Draco acariciou a cabeça do cachorro e o empurrou para o lado para puxar Hermione para os seus braços.


 


- Bom dia – disse ele rindo e ela gargalhou abraçada a ele. – Nunca ninguém pareceu tão animado pelo meu aniversário – comentou.


- Mas isso agora mudou – ela disse e o beijou nos lábios antes de se afastar, Hermione se levantou e pegou sobre a mesa que havia no canto do quarto um pequeno bolo que já possuía as velas colocadas em cima, marcando os 26 anos de Draco Malfoy.


 


Draco se sentou melhor sobre a cama ainda rindo, esse definitivamente era um bom jeito de acordar. Pegou o bolo das mãos de Hermione e enquanto pensava em seu pedido, ela acendeu as duas velas e cantarolou Feliz Aniversário.


 


- Hora do pedido – disse empolgada e Draco fechou os olhos gravando o sorriso dela em sua mente, esse era o seu pedido, ela sempre sorridente, e apaixonada por ele.


 


Porque a cada dia que passava tinha mais e mais certeza de que a amava, mas justo ele, Draco Malfoy, o homem boêmio que vivia em festas acompanhado de diversas e diferentes mulheres, se sentia um garotinho inexperiente quando o assunto era seus próprios sentimentos.


Diversas vezes havia tentado se declarar, falar o que sentia, mas não conseguia dizer se Hermione sentia o mesmo, e o medo de não ser correspondido o fez preferir ficar calado. Pois então agora esse era o seu pedido: que ela o amasse e a família deles fosse feliz.


Apagou as velas em um único sopro e riu ao ouvir Hermione bater palmas. Se virou para colocar o bolo sobre o criado mudo ao lado da cama e abriu os braços para ela.


 


- Você parece muito bem essa manhã – comentou acariciando o rosto dela, beijou seus lábios e voltaram a se deitar sobre a cama.


- Tive uma conversa bem séria com o bebê – ela disse piscando com um só olho. – Fizemos um trato de que se ele se comportar nos próximos dez dias, depois pode fazer o que quiser aqui dentro que eu não vou me importar.


- Dez dias? – perguntou o loiro com uma sobrancelha arqueada, desconfiado.


- Isso mesmo – ela riu – mas ainda é surpresa, então não vou falar mais nada. Só fique sabendo que com o parlamento em recesso, nós também merecemos um descanso!


- Como posso reclamar? – ele riu enquanto Hermione se aconchegava em seus braços.


 


Seus dedos dedilharam o corpo feminino coberto apenas por sua camisa, com só um dos botões fechados e um sorriso brotou em seus lábios ao tocar o ventre de Hermione ainda liso no início do segundo mês de gestação.


Mal podia acreditar que só três dias atrás havia tomado posse do cargo da família Malfoy no parlamento, feito um jantar para seus pais e sua irmã em comemoração a isso, e agora podia aproveitar seu casamento com Hermione, finalmente estavam em paz e tudo calmo.


 


- Agora vem, vamos tomar café que temos que sair logo – disse Hermione um minuto depois, puxando Draco pela mão.


 


Olhando pela janela Draco percebeu que o dia nem clareara ainda, franziu o cenho ao encarar Hermione e riu quando as bochechas dela coraram.


 


- Hoje estou sequestrando você – deu de ombros.


 


Hermione pegou o bolo e o colocou de volta sobre a mesa, e só então Draco viu a pequena cesta que havia ali, junto de uma garrada de suco. Ela havia preparado uma espécie de piquenique para os dois.


 


- Nem os nossos empregados podem ter contato comigo hoje, é isso? – perguntou rindo e ela revirou os olhos.


- Vem logo e corta o primeiro pedaço do bolo.


 


Nos últimos dias Hermione vinha mostrando um desejo maior pelos doces, o que não era comum dela, e Draco riu ao ver como ela observava o bolo com olhos desejosos. Cortou a primeira fatia e pôs no prato para logo entregar a ela.


 


- Para vocês dois – disse piscando o olho e beijou-a nos lábios.


- Para nós três! – respondeu ela sentando na cadeira ao lado da dele, com o garfo provou um pedaço do bolo e logo deu outro pedaço na boca de Draco.


 


Passaram o café da manhã assim, juntos e dividindo tudo. Durante o banho trocaram apenas algumas caricias, pois Hermione ficava dizendo o tempo todo que iriam se atrasar. Rindo Draco terminou de se vestir e franziu o cenho ao ver no canto do closet duas malas grandes e feitas.


 


- Você não disse que nós íamos viajar – gritou ele do closet para Hermione que terminava de se maquiar.


- Não disse? – perguntou dissimulada e Draco negou com a cabeça.


- Deixa eu adivinhar: não posso saber para onde vamos!


- Exatamente! – disse ela ao se aproximar e deu um selinho em seus lábios. – Mas você me ajuda com as malas? – perguntou com uma expressão infantil e Draco deu de ombros.


- Vou levar lá para baixo enquanto você termina de se arrumar – disse ele carregando as duas malas.


 


Cinco minutos depois Hermione chegou a garagem e riu ao ver Draco no banco do motorista em seu mais novo carro, um lamborghini preto sedan, segundo ele o primeiro carro mais “família” que possuía, afinal logo teriam de andar com uma cadeirinha no banco de trás e ele queria ir se acostumando desde já a dirigir um carro com maior capacidade para passageiros e bagageiro, não potência de motor. Hermione ficara toda emocionada na semana anterior quando ele lhe mostrou o veículo.


Com uma batidinha no vidro ela sorriu. Draco abriu o mesmo com o cenho franzido.


 


- Você não me engana – apontou ela. – Eu vou dirigir! Por isso temos que sair cedo, não fico correndo a 150 km/h na estrada – revirou os olhos e Draco arregalou os olhos.


- Você poderia ter me dito – resmungou ele.


- Vamos Draco! – resmungou ela de volta e ele bufou ao sair do banco do motorista.


 


Confiava em Hermione como motorista, mas se tinha uma coisa a que Draco se apegava era a sua coleção de carros.


 


- Podemos ir com o seu então – disse ele antes de deixar ela entrar no veículo.


- Não seja chato – resmungou ela. – E esse é novinho, ninguém vai saber que somos nós!


 


O principal motivo para adquirir tantos carros com tão pouco intervalo entre eles. Com o ano começando estava na hora de trocar alguns. Seu Lamborghini vermelho era o primeiro que queria se livrar, mas Hermione parecia apaixonada por aquele carro – pensou revirando os olhos, tanto que o fizera prometer não se livrar dele.


Ela vinha estando emocionalmente sensível nos últimos dias, depois de toda ansiedade pela nomeação dele ter passado, os efeitos da gravidez estavam atingindo-a como uma avalanche, fazendo-a reclamar constantemente dos enjoos que não a deixavam em paz e dos seios doloridos, Draco não se via em posição de reclamar, além do mais era só um carro.


Com um suspiro para fazer cena Draco se afastou e viu como, toda contente, Hermione se sentava no banco do motorista. O relógio batia cinco e meia da manhã quando saíram de Londres em direção ao aeroporto, onde o jatinho particular da família Malfoy os esperava.


Draco ficou claramente surpreso ao vê-la estacionar na pista, e mais ainda ao ver o jato pronto e com apenas o mínimo necessário de tripulação – piloto e uma comissária.


 


- Você é o co-piloto – disse ela com uma piscadela. – E eu também! – riu e Draco franziu o cenho. – Oras! Se quero fazer uma surpresa para um Malfoy tenho de tomar precauções, não? Qualquer um poderia dizer para onde fomos, menos esses dois – apontou para o casal que os aguardava na porta do jato.


 


Quando entraram no jatinho Draco ainda se mostrava incrédulo, sabia que Hermione era inteligente e perspicaz, só não imaginava que tanto. Ela certamente havia aprendido muito nesses últimos meses.


O voo não durou mais que uma hora, e logo pousavam em uma pequena e precária pista de pouso, em um lugar totalmente desconhecido para Draco – e aparentemente para o resto do mundo. Estava tudo deserto por ali.


 


- Tudo pronto – Jake, o piloto, disse e Hermione lhe sorriu em agradecimento.


 


Mas assim que ele se retirou, antes que Hermione pudesse segui-lo Draco a segurou gentilmente pelo pulso.


 


- Onde nós estamos? – perguntou, dessa vez estava realmente curioso.


 


Curiosidade não era o seu forte, quando saiam de casa Draco ficara enchendo-a de perguntas apenas por provocação, gostava de pegar no pé dela por ser tão curiosa e quis mostrar como era. Mas agora tinha de confessar, estava realmente intrigado.


 


- Que foi, Draco? – ela perguntou com o cenho franzido. – É uma surpresa! Não confia em mim?


- Nesse momento? – questionou ele com o ar sério, mas ao ver os olhos acastanhados dela se abaixarem com o cenho franzido, Draco moveu a cabeça. – Claro que confio, mas devo dizer que estou preocupado, esse lugar não parece nem fazer parte da civilização de tão vazio que está, não digo só por aqui exatamente, mas estávamos sobrevoando e mal pude ver uma casa ou outra.


- Vamos – ela disse segurando a mão dele. – Já vou te contar tudo – piscou e ele moveu a cabeça.


 


Não sabia como dizer não a ela. Se fosse qualquer outra mulher, teria pego-a pelos braços e dito que só sairiam dali na hora que ele soubesse de tudo, as poucas surpresas que teve na vida não o agradaram, e não estava querendo arriscar. Mas com Hermione era diferente, sempre diferente.


 


Um carro já os esperava ao saírem do jato, e Draco se perguntou até onde as conexões de Hermione iam. Desta vez ela estava se superando.


Hermione sentou no banco do motorista enquanto as malas eram postas no porta malas e Draco entrou no banco do carona. A estrada corria próxima do mar e Draco se viu maravilhado por aquela imensidão azul. Havia nascido e crescido em Londres e não trocaria aquela cidade por nada, mas em momentos assim, em viagens que descobria as maravilhas que haviam além de Londres, ele se sentia tolo por querer ficar só lá. Afinal não era como se não tivesse condições de morar em qualquer outro lugar que quisesse.


Ela dirigia com calma pela longa estrada até entrar em um terreno que possuía vista para o mar, um longo jardim se estendia por toda a entrada da casa, muito florido mesmo nessa época fria de inverno, até terminar em uma bela casa estilo colonial, com dois andares e direito a uma fonte redonda na entrada.


O tipo de casa que alguém de renome possuiria.


Saíram do carro e Draco a abraçou, pondo as mãos em sua cintura.


 


- Que lugar é esse? – perguntou.


- A única herança que me restou – ela disse com um fraco sorriso nos lábios. – Essa é a casa de veraneio da família Granger – apontou ela. – A única coisa que meu pai não perdeu no jogo, pois estava no nome da minha mãe, e quando as dividas deles começaram a crescer, a casa veio para o meu nome. Esse lugar sempre pertenceu a minha família, um dos meus ancestrais era militar e havia uma base não muito longe daqui, foi quando ele decidiu construir um canto para ele depois que se apaixonou e se casou... – com um suspiro ela abaixou a cabeça e Draco sorriu, sabia que ela estava com os olhos marejados pelas lágrimas. Pôs o dedo debaixo do queixo dela, forçando-a a olhá-lo e beijou seus lábios.


- Me parece um lugar muito especial – disse ele com um sorriso nos lábios.


- E é – respondeu ela. – Não é nem de perto tão luxuosa quanto as propriedades da sua família – apontou ela com um risinho e Draco moveu a cabeça em negação. – Mas tem um significado muito grande para mim.


- E por isso vale mais que qualquer propriedade Malfoy – ele disse de forma carinhosa e a abraçou.


- Agora vem – ela disse um minuto depois, novamente sorridente. – Vou te mostrar o lugar.


 


Mesmo sendo uma casa antiga, estava muito bem conservada. Hermione lhe contou que há anos uma família da região trabalhava para a família cuidando do lugar, iam toda semana limpar e ajeitar tudo, a última vez havia sido no dia anterior e Hermione pedira para a senhora voltar só depois que eles já tivessem partido, queria alguns dias de privacidade com seu marido.


Mostrou a ele a espaçosa sala de visitas e de jantar, a cozinha muito bem arrumada e que contava com algumas refeições que a senhora Grayson havia deixado preparada, movendo a cabeça Hermione sorriu, tinha de lembrar de agradecê-la depois por isso.


No andar de cima havia vários quartos equipados com beliches, segundo ela, o quarto que as crianças sempre ficavam, mas já que não possuía nem irmãos nem primos, nos últimos anos a casa andara ficando mais desanimada e muito menos movimentada. E do outro lado o melhor cômodo da casa: o quarto principal com uma pequena piscina particular e vista para a imensidão azul do mar.


 


- Gostei daqui – disse Draco com um sorriso de aprovação e Hermione sorriu sentindo-se satisfeita. O quarto era espaçoso em comparação aos demais quartos, e a vista era realmente estonteante.


- A jacuzzi foi ideia do meu avô – apontou ela rindo e Draco sorriu malicioso.


- Gostei da ideia – ele disse abraçando-a por trás e mordiscou sua orelha. – Mas me parece desnecessária com todo esse mar a disposição.


- É para o inverno – respondeu ela se virando entre seus braços. – Estamos no inverno, é impossível entrar no mar aqui em Harwich. Até ficar só na areia da praia já é difícil se não estiver com cobertores – sorriu. – Mas nós adorávamos fazer isso, fazer uma fogueira para assar marshmallow e ficar enroscada no cobertor só ouvindo as ondas – disse nostálgica e Draco a abraçou mais apertado.


 


Sentia-se tocado pelos relatos dela. Havia crescido no meio da nobreza, não sabia o que era uma simples fogueira na praia nem ficar só observando o mar. E mesmo parecendo um ato tão simples, quase banal, soava incrível.


 


- E você fez isso tudo só por que é meu aniversário? – murmurou ele e ela riu passando a mão em seu rosto.


- Na verdade foi por dois motivos – disse mordendo o lábio e Draco sorriu torto. – Primeiro eu não fazia a menor ideia do que dar a você, digo, você tem tudo Draco! – deu um tapinha no braço dele. – E como agora as coisas se acalmaram – deu de ombros – pensei em termos a nossa lua de mel – ele sorriu malicioso e moveu a cabeça ao ver as bochechas levemente rosadas dela. – Até porque, com o bebê chegando ai mesmo não teríamos tempo para nós...


- Adorei sua ideia – ele a abraçou erguendo-a do chão. – Mas então que tal começarmos a aproveitar? – perguntou malicioso e ela gargalhou.


- Primeiro você pega as malas enquanto eu arrumo algumas coisinhas – ela disse empurrando-o para a porta, e juntos desceram as escadas. – Pode subir que eu já vou lá, ok?


 


Draco suspirou resignado e moveu a cabeça em negativa. Levou as malas para cima e se ajeitou no divã que ficava na ponta da cama, observando apenas o mar que batia revolto. As janelas fechadas deixavam um clima bom dentro do quarto, mas pelas grandes janelas de vidro podia ver como as árvores balançavam pelo vento. Estava frio, mas não tanto como em Londres.


 


- Draco? – chamou Hermione e ele se apressou em encontrá-la.


 


Com uma bandeja carregada de coisas Hermione subia as escadas de forma desajeitada, Draco foi a seu auxilio e o olhar reprovador que lançou a ela mostrava que não havia gostado dessa ideia de subir carregando tanta coisa.


 


- Não me olhe assim! – resmungou ela. – Só fui pegar tudo que precisamos para não sair daqui o dia todo – bufou. – Mas se você não quer – deu de ombros fazendo drama e Draco riu movendo a cabeça.


 


Ela vinha estando mais sentimental, mas Draco sabia que em alguns momentos Hermione só se aproveitava disso para fazer manha e charme. Cada vez se sentia mais a vontade junto dele, tudo fluía mais naturalmente e Draco estava adorando conhecê-la ainda mais a fundo.


 


- É só por no frigobar ali – apontou ela para a mini geladeira no canto do quarto, embaixo do móvel com a televisão.


 


Da bandeja Draco retirou alguns sanduiches e sucos, frutas e doces caseiros. Exatamente o tipo de comida que Hermione adorava, mas que ele não era acostumado a comer. Mas a ideia de passar o dia sem se preocupar em almoçar algo bem cozido e refinado lhe pareceu magnifica.


Não queria sair dali.


 


- Agora posso ter a sua atenção um pouco? – perguntou ele com um sorrisinho ao abraçá-la e Hermione assentiu de bom grado. – Poderíamos começar assim – disse beijando-a com volúpia.


 


Hermione sentiu que derretia entre os braços dele. Enlaçou seus braços ao redor do pescoço de Draco e suspirou quando ele desabotoou seu casaco. As peças pesadas demoraram a cair ao chão, mas cada segundo valeu a pena e foi recompensado ante a visão daquele homem tão belo nu a sua frente.


Draco a deitou sobre a cama e beijou seu pescoço, seus seios, seu ventre. Beijou-a pelo corpo inteiro, até despi-la por completo e admirou seu corpo feminino. Carinhosamente beijou e instigou os seios doloridos dela e mordiscou seu pescoço, sentindo como Hermione puxava levemente o seu cabelo, as unhas logo deslizando contra suas costas, deixando marcas avermelhadas e o arrepiando.


Posicionou-se sobre ela e penetrou primeiro calmamente, mas logo não havia mais controle de seus corpos, o corpo de Hermione era todo uma tentação a seu desejo, e não demorou a cair ao seu lado, ambos ofegantes pelo orgasmo e satisfeitos.


 


- Você não podia ter tido uma ideia melhor – murmurou Draco em seu ouvido e Hermione gargalhou.


- Só quis aproveitar meu marido enquanto posso – ela disse e mordiscou seu lábio. – Antes de ter de dividir a sua atenção com mais alguém – disse de forma carinhosa, como sempre se referia ao bebê e Draco sorriu pousando uma mão sobre o ventre dela, Hermione enlaçou seus dedos aos dele. – Também para desfrutarmos dessa paz antes que todos saibam do bebê – murmurou ela.


- Uma hora não vai mais dar para esconder – ele disse e beijou sua testa. – Mas não vamos pensar nisso agora! – disse se levantando. – Quero é passar o dia com você dentro dessa jacuzzi, ela me dá certas ideias – murmurou malicioso. – Vamos aproveitar é que o bebê está bem comportadinho – riu e Hermione gargalhou.


- Devo me dar ao trabalho de por o biquíni que trouxe? – perguntou de forma divertida e Draco a olhou com olhos sedentos de desejo.


- Não vou deixá-lo muito tempo no seu corpo – ele deu de ombros.


 


Rindo Hermione se jogou em seus braços e deixou que Draco a carregasse para a jacuzzi, que estrategicamente ele já havia começado a encher enquanto ela se ocupava das coisas na cozinha.


Os dias que passaram ali pareceram voar, um era melhor que o outro, regados a atos de amor, muito riso e momentos românticos, o simples fato de ficarem abraçados na cama, comendo ou vendo um filme, já bastava para eles. Hermione o havia levado para conhecer o lugar, mostrando as casas de veraneio que nessa época do ano ficavam fechadas e o pequeno centro da cidade. Mesmo sendo colada a uma grande cidade costeira, fora da época de verão o movimento por ali era mínimo.


O que chegava a ser engraçado em uma área portuária, mas logo ficou claro para Draco que o movimento estava localizado em outra área da cidade, a parte litorânea tinha um bom projeto de preservação, por isso havia tão poucas casas, era preciso ser alguém realmente influente para conseguir construir naquela área da cidade. Tudo parecera crescer exatamente ao redor do porto, mas só.


E o melhor de tudo: ninguém parecia reconhecê-los.


Ouviram um murmurinho aqui e outro ali, mas ninguém comprovava que era realmente o novo casal Malfoy, e nem se deram ao trabalho de perguntar. Draco nunca se sentiu tão bem ao não ficar sendo reconhecido.


Deram até uma volta de lancha pelas redondezas quando o mar estava menos revolto...


Os enjoos deram uma trégua nos primeiros dias, mas no penúltimo dia ali Hermione acordou enjoada – em parte ainda se devia pelo passeio de lancha no dia anterior, que revirara seu estômago – e Draco deitou novamente ao seu lado.


 


- Acho que o bebê não estava gostando muito do seu trato com ele – disse Draco com um risinho e Hermione acertou um tapa em seu braço.


- A culpa é sua! Toda essa agitação está deixando até ele cansado – riu ela e Draco mordiscou seu lábio.


- Você fala como se não gostasse – provocou.


- Dos enjoos? Não gosto mesmo – debochou ela e Draco a agarrou fazendo cócegas.


- Pelo visto já está melhor, está até fazendo gracinhas...


 


Mas não levou dois segundos para Hermione correr de volta para o banheiro.


 


- Estava tão bom – choramingou Hermione e Draco suspirou, esperava que até a hora de por seu plano em ação Hermione estivesse melhor.


 


Devido o mal estar Hermione dormiu boa parte do dia, e de certa forma Draco viu nisso a ideia perfeita. Já estava com tudo mais ou menos preparado, e com Hermione dormindo poderia terminar de organizar o que planejara.


Já passava das seis horas da tarde e o céu escurecia rápido quando Draco a acordou. Hermione havia levantado apenas para um almoço leve e tomar um banho. Coçou os olhos avermelhados e sorriu para Draco, que parecia tão lindo como sempre, enquanto ela estava ali jogada na cama apenas com uma camiseta dele no aniversário de um mês de casados – justo nesse dia.


 


- Hey dorminhoca – disse ele a puxando por um braço para que se levantasse. – Está melhor?


 


Ela assentiu ainda sonolenta e Draco maneou a cabeça. Tinha isso de “efeito colateral” da gravidez também. Além dos seios doloridos e inchados, os enjoos e toda sensibilidade emocional, Hermione vivia sonolenta.


Por outro lado seu apetite sexual havia melhorado consideravelmente, deixando-a fogosa e sempre desejosa, o que o divertia e excitava cada vez mais.


 


- Então vem – disse levando-a para o banheiro. – Temos planos para essa noite!


- Temos? – questionou com uma sobrancelha arqueada.


- Minha vez de te surpreender! – disse ele beijando seus lábios levemente. – Só se arrume que eu cuido do resto.


- E visto o quê? – perguntou com o cenho franzido.


- Algo confortável – disse ele dando de ombros. – Venho te buscar logo.


 


Hermione moveu a cabeça e ligou o chuveiro, não sabia mais o que esperar de Draco. Fazia apenas duas semanas desde que se casaram, mas sentia que ainda era o primeiro dia. Sempre havia algo a ser descoberto.


Meia hora depois ele entrou novamente no quarto e sorriu ao vê-la vestida com uma blusa de gola alta tendo em mãos uma calça jeans e outra de moletom.


 


- Quão confortável? – perguntou assim que ele entrou e Draco gargalhou.


- A de moletom está ótima – disse ele ao se aproximar.


 


Hermione vestiu a calça e sorriu, há tanto tempo não sabia como era ficar o dia assim, com roupas confortáveis e simples, que a princípio até se sentiu estranha com aquela calça folgada. Na noite de nomeação de Draco, ela havia novamente tido destaque em algumas revistas de moda em razão do seu bom gosto e estilo, com um riso preso pensou com ironia que aqueles jornalistas deveriam vê-la agora.


 


- Vamos? – perguntou depois de calçar um par de tênis e Draco assentiu.


 


Vestia um conjunto de agasalho de alguma grife famosa, mas que era extremamente quente. Hermione jogou um pesado casaco por cima da blusa e deixou que Draco a levasse para fora.


O vento frio atingiu seu rosto e bagunçou seu cabelo, mas logo se acostumou a sensação, não estava assim tão frio.


 


- Onde nós vamos? – perguntou com o cenho franzido ao irem a pé em direção a entrada da propriedade. Saiam sempre de carro.


- Surpresa – disse Draco apontando mais a frente.


 


Com os olhos arregalados Hermione viu uma fogueira crepitando sobre a areia, ao lado almofadas estavam sobre o chão e por perto havia um balde com gelo e garrafas de champanhe, e uma bandeja coberta.


 


- Draco! – exclamou ela tocada pelo que ele havia feito.


- Você pareceu sentir saudades de quando sua família fazia isso – disse ele ao se aproximarem, sorrindo se abaixou para pegar um grande cobertor e o mostrou para ela, que riu maneando a cabeça. – Mas só tem graça se nós dividirmos – assentindo ela concordou.


- Vou até poder beber? – perguntou sorridente ao ver as duas taças próximas da garrafa.


- Por hoje – ele deu de ombros. – E temos marshmallow também – riu.


- Perfeito! – exclamou ao ouvir a rolha estourando quando a garrafa foi aberta. Draco serviu as duas taças e deu uma a ela. – A nossa família – murmurou Hermione com os olhos brilhosos.


- A nós dois – Draco disse ao abraçá-la firmemente. – Nosso casamento parece estar começando agora – comentou e Hermione assentiu. – Outro dia você comentou o quanto ainda não sabemos um do outro – Draco disse entregando um palitinho com marshmallow para ela e juntos ficaram assando-os ali. – E isso me fez pensar como isso é verdade, sabe, estou tão acostumado a ter a minha vida sempre exposta em todas os tabloides que nunca pensei no que não foi exposto, digo, só uma parte de mim está lá... E cada vez mais sinto a vontade de dividir com você cada momento.


- Eu também não lhe contei muito... – murmurou ela.


- Você me disse muito mais, eu a obriguei a falar muito mais logo que começamos a nos ver, enquanto eu mantive minhas particularidades só para mim. Não posso contar tudo em uma noite só, mas queria que você soubesse que sempre pode me perguntar se tiver alguma curiosidade ou dúvida. Quero realmente que dê certo entre nós dois – dito isso ele a beijou na cabeça e a manteve firmemente abraçada contra seu corpo. – E não quero que você pense que estou dizendo isso só pelo bebê, no dia da nomeação você ficou abalada quando disse que Catherine estaria lá, demorei mas agora entendo que o que tive com ela ainda incomoda você... – Hermione ergueu o rosto para olhá-lo. – Só saiba que não importa se Catherine se separar, ou se nós não dermos certo, ou ambos, ela morreu para mim junto com a criança que ela abortou. E ter esse filho com você só me faz ter ainda mais certeza de que ela não é nem um décimo da mulher que você é, Hermione. E é você que eu quero ao meu lado.


 


Com os olhos marejados Hermione o abraçou com força, jogou seu corpo sobre ele o derrubando na areia.


 


- Hoje você não me deu nem um beijo direito – protestou ela.


 


Sem rodeios a boca de Draco se apossou da sua com ânsia e desejo, suas mãos pousaram nas costas dela para mantê-la sempre colada a ele. Gemeu ante o contato entre eles, seus beijos voluptuosos continham uma carga erótica que mexia com ele muito mais do que poderia imaginar.


 


- Sinto que poderia ficar aqui com você para sempre – murmurou Hermione minutos depois.


 


Entre beijos e caricias comeram os marshmallows e tomaram toda a garrafa de champanhe, sorridente Hermione se deixou ser carregada para dentro quando a noite avançava e o clima ficou ainda mais frio.


Horas depois ela dormia apoiada sobre seu peito e Draco acariciou o cabelo castanho, tirando de cima do rosto dela uma mecha que caia. Ao observar as feições serenas de Hermione Draco suspirou, com o dedo contornou seu rosto e os lábios, sorrindo ao ver que ela nem se movia.


 


- Amo você – murmurou ele e um alívio atingiu seu peito ao dizer tais palavras.


 


Mas o silêncio predominou no quarto mostrando a Draco que ela ainda dormia, não prestando atenção em nada do que ele havia dito. Com um suspiro aconchegou o corpo dela melhor ao seu e fechou os olhos para se entregar ao sono. Um dia teria coragem de contar a ela que a amava, diria em voz alta quando estivessem bem acordados, e sabia que esse dia não demoraria a chegar.


 


- Eu amo você – Hermione sussurrou de volta, minutos depois ao abrir os olhos, mas ver como Draco dormia a entristeceu, demorara demais assimilando as palavras dele e quando finalmente criou coragem de responder, havia demorado tanto que ele pegou no sono, e pior, achando que ela não havia ouvido.


 


Draco se moveu na cama, mas sempre abraçado a ela, e suspirou. Com os olhos fechados o coração de Hermione disparou. Mas nunca saberia se ele havia ouvido ou não.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 17

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por CatrinaEvans em 04/06/2013

Perfeito!!!
Finalmente eu achei a fic aqui para continuar lendo, eu acompanhava no Nyah!
Amo essa fic!!!!
Bjs!!!! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Islany em 02/03/2013

Simplesmente Perfeiiiiiiiiiiiiito :)))

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Gê Lima em 01/03/2013

Olá, eu sou a Sakura_Rin do nyah!
Eu demorei a aparecer por aqui pq esqueci minha senha e demorei para recuperar meu acesso. Mas vamos ao que importa.
Que lindo esse cap!!!
Amei esse final e espero que logo eles possam dizer "Eu te amo" para ambos ouvirem!!!
Muito lindo, perfeito como sempre!!
Bjs 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Jamie Darrow em 31/01/2013

Adorei o capitulo,é uma pena que você tenha que mudar toda a historia pra cá mas tudo bem acompanho aqui mesmo adoro essa hiostoria bjus.

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por CatrinaEvans em 03/01/2013

Amei as surpresas!!!!!
Eu acompanhava pelo Nyah, agora estou aki!!!
Bjs!!! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Camilla de Souza em 02/01/2013

da_ni_ribeiro, thysss, a fic não está mais lá no Nyah! e eu não poderia não acompanhar a fic de vocês. Essa história é boa demais e estou mais curiosa ainda para saber como será a terceira temporada!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Nikki W. Malfoy em 31/12/2012

Caramba, como eu demorei pra ler esse cap maravilhoso!
AAhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh. Finalmente eles confessaram!
e agora estou super ansiosa para AHG 3! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por the em 28/12/2012

É MALDADE TERMINAR O CAPÍTULO ASSIM!!!
eu amei..
e como to amando tbm...
Só me derreto cada vez mais... 

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por annalimaa_ em 25/12/2012

Desculpa tenho que dizer que já tinha lido o capítulo, mas eu estava em Minas pelo celular e com uma internet HORRÍVEL então preferi voltar pra casa e escrever decentemente. Hermione animadérrima pro aniversário dele não? O orgulho ainda vai ser um problema muito grande pros dois. Deve ser o paraiso na posição deles ficar 10 dias fora da contubada vida deles. Mione misteriosa isso poderia acontecer mais vezes. Doces é o que se resume minha vida sorte que não tenho tendencia a engordar.Eu sei como Draco se sente é uma merda estar curiosa. Eu cresci com meu irmão um apaixonado por carros então sem comentáriso, e com meu pai que anda a 150/160 então estou acostumada a isso ahhahaha. Mione não poderia se livrar de um lugar que lhe trouxe tantas boas memórias mesmo para realizar seu maior sonho.Ainda tenho dúvidas até onde foi a fortuna dos Granger's e o que eles faziam. Que inveja de lá ser inverno, eu aqui a 5 pra meia noite e está 35 graus. Sou viciada em séries quando li Grayson lembrei de Revenge. Acho muito fofo ele se preocupando com ela. Achei muito bonito da parte dele proporcionar novamente esses momentos que a fizeram tão feliz.CARA ELA OUVIU!!!! Espero que mude algo de agora pra frente, pelo menos ela sabe e não acho que ele tenha escutado ela dizer. FELIZ NATAL!! Beijos, Ana.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Mohrod em 25/12/2012

morri. 
amei, tá perfeito -novidade... --'
sempre é perfeito! hahah
meninas,  feliz natal e um próspero ano novo!!
Tudo de bom  pra vocês!!
Beijão 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por sonimai em 25/12/2012

cara,só hj deu pra ler,ficou D+,parabéns pra vcs,ameiiii ele todo carinhoso com ela,e se declarando,e ela ouviu,que legal,achei bom que ele não ouviu ela se declarar tb,assim dá um certo drama,hehehehe..............boas festas pra vcs

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por jukida em 23/12/2012

Que fofinho!! Acho que não consegui parar de dizer o mesmo durante o capítulo todo... Muito fofinho... :D

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Belikac em 22/12/2012
Que fofo esse capitulo !!!!!!!!!!
Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Tonks Fenix em 22/12/2012

Que lindeza de capítulo!!!
Lua de mel maravilhosa essa deles...
Amei mesmo...
Esperando pela próxima parte! Bjinhus 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por GabriielaMalfoy em 21/12/2012

Meu Deus que capítulo fofo *--* Morri *--*

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Tha em 21/12/2012

Nossa, melhor capítulo! Chorei, os olhos já tavam ardendo na cena da fogueira na praia... a torcida é: tomara que ele tenha ouvido, e eu acho que ele ouviu sim! rs Louca pela terceira temporada, só em janeiro! mimimi beijo lindas, e ótimas festas pra vocês, e um 2013 cheio de sucesso, aqui no F&B e na vida! <3

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Natália Jane em 21/12/2012

Ai que lindo!Anciosíssima para  próxima temporada.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.