FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. Explicações


Fic: Lendo cinco, seis e sete


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Harry ficou estático simplesmente não sabia o que fazer não abraçou Lily e James, nem falou nada, nem se moveu. Ficou ali parado como se não houvesse nada mais interessante do que fitar a parece enquanto os pensamentos borbulhavam em sua mente.


O cão olhou para Dumbledore sem latir nem se mover, em um pedido mudo. O velho apenas assentiu e no momento seguinte onde a poucos se encontrava um grande cão negro agora estava um homem que no momento parecia extremamente novo como Remus ainda estava “agarrado” a James ele se virou para Lily que por um momento pareceu reconhecê-lo. Ah... lá estava ela sua pequena irmãzinha, depois que Lily e James começaram a namorar ele realmente ficou mais amigo dela, a abraçou forte a garota pareceu surpresa, mas logo em seguida lhe deu tapinhas acolhedores nas costas.


- Lily... Lily...


- Eu?


- Merlin! – Exclamou se afastando levemente da ruiva que sempre lhe aconselhara. A visão meio embaçada pelas lágrimas que tentava esconder, mas que lhe enchiam os olhos – Tem certeza de que é real? – Pergunto infantilmente.


- Acho que sim... hã... senhor? – Por algum motivo a ruiva estranhava chamar aquela pessoa de senhor, por mais que ele fosse no mínimo vinte anos mais velho. Sirius riu.


- Eu senti tanto a sua falta. – Sussurrou voltando a abraçá-la. – De você e de James. Eu sei que errei e que deveria ter sido o fiel do segredo e...  – Sirius começou a atropelar as palavras de tanta ansiedade para se desculpar.


- Acalme-se! – Aconselhou Lily preocupada.


De repente Sirius ouviu um leve pigarro as suas costas e se virou encontrando o jovem James em sua frente, esquecera completamente como amigo era ciumento como os dois eram ciumentos, abraçou o amigo também, agora sem segurar as lágrimas sabia que devia parar com isso já era um homem formado e não adiantaria de nada, mas a saudade, a emoção do “reencontro” a alegria já lhe faziam sufocar os soluços.


Era realmente estranho, mas eu tenho certeza que você faria o mesmo se passasse mais de quatorze anos sem o ver por que ele morrera, você, como Sirius, apenas o abraçaria tentando demonstrar todos os sentimentos que queria ter passado para ele em vida e que agora tinha oportunidade.


 Quando Sirius finalmente o soltou percebeu a barulheira e bagunça que estava o salão, afinal, não era sempre que quatro alunos apareciam do nada e eram abraçados por um prisioneiro foragido.


- JÁ CHEGA! – Bradou a voz de Dumbledore magicamente ampliada. Todos pararam no mesmo instante menos Umbridge.


- Incarceros! – Disse com a varinha em direção a Sirius que pego de surpresa foi atingido em cheio pelo feitiço que o amarrou e o fez cair no chão. Ela correu até ele, faceira.  Já posso até ver: Sirius Black, ex-foragido, preso sob custódia de Albus Dumbledore.


- Silencio. Desculpe-me, Dolores, mas sou obrigado a fazer isso: Petrificus Totalus.


Caminhou em direção a Sirius e o desamarrou.


- O que está acontecendo? – Perguntou Harry, pela primeira vez depois d vários minutos.


- Harry...


- O que está acontecendo, professor Dumbledore?


-Apenas sente-se, Harry! – Exclamou. – Na verdade, SENTEM-SE TODOS!


Remus, Sirius (do presente) e Harry se sentaram, os outros permaneceram de pé.


- Senhores?


- Não vamos nos sentar até alguém nos explicar o que está acontecendo. Por que aquele cara ali –apontou para Sirius – parece com o Sirius? Por que ele abraçou a minha namorada – deu ênfase à “minha”. – e depois a mim? Por que aquele lá – apontou para Remus – começou a fazer perguntas estranhas? Por que tem um carinha que é a minha cara que parece estar encarnando? Por que parecemos estar em Hogwarts se os alunos nem a maioria dos professores são iguais? Por que ficam falando de fugitivos? Nossa tem tantos porquês que poderia passar o resto da vida enumerando, mas quer perguntar só mais uma coisa: por que tem uma mulher vestida toda de rosa? Quer dizer, verde cairia melhor, ela não é um sapo? – James perguntou isso tudo rapidamente menos a última parte em que vários alunos riram.


- Bem eu pretendia explicar pelo menos a maioria dessas perguntas, com vocês sentados, mas se preferem ficar de pé não tem problema. – Respondeu enquanto se encaminhava para a mesa dos professores e se sentava. – E sobre a sua última pergunta, senhor Potter: eu não sei. Realmente não sei por que ela insiste em usar rosa.


- James, cara, pelo visto a história vai ser longa e por isso eu vou me sentar. – Disse Sirius caminhando até a mesa da Grifinória, seguido de Remus.


- Mas, o que é isso? “Todos contra James Potter”?


- Não seja dramático, Jimmie, vamos nos sentar também. – Disse Lily o puxando pela mão, James bufou mas a seguiu. 


Depois que todos estavam sentados e o encaravam Dumbledore começou a falar:


- Bem, para esclarecer um pouco as coisas gostaria que vocês dissessem seus nomes. – Eles se entreolharam, mas não tinham escolha já que algumas pessoas ali pareciam conhecê-los.


- O senhor é mesmo o professor Dumbledore? – Perguntou Lily, para ver se o homem era confiável.


- Sim, senhora Po... Senhorita Evans. – Dumbledore não estava acostumado em ver Lily tão jovial e solteira. Lily se assustou quando ele a chamou de senhora.


- Se já sabe o sobrenome dela deve saber o nosso também. Então, por que o senhor está perguntando.


- Por que tem muita gente que ainda não sabe de quem se trata e que gostaria de saber, senhor Lupin.


- Está certo, está certo. Sou Sirius Black. – Apresentou-se Sirius balançando o cabelo para o lado se forma charmosa. Algumas garotas suspiraram outras deram gritinhos:


- O QUÊ?


- NÃO! TEM ALGUMA COISA ERRADA!


- NÃO PARECE ELE.


- COMO ASSIM NÃO PARECE ELE? – Perguntou Sirius. – Eu pareço comigo. Afinal, que é ele?


- Ele, ora bolas. – Disse uma lufa-lufa apontando ara o Sirius mais velho. – Sirius Black. Que até agora eu não sei o que está fazendo aqui.


- Nã, nã, nã, nã não! Só existe um Sirius Black, que sou eu!


- Não! Aquele é Sirius Black.


- Ah, cala a boca. Eu sou Sirius Black. Aquele cara nem parece comigo.


- É o que treze anos em Azkaban fazem com uma pessoa. – Sirius se pronunciou pela primeira vez.


Um minuto de silêncio:


- O QUE FOI QUE VOCÊ DISSE? – O Sirius do passado deu um grito que poderia ter sido ouvido em Hog’s Head


- Explicaremos mais tarde, senhor Black. Acalme-se. Os nomes!


- Remus Lupin.


- James Potter.


- Lily Evans.


Ao ouvir os últimos nomes alguns alunos soltaram gritinhos e exclamações.


- O que houve? – Perguntou Lily, inocentemente.


- Vamos explicara agora, senhorita. Só peço que mantenham a calma.


E assim Dumbledore começou a contar toda a história (N/A: acho que não tem necessidade de contar uma história que todos conhecemos, né? Eu geralmente pulo essa parte das fanfics.) Explicaram desde o casamento, a morte, e aos anos de Harry na escola. Ao final da história Lily, que por algum motivo acreditava em tudo, estava chorando desesperadamente no peito de James que tentava ser forte e segurar as lágrimas, sem sucesso. Remus estava apático, não sabia se acreditava ou não. Sirius simplesmente não acreditava. Fechou os olhos fortemente.


- Pronto, agora é só eu abrir e esse pesadelo terá acabado.


Abriu os olhos e encontrou o salão, os professores, Lily agarrada a James chorando e tudo o que havia visto.


- Ou não... Simplesmente não consigo acreditar.


- Pois acredite. É isso mesmo. – Sirius, o mais velho, disse. Parecia incrivelmente triste.


James se soltou de Lily que já parara de chorara e se virou para Sirius:


- Juro que se isso for verdade eu nunca mais brigo com você. – E o abraçou.


- Cara, eu te amo, sei que isso parece gay, mas... – Sussurrou Sirius e só James ouviu, rindo baixinho.


- Eu também.


Depois ele e Lily se levantaram e encararam Harry. Lily correu para os braços do outro moreno. James hesitou, mas logo foi atrás. E naquele momento tudo estava no seu lugar, a família estava unida, Harry não sentia um aperto no coração e Sirius dissera o que nunca teve coragem de dizer ao amigo, e que provavelmente sentia falta de não ter dito (mas isso não importava mais, por que naquele momento tudo já mudara).
________________________________________________________________
N/A: espero que tenham gostado e espero que gostem da fic em diante. Já tenho até o capitulo nove escrito, caberá a vocês se vou postar ou não.
Beijossssssss 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por annavictoriagwc em 22/12/2012

adorei! continue postando!

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Annabeth73 em 21/12/2012

Oiii Juhh,minha liinda!!
Eu sei o que vc tá pensandooo: Cara,nem aquii essa doidaa me larga!!
Pséé,um dos meus passatempos preferidos é irritar as pessoas u.ú
Poste logooo!
Bjjjjjjssss sabor Sirius Black(não é por causa desse comentário que meus reviews gigantes [que são minha marca registrada] vão deixar de existir!Eu vou comentando superficialmente até vir um cap novo[que ainda não tinha no Nyah],mas não vou deixar de comentar never,okk??)
Annabeth73



 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Dazinha Monteiro em 21/12/2012

Juh minha fofa, eu vim pra cá depois da chatisse do Nyah e desculpe se não comentar com frequencia, mas vou tentar mesmo já estando bem avançada. Bjos flor e não demore em atualizar ein?

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por SuOneOkRock em 21/12/2012

mto bom 
não demore mto
bjss
 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Beatriz Lee em 21/12/2012

Amei o capitulo, ficou perfeito. Espero quenão demore a postar!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.