FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

12. O ataque!


Fic: viverei por você


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Já a algum tempo eles tinham retornado com a AD, e Harry, Malfoy, Hermione ajudavam em alguns feitiços quando os professores não conseguiam, nessa aula seria interessante para todos pois praticariam a Legilimência e a Oclumência. Mais uma vez Snape colocara Draco e Harry pra se enfrentarem, Harry nem queria admitir mais até ele estava gostando desse novo Malfoy, o garoto parecia mais compreensível, ria das piadas que Rony fazia com Neville o que mostrava que ele estava tentando uma aproximação com os grifinórios, e foi ele quem acabou comentando que estava achando Hermione cansada, o que Harry e Gina despistaram rapidamente, Malfoy deu de ombros. Snape começou a falar.
_Como nas aulas que vocês praticaram a Imperius irão praticar agora a Oclumência.
Harry não gostava dessa aula, como ele odiava Oclumência.
Lupin foi até os dois.
_E então quem de vocês quer tentar barrar para que o outro não possa ver. – disse ele maroto.
_O Potter pode tentar a Legilimência, você já treinou Oclumência não foi? – perguntou Malfoy.
Harry demorou um tempo para responder Malfoy não estava sendo rude, perguntara numa boa. Nem ele entendeu.
_É, mais não sou bom com isso.
_Mesmo assim acho que Malfoy tem razão, você já treinou um pouco deixe ele treinar então, Harry você irá dizer Legilimens, e tentara ler a mente de Malfoy.
Bom não era de todo ruim, pensara Harry se Malfoy estivesse aprontando alguma pra ele, ou pros seus amigos, ele saberia.
_Esta bem. – respondeu Harry.
Malfoy guardou a varinha, todos que iriam praticar a Oclumência não usariam varinhas. Snape estava tendo trabalho porque Hermione não queria praticar com Rony, Gina levantou a mão.
_Eu troco com o Rony. – disse indo em direção a amiga. O que fez Hermione sorrir agradecida, e Gina também Snape havia deixando com Dino e se o garoto visse o que ela e Harry faziam depois de casados, ela nem queria pensar no tamanho da azaração que Harry sem pestanejar lançaria contra o garoto.
_Vamos começar então, Legimentes preparem as varinhas! – disse Lupin.
_Oclumentes se concentrem. – disse Snape.
_Um, - começou o maroto. _Dois, três.
_Legimens! – foi se escutado por toda a sala.
Cho tivera trabalho com Luna que mais se lembrava de sua mãe, em pouco tempo a garota conseguiu bloquear a mente e por mais que quisesse Cho não conseguia ver nem a batalha que eles enfrentaram no ministério até que desistiu, Dino já teve mais sorte, viu algumas coisas do começo do primeiro ano de escola, mas quando chegou ao torneio tribuxo, Rony bloqueara a mente por completo. Gina via o segredo de Hermione o que a fez arregalar os olhos assustada se fosse Rony, ela Gina e Harry estariam encrencados.
Harry estava vendo um garotinho loiro quando criança chorando a um canto, o pai de Malfoy apontou a varinha a ele e gritou.
_Crucio! – mas o feitiço não o atingiu, Narcisa havia entrando em sua frente, e foi atingida por ele. Numa outra imagem Harry reconhecera Draco em seu segundo ano, Malfoy berrava com ele.
_Foi você! Seu traidorzinho! Realmente você não tem o meu sangue! – e Malfoy levantara a mão para o filho, Harry não viu se ele acertou ou não o garoto, agora ele estava vendo aquele Malfoy a sua frente, ele estava conversando com Narcisa.
_Mãe eu preciso voltar logo para Hogwarths. – disse o garoto. _Por que queria que eu viesse até aqui?
_Acho que seu pai irá tentar te matar. – disse Narcisa remexendo as mãos nervosa.
_Pai? Nunca conheci um pai, desde quando um pai mata seu filho? Nem sei pra que ele quis um filho.
_Eu quero te fazer um pedido Draco. E te contar uma coisa. – dissera Narcisa parecendo serena.
_O que é? – perguntou o garoto.
_Harry Potter. – disse Narcisa.
_ O que tem ele? – perguntou o garoto desconfiado.
_Quero que fique ao lado dele na guerra... – disse Narcisa, antes que Draco protestasse ela continuou. _Eu sei o que estou falando ao lado deles você ficara bem, filho você não tem amigos, por tudo que aquele homem já fez a você. – Harry viu os olhos de Malfoy ficarem escuros.
_Tem um outro motivo importante além desse? – perguntou Malfoy.
_Sim. – respondeu Narcisa, a visão começou a ficar turva agora, Harry via muita fumaça, e a ultima imagem que viu foi Narcisa agarrada ao filho, o olhava desesperada e Harry sabia que ela queria que ele saísse de lá o mais rápido possível, não era um pensamento era a mente de Malfoy e ele sabia que não havia como alterar, a fumaça se ocorreu por que Malfoy estava tentando bloquear Harry, ele viu Narcisa entreabrir os lábios e dizer fracamente.
_Sirius Black!
A imagem se desfez e escutaram Lupin dando fim à aula, Malfoy precisou se segurar, Harry não havia percebido, mas o garoto tinha suado frio, e desciam grossas lágrimas de seus olhos, ele não parecia estar enfurecido com o que Harry vira.
_Malfoy... – chamou Harry.
_Professor posso ir não estou me sentindo bem. – disse o garoto antes que Harry pudesse lhe perguntar qualquer coisa, e Snape se prontificou a levar o garoto embora pra sua sala comunal. Ele saiu apressado de lá deixando Harry com aquelas lembranças, Rony Hermione e Gina que abraçou o marido quando chegou perto, o chamaram pra irem um pouco até a sala comunal da Grifinória, no dia seguinte teria quadribol, e o capitão precisava conversar com o time, eles estavam na escadaria quando alguém gritava por Harry, ele olhou e viu o garoto com uma maquina fotográfica, se virou seguindo seu caminho.
_Colin foto não estou cansando. – disse abraçando Gina pelos ombros.
_Quem disse que vim tirar fotos? – perguntou o garoto ofendido, fazendo o quatro amigos se virarem pra ele.
_Então o que é? – perguntou Gina.
_Acho que nosso time amanha estará desfalcado. – disse Colin.
_E por quê? – perguntou Harry.
_Demelza, estava descendo as escadas quando um daqueles idiotas da Sonserina que jogam no time a azarou e ela esta desacordada madame Pomfrey disse que ela não poderá jogar.
_Não acredito! – disse Rony. _E agora Harry?
_Eu achei legal outra coisa. – disse Colin como se não tivesse sido interrompido. _O cara que a azarou foi estuporado por outro cara da sonserina.
_Quem? – perguntou Harry, mas ele já sabia a resposta.
_Draco Malfoy. Foi ele que levou Demelza para a ala hospitalar. – disse Colin saindo com sua maquina para tentar tirar fotos das pessoas.
_Harry você não tem outra artilheira que se de tão bem com a Gina, e agora?
Harry sorriu ao amigo calmamente.
_espere até amanha para ver Rony.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.