FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

29. Agosto


Fic: P.S., Eu te amo... - Capítulo 30


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Gina acordou na manhã seguinte ao ouvir Laura vomitando no banheiro. A ruiva se juntou à amiga, passou a mão carinhosamente em suas costas e segurou seu cabelo.
“Você está bem?” ela perguntou preocupada depois de Laura ter parado de vomitar.
“Tô, são só esses malditos sonhos que tive a noite toda. Sonhei que estava num barco, num bote e todo tipo de coisa. Acho que foi só aquele enjôo que a gente sente no mar.”
“Tive esses sonhos também. Ontem deu medo, não foi?”
Laura concordou com a cabeça. “Nunca mais subo numa cama inflável novamente,” ela sorriu fracamente.

Luna chegou até o banheiro já vestida com seu biquíni. Ela havia pegado emprestada uma saia de Laura para esconder seu bumbum queimado e Gina teve que morder a língua para se conter e não pirraçá-la, já que ela estava claramente sentindo muita dor.

Quando chegaram na piscina, Luna e Laura se juntaram à brigada das Barbies. Bem, era o mínimo que podiam fazer, visto que graças a elas a ajuda chegou em alto mar. Gina não conseguia acreditar que caíra no sono antes da meia-noite na noite anterior. Ela havia planejado acordar sem fazer barulho para não acordar as garotas, ir nas pontas dos pés até a varanda e ler a carta. Como ela havia dormido no meio de tanta animação ela não conseguia entender, mas não podia ouvir a Brigada mais nenhum minuto.

Antes que Gina fosse arrastada para qualquer conversa, ela fez sinal para Laura saber que ela estava indo embora e Laura lhe deu uma piscadela, sabendo por que ela estava saindo dali. Gina amarrou sua canga em volta do quadril e saiu carregando sua bolsa de praia contendo a esperada carta.

Ela se posicionou longe de toda a agitação nos gritos das crianças, das risadas dos adultos e dos sons tremendo com as músicas no volume máximo. Achou um cantinho quieto e se aconchegou sobre sua toalha para evitar o contato com a areia quente. As ondas quebravam, iam e vinham. As gaivotas se chamavam no céu azul, pairavam sobre o mar e mergulhavam na água fresca e cristalina para conseguir seus desjejuns. Era cedo na manhã e o sol já estava muito quente.

Gina puxou cautelosamente a carta de sua bolsa como se fosse a coisa mais delicada no mundo e passou os dedos de leve sobre a palavra caprichosamente escrita, “Agosto.” Guardando consigo naquele segundo todos os sons e absorvendo todos os cheiros do mundo ao seu redor, ela gentilmente abriu o lacre e leu a sexta mensagem de Draco.



Oi, Gina,
Espero que esteja se divertindo muito nesse feriado. A propósito, está muito linda nesse biquíni! Espero ter escolhido o lugar certo para você, é o lugar que eu e você quase fomos na nossa lua-de-mel, lembra? Bem, fico feliz que possa tê-lo conhecido no fim das contas...
Aparentemente, se for para o lugar mais distante da praia, lá no final, perto das pedras na frente do hotel, e olhar para a esquerda depois da curva da praia, vai ver um farol. Me disseram que é lá que os golfinhos ficam... não muitas pessoas sabem disso. Sei que você ama golfinhos... diga a eles que eu mandei um oi...

PS, Eu te amo, Gina...




Com as mãos tremendo, Gina pôs o cartão de volta no envelope e guardou-o em segurança num bolso de sua bolsa. Ela podia sentir o olhar de Draco sobre ela ao se levantar rapidamente e enrolar a toalha de praia. Sentia que ele estava ali com ela. Ela correu rapidamente até o fim da praia, que acabava abruptamente por causa de uma colina. Ela pôs os tênis e começou a subir nas pedras para poder ver além da curva.

E lá estava.

Exatamente onde Draco havia descrito, o farol ficava do outro lado da colina, alvo como uma escada para o céu. Gina cuidadosamente desceu pelas rochas e seguiu até a areia. Ela estava sozinha agora. Era completamente particular. E então ela ouviu o barulho. Os guinchos dos golfinhos brincando muito perto da areia, longe dos olhares dos turistas na praia do outro lado. Gina se sentou na areia sob a sombra para vê-los brincar e ouvi-los conversar entre si.

Draco se sentou do seu lado.
Ele talvez até tenha segurado sua mão.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.