FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. Cap. IV


Fic: Lugar Comum


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

-Ohhh por favor, me chame de Astoria, Hermione! Posso te chamar de Hermione? “Claro que pode, afinal ela chama seu marido pelo primeiro nome, não é mesmo? Tão íntimos...”


-PÁRA – Astoria gritou pondo as duas mãos no ouvido. Hermione foi em direção à mulher, espantada.


-Astoria, tudo bem com você? Você não acha melhor descansar? Podemos conversar com calma mais tarde ou amanhã. Eu acho que o excesso de informações não te fez bem.


-Não...eu preciso falar.


Eu sempre fui encantada pelo Draco” Astoria fechou os olhos e sorriu. “Desde os tempos da escola, mas ele nunca me olhou, afinal eu era dois anos abaixo de vocês. Daphne, você deve ter conhecido Daphne, minha irmã” A morena olhou para Hermione que balançou a cabeça afirmativamente. “Ela estudou com o Draco, eu acho que eles chegaram a namorar escondidos por um tempo, mas meus pais não permitiram que fosse a frente. Meu pai tinha horror à guerra e de qualquer coisa que o lembrasse daquele que não deve ser nomeado”.


-Voldemort – Hermione disse séria. – O nome dele era Voldemort. O medo de um nome só aumenta o medo da própria coisa.


“Isso. Voldemort” Astoria disse em voz baixa. “Então era óbvio que meus pais tinham aversão ao Draco e sua família. Minha irmã começou então a namorar o Blaise, incentivado pelos meus pais, pois a família dele – assim como a minha – não se envolveu na guerra e não compartilhava os ideais de pureza de sangue que a família Malfoy possuía. Saíamos sempre os quatro (Daphne, Blaise, Draco e eu), logo após do casamento de minha irmã com Blás, Draco e eu começamos a namorar. Assim como haviam feito com Daphne, tentaram me proibir, mas eu sou bem diferente da minha irmã.” Astoria sorriu. “Ah como sou. Banquei o meu namoro. Não demorou muito para que Draco e eu casássemos. Meu pai me deserdou, mas a Narcisa...ai como sinto falta da Narcisa...”


Hermione discretamente colocava seu gravador em uma posição que pudesse captar a voz de Astoria. Olhou para a morena curiosa ao perceber que esta havia pausado. Astoria chorava baixinho. Hermione lhe ofereceu um lenço de papel.


-Você falava sobre a Narcisa – Hermione falou com cuidado.


“Sim...Narcisa...” Astoria parou para secar os olhos e nariz mais uma vez. “Narcisa me acolheu como uma mãe. Eu acho que ela havia ficado bastante feliz pelo Draco não se envolver com uma mulher que fosse adoradora das artes das trevas. Mas o que importa é que nos tornamos grandes amigas. Éramos companheiras naquela mansão sombria.” Hermione pode perceber quando um calafrio perpassou o corpo da mulher à sua frente, fazendo com que ela se sacudisse levemente. “E eu morria de medo do Lucius, da forma como ele me olhava, como desdenhava de mim pelos ideais da minha família, quando bebia me chamava de ‘amantes dos trouxas’”.


Hermione olhou compadecida para Astoria, não imaginava que aquela mulher com um ar de aristocrata já havia sofrido tanto.


-E o Dra.. – Hermione tossiu – E o Malfoy nessa história toda? – Hermione optou em utilizar o sobrenome do loiro.


-A grande verdade é que o Draco nunca teve coragem de se opor ao pai. Por pior que fosse o comportamento do Lucius, Draco nunca se indispôs com ele. Sinceramente? Eu acho que se o Lucius tivesse alguma coisa contra mim, se eu fosse uma mestiça ou nascida trouxa – A morena olhou para Hermione que fingiu não se importar com a colocação dela. – não estaríamos casados hoje, porque o Draco não se oporia ao pai.


-Entendo – Hermione disse pesarosa – mas continue...


“Então engravidei do Scorpius e minha vida se tornou um sonho. Lucius passou a me tratar diferente e aquela mansão sombria encheu-se de luz. Lucius deu várias festas em comemoração ao herdeiro que chegaria. E ele tinha certeza de que seria um menino. Quando Scor nasceu, ele foi o primeiro a pegá-lo no colo. Tudo estava em perfeita harmonia. Até que meu sonho se transformou em pesadelo.” Astoria olhou séria para Hermione que apertou suas mãos entre as suas como forma de incentivá-la a falar.


“E finalmente” – continuou Astoria – “entendi o motivo da felicidade do Lucius com o nascimento do Scorpius: ele viu no meu filho o herdeiro de toda sua maldade, o herdeiro que ele nunca conseguiu que Draco fosse”.


 


Hermione ficou pensativa, não se podia dizer que Draco não havia sido mau e perverso em sua infância/adolescência.


-Imagino o que está pensando, Dra.Weasley. Mas mesmo com toda inimizade que existia – Astoria enfatizou esta palavra – entre vocês, não pode dizer que ele era completamente perverso. Ele fez muitas escolhas erradas, isso é verdade, mas sempre influenciado, e por diversas vezes, obrigado pelo Lucius.


 


Hermione a olhou. Em sua cabeça uma sequencia de imagens se passou, todas relacionadas à sua convivência difícil na infância e adolescência com Draco Malfoy. Percebeu que, de certa forma, Astoria tinha razão: Draco sempre havia sido uma sombra de seu pai. Por um momento sentiu compaixão por Draco e por toda sua trajetória de vida. Meneou a cabeça e voltou a olhar para Astoria, a morena olhava profundamente para si. Hermione desconcertou.


Tossiu.


Astoria notou o incômodo em sua médica, mas tornou a falar.


“Então, você deve imaginar o meu desespero quando eu vi o meu filho, com nove anos de idade, torturando, sob aplausos do avô, um elfo doméstico.”


Hermione pôs as mãos na boca em sinal de espanto.


“Eu enlouqueci, gritei com Lucius que ele não tinha o direito de transformar meu filho em um comensal como havia feito com o filho dele. Discutimos, Narcisa interveio em meu favor. Ela viu o meu desespero e um mês depois comprou essa casa para o Draco com sua herança dos Black.” Astoria pôs a mão no rosto, escondendo as lágrimas. “Naquele momento eu decretei a morte da Narcisa, tenho certeza disso. Lucius era um lunático e não gostou nenhum pouco de, além da Narcisa ter se posicionado em meu favor, ainda ter arranjado uma forma de eu afastar o Scor de sua má influência”.


-Lucius matou a esposa? – perguntou Hermione chocada.


Astoria a olhou durante algum tempo.


-Eu acredito que sim. – respondeu Astoria – Na verdade, eu acho que ele utilizou os mesmos feitiços e poções na Narcisa e em mim. Só que Narcisa estava mais frágil do que eu, ela já havia passado por tantas coisas, sua saúde estava abalada e ela não resistiu muito.


-Então você sabia que havia sido enfeitiçada? – perguntou Hermione se sentindo cada vez mais horrorizada com o que ouvia. – E você consegue me apontar quais são os sintomas característicos desse feitiço para que eu possa encontrar uma forma de revertê-lo?


 


“Você vai realmente contar toda a verdade a ela?”


 


Astoria pôs a mãos nos ouvidos outra vez.


-Astoria? – Hermione se aproximou preocupada.


 


“Vai falar sobre seus medos e receios?”


 


-Pára! – Astoria gritou encolhendo as pernas e ficando em posição fetal. Hermione sentou-se na cama.


-Astoria. Calma! Estou aqui...Estou aqui – Hermione disse abraçando a mulher.


 


“Vá em frente, Astoria. Diga a ela tudo o que você precisou fazer para que Draco estivesse com você e que um de seus maiores medos é perdê-lo. Diga a ela que você tem medo que ele descubra que você foi a responsável para que seus pais descobrissem o namoro dele com sua irmã. Nós achamos que a doutora vai adora saber!”


 


-Me deixem em paz – gritou.


 


“Conte sobre os feitiços iniciais para que Draco pudesse olhá-la. E não se esqueça da poção do amor. Tudo armado para conquistá-lo... ”


 


-Astoria! Por Merlin! O que está acontecendo? – Hermione perguntou virando o rosto da mulher para si. A castanha se assustou. Parecia que Astoria havia envelhecido uns oito anos.


 -Eu ouço vozes, Dra. Weasley – Astoria respondeu assustada – e elas me lembram, a todo o momento, os meus pecados do passado. 


N.A: Oi xuxus!!! Olha eu aqui de novo, conforme combinado. O capítulo dessa vez vai ser curtinho. Mas preferi assim do que fazer um capítulo maior e atrasar.... Espero que tenha gostado desse capítulo. Por causa de vocês, a fic vai ter mais capítulos do que teria inicialmente. Estou super curtindo todos os comentários e eles estão me dando o maior gás para escrever.

Vou fazer uma maldade com vocês, mas é para o bem da fic em termos de qualidade. O proximo capítulo sai em 20 dias ( 5 dias a mais do que o costume), ou seja dia 5 de maio. Mas, caso no dia primeiro eu tenha já finalizado o capitulo, o publicarei antes.

Eu ainda estou com vontade de fazer um consolidadão de perguntas e respostas. Vou ver se consigo fazer entre o quarto e quinto capítulo.

Um beijão para vcs e obrigada pelos comentários! 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 11

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Larii Malfoy em 22/04/2013

Hmmm, então tem caroço nessa poção...só quero ver...

Amei o cap :)

Aguardo ansiosa pelo próximo!

beijos ;* 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por nathfbastos em 18/04/2013

Como assim 5 de maio?? ai ai ai ... rsrsrsrs to adorando !!!!! bjs

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por MaisQuePleura em 17/04/2013

Legal a conversa entre a Astoria e a Herms. A Astoria é esquizofrenica ou isso é consequência dos atos do Lucius?
Quantas coisas malucas a Astoria fez. Fiquei de queixo caído! Que pena do Draco, ele passou uma vida sendo enganado pela esposa.
Espero que ela conte tudo pra Herms, pois ela é uma boa ouvinte e acima de tudo a medibruxa dela.
Amei o capítulo e desculpa a demora em comentar.
Beijos 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Bsgp em 17/04/2013

òtimaaa

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Luana G. Malfoy em 16/04/2013

Adorei o fato deste capítulo ter sido dedicado a contar um pouco do passado da Astoria, mas jamais imaginei que ela pudesse ser capaz de fazer o que fez com a própria irmã... nem quero pensar na reação do Draco ao descobrir os pequenos segredos de sua esposa... poção do amor, golpe baixo Tori ( bem é Draco Malfoy, não podemos culpá-la inteiramente podemos?)

Ela deu apoção para ele por quanto tempo?


Eu realmente tenha pena da atual situação dela, os demonios que ela está enfrentando, mas de certa forma isso foi causado por ela...


Contudo meu dedinhos continuam como sempre cruzados, torcendo por Draco e Hermione, afinal ele está começando a ter impuldos por ela... o fato dele ser casado e ter um filho não deve ser motivo de impedimento para ele viver um amor de verdade ( não que com Astoria seja falso, bem no começo foi, mas acho que agora pode ser verdadeiro...) com a pessoa QUE ELE ESCOLHER, no caso Hermionr óbvio ^^ porém duvido que Astoria desistiria ou daria o amor da vida dela para outra assim de mão beijada para outra... acho que essa desição partirá do próprio loiro, no final se ele quiser dar a ele e a Hermione uma chance, por mais difícil que seja Astoria deveria deixá-lo, afinal ela deve isso a ele.... uma escolha que ele nunca teve....


CAPÍTULO PEERRRFEITO MARIS! ! ! !


mas 20 dias até o próximo?! coração aqui sufoca de ansiedade :)        

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Scarlett em 16/04/2013

Cap maravilhoso como sempre, mas fiquei com peninha da Astoria, tipo ouvir vezes me assusta p caramba...

Mas to aqui matutando q tipo de efeito essas poções ainda causam no Draco e como isso vai interferir na futura relação  dele com  a Mione!!!

Dia 5 seu lindo chega logo viu!!!

Bjosss 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Landa MS em 16/04/2013

Brilhante o modo como vc conduziu os segredos de Astória nesse cap. Amei mesmo ler e esperar tudo isso é realmente uma maldade e das grandes.

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por TAIANA TAVEIRA SILVA em 16/04/2013

Então a paixão que o Draco tem pela Astoria é tudo por contar de poções e feitiços?? Entã na verdade ele ama mesmo a Hermione? Ai Deus, agora eu to mais curiosa ainda rsrs...
Adorei o capítulo embora ele tenha me deixado cheia de curiosidade para os próximos. Vem logo dia 5 ♥ 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Vênnice em 15/04/2013

Com eu já disse para você: Estou sem palavras. O diálogo foi incrível do início ao fim, fiquei tensa com as vozes que Astoria está escutando. Lembrei-me do livro A Câmara Secreta, quando Hermione diz que até mesmo no mundo bruxo escutar vozes não é bom. Estou impressionada com a forma que você está conduzindo a história e muito curiosa, esperando por mais, sempre...


Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por M R C em 15/04/2013

que pena da Astoria Maria do Bairro dessa fic =/
mulher sofredora né ....
e nao acho que ela deve ter medo de contar seus pecados a Hermione, pois ela nao é julgadora.
de qualquer forma eu sinto que nessa fic a amizade delas vai amadurecer baastante.
mas me pergunto se isso em alguma hora vai ser o ponto de conflito quando ela e draco começarem um romance.
uiiiii 20 dias !!!!!! muito tempo, mas eu aguento se me der alguns spoilers ! hahahaha
beijos      

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por HeloiseMalfoy em 15/04/2013

Ai meu Merlin! 20 dias de espera? Será que aguentamos? Haha' 

Vish e agora hein? Com uma Astória insegura vou ficar com dó se a Mione ficar com o Draco! Ai como você gosta de complicar as coisas hahahaha Como sempre, parabéns!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.