FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

10. Sonho ou realidade?


Fic: A Força de um Destino


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Sem Malfoy no meu caminho, acabei rapidamente a checagem dos alimentos com o pessoal da cozinha. Fui então falar com Kate, para poder ser dispensada e descansar um pouco.
- Acabei. – falei assim que a encontrei, entregando a prancheta que ela me dera.
- Ótimo! – ela falou enquanto conferia se todos os itens estavam corretos – Você é realmente rápida. O Draco também deve ter ajudado muito, não é mesmo?
- Na realidade... – comecei falando seriamente e sem pressa – Eu o dispensei. Preferi fazer tudo sozinha.
- Nossa! Então você é realmente rápida! Parabéns! – Kate parecia entusiasmada.
- Muito obrigada. – agradeci gentilmente – Posso ir agora?
- Para onde? – ela perguntou.
- Vou para a minha cabana, descansar... – expliquei.
- Está louca, Gina? Precisamos de você aqui! Se ficar, poderemos acabar com os preparativos muito mais rápido. Talvez nem precisemos continuar amanhã pela manhã.
- Mas eu já fiz a minha parte! – falei enquanto apontava para a prancheta – Está tudo aí.
- Você se mostrou tão eficaz que achei melhor que você continuasse aqui nos auxiliando. Por favor... – pediu Kate enquanto dissimulava um choro copioso.
- Está bem, está bem... Eu fico. O que você quer que eu faça?
- Poderia começar ajudando Hermione na decoração do ambiente. – disse ela.
E assim o fiz. Fui até Mione e a auxiliei no arranjo do local. Depois Kate me deu outra tarefa, montar a mesa dos doces da festa de domingo. Já era de noite quando todos completaram os seus afazeres. Depois todos nos jantamos. O refeitório não estava muito cheio pois quase todos os campistas já haviam ido para as suas cabanas.
- Hoje foi um dia cansativo, não é? – Hermione pergunto enquanto íamos para nossa cabana logo após o jantar.
- Nem brinca! – falei – Fomos para Stoneville pela manhã, a tarde demos nossas aulas, depois me encontrei com o Malfoy duas vezes, tomei um banho no lago, mais tarde trabalhamos por horas nessa festa e agora só nos resta dormir. – lembrei de todos os acontecimentos daquele sexta-feira - É, mais um dia normal! – brinquei.
Hermione riu da minha cara.
- Você é muita exagerada, Gina. Não é para tanto. – replicou.
Chegamos na cabana naquele exato momento e eu me joguei na minha cama assim que entrei.
- Não é para tanto? Pois para mim é... – falei.
- Bem que você previu que não seria um dia fácil. – Hermione consentiu.
- É mesmo... – concordei – Mas eu não me importaria de fazer tudo o que eu fiz hoje de novo, exceto me encontrar com o Malfoy.
- Ah! Me lembrei! Nós não acabamos nossa conversa sobre o encontro de vocês no lago... – recordou ela – Pode continuar agora.
Bufei em desagrado. Já era tarde, mas mesmo assim parecia que minha amiga tinha energia para passar a noite em claro. Eu, porém, estava exausta e queria deitar em minha cama e dormir logo.
- Acho melhor a gente falar sobre isso amanhã... – desconversei – Já é tarde, e nós temos que acordar cedo para acabar com os preparativos da festa de domingo.
- É, pelo menos o da festa de amanhã já está tudo pronto. Então, fazer o quê, né? Se você quer dormir, então é isso que faremos.
- Muito obrigada – agradeci enquanto ia para o banheiro tomar uma ducha para poder depois dormir.
Realmente a minha intenção era adormecer e ter um sono tranqüilo até a manhã seguinte. Mas por mais que eu tentasse, não conseguia. Tive um sonho muito estranho aonde Malfoy era meu namorado e nós íamos nos casar! Esse garoto me perturbava até em meus sonhos, ou melhor, em meus pesadelos.
Acordei durante a madrugada sobressaltada logo após sonhar com ele. Estava suando e meu cérebro trabalhava sem parar. O pior era que agora eu estava sem sono.
A cabana estava imersa no breu. Consultei um relógio que estava em cima da estante com a ajuda da luz do luar que penetrava pela janela. Ainda eram três e meia da madrugada. Não dava para eu já me levantar a aquela hora. Então, como única opção, voltei a dormir. Quero dizer, ao menos tentei, pois não conseguia adormecer de jeito nenhum.
Fiz de tudo. Me virei para um lado da cama, para o outro, tomei um banho, li o meu diário várias vezes, mas parecia que nada adiantava. E o pior da insônia era exatamente isso, para você dormir você tem que estar com a mente vazia. Mas eu estava muito preocupada em dormir, ou seja, não consegui descansar nem mais um segundo naquela que foi a minha pior noite de sono em Stone Valley.

***

Olhei pela janela para a paisagem que se formava do lado de fora da cabana. O sol dava seus primeiro sinais e alertava que em breve mais um dia estaria nascendo. E lá estava eu, sentada em uma cadeira esperando por um sono que não chegou.
Não voltei a dormir depois que sonhei com Malfoy, como havia previsto. O pior era que esse sábado prometia ser um dia exaustivo, e eu não estava com a mínima disposição para a festa de hoje.
Meia hora depois, Hermione acordou. Minha amiga parecia ter tido uma ótima noite de sono.
- Já está acordada a essa hora? – perguntou sonolenta – Ainda é muito cedo.
- Eu tive um pesadelo e não consegui voltar a dormir. – respondi mal-humorada.
- Um pesadelo? – perguntou ela se espreguiçando – Você já está meio grandinha para isso, não está?
- Não foi um pesadelo qualquer com monstros ou outra coisa parecida. Foi com o Malfoy. – expliquei.
- Malfoy? – perguntou ela rindo.
Olhei para Mione com cara de poucos amigos e ela pareceu captar a mensagem.
- Nem vou perguntar como foi isso. – disse ela.
- Melhor assim. – assenti.
- Você deve estar cansada. Por que não deita um pouco e dorme? – perguntou Mione.
- Se eu conseguisse já teria feito isso a muito tempo. – repliquei impacientemente.
- Está bem, só estou preocupada com você. Não precisa ser tão rude.
- Me desculpe. É que eu estou muito “feliz” graças a essa “maravilhosa” noite de sono que tive. – ironizei.
- Está bem – disse Mione se levantando da cama – Vou tomar um banho agora e te deixar um pouco sozinha, já que parece que você não aprecia a minha companhia.
- Me desculpa. Não é nada com você, aliás, não é nada. Não existe problema algum. Eu talvez apenas esteja fazendo uma tempestade em copo da água.
- Mas de qualquer modo eu vou tomar um banho para despertar. – falou minha amiga enquanto pegava a sua toalha e se dirigia ao banheiro – Mas não precisa se preocupar. Eu já te conheço a bastante tempo e sei como você é quando está irritada. O melhor que se tem a fazer é deixa-la sozinha.
- Obrigada pela compreensão. – falei resignada.
Hermione em resposta, apenas acenou a cabeça como se dissesse “tudo bem” e adentrou no banheiro.
Fiquei sozinha novamente, mas nada parecia melhorar o meu ânimo. E o pior é que não havia motivo para tanto. Minha vida estava ótima, eu adorava o acampamento apesar de tudo, estar em companhia de Mione também era bem legal também. Mas por que então eu estava de tão péssimo humor? Nem eu sabia na realidade.
- Então, está melhor? – perguntou Hermione saindo do banheiro, enrolada em uma toalha.
- Estou. – menti. Não queria que o meu mau-humor passasse para Mione. Eu não estava bem, porém ninguém precisava saber disso.
- Você mente muito mal, Gina. – disse ela enquanto vestia-se.
- Eu sei... – falei chateada.
- Me conte o que está acontecendo. – pediu ela se aproximando com um olhar maternal.
- Hermione, saiba que o que eu mais queria agora era poder desabafar e contar para você tudo o que estou sentindo, mas não posso e você sabe por que, não é?
- Como eu iria saber, Gina? – perguntou ela.
- Se me conhece tão bem assim... – resmunguei.
- Mas também não posso ler mentes. – retrucou.
Arfei em desagrado.
- O motivo de eu estar assim é só uma noite mal dormida. Não tem problema algum.
- Se você diz... – falou minha amiga desistindo de tentar descobrir o que eu sentia.
- É, eu digo. Tenho certeza que não há problema. – falei.
- Então, já que é esse o caso, eu vou tomar o meu café da manhã. Acho que você não precisa de mim por aqui.
- Pode ir. – falei.
Hermione acenou em despedida e no segundo seguinte se foi me deixando novamente sozinha, apenas acompanhada de meus pensamentos.
Será que o que eu havia dito para ela era verdade? Será que o motivo para tudo isso era apenas insônia? Mesmo não querendo admitir, eu sabia o que estava acontecendo. O culpado era o Malfoy.
Ele invadiu os meus sonhos e depois disso não consegui voltar a dormir. Durante a madrugada, me peguei diversas vezes pensando nele. Pensando em tudo o que ele havia feito para mim em um dia apenas. Relembrando o quanto ele havia me perturbado.
Mas eu não podia mais ficar pensando nisso. Tinha que tirar esse garoto da minha mente.
Me levantei da cadeira e olhei ao meu redor. Procurei algo com o qual pudesse ocupar o meu tempo. Eu não tinha disposição para nada, mas ficar ali sentada, se queixando de tudo, não iria mudar absolutamente nada.
Por fim, resolvi sair um pouco da cabana e tomar um ar. Fui em meu armário e peguei qualquer roupa e a vesti. Assim que saí, pude sentir o ar puro da manhã penetrando em meus pulmões. Ainda estava frio, pois o sol acabara de nascer.
Olhei em direção ao lago, que refletia o azul límpido do céu. Para minha total surpresa, avistei Hermione sentada em um píer observando a paisagem.
Me aproximei dela e encostei minha mão em seu ombro, assim como ela fizera comigo no dia anterior.
- Gina? O que você está fazendo aqui? – perguntou ela depois de se virar para ver quem era.
- Não agüentava mais ficar naquela cabana. – expliquei – Vou até o refeitório tomar o café da manhã.
- Eu ia fazer o mesmo, mas essa paisagem me hipnotizou de tal forma que eu tive que sentar aqui e contempla-la melhor.
- É mesmo... Esse visual é mesmo deslumbrante... – concordei – Mas vamos logo para o refeitório! Eu quero ver se me animo um pouco.
- Tudo bem. Vamos. – disse ela se levantando.
Caminhamos em silêncio durante todo percurso. Eu geralmente não acordava tão cedo, por isso achei interessante o amanhecer. Era tudo como se ainda fosse noite. O frio permanecia, o silêncio da madrugada também estava presente, e todo o acampamento estava deserto. A única coisa que fazia o amanhecer se diferenciar do restante da madrugada era a iluminação fornecida pelo sol que havia nascido a pouco.
- Gina? Você está me ouvindo? – perguntou Hermione olhando para mim.
- Você disse algo, Mione?
- Eu estava falando com você. Pensei que havia me escutado. Mas parece que você está meio aérea hoje. – explicou ela.
- Me desculpe, eu estava mesmo desligada. – admiti.
Continuamos caminhando até chegarmos ao refeitório. Assim que entramos, pude perceber que vários outros monitores também acordavam cedo. Eu agradeci por Malfoy não ser um deles. Não queria de jeito nenhum me encontrar com aquele garoto.
Sentei em uma mesa ao lado de Joey que comia a sua refeição.
- Por que acordou tão cedo, Gina? – perguntou ele - Nunca te vi por aqui a essa hora.
- Resolvi acordar mais cedo para aproveitar mais o meu dia... – menti tentando fingir alguma animação na voz.
Hermione chegou até onde eu e Joey estávamos e sentou-se em uma cadeira ao meu lado.
- Eu estava falando com a Kate agora e ela me disse que parece que está tudo pronto para a festa de hoje à noite. – comentou ela.
- Mas hoje a festa é só para os monitores, não é? – perguntei olhando para Joey.
- É... – ele respondeu automaticamente – A festa dos campistas é só amanhã.
- E é para essa festa que ainda falta um monte de coisas. – disse Mione – Kate falou que teremos que trabalhar a tarde toda.
- Animador... – comentei sarcasticamente – Não vejo a hora de voltar a trabalhar nessa festa.
- Mas pelo menos hoje aproveitaremos muito bem a noite. – disse Hermione.
- Espero que sim... – falei.
- Agora, se me dão licença, eu já vou indo. – disse Joey se levantando da mesa – Tchau, garotas.
- Tchau... – respondeu Mione.
Voltamos a ficar só eu e minha amiga. Hermione me fitava com curiosidade como se quisesse que eu desse alguma resposta para ela.
- O que foi? – perguntei.
- Por que está assim? – questionou ela.
- Eu já te expliquei o motivo, Mione.
- Mas não me convenceu em nada. – retrucou ela ligeiramente.
- Então não posso fazer nada por você. – respondi.
- Está bem. O melhor que temos a fazer é esquecer isso. Vamos tomar o nosso café da manhã.

***

Minha manhã de sábado foi boa, considerando o dia anterior. Depois do café da manhã, fomos para a cabana mas logo Kate nos chamou para terminar os preparativos da festa de domingo. Depois fomos para o refeitório, almoçamos e voltamos a trabalhar. Pela tarde, dei minha aula de artes normalmente e depois tínhamos que montar a festa de hoje a noite.
Apesar de tudo já estar pronto, deu muito trabalho colocar toda a decoração, a comida, a bebida. Mas quando era aproximadamente cinco da tarde acabamos tudo. Eu e Mione rumamos para a nossa cabana para que tomássemos banho e nos aprontássemos para a festa de logo mais.
- Melhorou o seu ânimo? – perguntou Mione enquanto nos vestíamos.
- Estou bem melhor agora. E não é mentira... – falei.
- Dá para ver, parece mais animada mesmo. – comentou ela.
Realmente eu estava me sentindo muito bem. Mais disposta, mais contente, mais feliz.
- Acho que estou pronta... – disse ela se olhando no espelho. Hermione usava um vestido azul bem solto – Vamos?
- Espere. Eu não sei se minha roupa está combinando. – falei.
Eu estava usando uma calça jeans com uma blusa regata vermelha.
- Você está ótima, Gina. – disse minha amiga.
- Então tá, vamos!
Fomos conversando animadamente até a área central do acampamento, que era onde ia acontecer a festa. Durante todo o dia, nuvens se formaram no céu numa clara ameaça de que em breve iria chover. Como todas as festas são ao ar livre, Kate ficou preocupada com a possibilidade que uma tempestade estragasse a festa. Mas felizmente foi só uma ameaça, já pela tarde o céu ficou mais limpo e a possibilidade de chuva foi descartada.
Quando eu e Mione chegamos, pudemos ver o nosso trabalho finalizado. A decoração toda do lugar já iria ficar para a festa dos campistas no dia seguinte. O resultado final foi maravilhoso. Os objetos de decoração faziam alusões a pintores renomados, uma música agitada tocava e várias pessoas dançavam em uma pista improvisada, todos os monitores estavam lá e também todo o pessoal da administração do acampamento. Uma festa que tinha tudo para ser bem divertida.
- Finalmente vocês chegaram! – disse Kate para eu e Hermione – Só faltavam vocês.
- Tudo ficou perfeito mesmo. – comentou Mione enquanto contemplava o lugar.
- Graças a ajuda de todos os monitores, inclusive de vocês. – falou Kate.
Eu e Hermione fomos juntas até a pista de dança conversar com os outros monitores que estavam aproveitando a festa.
- Deu trabalho mas ficou ótimo... – comentou Derek comigo. Eu e ele estávamos em um canto mais afastado, sentados em uma mesa. Observávamos atentamente as outras pessoas dançando na pista.
- Eu nunca me cansei tanto na preparação de uma festa... – falei – A Kate exigiu muito de nós. Espero que nas próximas festas não seja assim.
- Eu comandarei a festa da semana que vem. – disse Derek enquanto ajeitava seus óculos.
- Por favor, não seja igual a Kate. – implorei.
- Vou ser pior... – brincou ele.
No momento seguinte, Hermione chegou até o canto aonde eu e Derek estávamos conversando.
- Oi, Derek. – disse ela o cumprimentando.
- Olá, Hermione. – retribuiu o garoto.
- Vocês estavam conversando sobre o quê? – perguntou ela se sentando em uma cadeira ao meu lado.
- Nada em especial. – falei.
- Eu estou com sede. – disse Hermione.
- Querem uma bebida, garotas? Eu busco para nós. – ofereceu Derek entendendo o pedido de Mione.
- Eu não... – tentei falar, mas Hermione me cortou.
- Queremos sim. Obrigada. – interviu minha amiga.
- Já volto... – disse Derek enquanto ia embora.
Olhei para Hermione de um modo reprovador.
- Você está muito mal acostumada com essas bebidas trouxas. – falei.
- Eu não estou com sede de verdade, só arrumei uma desculpa para me livrar um pouco do Derek.
- Por que diz isso? – perguntei sem pensar.
- Não suporto aquele garoto. Com aqueles óculos fundo de garrafa e o seu cabelinho para o lado... Ele é muito enjoado.
- Mione, como você é falsa. Fala dos outros pelas costas.
- Esquece isso... – disse ela enquanto parecia observar atentamente alguma coisa na pista de dança – Olhe lá aqueles dois... – falou enquanto apontava para Malfoy e Hannah, que nesse momento dançavam juntos uma música romântica bem lenta.
- Esse sim que é um insuportável. Não sei como a Hannah o agüenta. – comentei com desprezo.
- Nunca fui muito com a cara dele, mas acho que depois desse tempo todo ele perdeu um parafuso da cabeça. Quando está com você ele te perturba, tira sarro e te persegue. Até aí tudo bem, normal. O Malfoy sempre fez isso. Mas quando está com a Hannah ele parece ser carinhoso, atencioso, simpático. É isso que eu não entendo. – comentou Mione.
- Eu não sei. Não faço idéia do que se passa naquela mente insana dele. Mas de uma coisa eu tenho certeza, hoje eu não quero me preocupar com aquela coisa.
E foi exatamente o que eu fiz. Nem olhei para a cara dele mais. Malfoy também parecia cumprir o nosso “pacto de paz”, pois se quer veio falar comigo. Só ficou o tempo todo grudado com a Hannah. Eu adorei isso, pois poderia curtir a festa e não me preocupar com ele.
Depois de um certo tempo foi ficando tarde e quase todos já haviam ido embora. Era quase meia noite e só sobraram na festa, eu, Hermione, e Derek.
- Não querem mais uma bebida? – perguntou Hermione para mim e Derek.
- Mione, está tarde. E eu acho que você já bebeu além da conta. – falei para ela.
- É, está mesmo tarde. – falou Derek consultando o relógio em seu pulso – Já vou indo. Vocês não vem?
- Não estou me sentindo muito bem. Estou com náuseas. – falou Mione.
- Eu acho que ela está um pouco “alegrinha” demais por causa da bebida. Vou tentar leva-la para a cabana.
- Tudo bem. Então até amanhã. – disse Derek se despedindo.
- Tchau. – falei.
Assim que ficamos sozinhas, Hermione me olhou com repreensão.
- Eu não estou “alegrinha”. Estou bem. – falou enquanto se levantava da cadeira onde estava sentada e rodopiava sem sair do lugar até ficar tonta.
- Desse jeito você vai por tudo o que comeu para fora... – falei – É melhor irmos dormir.
- Dormir? É o que está todo mundo fazendo. Devíamos é aproveitar porque agora temos o acampamento só para nós. Que tal se tirássemos nossa roupa e corrêssemos nuas pelo bosque?
- Parece tentador, mas Mione, você não está bem mesmo. Nunca que em sã consciência diria isso.
- Talvez eu tenho bebido um pouquinho a mais, mas nada grande coisa. – disse ela aparentemente meio grogue.
A segurei pela mão e tentei a conduzir até a nossa cabana. Mas não era fácil pois Hermione tentava a toda hora se desencilhar de mim e propunha a todo instante fazer algo maluco como invadir a administração do acampamento, ou bater na porta das cabanas e acordar a todos.
- Vamos tomar um banho no lago? – propôs Hermione quando já estávamos quase em nossa cabana..
- Claro, mas amanhã. Hoje precisamos dormir. – expliquei a ela enquanto Mione me puxava pela mão até um píer.
- Eu quero agora! Agora! – gritou Hermione.
- Não faça barulho. Pode acordar alguém. – sussurrei para ela.
Ela fazia força para se soltar de minha mão e tentava ir em direção a beira do píer para se jogar de lá direto no lago. Mas em uma fração de segundos Mione conseguiu se soltar de mim e correu até a beirada do píer.
- Vamos! Vai ser divertido! – falou ela enquanto ameaçava se jogar.
- Não! Sai logo daí! – ordenei enquanto mantinha certa distância dela. Se me aproximasse, com certeza ela se jogaria.
- Tchau... – disse ela pulando de uma vez por todas no lago fazendo um barulho estrondoso quando caiu na água.
- Hermione, sua maluca... – falei enquanto também pulava no lago para tentar resgata-la.
A primeira coisa que senti ao entrar no lago era que estava muito gelado. Apesar de estar de roupa, o frio era imenso.
- Viu como a água está refrescante? – disse ela nadando até ficar do meu lado.
- Aqui está um gelo, isso sim. Mas agora vamos que eu vou te levar para a cabana. – falei enquanto tentava convence-la a sair da água.
- O que vocês fazem aqui? – perguntou uma voz vinda de cima do píer.
A situação que já estava ruim, ficou ainda pior. Quem estava lá era ninguém mais, ninguém menos do que Malfoy.
- Eu é que pergunto, o que você faz aqui? – questionei enquanto eu e Hermione saiamos do lago para ficar frente a frente com Malfoy.
- Não sou eu que estou tomando “banhos noturnos”... – resmungou Malfoy dando ênfase as última duas palavras.
- Quem é você? – perguntou Hermione assim que ficou de pé no píer.
- Você não se lembra, Mione? Ele é o insuportável do Malfoy... – expliquei.
- Ah, sim! Estou lembrando. Você é o garoto com quem a Gina sonhou ontem a noite. – falou Hermione.
- Ela sonhou comigo? – ele perguntou para Mione com uma nota de surpresa na voz.
- Lógico que não! – me intrometi – Ela bebeu um pouco demais e está falando besteiras, é isso.
- Como não, Gina? Você depois que sonhou com ele nem conseguiu mais voltar a dormir... – declarou Hermione.
- Acho melhor nós irmos embora... – falei enquanto pegava Mione pelo pulso.
- Eu deveria delatar vocês para a administração do acampamento. Vocês burlaram as regras daqui. – falou Malfoy.
- Por favor, não faça isso... – implorei – Lembre-se que prometemos que promoveríamos a paz entre nós.
- Está certo. Não farei nada. – declarou Malfoy – Vocês tiveram sorte porque eu sou uma boa pessoa e não vou prejudicar vocês.
- Obrigada... – agradeci a contragosto. Era difícil dar o braço a torcer, mas pelo menos dessa vez ele havia realmente sido legal.
Eu e Mione caminhamos vagarosamente de volta para nossa cabana. Depois de dar um banho em minha amiga, vestir o pijama nela e a pôr para dormir, fiz o mesmo comigo.
Quando estava deitada em minha cama, pronta para ter uma relaxante noite de sono, pensamentos começaram a vir a minha cabeça. Tudo pelo fato de Malfoy ter agido estranhamente mais uma vez. Ele tinha tudo para ter me denunciado para a administração, afinal é estritamente proibido ir ao lago a uma hora dessas. O que eu não entendia era que em certos momentos ele me trata muito mal, em outros ele age feito um louco dizendo que me ama e agora mostrou um novo comportamento, havia sido gentil. Como era possível que uma mesma pessoa agisse tão diferentemente? O que será que passa pela cabeça do Malfoy? Isso era impossível de se saber.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.