FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Single Chapter


Fic: Fingindo um sorriso


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Harry olha para mim, eu finjo um sorriso assim ele não vai ver
Que eu quero e eu estou precisando de tudo o que deve ser.
 

 
Ele olha para mim todos os dias, implorando-me, em silêncio, perguntando o que é a errado. Minto. Digo que não é nada. . . apenas o mais recente teste de Feitiços. Ele sorri para mim, me dizendo para ir devagar com o trabalho escolar. Eu sorrio de volta, dizendo que isso nunca vai acontecer.
 
Ele nunca vai conhecer os sentimentos que eu tenho por ele. Nunca. Eu sou boa em engarrafar minhas emoções. A verdade, é que eu sou apaixonada pelo meu melhor amigo. Meu melhor amigo, O-Menino-Que-Sobreviveu, Harry Potter.
Ele está fora do meu alcance, com seus tons de Quadribol ganhou músculos, seus olhos verdes brilhantes parece duas esmeralda, seu cabelo de ébano chocante, e seus lábios macios que eu quero só para mim. . .


 Mas ele nunca vai me amar do jeito que eu amo ele. Nunca. Por duas razões. Um, porque como eu disse antes, ele está fora do meu alcance, especialmente como eleé meu melhor amigo. Quero dizer, quem se apaixona pelo seu melhor amigo? Pessoas patéticas sem vida. Infelizmente, eu mim enquadro nessa categoria. Eu, com meu cabelo castanho espesso que sempre fica no meu caminho, então eu constantemente tem que meter uma mecha atrás da minha orelha. Eu, com a minha mania de sempre de ser mandona sabe-tudo essa atitude e incômoda constantemente ele e  Rony para terminar a sua última missão. Eu, e minha teimosia não deixar que esta paixão estúpida ir, e seguir em frente com minha vida.
 


Aposto que ela é linda, a menina que ele fala
E ela tem tudo o que eu tenho que viver sem
 


Dois, e a razão mais importante de tudo, ele é apaixonado por outra pessoa. Descobri há uma semana no intervalo entre Poções eo jantar. Ele me parou no corredor e mim fez sinal para eu segui-lo. Eu, sendo uma patética que eu sou, o segui. Contra a maré de estudantes, fomos até chegarmos a um corredor vazio.
Seus olhos estavam dançando com manchas pequenas de prata. É claro que eu iria notar isso. . . meu cérebro e muito patético. Mas antes que eu pudesse bater-me mentalmente, sua voz invadiu meus pensamentos.


 


"Hermione, eu estou em apuros." , Disse.


"O que você fez? Você falou de volta para Flitwick novamente? Eu juro, um dia-você"


"Não, não é assim ..."


"Então, como assim?"


"Eu só ... Eu acho que eu estou apaixonado." , Disse. Assim que ouvi a última palavra registrada em minha mente, meu estômago caiu.Meu coração foi esfaqueado simultaneamente,?


sangrando pequenas lágrimas de sangue.
 


Coloquei o melhor sorriso que eu poderia reunir e disse: "Como isso é um problema? Você deve se sentir bem."


"Esse é o problema ... Eu não sei o que sentir. Assim que olhei para ela nesta nova luz, eu pensei que tinha sido atropelado por um trem, eu não tive tempo tempo para resolver o meu sentimentos. "


"Bem, você teve tempo suficiente para registrar que a amava." , Disse eu, tentando não parecer tão fria com a declaração .


"Bem, sim ... mas o que eu devo fazer sobre isso?" , perguntou ele.


"Bem, em primeiro lugar você deve começar a reunir os seus pensamentos para um pouco, certifique-se de que você realmente se sentir assim ou se é só uma paixão." Hermione disse. Ele acenou com a cabeça, e fez um movimento para ela continuar, "Então você deve ir até ela e simplesmente pedir-lhe para ter um encontro. Mas não diga a ela que você a ama, se é isso que você sente-se, porque voçê pode assustá-la. "


Ele acenou com a cabeça novamente, "É só isso ?"

 
"Isso é tudo."


"Muito obrigado, Mione. Você é a melhor." Ele me beijou na testa e saiu apressado. Provavelmente ignorando a primeira coisa que eu disse e foi correndo para pedir a garota linda para ir para Hogsmede no próximo fim de semana.


Naquele dia eu me tranquei no meu quarto e chorei. Sim, chorei. Eu sou patética, se lembra? Eu tenho que chorar. . .
 
Harry fala comigo, eu rio porque é muito engraçado


Que eu não posso nem ver ninguém quando ele está comigo.
 


 


Agora estou aqui, no meio de longo trabalho de Poções, sozinha. Sim, só eu sozinha. Espere, não, Ron está aqui, sentado em sua poltrona habitual e jogar Snap Explosivo com ele mesmo. Eu deveria estar na biblioteca agora, mas desde daquele dia uma semana atrás. . . Eu estou a evitar Harry da melhor forma que eu posso.


Sim, isso está funcionando maravilhosamente, observe meu sarcasmo. Além disso, desde aquele "dia que" ele tem aparecido em toda parte. Eu acho que é a maneira de Merlin de me torturar. Ter que ver seu rosto sorrindo enquanto eu estou todo enfiado e miserável. Noite e dia foram as únicas vezes reais quando posso evitá-lo.


Mas aqui vem a tortura. Eu ouço o retrato abrir e eis que, há o próprio Harry. Ele está andando na sua forma habitual sexy. Droga. . . por que isso tem que acontecer comigo? 


Ah, não, ele está vindo em minha direção, devo me concentrar em meu trabalho.


Eu sinto a presença dele olhando para mim, sua forma formando uma sombra no meu pergaminho. "Hey Harry," o saudou com cautela.

 
"Ei, Mione."


 "O que foi?" Peço, ainda tentando me concentrar em meu trabalho.


 "Eu prefiro não mencionar." Ele disse descaradamente.


 Eu ri de sua tentativa idiota de uma piada. Ele sempre vem com uma nova forma de mim fazer-me rir. Nunca deixar de surpreender-me. "Por que você sempre faz isso?"


 


"O que?"


 "Faça-me perder o interesse no meu trabalho o tempo suficiente para ouvir uma tentativa idiota de uma piada." Eu respondo.


 "Eu faço você perder o interesse em você atribuições tempo suficiente para-ei!" , disse.


 "Demorando esta noite."


 "Não, na verdade eu sou muito rápido. Posso demonstrar se você me quer também."


 


Eu rir de novo, finalmente olhando-o nos olhos dele. Ele está em seu jogo de hoje, seu brilho está lá novamente, dentro de suas esferas de esmeralda. "Você quer alguma coisa?"


"Há muitas coisas que eu quero."


Eu girar em torno da minha cadeira e olhar para ele sem o risco de quebrar o pescoço. Só para encontrá-lo esperando uma resposta ágil, devo ter ficado olhando para ele por algum tempo. "Você deve ser um ovo duro de roer".


"Ah, eu sou bem duro."


Reviro os olhos enquanto eu tento manter uma risada. Eu, então, percebo que Ron já subiu para o dormitório dos meninos. Fazia sentido quando eu olhei para o relógio e vi que já era 11:30. Harry deve ter visto olhando para o relógio na parede: "Eu acho que é hora de ir para a cama."


"Gostaria de ser a minha escolta?" Eu perguntei descaradamente enquanto Juntei minhas coisas na mochila da minha mesa.


"Com prazer". Ele disse, estendendo a mão e se curvando.


Mais uma vez, eu rir e peguei sua mão fitei seu rosto e fiquei de pé e nós fazemos para o nosso dormitório. Quando chegamos, ele beija minha mão de boa noite, como sempre, e nós fazemos o nosso caminho para nossos quartos separados.
 


Ele diz que está tão apaixonado, ele finalmente acertou,
Eu me pergunto se ele sabe que é tudo que eu penso à noite.
 


O dia da Hogsmede foi muito rápido para chegar, na minha opinião. Fui acordada por meu despertador estúpido. Eu murmurei, "Eu não me importo" e bate no botão despertado. Normalmente eu amo Hogsmede, mas esta viagem foi a que eu disse a Harry para pedir a garota que ele amava para ir para um encontro. Eu me repreendi pela milionésima vez naquela semana.
Eu não tinha necessidade de conhecer alguém, não que eu geralmente fazia de qualquer maneira, então eu vestia casualmente em um jeans, uma camiseta e um suéter de Quadribol que eu "emprestado" de Harry. Eu fiz o meu caminho descendo as escadas, puxando meu cabelo em um rabo de cavalo que estava bagunçado e esbarrei no Harry.
Nós pousamos no tapete com um 'baque' apropriado. Eu tive o prazer de estar em cima dele. Envergonhado me atrevi a olhá-lo nos olhos, para encontrá-lo sorrindo para mim. Eu sorri de volta e nós dois começamos a rir. Ele, então, mim deu um olhar malicioso. Eu conheço esse olhar. Ele não ousaria.
Ele o fez.


 


Ele começou a fazer cócegas em mim, usando suas mãos grandes e macia para acariciar meu corpo. Se apenas isso esteve-se acontecendo em diferentes circunstâncias. Eu ri com esse pensamento, espertamente coberto com o riso que já estava emitindo da minha boca por causa de suas cócegas torturantes.


 


O empurrei com uma força que eu não sabia que eu tinha, e começei a fazê-lo suportar a tortura que ele me fez. Ele começou a rir um riso alto que eu nunca tinha ouvido dele antes. Mas eu não vou deixá-lo ter a satisfação. Seus risos de tortura misturando com os meus risos de satisfaçã.
Parecia que eu ganhei até que ele me virou, mas não me agradam. Meus pulsos foram para o solo por as mãos firmes e minhas pernas estavam imóveis por suas pernas. "Dar?" , perguntou ele.


 


"Dar". Eu relutantemente disse. Eu teria gostado de passar o resto do dia assim, só eu e ele, em um ataque de risos e rolando ao redor da sala comum. Mas, se o meu conselho realmente funcionou, ele tem um encontro para ir.


 


"Vamos lá," ele disse cmim tirando do chão ", precisamos tomar café da manhã."


"Ok".
 


Ele pegou minha mão e me levou para o Salão Principal e nos encontramos com Rony e Gina. Nós conversamos, apenas apenas tomei um pouco do meu café, exceto Ron, ele estava em sua terceira porção de arenque. Ao longo de toda a refeição, Harry não mencionou o seu encontro. Então, claro, eu perguntei a ele. "Então, alguém especial que você está levando para Hogsmede, pessoal?"


"Estou levando Luna". Rony disse calmamente. Ninguém disse nada, como eles tinham saído nos últimos dois meses.


"Neville me pediu, então eu vou com ele." Gina disse. Essa declaração ganhou alguns olhares curiosos de espectadores e intrometidos.
Todos olharam para Harry, completamente ignoranda porque eu nunca tive um encontro. Não que ninguém me perguntou, meu coração estava apenas sempre em outro lugar, bem já estabelecido.


Ele não respondeu no início, mas ele recuperou a compostura quando ele disse: "Ninguém."


Eu fiquei chocado. Será que ele não pediu a garota que ele amava 'para Hogsmede como eu disse para fazer? Será que ela recusá-lo? Se ele não pedir a ela. . . por que ele não pergunta a ela? Eu disse a ele que estava tudo bem, ele tem a minha permissão, minha bênção. O que está acontecendo?


Quando todo mundo estava fazendo o seu caminho para a aldeia, eu propositadamente andei muito perto de Harry e perguntou: "Por que você não perguntou a ela?"
"Eu não podia." ele respondeu, olhando para a frente e evitando meu olhar.


"Por quê?"


"Porque eu a amo muito."


Deixei por isso mesmo e continuamos nossa caminhada até Hogsmede, contemplando o que ele me disse todo o caminho. Como não poderia perguntar a ela porque a amava muito? Como diabos é que isso funciona?
 Parecia que tinha sido apenas um dia na vila, quando estávamos voltando para Hogwarts. Harry e eu passamos o dia inteiro juntos, e eu esqueci completamente por isso que eu estava tentando evitá-lo em primeiro lugar. Oh yeah. . . Eu o amo muito, e eu não posso tê-lo.
 


Ele é a razão das lágrimas no meu violão
A única coisa que me mantém desejando em uma estrela cadente
Ele é a música no carro que eu continuo cantando, não sei por que eu faço
 


 


Naquela noite, eu olhei para meu teto e pensei em como a vida era injusta. Clichê, eu sei. Mas por que eu tenho um melhor amigo incrível que é tudo e mais? Por que eu tenho que cair no amor por ele? E por que ele tem que amar alguém?


Adormeci naquela noite era como tentar esperar a chuva em uma seca. Inútil e decepcionante. A manhã chegou quando eu finalmente tive o poder de fechar meus olhos. Mas o destino é uma coisa cruel e isso fez o meu alarme disparar. A temperatura hoje foi 68 graus.


Domingo são destinadas a ser lentos, mas eu lavando e mim vestido rapidamente, a fim de obter um café da manhã. Mais uma vez, as minhas tentativas de evitá-lo é fútil como ele já está na sala comunal.
"Bom dia, Mione." Ele me chamou.


"Bom dia, Harry."


"Você parece horrível". Ele disse , quando ele olhou para mim.


"O que uma ptima forma de aumentar a minha auto-estima." , Eu disse.
 


Harry riu, "Venha, eu vou levá-la para toma café." Eu concordei e ele pegou meu cotovelo e guiou a nós dois para fora da sala. "Então, à noite, foi difícil?"


"Eu não conseguia dormir." Eu respondi com sinceridade.


"Alguma razão especial para que você não pode dormir?" , perguntou ele.


"Muita coisa em minha mente."


"Qualquer um desses pensamentos me incluir?" , ele perguntou enquanto balançava as sobrancelhas.


Revirei os olhos, "Você, eu, a sua camisa ..."


"Eu estou ouvindo."


Eu ri enquanto revirava os olhos de novo. Ele era muito ingênuo, às vezes, "Outra vez".


Ele agarrou seu dedo, "Maldição".


Nós rimos todo o caminho para o Grande Salão, onde tomamos nossos lugares regulares ao lado de Rony e Gina e comemos outro pequeno-almoço ligeiro.
 


Harry passa por mim, ele poderia dizer que eu não consigo respirar?
E lá vai ele, tão perfeito
O tipo  impecável que eu gostaria de ser.
 


No tempo entre Runas Antigas e Defesa Contra as Artes das Trevas no dia seguinte eu andava com ele. Como eu tinha feito muitas vezes antes, cada vez que a respiração dele pega na minha garganta e eu não consigo respirar, até que ele passa por mim. Será que ele percebeu? Será que ele se importa? Ele anda como se ele não fez nada. . . por isso ele não deve saber do efeito que tem sobre mim.
Ele anda como se nada no mundo possa impedi-lo. Com um equilíbrio e muita graça. Eu gostaria?poderia ser assim, não se preocupam com o mundo em torno de mim. Mas eu sei, e foi efetuar em mim, em mais de uma maneira.


 


Sentei-me ao lado dele quando eu finalmente cheguei na sala de aula, tentando não dar qualquer sinal de nossa passagem no corredor. Peguei minha pena e tinta, pronta para tomar notas, quando senti um toque no meu ombro. Eu olhei para ver Harry olhando para mim.


 


"O que?" Eu perguntei.


 


"Qualquer conselho mais?" , perguntou ele.


 


"Conselho? ." Harry acenou com a cabeça, "Bem ... desde há ultima viagens não mais Hogsmede tão cedo ... você deve apenas dizer a ela como se sente. Mas diga a ela que você gosta dela, não que a ama." Eu disse a ele.


 


"Qualquer coisa menos dramática ...?" , perguntou ele.


 


"Umm, como sobre o enviar flores."
 


 "As flores ... sim ... que boa ideia. Que tipo de flores que as meninas gosta?"


"Depende da menina. Eu prefiro lírios, mas ela pode preferir algo como cravos ou rosas".


"Ok, obrigado, Mione."


"Não tem problema."
 


É melhor ela abraçá-lo apertado, dar-lhe todo o seu amor
Olha nos olhos bonitos e sei que ela é causa de sorte.
 


As semanas seguintes foram de tortura. Ele estava sempre a perguntar-me o que fazer e como fazê-lo com indiferença. Esta menina tinha que valer a pena. Se ela não o ama-lo de volta, ela vai quebrar seu coração. Melhor ela contar suas estrelas da sorte e chamar a si mesma de sorte de estar com um cara como o Harry.


 Quando acordei em uma quarta-feira normal, eu encontrei um lírio branco bonito ao meu lado no meu travesseiro. Eu sorri automaticamente quando eu o vi. Pegá-la e acariciar suas pétalas aveludadas, notei uma nota ligada ao seu caule verde. Eu destacou-lo e lê-lo completamente, sorrindo para cada palavra.


 "Você é o sol na minha pele
Você é o ar que eu respiro


Você é a água que eu bebo
Você é minha vida
Eu te amo, Hermione Granger
-Seu admirador secreto '
 


 


Agora uma sombra brilhante de cor de rosa, eu oljei para o papel mais uma vez e cheirei o lírio uma última vez antes de fazer o meu caminho para o salão comunal. Harry estava lá, como de costume, e eu me vi olhandopara ele muito feliz. "O que foi que você parece tão feliz?" , perguntou ele.


"Alguém me deixou um-não importa." Eu disse, decidindo que não era de sua conta. Se eu continua recebendo surpresas como esta, eu devo conta para ele no próximo mês. Sim. . . que vai acontecer.


"Ok, não me diga, mas é melhor você se apressar e se vestir ou vamos nos atrasar para o almoço." , Disse.


Foi então que eu percebi que eu ainda estava de pijama, então eu corri até as escadas, tomei banho, mudei de roupa, e corre de volta para baixo. "Uau, a apenas dez minutos, não é mau." Harry disse, olhando para o relógio.


Eu levei um arco e o segui para fora da sala comunal. Estávamos lado a lado todo o caminhar, ocasionalmente, batendo as mãos. Ele me fez corar durante o curso.
 


Ele é a razão das lágrimas no meu violão
A única coisa que me mantém desejando  uma estrela cadente
Ele é a música no carro que eu continuo cantando, não sei por que eu faço.
 


Desde que chegou, os lírios eles têm estado em minha mente. Quem sabia que era a minha flor favorita ? E quem é doce o suficiente para me enviar um bilhete de amor? Bem. . . pelo menos eu estou pensando que esse cara não é o Harry. Merda.


 


Enquanto eu fazia meu caminho de volta para o meu quarto, eu ficava pensando em quem os admiradores possíveis poderia ser. Harry. . . É certo, Ron. . . não, ele não é sensível o suficiente para me dar flores. Mas quem é que isso deixa? Todo o corpo estudantil masculino.


 


A sala comum estava vazia, e meu dever de casa foi feito desde pouco antes do jantar, então eu peguei um livro e fiz meu caminho para o sofá em frente à lareira. Quando eu estava terminando um capítulo bastante interessante, ouvi a porta abrir e alguém entrou no salão. Ele está aqui.


 


Eu escolhi ignorá-lo e definir minhas prioridades para o meu romance, secretamente esperando que ele não mim notar aqui e me salvar da tortura das borboletas no estômago. Tentei me concentrar sobre ele e sobre a coisa do admirador secreto, mas parece que este admirador deve ter encontrado alguém para enviar flores também. Oh, bem, voltamos à estaca zero, secretamente amando o meu melhor amigo, enquanto ele ama alguma outra garota. Grande.


 


Minhas orações não foram respondidas, quando ele escolheu o assento ao meu lado no sofá e começou a ler sobre o meu ombro. "Posso ajudar?" Eu perguntei.


 "Hmm ... Acho que sim, eu estava procurando outra dica. Mas, como você está ocupada lendo o mais recente livro,novela britânica grande. "


 Eu coloquei o meu livro e olhei para ele, "eu não tenho mais nada. Eu já lhe dei todas as dicas e conselhos que você precisa. Agora, você n precisa dizer a ela como se sente ou desistir."


 Ele me olhou com um olhar estranho em seus olhos, "Você tem certeza?"
 


 


Eu balancei a cabeça, "Harry, eu disse que flertar com ela então ela teria a idéia."-Ele acenou com a cabeça "Eu lhe disse para dar-lhe flores e um bilhete." -Outro aceno "E eu disse-lhe para escrever um bilhete para ela anonimamente para que ela possa obter os seus sentimentos para fora e não rastejar para fora." Ele só me olhou nos olhos, nenhum aceno ou nada.


Levei um momento para registrar por que diabos ele estava olhando para mim com aqueles olhos incríveis verdes. Mas desta vez, quando eu olhei neles, eu vi uma coisa diferente. Não usuais partículas de prata, mas outra coisa. Algo que eu nunca tinha visto em seus olhos antes. Oh. Meu. Deus.


"Oh, meu Deus". Eu disse, espelhando os meus pensamentos.


"Eu estou supondo que você chegou no meu ponto, então." , Disse.


Eu balancei a cabeça. Tudo esse dias, todo esse ciúme tinha sido em vão. Eu tinha ciúmes de mim. Eu tinha duvidado de mim mesmo de amá-lo o suficiente. Claro que sim. Mas espere, ele me amava. Ele. Amado. Mim.


"Você me ama?"


Harry acenou com a cabeça.


"Por que você não me disse antes?"


"Eu não queria assustá-la." Ele respondeu sério, mas eu podia sentir o humor presente, então eu sorri.


"Todas essas dicas que eu te dei ..."


"Seria a minha maneira de tentar conquistá-la." Ele explicou, "gênio bonito, hein?"


"Muito". Eu disse, quebrando um sorriso. Após uma breve pausa, perguntei: "Quanto tempo?"


"Eu não sei. Acho que eu sempre imaginei que um pouco ..." -Corei "Mas um dia ele me bateu. Comecei a me sentir diferente em torno de você, nervoso, trêmulo, e muito estranho." Ele disse: "Mas eu tenho mais uma coisa para lhe pedir."


Eu balancei a cabeça, "Claro".
 


"Você tem alguma dica sobre quando eu posso beijar a garota?"


"Bem, se você quer se sentir da mesma forma. E você realmente, realmente quer beija-la,voçê pode beija-lá agora"
 
He's the time taken up, but there's never enough 
And he's all that I need to fall into…
 


Foi otimo. Pura felicidade. Seus lábios se aproximaram lentamente sobre o meu eles se tocaram e eram tudo o que eu pensava que seria. Macio, liso, e todo junto incrível. Senti seu braço forte em volta da minha cintura e me puxar para perto dele. Eu não sei mais o que fazer, eu nunca tinha beijado um menino como este antes. Então eu fiz o que o instinto me disse para fazer, coloquei a mão em seus cabelos e puxei para mais perto do que ele já estava.


 


Seus lábios arrastado pelo meu e logo encontrei seu lábio inferior e mordi de leve. Oh, Deus, o que eu faço? Instinto continuou a assumir, minha boca se abriu e ele veio. Sua língua foi imediatamente procurando a minha. A minha língua foi rápida para ajudá-lo e quando tocavam. Eu vacilei.


 


Oh meu Deus, eu vacilei. Eu vacilei longe dele. Eu tinha que mim manter calma, eu tinha que tentar de novo. Então, eu encontrei a língua dele novamente e emaranhadas com o meu com mais confiança de que eu sabia que tinha.


 


Antes que eu percebesse, nós separamos para pega o ar, sorrindo um para o outro e me sentir como idiotas. "Quanto tempo?" ele me perguntou.


 


"Muito tempo". Eu respondi: "Eu te amo, Harry."
 


 


Ele sorriu, aquele sorriso bobo que eu amo, "Eu te amo, Mione."


"Você não tem idéia de quanto tempo eu esperei para ouvir você dizer isso." Eu disse a verdade.


"Eu acho que tenho uma idéia."


A próxima coisa que eu sabia que seus lábios estavam nos meus novamente, e continuamos de onde paramos. Exceto, no que eu gosto de chamar, "Posição coçegas".


Harry olha para mim, eu sorriso para ele assim ele vai saber que eu o amo.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.