FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

11. Toda Cura Para Todo Mal


Fic: Amor ao primeiro tropeço, A Profecia Esquecida!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Peço perdão pela demora mais uma vez (tah fikando meio comum issu neh?? o.Ô)
Agradecendo:


Belatrixx.Lestrange:
sabia q vc ia gosta ^^....rlx cara....o resgate dela virá uma hora ou outra, soh naum garanto q seja nesse cap....

Mah Bernardi: xD vc vai sabe agora o q eh o plano, num vo adianta nd....eh soh vc le ^^...meu estoque d bombas d bosta acabou pq eu joguei as últimas qdu cortaram a maioria das cenas da Tonks nu HPOF....

Mana Tahhh: vlw ^^jah t add viu? espero q vc goste du resto....

Eeeeee mari.....tah dificil hein....tira essa urucubada d vc colega, soh num desanima naum pq vc ainda tem eu e a vaca pra faze companhia ^^ enjoy it....

Cap. XI

A semana deles voou, Harry passava os dias no beco diagonal para ser facilmente localizado por Voldemort, quanto mais depressa ele o encontrasse melhor para seus planos. Hermione repassava todas as noites o plano na sede da Ordem, nenhum deles estavam indo à escola e nenhum membro da Ordem ia trabalhar, todos tinham papéis importantes naquela armação.

-Remus, você ter certeza ABSOLUTA que vai fazer isso? - perguntou a Sra. Weasley pela...perdi a conta de quantas vezes.

Lupin a olhou com uma cara de se-me-perguntar-de-novo-arranco-seus-cabelos e ela (finalmente) entendeu que era o única alternativa. Já fazia três dias que todos iam para seus postos junto com Harry e ficavam aguardando (im) pacientemente. Quando já tinham perdido toda a esperança, ele apareceu...

Voltando uma semana no tempo e indo direto pro Japão....

-Você teve três alarmes falsos, garota. Acha que o Lorde das Trevas tem tanta paciência assim? - ralhou Bellatrix.

-E você, com toda essa inteligência acima da média não percebeu que isso é normal, titia? - retrucou Tonks - Não posso controlar. - Bellatrix ficou vermelha de raiva e foi embora

Tonks estava muito nervosa, tinha descoberto sobre a profecia e tudo que ela dizia, agora tudo o que tinha em mente era salvar o filho e se possível, entregá-lo a Lupin. já tinha aceitado a idéia de se sacrificar para não ter de matar Harry, jamais se perdoaria caso isso acontecesse. enquanto sua mente estava perturbada por tais pensamentos, sentiu algo úmido escorrer entre suas pernas, (não vão pensar besteira hein....dexa eu termina pelo menos) e quando olhou para baixo percebeu que era água.

-A bolsa... a bolsa estourou.- ela ficou desesperada - A BOLSA ESTOUROU!!! - deu um berro tão grande que os comensais que faziam a guarda na casa entraram correndo para saber o que estava havendo. Bellatrix abriu caminho entre eles e viu que dessa vez estava mesmo na hora. Tonks deu mais um grito de dor por causa de uma contração e o chão à sua volta rachou.

-A profecia... Ela realmente ficou mais poderosa por causa do nascimento do bebê... - Bellatrix olhava fascinada para o chão quebrado, até que um estalo em sua mente a fez acordar do transe temporário. - O QUE VOCÊS AINDA ESTÃO FAZENDO AQUI? VÃO AVISAR O MILORDE!!! - ela berrou aos atrapalhados comensais. - Venha comigo, garota.

Levantou Tonks pelo braço e a ajudou a ir até a porta da frente. Andaram lentamente e quando chegaram lá, Voldemort já as esperava. Ela sabia o que aconteceria a seguir, mas não sabia como poderia salvar o filho e impedir que Harry morresse. Ficou mais desesperada do que antes: não poderia escolher entre a vida deles, isso era impossível.

-Finalmente, Srta. Tonks. Não sei que perigos existem para uma mulher que está prestes a dar a luz aparatar, mas vamos descobrir assim que tentarmos. Você - ele apontou para o comensal que estava perto do portão - Procure Potter no Beco Diagonal, ele deve ter procurado um lugar bem fácil de se encontrar, e volte logo.

O homem foi e um minuto depois ele voltou dizendo:

-Ele está sentado em um banco perto da loja de logros, aparentemente alguns membros da Ordem estão escondidos perto do local, milorde.

Tonks sentiu uma vertigem, parte pelas contrações, parte pela possibilidade de Lupin estar entre eles.

-Então já podemos ir, me acompanhem e não façam nada contra Potter, eu vou acabar com ele, ou melhor, a senhorita aqui se prontificou a fazê-lo.

Os comensais riram e logo depois Voldemort segurou Tonks pelo braço e aparatou perto de onde Harry estava.

Hermione, Rony e Gina estavam dentro da loja de Fred e George, escondidos atrás de uma prateleira perto da vitrine. Lupin ficou bem mais distante, permanecendo na penumbra de um beco, a Sra. Weasley e seu marido ficaram do outro lado da rua onde Harry estava sentado. Gui e Kin se disfaçaram e esperaram no Caldeirão Furado. No momento em que Voldemort e os comensais aparataram a cerca de 20 metros de Harry, todos ficaram com os nervos a flor da pele. Lupin perdeu a pouca cor que tinha no rosto quando viu Tonks segurando a barriga, ajoelhada no chão, percebeu que ela estava em trabalho de parto e se sentiu horrorizado com a situação que Voldemort estava impondo a ela. "Como ele pode fazer isso com uma mulher nesse estado?", pensou ele. Usou todas suas forças para não correr em direção a ela e ampará-la, porque isso estragaria todo o plano. Apertou a capa de invisibilidade de Harry e esperou pelo sinal combinado.

-Imperio. - disse Voldemort calmamente, apontando para Tonks.

Ela teve a impresão de que alguém a controlava como uma marionete. em outra situação ela teria facilmente repelido o ataque, devido ao seu treinamento de auror, mas fraca e com fortes contrações não poderia fazer nada.

-Agora por favor, levante sua varinha e ande em frente. - disse uma voz em sua cabeça.

-Não, eu não quero. Me leve pra casa. - dizia ela em resposta, mas sem muita força em suas frases.

A voz dentro de sua cabeça insistiu e ela não pode evitar. Deu alguns passos e parou por causa da dor.

-Por favor, me leve daqui, está doendo muito.

-Só mais um pouco, e eu a levarei para um lugar quente e confortável.
(um caixão talvez? ai, desculpa gente....essa saiu sem querer xD)

Quando ouviu o som de alguém aparatando, Harry se virou e viu Voldemort lançando a maldição em Tonks, e ela começou a andar lentamente, meio curvada, em sua direção. Sentiu que não teria outra oportunidade como essa, então tratou de por logo seu plano em prática.

-Solte-a Voldemort, esse assunto é só entre eu e você. Ou será que descobriu que não pode me vencer em uma luta justa? Vai precisar da ajuda de uma mulher nesse estado? - Harry se sentiu a pior das criaturas ao falar de Tonks desse jeito, mas era necesário.

-E você se sente superior a mim em uma luta justa? Não pense que eu sou tolo, Potter. Não vou cair nesse joguinho de dexar o inimigo com o orgulho ferido, porque se não eu jamais teria me dado ao trabalho de cuidar dessa sangue-ruim por nove meses.

-Ah, sei. Ela é sangue-ruim, mas e você? Por acaso veio de algum família nobre, Tom Riddle?

-Cada minuto que passa sua preciosa colega perde as poucas chances que tem de salvar a si mesma e ao filho, então vamos acabar logo com isso, porque morta ela não me servirá de nada. - Voldemort ficou claramente irritado com a menção de suas origens.

Tonks, que estava fixando o chão, ergueu os olhos e mirou Harry. Um brilhou dourado tomou conta de seu corpo e sua varinha vibrava em sua mão. Em nenhum outro momento esteve tão poderosa e Voldemort se impressionou com aquilo. Ela estava prestes a lançar a maldição quando Harry gritou:

-AGORA!!!

Os membros da Ordem saíram de seus esconderijos e saltaram em cima dos comensais. Voldemort foi pego de surpresa e Tonks hesitou em seu ataque. Era disso que Lupin precisava. Aparatou na frente dela e escondeu os dois embaixo da capa. Quando ficaram invisíveis, desaparatou para o beco em que estava até momentos atrás. Voldemort deu um grito de raiva e lançou um feitiço em Harry. Os dois começaram a duelar ferozmente e todos, membros da Ordem e comensais, pararam alguns instantes admirados com a batalha, voltando logo depois para os próprios oponentes.

Harry havia aprendido muitos feitiços diferentes no escritório de Dumbledore. A própria Minerva McGonagall o ensinou, utilizando livros escritos pelo antigo diretor. Seu ano escolar, que já era difícil por ser o útimo, ficou ainda mais complicado porque ele precisava dar conta dos deveres, encontrar as horcruxes e ter aulas com a diretora da grifinória (ele achou a última particularmente mais complicada, pois ela era exigente ao extremo).

Durante seu duelo com Voldemort, ele usou todo esse conhecimento para atacar e se defender. Bellatrix duelava contra Gui, mas sempre olhava de vez em quando para o mestre, que tinha muita dificuldade de vencer a seqüência de feitiços lançados por Harry. Depois de alguns minutos de árdua guerra entre os dois, Voldemort se desequilibrou ao desviar de um feitiço e encostou um dos joelhos no chão, Harry mandou a varinha dele para longe com um Expelliarmus.

_______________________________***_______________________________

Versão dos fatos que se sucederam contados a partir da visão de Bellatrix:

Conseguiu deter Gui por alguns instantes e se virou para ajudar seu mestre vendo que Harry ia matá-lo, e berrou:

-AVADA KEDAVRAAAAAAA!!!

_______________________________***_______________________________

Versão dos fatos que se sucederam contados a partir da visão de Voldemort:

Voldemort olhava para Harry com uma cara de eu-matei-seus-pais-mas-foi-sem-querer-me-perdoe quando levantou em um pulo e tentou pegar a varinha que o menino mantinha acima da cabeça. Ouviu alguém berrando um Avada Kedavra que atingiu.....

_______________________________***_______________________________

Versão dos fatos que se sucederam contados a partir da visão de Harry:

Estava prestes a matá-lo, mas hesitou por um instante. "Eu...não quero me tornar um assassino". De repente Voldemort pulou em sua direção tentando arrancar a varinha de sua mão e um jato de luz verde veio em sua direção.

_______________________________***_______________________________

Versão dos fatos que se sucederam contados a partir da minha própria visão, já que eu sou a autora e também mereço contar do meu jeito, porque só eu sei o que aconteceu de verdade...MUAHAHAHAHAHAHAHA *risada maléfica*

Ao mesmo tempo que Voldemort pulava para pegar a varinha, Harry ficou surpreso com o movimento do oponente e Bellatrix lançou o feitiço. Para azar (só dela e dos comensais), a pior das maldições atingiu Voldemort em cheio bem no meio das costas. Ele caiu morto antes de encostar no chão, e a luz vital de seus olhos se apagou para sempre.

###---###---###---###---###---###---###---###---###---###---###---###---###---###---###---###

Eh issu ae gente. Chegamos ao fim de mais um cap, mas naum pensem q soh pq o Voldemort morreu a fic tah taum pertu du fim, pq lembrem-se: a fic eh sobre o Lupin e a Tonks.
O nome desse cap eu peguei de um dos últimos cds du Pato Fu, q eu gosto pra caramba e achei q tinha tudu a v com a morte du Tio Voldy
Espero q estejam gostando e por favor não façam vudu comigo pelo q vai acontecer nu proximo cap tah??? juro q tudu vai se encaixar.....to meio deprimida essa semana, por issu demorei a posta.....foi mal msmo gente....comenta lah soh pra dah uma forcinha vlw?
Jyyane....

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.