FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

14. Conquistando Hermione Granger


Fic: Era só uma aposta


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Hermione levantou-se pela manhã, com muita dor no braço. Virou-se na cama e deu um grito de dor. Na mesma hora Draco entrou correndo no quarto dela, sem camisa, só de bermuda, esbaforido, e todo escabelado, para ver o que havia acontecido com sua amada... ops, com Hermione.


- O que foi? – perguntou ele sentando-se ao lado dela todo esbaforido.


- Meu braço ta doendo.. – disse ela com cara de dor – doendo muito.


- Deixa eu ver. – pediu ele estendendo a mão para pegar a dela.


Ela cedeu, relutante, por causa da dor que estava sentindo. Draco pegou o braço dela delicadamente e deu uma rápida olhada, mas vendo a cara de dor da morena ele logo soltou.


- Acho que você fez muito esforço.


Hermione olhou para ele com desdém – Isso eu consegui distinguir sozinha.


- Desculpe estressadinha, só tava querendo ajudar. – disse ele virando para pegar um remédio.


- Eu sei, mas é que ta doendo muito! – disse quase chorando.


- Eu sei, e é por isso que eu tô te dando esse remédio! – disse ele entregando a ela um copo com agua e um comprimido. – e depois de duas horas, tu toma essa poção que eu vou deixar aqui. – disse ele colocando um vidro com poção na cômoda dela. – e agora você por favor, pelo menos dessa vez me escuta e fica ai, que eu vou pegar o café pra ti não precisa levantar nem fazer esforço.


Dessa vez Hermione não reclamou. A dor no braço realmente estava a matando. Logo que Draco a deixou sozinha, ela deitou-se novamente na cama. “O que deu no Malfoy?” pensou ela enquanto esperava ele ir buscar seu café, “porque de uma hora para outra ele se tornou tão prestativo? Será que ele realmente vai mudar pra me conquistar? Veremos. Darei a ele uma semana. Se ele passar no teste eu fico com ele.” Pensou ela decidida. “Mas Merlin, ele também esta forçando a barra vindo daquele jeito pra cá. Sem camisa e com o cabelo bagunçado. Diz se tem como não se apaixonar com um corpo daqueles?” ela riu, enquanto ouvia passos no corredor.


- Pronto, voltei – disse Draco entrando pela porta – não tentou se matar enquanto eu não estava tentou?


- Não se preocupe, eu me comportei muito bem. – disse ela sorrindo.


“Sorriso lindo” pensou Draco e sorriu para ela de volta. “Sorriso lindo” pensou Hermione, enquanto eles se encaravam.


- Bom aqui esta seu café – disse ele se apressando – Não sei muito bem do que você gosta, então eu trouxe um pouco de tudo.


- Hum, como você foi tão rápido ate o refeitório? – perguntou ela desconfiada.


- Talvez eu não tenha ido ate o refeitório – disse ele – por incrível que pareça Mione – ela estremeceu só de ouvir ele pronunciar seu nome – eu sei cozinhar, e sei preparar um café da manha.


- Desculpa, não queria ofender – disse ela envergonhada.


- Não ofendeu – Draco sorriu – na verdade, eu sei que é estranho eu saber fazer alguma coisa. É que quando eu era menor, eu ficava sozinho com minha mãe, enquanto meu pai ia trabalhar. Minha mãe amava cozinhar, então eu ficava com ela na cozinha, e ela ia me ensinando a fazer as receitas dela.


“Lindo, gostoso, atencioso e ainda cozinha? Merlin, não sei se eu aguento uma semana inteira” pensou Hermione enquanto ouvia  historia.


- Ok, vou me trocar e depois ir para a minha aula. Se cuida. – ele levantou e ia saindo. Quando ele já estava na porta do quarto dela ele a ouviu:


- Draco? – ele sorriu ao ouvir ela falar seu nome.


- O que foi? – perguntou ele virando-se.


- Toma café aqui comigo? É que eu não queria ficar sozinha.. – disse ela meio encabulada.


- Aiai, já que insiste. – disse ele sorrindo e voltando ate perto dela. Sentou-se na beirada da cama e ali eles ficaram. Tomaram café, conversaram, riram, ate a hora de ele descer para a aula.


-------------------------------------------------~~-----------------------------------------------------


- Droga. – pensou Draco já no corredor indo para sua primeira aula do dia. -  Draco, acho que você esta apaixonado. E isso não é bom. Não é nada bom...


- Falando sozinho Draco? – perguntou Blás cegando ao encontro do amigo.


- Pensando alto apenas. – respondeu Draco.


- Hum. Mas então, como estão indo as coisas com a Granger?


- Ahn? – perguntou Draco – ah, sim, sim, a aposta.


- Huuum, acho que tem alguém ai pensando em desistir.


- Não tão cedo, Blás – respondeu Draco – ainda mais agora que estou chegando tão perto.


- Sei. Você disse isso semana passada.


- E eu não estava mentindo. Cada dia mais perto do meu objetivo. – sorriu Draco vitorioso.


- Bom, você tem ate o final do mês. São exatamente... 27  dias. – disse Blás.


- É uma boa quantidade de tempo. Eu diria, mais do que suficiente.


- Então ta. – disse Blás dando o assunto por encerrado. – mas me diga Draco, que tal um jogo de quadribol hoje a noite depois da aula?


- Desculpa Blás, hoje eu não posso. Tenho coisas a fazer.


- Hurum, imagino que coisas – disse ele sarcasticamente. – mas enfim, vamos entrar antes que a vaca da McGonagall chegue. Não suporto aquela mulher.


Draco entrou na sala, mas não conseguiu presar atenção na aula. Estava mais era preocupado com Hermione.  Agora finalmente ele iria conseguir conquista-lá. Mas o problema era: ela que havia o conquistado. E agora? O que fazer? Ele nunca poderia ficar com ela. Seu pai o mataria. Sua mãe? Bom, acho que talvez ela aprovasse, mas ainda assim, seria complicado. E ainda tinha aquela aposta. Aquela porcaria de aposta. O que ele estava pensando quando resolveu aceitar? E se ela descobrisse? Provavelmente ela nunca mais o olharia na cara. Pela primeira vez ele estava arrependido de algo. E isso era estranho. E ele também estava com medo. Medo que Hermione descobrisse o que ele estava fazendo e desistisse de ficar com ele. Por incrível que pareça, Hermione Granger estava conseguindo mudar realmente Draco Malfoy.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 3

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Diênifer Santos Granger em 23/03/2014

suspiro* Draquinhooo

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Violettaa em 25/11/2012

Fofo... Esse Draco consegue fazer a gente suspirar, capitulo bom mesmo, adorei...

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Byanca em 03/11/2012

continua , continua , continua k *-*

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.