FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

6. Tudo Encaixa/Desabafos Noturno


Fic: Uma Paixão Escondida...


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

# Remember #
- Okay, o que se passou aqui? – Perguntou-lhe Hermione
- Não sei bem. – Disse Draco mordendo o lábio.
- Como passamos de nos odiar-mos de morte, a isto? – Hermione estava nervosa.
-Também não sei responder a isso. – Draco estava tão nervoso quanto Hermione.
- E aquela rapariga que gostavas? – Hermione sentia-se o prémio de consolação de Draco.
- Ah sim, lembras-te de me dizeres para passar mais tempo com ela e tentar mostrar-lhe que não sou tão idiota como ela pensa? – Estava decidido ele ia contar-lhe.
- Sim, lembro… E?
- É mesmo isso que estou a fazer… - Pronto a mensagem estava dada, agora ele esperava que ela percebesse o que ele queria dizer.
- Queres dizer… Que essa rapariga sou eu?! – Hermione nem podia acreditar!
- Bem sim, é isso…
# Remember #
- Não sei o que dizer…
- Então não precisas de dizer nada. – Draco pensou que a reação dela fosse pior.
- Mas tenho de te perguntar, à quanto te sentes assim…
- Praticamente desde que te conheci…
- Mas sempre me tratas-te mal, sempre nos demos mal, nem nos podíamos ver! – Hermione baixou o olhar, estava confusa.
- Sou um Malfoy, logo sou arrogante, sou sangue puro, logo o meu pai nunca iria permitir que eu andasse contigo. Não me interpretes mal. Não tenho nada contra a seres filha de muggles, isso combinado com o seres uma das bruxas mais espertas de sempre faz com que eu goste ainda mais de ti. – Se tinha de falar então falou tudo. – Nunca te tratei como merecias porque ainda me sentia mais atraído por ti.
- Então porque resolveste alterar isso agora? – Agora Hermione estava: confusa, curiosa e feliz ao mesmo tempo.
- Porque apenas agora percebi que saiu com quem quiser, o meu pai pode não gostar, mas quem decide isso sou eu. Eu sei que não mereço, mas podemos começar do 0? Como amigos?
- Por mim sim, mas apenas como amigos… Não estou pronta para mais nada, não ainda… - Hermione falava verdade, sentia uma grande atração por Draco, mas ainda não estava pronta.
- Eu percebo… - Draco estava feliz por ela o perdoar.
Hermione estendeu-lhe a mão.
- Amigos então?
- Amigos. – Draco apertou a mão dela e sorriu.
Nessa noite o banquete aconteceu normalmente como todos os pares já tinham passado o dia juntos cada um almoçou na respetiva mesa.
- E então, Ron? Como foi o dia com a Luna? – Perguntou Harry.
- Foi, foi… - Ron tinha tantas palavras para descrever aquele dia, mas não queria que ninguém soubesse de que ele tinha um Fraco por ela. – Normal… - Sussurou.
- Pois, sim, claro… Depois falamos. Não escapas.
- Sim, até agradeço. E o dia com a minha irmã menino?
- Té parece que não sabes… Não me obrigues a repetir tudo o que fizemos, já o sabes. – Harry olhou para Ron com cara de: “É minha namorada, de que estás à espera?”
- Sim eu até cálculo… - Ron fez uma careta tipo esta: (http://weheartit.com/entry/35719649), mas sem a goma claro.
- E tu Mione, como foi o dia com o Draco? – Perguntou Harry.
- Podia ter sido bem pior… - Hermione queria dizer que tinha sido dos melhores dias da sua vida, mas isso implicava dar muitas explicações e não lhe aptecia.
Harry e Ron entreolharam-se, mas nada disseram.
Nessa noite Ron entrou cedo no dormitório e Harry seguiu-o, eles tinham mesmo de falar. Ron andava esquisito.
- Hey, então é agora que vamos conversar?
- É agora mesmo! – Ron sorriu, estava mesmo ansioso por ter um momento a sós com o amigo, para lhe pude contar de tudo!
- É sobre a Luna não é?
- Sempre tão direto… E sim é.
- E tenho direito a pormenores ou nem por isso?
- Bem tudo começou no dia em que fiz a viagem de comboio com ela… - Ron contou-lhe tudo direitinho. Despejou tudo e caramba, era muito!
- Conclusão: Gostas dela mas não sabes o que fazer ou se ela também gosta de ti?
- Sim é basicamente isso.
- Eu acho que tens de fazer com que ela perceba o que sentes…
- Mas como? – Ron estava tão confuso.
- Isso tens de ser tua a descobrir, nisso não tenho com ajudar-te. – Harry queria ajudá-lo mas não sabia como. – Se precisares de falar é só dizeres, mas isso acho que já sabias né?
- Sim sabia! – Eles abraçaram-se (http://25.media.tumblr.com/tumblr_lnqie76mLi1qzg9tho1_500.gif) – E acho que já tenho uma vaga ideia.
Na sala comum Neville tinha uma conversa idêntica com Seamus e ambos ambos acabaram com a mesma ideia.
Enquanto isso no dormitório dos Gryffindor Hermione, Ginny e Luna (que McGonagall autorizou a passar a noite no dormitório Gryffindor) conversavam.
- E então meninas? – Disse Ginny – Como correu o vosso dia?
- Bem… - Disseram Luna e Mione em coro, Ginny percebeu que havia algo que elas não queriam dizer…
- É para responder com a verdade… Já vos contei tudo sobre o meu dia, agora é a vossa vez. Quem começa? – Ao ver Hermione baixar a cabeça Luna pôs-lhe a mão no ombro e começou…
- Bem, hoje fiquei por cá com o Ron como sabem e… - Luna contou tudo sobre aquele dia e sobre a viagem de comboio… Soube-lhe bem falar disso… - Pronto e agora acho que… Gosto dele…
- Aquele parvo! – Disseram Ginny e Mione ao mesmo tempo. – Nem acredito que não me contou nada! – Exclamou Ginny.
- Hey, então? Esse não é o grande problema aqui. – Disse Hermione.
- Tens razão, prioridades. Mas pelo que contas-te e conhecendo o meu irmão não vejo qual o problema! – Disse a Ginny.
- A sério?! – Exclamou Hermione. – Não sei o que é que o Harry te fez, mas ve se lhe dizes que não o faça outra vez. – Disse entre risos. – O “problema” começa por “N” certo? – Olhou Luna e ela acenou com a cabeça.
- Ainda dura? – Ginny tinha lá chegado finalmente.
- Claro que dura e vai durar por muito tempo, ele foi o 1º rapaz de quem gostei ele nem sonha que eu alguma vez gostei dele, mas eu sei que ele gosta de mim, ele já me disse! – Uma lágrima escorreu pela face de Luna. – Até ter a certeza que o esqueci não posso ter nada com o Ron! Não consigo fazer isto ao Neville e muito menos a mim! – Hermione fez Luna encostar a cabeça no seu ombro.
- Não tem de fazer nada que não queiras! – Disse-lhe Hermione e subitamente um lágrima escorreu pela sua face.
- Eu sei disso… E tu amiga? O que se passa, acho que nunca te tinha visto assim…
Então Hermione lavou-se em lágrimas nunca tinha estado tão confusa… Contou-lhes tudo:
- Bem, sinceramente nunca imaginei nada de parecido. Estamos a falar do mesmo Malfoy? – Perguntou Ginny.
- Estamos sim, e nem podes imaginar o quão diferente ele é daquilo que conhecemos quando está comigo. – Hermione tentava estancar as lágrimas, mas não conseguia.
- Tem calma Mione, sei pelo que estás a passar… - Disse Luna.
- Amiga, eu adoro-te, mas não sabes o 100% … Estive anos que só pensava que ele me odiava e eu a ele, agora que ele me pediu desculpa e contou tudo, descubro que me estou a apaixonar lentamente por ele… Não sei o que se passa comigo nem como ele me conseguiu fazer ficar assim, mas a verdade é que o fez… - Hermione não chorava por estar triste, mas sim por estar confusa.
- Tem calma amiga tudo se vai resolver. – Disse Ginny, depois ela e Luna abraçaram-na.
- Esperem, esqueci-me da minha fita de cabelo na casa de banho lá em baixo. – Disse Luna ao passar a mão pelo cabelo.
- Vai busca-la, nós ficamos bem!
Então Luna foi busca-la, mas como já passava do recolher as luzes estavam apagadas, mesmo assim ela encontrou-a. No entanto quando ia a sair da casa de banho alguém a agarrou pela cintura e a encostou à parede.
- Posso ajudar-te? – Perguntou assustada.
- Diz apenas que me amas. – Quem quer que fosse tinha a vós disfarçada, mas aquele perfume… Era-lhe tão familiar.
- Diz-me quem és, e digo-te se te amo.
- Tu sabes quem eu sou bem no fundo tu sabes. – Ele pôs-lhe a mão no sitio do seu coração.
- Talvez, mas se não te vejo…
O rapaz mistério pôs-lhe o dedo ao de leve na boca impedindo-a de falar. Depois deu-lhe um pequeno beijo nos lábios e fugiu antes que ela tivesse tempo de lhe ver o rosto.
Luna fica confusa, regressa ao dormitório de Gryffindor e conta tudo para Mione e Ginny.
É aí que Ginny diz:
- Eu também saí do dormitório e passei na porta da casa de banho das raparigas e vi Neville e Ron sair a correr… Será que foi um deles? – Luna olhou para ela e baixou o olhar, não podia culpar os Nargles ela não achava que eles falassem. 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.