FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. Capítulo 2


Fic: Skater boy


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Já tinha se passado uma semana desde aquele dia, Rose estava de castigo, só saía para as aulas de ballet e só recebia visitas se fossem das suas primas, ela havia levado um grande sermão aquele dia nunca vira seus pais tão irritados, quando perguntaram onde ela esteve ela não sabia se contava a verdade ou não, mas optou por dizer que tinha entrado numa rua tentando encurtar caminho e acabou se perdendo,passou um bom tempo ouvindo que podia ter sido seqüestrada e que ela devia ter ligado para eles, mas isso era o que menos importava agora, ela não conseguia parar de pensar em Scorpius, a cada minuto do dia ela pensava em maneiras de fugir do castigo para vê-lo, mas um pensamento a perturbava “porque ele ainda não viera procurá-la?” ela refletia sobre o assunto quando ouviu um barulho vindo da porta


–Toc Toc – Disse uma menina ruiva.


–Lily. – Rose correu para abraçar a prima.


Lilian Luna Potter, além de prima era a melhor amiga de Rose, elas contavam tudo uma para a outra e apesar de ser dois anos mais nova Lily entendia Rose como ninguém. Lily era baixinha, ruiva e tinha longos cabelos lisos, Rose sempre sentira um pouco de inveja da prima, ela era linda, tinha muitos amigos e era a menina mais popular da escola.


–Eu já estou sabendo viu? – Ela disse se jogando em cima da cama.


Nesse instante Rose empalideceu, como ela podia saber sobre Scorpius?


– S-Sabendo de que? –Ela perguntou com uma expressão aflita no rosto.


– Da bolsa na Royal academy. – Lily disse como se fosse óbvio.


Um alívio percorreu Rose.


–Pois é Rose, quando pretendia contar pra gente? – Perguntou Victoire entrando no quarto com Dominique e Roxanne.


Rose abraçou as primas e logo todas estavam sentadas.


– E então... Morar em Paris, estudar na escola de ballet mais conceituada do mundo. – Disse Roxanne com um largo sorriso.


– Ainda não é certeza. – Rose disse um pouco tímida.


– Ah qual é Rose você é a melhor bailarina que a gente conhece é claro que essa bolsa já é sua. – Disse Lily.


–Meninas almoço!


Elas estavam descendo as escadas quando Rose segurou o braço de Lily.


–Preciso te contar uma coisa.


Lily concordou e elas duas voltaram para o quarto.


– E então qual é o problema?


–Nenhum, é que bem... Aconteceram umas coisas semana passada. – Rose começou a falar meio enrolada.


–Que tipo de coisas? – Lily perguntou curiosa.


–Bem...


–Fala logo! – Disse Lily impaciente


Então Rose contou sobre tudo que acontecera semana passada, a expressão de Lily mudava à medida que absorvia as informações.


–Ownn ele é muito fofo. – Disse Lily agarrando uma almofada que estava na cama.


–Eu sei. – Rose disse com um sorriso bobo no rosto.


–Mas... Como vocês vão ficar juntos se você for estudar na frança?


–Eu estava mesmo pensando sobre isso, não tenho certeza se quero ir, não só por causa do Scorpius, mas ficar longe da minha família, de vocês, ir para um país completamente desconhecido e sabe eu posso deixar pra ir depois que terminar a escola.


–É verdade, mas Rose pensa bem a respeito, é uma decisão muito importante.


–Tá eu vou pensar, mas sabe, ele ainda não veio me procurar. – Ela disse com uma expressão um pouco triste.


– Ah Rose pode ter acontecido tanta coisa, não se preocupa eu garanto que assim que ele puder vem te procurar.


– Assim eu espero. – Ela disse abrindo um pequeno sorriso. – Mas Lily não comenta com ninguém sobre isso que eu te contei, pelo menos por enquanto.


–Tá bom. – Lily disse com um sorriso.


 


Enquanto isso Dominique que escutava tudo atrás da porta e pela sua cara desaprovava completamente a idéia de Rose recusar a bolsa pensou “Eu não vou deixar ela tomar a decisão errada” dito isso desceu as escadas e voltou para a cozinha. Dominique sempre fora uma menina ambiciosa, inteligente e que queria o bem das pessoas que gostava, seu único problema era sempre fazer o que achava que era certo, sem se importar com as opiniões ou sentimentos das pessoas.


Ela sentou-se à mesa e logo Roxanne perguntou:


– Onde você estava?


–Fui ao banheiro. – Ela respondeu indiferente.


–Chegamos. – Disse Lily entrando na cozinha ao lado de Rose.


O almoço seguiu tranqüilo, elas riam, conversavam, a tarde passou rápido, Lily dizendo que tinha que resolver um problema saiu mais cedo as meninas assistiram filmes, mas quando deu 20:00 todas foram embora, Rose foi para seu quarto e acabou adormecendo.Ela estava no meio de um sono maravilhoso quando começou a ouvir um barulho vindo da janela, ela abriu os olhos irritada, queria descobrir o que interrompera seu sono, mas quando abriu a janela tomou um susto.


–Scorpius? – Ela o encarou surpresa.


O menino sorriu e fez sinal para que ela descesse.


– Não posso, eu estou de castigo.


–Qual é, são 01h30min da madrugada, estão todos dormindo, ninguém vai notar se você sair.


Ela sorriu, pegou um casaco e com o maior cuidado do mundo desceu na ponta dos pés até a porta, ela foi até o jardim e logo o viu encostado numa árvore, ela se aproximou dele e eles se beijaram, ah como Rose sentira falta daquele beijo.


–Eu senti sua falta. – Ele disse colocando o cabelo dela atrás da orelha


– Você não veio me procurar.


– Eu achei que se fosse te procurar seus podiam desconfiar, eles acham que a gente se odeia não é?


– É verdade. – Ela disse se lembrando de todas as vezes que dissera aos seus pais que Scorpius Malfoy era repulsivo e nojento.


Ela percebeu o olhar de Scorpius fixo em um ponto do jardim e depois de seguir seu olhar disse:


– É o meu antigo balanço, eu brincava nele quando era pequena. – Ela disse enquanto ia em direção ao brinquedo. – Hoje, costumo ficar aqui sentada, pensando...


Ela se sentou no balanço e ele começou a empurrá-la, permaneceram dessa maneira por bastante tempo, os dois em silêncio, quando Scorpius perguntou:


– Quando você sai do castigo?


– Semana que vem, por quê?


– Porque eu quero te chamar pra sair.


– Tipo um encontro? – Ela perguntou tentando conter um sorriso.


–Tipo um encontro.


Ela se levantou e ele logo enlaçou sua cintura colando suas testas.


– E então... Você aceita?


– É claro que eu aceito Malfoy. – Ela disse com um largo sorriso no rosto.


Eles se beijaram, aquele momento estava perfeito e nada podia estragar a felicidade deles, pelo menos era isso que eles pensavam...

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.