FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. A Aposta


Fic: Nove Meses Para Amar


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

A APOSTA

Quando Hermione acordou, o céu do lado de fora da janela mudava de um azul
profundo para rosa púrpura.

Ela ficou ali, deitada no quentinho da cama, pensando em tudo que estava
acontecendo. E no que o bebê iria mudar a sua vida.

Pensou que agora seus planos de se tornar uma auror iria por água a baixo.
Não poderia participar dos treinamentos pós- Hogwarts com um barrigão de
grávida. E sabia que o Centro de Treinamento dos Aurores só pegavam recém-
formados. Por isso era agora ou nunca. No caso dela nunca.

“Mas vai haver outra saída!”

Depois tinha também o seu filho, que mudaria completamente o seu modo de
encarar a vida. As necessidades dele viriam quase sempre em primeiro lugar.
“Mas pelo menos eu terei alguém a quem amar!” Via-se que Hermione passava a
mão por seu ventre ainda liso.

“Era seu bebê, e de mais ninguém!”

Foi então que um enjôo lhe subiu pela garganta. Largando esses pensamentos
no quentinho da cama, Hermione correu para o banheiro.

“Maldito Potter!”

O salão principal se enchia de vozes, como em toda manhã, quando Draco viu
Gina entrar.

Só que o que ele viu, fez ele e metade da população masculina de Hogwarts
prender a respiração.

Gina Weasley estava deslumbrante.

Com uma saia, no mínimo cinco centímetros mais curta, sapatos de salto, uma
discreta maquiagem e com os cabelos enrolados nas pontas (graças a um
feitiço muito útil achado no livro O Guia De Beleza para as Bruxas
Modernas) Gina queria e estava chamando a atenção.

Estupenda. Foi a única palavra que ocorreu ao abobado cérebro de Draco.

- Ei, mas que Grifinória gostosinha, hein Draco? – O autor da frase fatal
foi Henri Woodcrofth, seu melhor amigo.

Isso fez surgir no sonserino, um monstro completamente novo, aterrador e
paralisante.

CIÚME.

“Ela me beijou ontem. Como pode se exibir assim pelo castelo?”

E esse monstro novo,e incontrolável, tomou conta do corpo de Draco.

Antes que ele visse, ou entendesse o que se passava levantou-se da mesa e
foi até onde estava Gina e com um puxão levou-a para longe dali. Ainda bem
que Rony não estava ali.

- Me larga seu Malfoy estúpido!

Gina berrava enquanto ele seguia determinado para o primeiro armário de
vassouras que viu.

Com um ultimo puxão, levou-a para dentro do minúsculo lugar e bateu a
porta.

O ciúme, novo companheiro, ainda o corroia.

- Posso saber o que você pensa que está fazendo com essa coisa minúscula,
Virginia Weasley?

Gina olhava aterrorizada. O homem parecia um selvagem.

- Não é da sua conta Malfoy.

O ridículo dizia à Draco que ela estava certa, mas não o monstro. Esse
exigia uma paga.

- Não é da minha conta? – rosnou ele – você exibe essas suas pernas para
todo o colégio e não é da minha conta?

- Não – disse ela docemente. Mas seus olhos castanhos exibiam malicia.

Pensando rápido, Draco achou uma desculpa logo.

- Pois eu sou Monitor-Chefe dessa droga de escola. E não me chamarei Draco
malfoy se você não pegar uma detenção.

Ele ia sair do armário, mas o brilho no olhar dela lhe dizia que estava
reagindo como esperado. “Pois não ia!”

Num só golpe agarrou a pequena cintura de Gina e puxou-a para si.

No segundo antes de beijá-la viu que ela não esperava aquilo.

“Bom!”

Foi um beijo selvagem. O ciúme se misturando com a exploração das bocas.

“Podia durar para sempre” pensou Draco. Mas isso o despertou. Era um
Malfoy!

Descolou a boca e olhou para ela. “Linda!”

O rosto estava rubro, os lábios abertos e os olhos fechados, “era o pecado”

Chegando bem perto da orelha dela, disse o mais frio que pode, embora o
efeito tenha sido ligeiramente arruinado pela rouquidão de sua voz:

- Não provoque um Malfoy, Weasley. Aguarde a sua detenção.

A ultima coisa que Gina ouviu foi a pancada da porta.

A aula de História da Magia, parecia se prolongar durante séculos para
Rony.

Estava louco para sair e almoçar. Queria ver novamente Carol Blair. Não
vira a garota no café porque chegara atrasado demais. E em nenhum outro
momento da manhã, dera uma mínima esbarrada nela.

Parecia que ela tinha sumido.

Assim que a sineta tocou, ele saiu da sala ao lado de Hermione (já que
durante as aulas se sentava ao lado de Harry).

- Como Vai Mione? – estava preocupado com a amiga. Ela não anotara nada
durante as aulas.

- Você sabe o que vieram comentar comigo agora de manhã Rony? Havia um
inconfundível tom de magoa na voz de Hermione.

- O que?

- Que esta correndo um bolão pela escola...

- E por que isso a deixaria triste?

- Porque é para saber quem é a garota de Hogwarts que está grávida!

Foi um choque! Como as pessoas souberam daquilo?

- Por Merlin Hermione! Como foi que isso começou?

- Parvati não soube me dizer. Mas é obvio que alguém andou escutando as
nossas conversas, Rony. Tenho medo.

- Oh, Mione! – Não havia muito o que dizer e por isso a única coisa que
ocorreu a Rony foi abraçá-la. Mas quando viu que atraia a atenção de um
grupinho de garotas da Lufa- Lufa, apressou-se em dizer:

- Mas é claro que você vai se sair bem com os N.I.E.M.´s Hermione. É a
bruxa mais inteligente que conheço.

As garotas começaram a se afastar, mas não sem antes dar mais uma
espiadinha.

Afinal o goleiro da grifinória era muito bonito. Excepcionalmente alto,
musculoso (graças ao quadribol) e com aqueles olhos azuis sempre sorrindo,
Rony era um rapaz cobiçado.

Ao ver as intrometidas irem embora, Rony também começou a se afastar com
Hermione (com o braço passado em volta dela).

No meio do caminho para o salão principal, no entanto, Rony viu uma pessoa
que o paralisou. Hermione também viu quem era e chamou-a:

- Ei, Carol!

A garota virou para traz, e esperou pelo Grifinórios.

- Outro dia você passou pela sala da Monitoria e eu não pude lhe dar
atenção. Se quiser podemos conversar agora.

Os olhos incrivelmente verdes de Carol passaram de Mione para Rony e de
volta para a monitora-chefe.

- Não está ocupada agora?

“Ela tem uma voz linda!”

- Não- descartou Hermione- Rony estava somente que eu sairia bem nos
N.I.E.M's (nesse momento Rony tirou a mão da cintura de Hermione). Eu tive
uma pequena crise histérica. Pelo menos Hermione teve a vergonha de corar.

Carol olhou para ela indecisa. Não queria falar na frente de Rony. E também
as amigas já haviam ido para o almoço.

- Bom, vamos almoçar. Mais tarde nós poderemos conversar melhor.

Rony sabia que ela não falava porque ele estava ali. Mas nem se importou.
Aquela era a chance de conversar com ela.

- Então – a voz tornou-se subitamente agradável e bem entonada – me
disseram que a magia pulou de geração na sua família, Carol. É verdade?

- Sim. Por parte da minha vó materna.- Ela estava chocada. Ele sabia seu
nome e alguma coisa sobre ela. Era incrível.

- Ah!- Rony deu uma coçadinha atrás da orelha – mas como isso é possível.

- Bem, tem muito haver com quem se casa. E Carol saiu explicando como
aconteciam casos em que a magia pulava de gerações como era freqüente na
sua família.

E Rony escutava embevecido a garota. Hermione casquinou uma risadinha e
saiu andando na frente.

“Beijei um Malfoy duas vezes, e se pudesse beijaria uma terceira”. Esse
pensamento tortura Gina na hora do almoço.

Mas ela não pode deixar de formar um sorriso. Adorara ver aquele
almofadinha metido perder o controle de manhã. Valera a pena. E a garota
continuava com a saia curta. Alias, encurtara todas as outras.

Por estar no mundo de Malfoy, Gina não viu Hermione chegar ao salão sozinha
e nem quando Rony, ainda conversando com Carol, quase se sentara na mesa da
Corvinal.

- Gina, ta tudo bem com você?

Ela ouviu a voz vir de longe.

- Claro... tudo bem Mione.

- Pois pra mim não parece. Você está com uma cara maquiavélica. No que
estava pensando?

Como não iria mesmo dizer a verdade à Hermione, Gina disse a primeira
besteira que veio na cabeça.

- Estou bolando planos para descobrir quem é a garota grávida.

- Gina, - Hermione estava branca – Não me diga que você entrou naquela
aposta idiota?

- Não, claro que não. Mas bem que eu queria saber quem é. E ela olhou para
os lados, talvez a procura de uma garota com uma faixa na cabeça, onde se
pudesse ler:

ESTOU GRÁVIDA!

Jamais passara pela cabeça de Gina que fosse Hermione.

- Essa aposta é ridícula. E o pior que eu não posso fazer nada...

Gina registrou vagamente o tom irritado de Hermione. Uma coruja amarelo-
ouro (que arrancou suspiros das garotas) acabara de pousar na sua frente.

Era uma coruja maravilhosa, mas Gina não se sentiu bem ao vê-la. Devia ser
sua detenção.

E era:

Srta. Virginia Weasley,

Esteja hoje, às 20:00 na torre de astronomia. Leve todas as saias que
encurtou.

Não se atrase.

Não falte
Monitor-Chefe

Draco Malfoy

“Oh Merlin!”

- Gina, o que é?

N/A: Bom, muitos de vcs, que lêem a fic devem estar se perguntando que
nome é esse. Na verdade galera, eu resolvi mudar, pk num gostava muito do
outro e esse me parece bem mais romântico e tem tudo haver com que o Harry
vai passar ela fic.

Espero coments sobre a mudança do nome, de como ficou o capitulo ou de qq
outra coisa que passar pela cabeça de vcs!

Recomendem a fic para seus amigos tb! Assim mais gente vai poder ler!
Beijão TONKS

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Marcela Malfoy em 17/07/2012

aaa eu to adorando 
Malfoy seu safadinhooooooo auhauhauhuahuahua
Meu o Harry ta muitoo tonto ate agr ne?
uahuahua Bjs Mahh
 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.