FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

10. Enfermaria


Fic: Era só uma aposta


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

- Você acha que ela esta bem? – perguntou uma voz conhecida.


- Garoto, você me pergunta isso de hora em hora – disse uma mulher irritada – ela está bem, só esta.... – parou e suspirou – descansando.


- Ela precisa descansar por tanto tempo? – perguntou novamente a voz conhecida.


- Logo ela acorda garoto, acalme-se – falou a mulher – a queda dela foi feia. Agora dê-me licença, tenho mais coisas a fazer.


E então o silencio.


Hermione até tentou abrir os olhos, mas sua cabeça doía muito. Resolveu então testar se estava tudo bem. Mas estranhamente não conseguia se mexer direito. Tentou novamente abrir os olhos. Estavam secos, e ardiam, mas ela finalmente conseguiu. Sua visão estava embaçada, mas ela conseguiu enxergar de que quem era a voz conhecida: Draco Malfoy.


- Ah! Você acordou! – disse ele com um alivio imenso, e com cara de quem estava muito cansado.


- O que foi que aconteceu comigo? – perguntou Hermione, e sua voz saiu estranha. Estava com a boca seca.


- Nada demais. – disse ele com cara de poucos amigos. – você só caiu de 2 lances de escada, quebrou o braço e ficou desacordada por 4 dias.


- Ai meu Merlin! 4 dias! E agora como eu vou recuperar as aulas?? – perguntou a garota apavorada.


- Por Merlin digo eu Granger! – disse ele exasperado – você ta ai, quase morreu, e só pensa na escola!


- Mas é que... – mas parou com o olhar cortante dele. Mudou de assunto então – como foi que eu cheguei aqui?


- Eu fui levar a janta pra você e te dar os remédios, e quando eu cheguei você estava estirada no chão, com a boca cheia de sangue, e o braço quebrado – então olhou para ela com olhar de reprovação – agora me diga Granger, O QUE VOCE PENSOU QUE ESTAVA FAZENDO?


- desculpa. – disse ela envergonhada – é que eu acordei bem. Então eu pensei que eu poderia tomar banho, e ficar bem pra quando você voltasse... – ela parou. Não conseguia mais, estava envergonhada.


- Você sabe como eu fiquei preocupado Granger? – disse ele exasperado – você poderia ter morrido!!! Graças a madame Pomfrey  você sobreviveu.


- Desculpa. – disse ela novamente numa voz fraca.


Naquele momento chegou madame Pomfrey graças a Merlin, e ao que parecia o assunto dos dois foi dado como encerrado.


- Ah, você acordou! – disse ela alegre – finalmente! Não aguentava mais ele – e olhou para Draco – me perguntando quando você ia acordar! Venha, vou lhe dar um remédio, e a tarde você poderá ir para o quarto. Você devera ficar de repouso até segunda feira, quando poderá voltar aos seus estudos normais – ela ia dizendo e examinando Hermione – você vai ficar com a tala no braço por um mês, e depois você voltara aqui para mim tira-la. Ok?


- Tudo bem. – concordou Hermione.


- Agora vou trazer seu almoço. – e virou-se então para Draco – acho bom você ir almoçar também garoto. E avise os amigos dela que ela acordou sim?


- Tudo bem. – disse ele saindo – mas depois eu volto para leva-la para o quarto.  – e saiu, deixando a garota sozinha  com a enfermeira que já havia trazido o almoço para ela.


- Sabe, - comentou a enfermeira enquanto a ajudava a comer – eu acho que esse garoto gosta mesmo de você.  Ele não saiu um instante daqui enquanto você estava desacordada, e estava mito preocupado com você. Você realmente conseguiu alguém muito bom pra você.


Hermione deu graças por estar com a boca cheia, e por isso não precisou responder a enfermeira. Mas concordava mentalmente com ela. Queria poder acreditar que Draco gostasse dela, pois ela estava certa que gostava dele. Se ele ão fosse tão teimoso...


------ Draco ------


Draco saiu da enfermaria e foi direto ao salão. Logo encontrou quem procurava.


- Hey! Potter! – disse Draco


- Fala


- A madame Pomfrey pediu pra mim te avisar que a Granger acordou – disse Draco.


- Ah, que bom! – comemorou Harry.


- Ta. Agente se fala. – disse Draco e foi se afastando.


- Hey, Malfoy! – chamou Harry – obrigada.


- Por? – perguntou Draco.


- Por ter salvado a Mione. – disse Harry agradecido. – e por ta cuidando dela.


- Eu não ia deixar ela morrer né? – disse Draco frio.


- Valeu mesmo cara. – disse Harry de novo.


- Ta ta, já entendi. – disse Draco – tchau Potter. – e deixou Harry sozinho.


Harry voltou para a mesa e comentou com os amigos:


- Sabem, eu tenho uma leve impressão que o Malfoy ta afim da Mione.


Rony quase cuspiu a comida fora.


- Daonde você tirou isso Harry?


- Mas vai dizer, ele não saiu um minuto de perto dela la na enfermaria, ele cuida dela, e ele veio me avisar que ela já acordou. – comentou ele.


- Ah, que legal, depois vamos visitar ela! – comemorou Gina. Harry sorriu para ela. Sua namorada linda.


- Isso tudo é muito bom eu sei, mas vamos voltar ao assunto do Harry – disse Rony – A Mione que invente de ficar com Malfoy.


- Sabe Rony, eu não lembro do momento em que você passou a mandar nela – comentou Gina.


- Posso não mandar, mas ela não iria nos trair assim.


- Trair quem Rony? Não sei se você percebeu mas ele mudou. – disse Gina exasperada. Afinal ela sabia da historia da amiga com Malfoy – ele e o Harry ate pararam de brigar.


- E Rony, pior que tua irmã ta certa. – concordou Harry – ele mudou esse ano.


- Aff. Vocês estão todos contra mim. – disse enfurecido e saiu da mesa.


- Ele supera. – disse Gina rindo da reação infantil do irmão. Harry sorriu novamente para ela, e eles continuaram seu almoço. Depois iriam visitar a amiga na enfermaria.


 ---- enquanto isso, Draco estava passeando pelo corredor...


Draco estava voltando para enfermaria quando ouviu aguem chamar seu nome:

- Hey Draco! – gritou Zabini.


- Fala Blás.


- Preciso falar contigo. – disse Zabini


- O que você quer? – perguntou Draco, mesmo já sabendo a resposta.


- Já se passaram 2 meses cara, e nada de você ficar com a Granger. - começou Zabini – to achando que você amarelou.


- Ora Blás, você não sabe o que fala – disse Draco – eu estou me aproximando aos poucos.


- Bem aos poucos mesmo né, porque eu ainda não vi nenhuma vez vocês juntos. – disse zabini


- Eu já fiquei com ela. Varias vezes. – disse Draco vitorioso – só que ela não esta se rendendo. Mas eu estou me aproximando dela, então logo logo eu consigo o que eu quero.


- Aham, sei. – disse Zabini zombando. – mas me diga Draco, e depois que você conquista-la ela, o que você vai fazer?


Dessa vez Draco não sabia o que responder. O que fazer depois que conquista-se ela? Ficar com ela? É, isso seria uma boa. Não, o que é que é isso, nunca que ele Draco Malfoy ficaria com uma nojentinha sangue-ruim como a Granger. A menos que ele estivesse apaixonado. “Haha, Draco Malfoy apaixonado por Hermione Granger? Só se fosse uma piada mesmo.” Pensou. Mal ele sabia que no fundo realmente estava.


- Depois é depois. Eu dou um jeito naquela sangue-ruinzinha fácil fácil. – disse.


- Só cuidado Draco, para não se apaixonar pela “sangue-ruinzinha” viu? – disse Zabini rindo.


- Haha, gostei da piada Blás. – disse Draco encurralado – mas isso é impossível.


- Aham, sei. – disse Zabini – vou ficar de olho. Mas não se esqueça: você tem apenas 1 mês.


- Eu consigo ela em menos que isso.


- Ok então. Agente se ve. – disse Zabini saindo.


- Agente se ve. – concordou Draco.


E saiu em direção a ala hospitalar. Hermione iria sair da enfermaria a tarde e ele iria la busca-la. Dessa vez iria tomar uma atitude. Não iria perder essa aposta. E iria aproveitar o problema da garota  para conquista-la. Iria ajuda-la e iria cuidar dela. Não porque gostava dela. Longe disso. Um Malfoy gostar de uma sangue ruim. Não. Ele iria cuidar dela para vencer a aposta. E só por isso. Depois que ele a conquista-se ele daria um jeito de larga-la.


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 2

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Diênifer Santos Granger em 23/03/2014

*_________*

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Violettaa em 18/11/2012

Nossa, tadinha da Mione ainda bem que o tdb, rígido Malfoy tava lá para salvar ela <3

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.