FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

8. O alívio


Fic: 7 coisas que odeio na doninha


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Hermione acordou e se sentiu quentinha. Demorou pra processar tudo o que tinha acontecido na noite anterior. Olhou pra baixo e viu a mão de Draco em sua cintura. Ergueu-se um pouco pra se desvencilhar desta. Conseguiu ficar ajoelhada na cama e ficou olhando-o dormir profundamente. “Como ele dorme bonitinho” pensou a garota, e sorriu. Mas, parou de sorrir e saiu da cama. “Não podia ter acontecido. Nunca pôde. Agora ele vai pensar que quero ficar com ele, meu Merlin”, ela pensou aflita. Então começou a procurar suas roupas, mas não achou. Ele tinha pegado e colocado pra lavar, pensando que quando ela acordasse, ele já tinha pegado elas limpas. Então saiu daquele dormitório, só com a camisa dele, cobrindo até a dobra de sua bunda, e foi até o Salão Principal. Quando chegou lá procurou por Harry e Rony. Durante esse trajeto, todos os garotos olharam-na maliciosamente, ela tentou não ficar envergonhada.
Sorte que achou Harry rapidamente, então gritou por ele, e olhou-a assustado. Cutucou Rony pra olhá-la também, e foi correndo ao seu encontro.
- Por Merlin, Mione! Que aconteceu?
- É que eu dormi com Draco – Harry e Rony se assustaram, e pensaram na pior coisa do mundo – Por Merlin, não! Seus maliciosos! A Mulher Gorda não me deixou entrar, tinha mudado a senha, então fui até o quarto dos monitores e ele tava lá sozinho. Calma – disse ao ver que a iam interromper – Ele não fez nada comigo. Não o que eu quisesse – e sorriu maliciosamente. Os dois se olharam e ficaram assustados, ela revirou o olhos. E então, abruptamente, Harry prensou-a contra a parede – Tá louco Harry? – ela se assustou.
- É que aqueles garotos estavam olhando pra você. Sorte que não tem muita gente acordada ainda. É sábado, e ainda é sete da manhã.  – disse soltando a cintura da garota.
- E por que vocês estão acordados?
- Treinamento extra de quadribol – disse Rony – Harry me contou sobre você e o Malfoy. Não consegui acreditar, até hoje. – E de novo foi prensada na parede, não por Harry, mas por Rony – Desculpa. Os garotos...
- Valeu Rony.
- Toma aqui – Harry retirou sua capa e enrolou-a nela, cobrindo totalmente seu corpo – Vá pra sala comunal e se vista. Depois vai lá ao campo pra ver a gente tá legal? – ela assentiu e subiu correndo as escadas.
Quando chegou na sala comunal, subiu até o seu dormitório, despiu a capa de Harry e a blusa de Draco, e trocou de roupa. Quando terminou pegou a capa e a blusa, e desceu as escadas. Saiu da sala comunal e foi andando em direção à sala dos monitores para entregar a blusa a Draco. Mas no meio do caminho encontrou-o. Ele veio todo sorridente, então sem mais nem menos deu um beijo nela. Ela ficou sem entender, não pensou que ele iria levar a noite passada a sério.
- Ei, ei! Que está fazendo? – Hermione perguntou se afastando.
- Como assim? – ele perguntou sem entender – pensei que estávamos juntos – e deu um sorrisinho.
- Só por causa de ontem à noite? – ele assentiu – Escuta, não era pra aquilo ter acontecido, nunca deveria...
- Como assim não deveria ter acontecido? – interrompeu-a sobressaltando-se.
- Não fica bravo Malfoy, tá legal? – ela disse começando a se irritar.
- Agora eu sou Malfoy? – cruzou os braços irônico.
- Por quê? Antes era Potter ou Weasley? – e riu em deboche cruzando os braços também.
- Não se faça de desentendida Hermione.
- G-R-A-N-G-E-R, pra você é Granger.
- Granger? – riu nervoso.
- Não se esqueça de que eu te odeio.
- Ontem você não pensou nisso. Só estava querendo me beijar.
- Eu estava carente – fez cara de inocente – e você estava me atiçando – ficou mais brava ainda – e qualquer um que faz isso comigo, não me controla – ele riu debochado.
- Há! Qualquer um – virou as costas e começando a andar rápido, e nervoso.
Ela tinha que fazer aquilo, por mais que doía, aquilo era o melhor. Salvaria a vida dos dois. Se ele ficasse bravo? Que se danasse. Ele, um dia, entenderia. Largando esses pensamentos desceu todos os andares e foi para o campo de quadribol para ver Harry e Rony treinando.
Até que Rony não era tão ruim assim como imaginava, ele só ficava um pouco nervoso com pessoas olhando, mas quando estava só ele e Harry, conseguia pegar todas as bolas, e Harry como sempre, era ótimo como apanhador. Em uma hora eles já estavam todos cansados e suados, e foram para o vestiário. Hermione ficou esperando eles voltarem, então sentou onde sempre sentava, encostada para a árvore, em frente ao Lago Negro. E de lá ela viu Córmaco andando por perto, lendo alguma coisa que estava em um pergaminho. Fazia um bom tempo que eles não conversavam, devido àquele plano idiota que ela armou contra o Malfoy. Então decidiu ir até lá, e dar um oi pra ele. Foi em direção ao garoto, em passos rápidos, e ele nem percebeu.
- Oi! – deu um pulinho na frente dele, ele se assustou, olhou-a, e olhou novamente pro pergaminho.
- Oi. – Falou seco.
- Córmaco? Você está bem?
- Claro – não desgrudou do papel.
- Então por que você não olha no meu olho pra conversar comigo?
- Você acha que merece isso? – e tirou os olhos do pergaminho. Hermione abriu e fechou a boca várias vezes, sem entender, e sem ter o que falar, por fim disse:
- Eu não entendi Córmaco.
- Você meio que partiu meu coração, e eu fiquei longe de você, como queria, agora você quer conversar comigo como bons amigos?
- Córmaco, eu não queria ter feito aquilo, fiz tudo que cabeça quente e...
- O que? Falar que gostava de mim, mas que não podia alimentar isso?
- Você entendeu muito bem – e cruzou os braços.
- Hermione eu tenho que ir agora – e virou as costas.
- Não, não vai não. – a garota segurou o braço grosso do garoto e não o deixou ir. – agora vai ter que me escutar. Eu sinto muito mesmo, você deveria entender isso, foi um erro estúpido, e todos os dias eu me repudio por ter feito isso contigo, não queria te machucar. – E abaixou a cabeça.
- Mas machucou. Eu realmente gostava de você.
- E não gosta mais? – Levantou a cabeça.
- Não me faça uma pergunta dessas Hermione, se já sabe a resposta.
- Eu juro que não sei, me responde, por favor.
- Você tá vendo como estou respirando? – ela percebeu que ele parecia sem ar, que precisava de um ar puro há dias, então assentiu – Pois é. Nunca fico assim, só fico na sua presença. E você nem precisa me tocar pra que isso acontece.
- Ah Córmaco, eu... Eu não sabia, eu... Ah, como eu sou estúpida – e começou a nascer uma pequenina lágrima nos olhos da garota. “Como eu choro fácil”, pensou ela.
- Não chora tá legal? Não gosto de te ver assim, principalmente por mim. – Secou sua lágrima, fazendo-a olhar para ele. Por um afeto muito grande ele a puxou pelos braços tão finos e desprotegidos, para um abraço bem apertado. – Eu estou aqui agora com você tá bom? – ela assentiu com o rosto em seu peito, e com os olhos totalmente embaçados. Agora ela ficou aliviada, agora ficou bom, muito bom.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

N/A: Mil perdões gente, perdão mesmo mesmo mesmo, eu não queria ter demorado tanto assim, mas é que agora complicou de verdade.  Eu viajei, como disse, e voltei na segunda, na terça eu já tinha que ir pra escola, acordar 6 da manhã todos os dias novamente, dormir a tarde, e a noite fazer as tarefas, e como eu to no terceiro colegial fica mais apertado ainda, e eu tenho que estudar pros vestibulares, comofas? Eu tinha a metade desse capítulo no meu caderno, ontem eu escrevi a outra metade e terminei, nem escrevi o N/A como sempre, tive que ir pra minha madrinha correndo, e voltei meia noite, tava super cansada, e fui dormir. Eu vou terminar a fic no décimo capítulo, porque não dá mais mesmo, talvez eu faça 7 coisas que odeio na doninha 2, com novos motivos, mas vai depender muito do meu tempo. Muito obrigada por lerem, novamente. Beijos :*

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por IsaBellatrix Black Malfoy em 14/08/2012
OI espero q tenha ido bem de viagem, ficou mto bom o cap, mas meio triste.To amando.Eu estou escrevendo um a fic q vai se chamar DRAMIONE -EQUALIZE e gostaria q vc lesse. Até sexta no maximo eu ja cadastrei.Obrigada Bjos
Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.