FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. Uma Hermione confusa


Fic: 7 coisas que odeio na doninha


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

“Bom, lembra quando eu escrevi aqueles sete motivos de eu odiar o Malfoy? Pois é, aquilo me aliviou, mesmo depois do pergaminho ser encontrado por ele próprio, e depois disso eu ter feito um plano para que se arrependesse de ter lido e ter feito minha cabeça girar por conta dos vários sentimentos que me afortunavam, enfim, não é sobre isso que eu vim falar nesse pergaminho, que aliás, agora eu tenho que guardar como minha vida. É sobre o Córmaco. Pois é, eu to meia confusa em relação à ele, desde que eu o coloquei no meu plano vingativo. Eu sinto um certo desejo de estar sempre perto dele, em seus braços e até o beijando. Mas é que é tão difícil de aceitar isso, uma vez que eu nunca tinha trocado uma única palavra com ele antes.
Desde que nós começamos a passar muito tempo juntos, eu percebi que ele é uma pessoa maravilhosa por dentro, e também por fora, porque vai ser gostoso pra lá hein, enfim, voltando, eu vi que ele é muito gentil, educado e carinhoso. Ontem mesmo eu chorei por lembrar da porra do Malfoy e ele ficou comigo, abraçando-me até eu parar de chorar, e esquecer daquilo, conversando comigo. Ele foi super fofo e compreensível. Eu acho que ele gosta ou gostava de mim, porque no primeiro dia do plano ele disse que faria de tudo pra ficar comigo. Mas ai que vem a questão. Será que eu sinto o mesmo por ele? Tá tão confusa essa merda de cabeça. É insuportável o tempo que eu passo pensando e lembrando das coisas que Malfoy fazia comigo, por mais que eu dizia que o odiava eu sentia uma alegria imensa por ser tão desejada pelo Malfoy, olhe só. Aquele garoto sonserino que odeia grifinórios e sangues-ruins, foi se apaixonar justamente por mim, as duas coisas que ele mais odeia. E eu até poderia corresponder, ficando junto com ele, se ele não fosse um inimigo mortal do meu melhor amigo, se não fosse sanguinário, estúpido, idiota, desgraçado, galinha, filho de comensais, e um comensal, eu acho, não tenho tanta certeza assim, se não idolatrasse Voldemort. Viu, está ai todas as razões para eu não me entregar por inteiro pra esse filho da puta sonserino. Já basta ele me enlouquecer, e meus sentimentos por ele aflorarem cada vez que ele chega perto de mim, me tocando ou beijando. Falando em Draco Malfoy, faz dois dias que não vejo nem troco uma única palavra com ele, será que ele nunca mais vai olhar na minha cara por conta das coisas que estou fazendo?
Olha isso, era pra eu estar escrevendo sobre meus supostos sentimentos por Córmaco, e Draco já entrou novamente em meus pensamentos. Mas que droga viu, por que é que tem que ser tão difícil desse jeito? Eu meio que estou dividida em dois. Gosto do Córmaco por ele ser fofo, carinhoso, romântico e gentil, mas sou apaixonada pelo Malfoy por conta dos beijos que ele me dá tão desesperadamente, de como ele me segura, como ele me puxa pra perto dele com aquelas mãos sempre quentes.
Se fosse pra escolher um dos dois seria o Córmaco. Não, esquece, é o Draco, não, Córmaco,=. Draco, Córmaco. AAAAAAAAAAH! EU JÁ VOLTO! VOU ME ATIRAR DA TORRE DE ASTRONOMIA!”
- Que drama gente!
- AAAAAAAAAAH! QUAL É A TUA DE FICAR BISBILHOTANDO PERGAMINHO ALHEIO?
- EH MENINA EDUCADA. COM DIA MIONE! COMO VAI?
- PÉSSIMA! NÃO TÁ VENDO PORRA?
- CALMA! E pára de gritar criatura.
- Tá bom Gina, desculpa. Mas você não deveria ler isso. É muito pessoal – ela mostrou o pergaminho e o dobrou rapidamente, colocando em seu bolso da calça depois.
- Mas a questão não é essa Hermione. Eu disse pra você falar pro Malfoy que o ama. Agora você se envolveu com o Cómaco e tá confusa. Bem feito.
- Por isso que você é minha melhor amiga. Me apoia em tudo que faço. – disse sacástica.
- Cala a boca e me escuta – Gina disse irritada – Acaba com esse namoro bobo entre você e o Córmaco e vai lá dizer pro Draco que ama ele. Ou então fica com o Córmaco por quem não sente nada, depois tome um pé na bunda e fique pra titia, porque depois ninguém mais vai te querer.
- Caramba Gina, você sempre me anima. – disse num sorriso falso.
- Só pense nisso tá legal? To indo agora, beijo linda. – e deu um beijo na testa de Hermione.
Depois disso ela ficou ainda mais confusa


“Será que ela percebeu que nem to chegando mais perto dela?” pensou Draco, de frente pro Lago Negro, no mesmo lugar em que Hermione sempre fica. Ele estava bem triste com tudo que Hermione andou fazendo nesses dois dias, ele não acreditava que ela era capaz de fazer aquilo tudo só porque ele tinha lido um pergaminho que ela escreveu confessando que o amava. Ele tinha certeza que ela não tinha feito aquilo há anos, devia ter feito naquele mesmo dia, ou nesse mesmo ano. Estava muito óbvio o jeito que ela ficava quando ele a olhava, quando a tocava, quando roubava vários beijos dela. Ah, que beijo que ela tinha, ela pensava, ninguém o tinha feito sentir tanta coisa num só beijo. Quando a beijava não pensava em nada, somente que seu coração batia bem forte, a queria só pra ele, naquele mesmo momento, nunca queria largar ela. Mas ela nunca cooperava. Depois dos beijos ela ficava sem ar, ele percebia, mas sempre ficava brava com ele, ou dava tapa na cara, ou dava as costas pra ele sem mais nem menos. Ele queria ter uma única chance com ela. De expressar tudo que sente, de falar todas as coisas que estavam entaladas em sua garganta, que ele nunca teve coragem de dizer depois do baile do inverno. Se aquele búlgaro idiota não a tivesse convidado, ele convidaria, se ele não tivesse a beijado, ele a beijaria, se o cenourinha não tivesse a feito chorar, ele estaria perto dela. Por que, pra ela, é tão difícil de aceitar que ele, o sonserino que sempre odiou sangues-ruins, agora a ama? Ele não odeia mais, pelo menos não ela. É totalmente diferente. Ele a ama do jeito que nunca amou ninguém antes na vida. Ele suspirou entediado por tantos pensamentos por causa dela, e de repente:
- Draco Malfoy! – ele virou assustada pra saber quem estava falando, e então viu um moreno. Virou novamente a cabeça pra continuar olhando o Lago Negro e disse:
- Teodoro Nott! – Teodoro sentou ao seu lado, na grama.
- E ai cara? Pensando na garota misteriosa?
- Sempre.
- Não vai mesmo me dizer quem é.
- Ah, claro Teo. – fez cara sarcástica e riu.
- Ah, qual é cara. Me diz vai, promete não rir. – Teodoro ficou com cara de um santinho
- Nós temos o que? Cinco ou seis anos? Que isso Teo. Eu não vou dizer falou?
- Não falou nada. Me diz agora criatura, senão eu, eu, eu te azaro.
- Eu estou falando com Teodoro Nott ou uma criancinha mimada? Cara, deixa disso.
- Não, porque eu to meio preocupado com você.
- Ai que meigo meu Merlin. – disse com uma voz doce e sarcástica.
- É sério Draco. Faz dois dias que você anda esquisito, aconteceu alguma coisa que você não quer me contar.
- Claro, tem a ver com a garota.
- Pelo amor de Merlin, Draco. Diz logo quem é.
- Tá bom criatura. É a Hermione.
- O que? A sabe-tudo gatinha?
- Ai, não a chame de gatinha falou? – Draco começou a se irritar
- Tá bom cara – Teo ergueu as mãos como se se entregasse. – mas você a odeia
- Ok. É ela sim, mas é que ela nunca foi todas aquelas coisas, quando a odiava. Depois que a conhece você percebe o quanto ela é meiga, doce, inteligente e engraçada.
- Ai meu Merlin. Draco, amigo, você está apaixonado demais.
- Ah, sério? Agora diga uma coisa que eu não sei Teo. Sério, ela é maravilhosa, o sorriso, os olhos, os lábios, a cintura dela, gente, que cintura é aquela, o jeito dela, ela toda é perfeita. Mas até hoje eu nunca consegui fazê-la entender que a amo.
- E é por isso que tá depressivo?
- Não. Eu acho que ela armou uma vingancinha pra mim. Ela tá supostamente namorando o McLaggen.
- O QUE? O QUE PERDEU PRO CENOURA? – desdenhou – TÁ BRINCANDO NÉ. – e caiu na gargalhada. Draco deu um riso seco.
- Isso ai, o cara que perdeu do Weasley. Eu sei que não é verdade, porque sempre que eles me veem se apressam em se beijar.
- Cara, nem sabem atuar, que trágico.
- Pois é, eles deveriam ensaiar mais as coisas – Draco riu em seco, de novo.
- É, você tá perdido cara. Mas espera, por que ela tá com essa vingança?
- Porque eu li um pergaminho em que ela tinha escrito que me amava depois eu disse que tinha lido, e ela ficou uma fera, dizendo que fazia tempo que tinha escrito aquilo, mas eu tenho certeza que era mentira. Depois disso ela nunca mais olhou na minha cara, e ficou com esse cara ai.
- E você foi se apaixonar justamente por essa garota cara? Boa sorte viu. – deu sorriso, e se levantou – Reflita sozinho ai cara. Vê se melhora.
- Valeu Teo – sorriso por educação, então viu Teodoro indo em direção ao castelo, e deitou na grama. Fechou os olhos e ficou pensando em Hermione. Em seus olhos, sorriso, boca, nariz, o jeito de rir, andar, de falar, em seu cabelo, em sua voz, em tudo. Então adormeceu lá mesmo, na grama.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

N/A: pois é, eu disse que iria tentar postar esse capítulo mais rápido, mas sabe, é que não saiu tão rápido assim como eu estava esperando. Mas está ai, pequeno como sempre, mas com muito amor e carinho hm HAUHAUH Eu já tenho o capítulo 7 escrito no meu caderno, eu sei, é estranho ter o 7 mas não o 6, mas é que antes de começar a escrever essa fic eu já tinha escrito umas coisas de Dramione, e deu, praticamente, certo com essa fic. Então o 7 vai sair bem mais rápido, só tenho que passar pro computador, que vou fazer agorinha mesmo. O 6 não sei quando vai ser postado, mas vai ser um dia antes do 7. Vou postar um atrás do outro, é sim, porque eu vou viajar dia 1 e só voltar no dia 6, então não terei tempo de escrever mais coisa alguma. Obrigada por continuarem lendo, obrigada mesmo. E os comentários me incentivam muito, obrigada leleu_mione por ser a primeira a comentar, e obrigadaIsabela Potter Malfoy pelos comentários e obrigada Accio Evanna Lynch. To indo agora, beijo :*

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por IsaBellatrix Black Malfoy em 27/07/2012
Não tek pressa não eu to amando tenho certeza q vc tem bons motivos para demorar a postar.To amando a fic.Bjos Isabela
Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.