FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. O objetivo de Hermione


Fic: 7 coisas que odeio na doninha


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Depois que Hermione e Córmaco voltaram ao castelo, ficaram andando de mãos dadas o tempo todo, mas o plano era que eles tinham que se beijar perto do Malfoy, e só dele, de mais ninguém. Mas mesmo assim, continuaram juntos o domingo inteiro. Por onde passavam as pessoas ficavam olhando desconfiadas. Nunca que pensaram que Hermione, algum dia, sairia com Córmaco, e levasse isso a sério.
- Todo mundo tá olhando pra gente, por onde é que a gente passe. Você, por não ter conseguido o lugar de goleiro, pro Rony, te deixou bem popular.
- Mas não é essa fama que eu quero, que é a de perdedor. Não quero isso pra mim. Quero ter uma “fama” como a sua Hermione. – Córmaco disse humildemente, olhando bem com muita ternura pros olhos de Hermione. Ela sorriu envergonhada.
- Como a minha? Como assim?
- De pessoa mais inteligente da escola, de esforçada. E não de nascida trouxa amiga de Harry Potter. Algumas pessoas ainda dizem isso, mas eu acho tão idiota. É uma coisa de perspectiva também.
- Pois é. Mas mesmo assim, se me acham isso ou não, ou se até me chamem de sangue-ruim, eu não ligo, pelo menos não mais. Antes, no primeiro e segundo anos, eu ligava demais, eu chorava toda vez que alguém me chamava assim, era meio deprimente, eu si – deu uma risadinha seca – mas isso só me deu forças. – e quando ela viu uma lágrima já começou a rolar de seu olho para a sua bochecha. Mas antes de cair ao chão, Córmaco passou o dedo gentilmente para secá-la.
- Não precisa chorar Hermione. Já acabou tudo isso. Não é legal ficar presa no passado, tem que seguir em frente. E você está se saindo muito bem no quesito Draco Malfoy. – e deu mais uma das suas risadas gostosas. Hermione riu acompanhando-o.
- É porque você está me ajudando não é mesmo?
- Mas o mérito é todo seu. Você que está deixando de pensar nele.
- To tentando – pensou em voz alta, e se arrependeu muito, pois Córmaco ficou com uma carinha de cachorro que caiu da mudança. – Me-me desculpe Córmaco – atrapalhou-se – não queria dizer isso, sinceramente. Você está sendo muito legal em me ajudar com isso. Pensei que nunca iria concordar em fazer isso.
- Por quê? – ele perguntou sem entender.
- Porque eu pensei que você pensaria que eu iria usá-lo só pra chatear o Malfoy, pra eu esquecê-lo, pra nunca mais ver a cara dele. Uma vez que eu gosto demais dele e – ela parou abruptamente de falar, e corou um pouco. Ele ficou estupefato sobre o que ela tinha acabado de falar tagarelamente.
- Hum, eu acho que é melhor você parar de falar viu.
- Pois é – concordou e corou mais ainda. Olhando pra ele deu gargalhadas, continuadas, que foram juntadas com as dele.
O resto do domingo foi um dia normal, por assim dizer, eles ficaram horas e horas conversando sobre coisas que ele nunca iria conversar, por ele ser do sexo oposto do dela. Então, quando estava escurecendo, e o frio começou a pairar sobre os dois, sentados no gramado, de frente ao Lago Negro, eles foram para dentro do castelo, para se agasalharem. Mas ao virarem o primeiro corredor, lá no fundo deste, estava Malfoy andando de um lado pro outro. Hermione se assustou quando Córmaco colocou suas duas mãos grandes em sua cintura e a puxou para um beijo bem desesperador, mas ao mesmo tempo bom. Ela, para continuar no plano, colocou suas mãos na nuca do garoto e beijou ainda mais profundamente. Córmaco percorria toda extensão das costas de Hermione, com suas mãos, meio que transmitindo, ela pensou, que ele nunca iria ficar longe dela, que a protegeria de idiotas que a machucassem, mas do nada ela percebeu que isso fazia tudo parte do seu plano absurdo, de fazer com que Draco sentisse ciúmes dela, por ter feito tudo aquilo com a mesma.
De repente ela sentiu as mãos de Córmaco em sua cintura afastando-a de perto dele, e se decepcionou consigo mesma, pois poderia fazer com que o beijo fosse bem melhor que aquilo.
- Me desculpa – ele disse – é que Draco estava bem no fim do corredor, e – olhou por cima do ombro dela – acho que nos viu, e foi embora.
- É, eu... eu vi sim – disse meio desconcertada – valeu Córmaco – e deu um sorriso vergonhoso.
- Sempre às ordens Hermione – deu se sorriso galanteador. – Então, vamos pra Sala Comunal? – ela assentiu.
No caminho todo até a Sala Comunal da Grifinória, eles não trocaram nenhuma palavra. “Talvez ele tenha ficado envergonhado de ter me beijado rapidamente. Mas parece que ele não é desses, não é um garoto que fica com vergonha” pensou Hermione. E quando deu por si, Córmaco estava falando a senha para a mulher gorda.
- Bom, então eu vou indo, preciso tomar banho ainda. – ele disse, simplesmente.
- Ah, tudo bem, eu também preciso ir tomar banho.
- Então tá. É... Foi muito bom hoje, Hermione, foi divertido estar com você.
- Foi sim. Obrigada, por fazer parte do plano. – disse corando.
- Que nada. Faria de tudo para ficar mais perto de ti. – disse isso, e simplesmente virou as costas para ela e subiu as escadas para o dormitório masculino. Hermione ficou em entender, com uma cara boba.
- HÁÁÁÁÁ! – Hermione saltou de susto ao ouvir a voz de Gina
- QUAL É O SEU PROBLEMA GAROTA? VOCÊ VAI ME MATAR DE SUSTO.
- Nossa lindinha, mil desculpas – falou sarcasticamente.
- Por que eu sempre acho que seus pedidos de desculpas nunca são verdadeiros?
- Por que você estava andando com o McLaggen?
- Eu fiz a pergunta primeiro. Tenho direito a resposta primeiro.
- Não antes de você me responder. Que estava fazendo com o Córmaco? – Gina disse cruzando os braços.
- Eu entendi a sua pergunta Gininha, não precisa repeti-la. Tá bom. Eu fui a Hogsmeade com ele hoje.
- VOCÊ O QUÊ?
- Fui a Hogsmeade com ele. Algum problema?
- Não, claro que não – disse, novamente, sarcasticamente – somente eu VOCÊ SEMPRE ODIOU ESSE GAROTO. AGORA EU FAÇO A PERGUNTA: QUAL É O SEU PROBLEMA GAROTA?
- Pára de gritar seu projeto de pessoa. Todo mundo tá olhando – Hermione apontou ao seu redor. Era verdade, todo mundo parou de fazer o que estavam fazendo e ficou observando Gina tendo um ataque.
- Falou. Agora, a gente vai lá no seu quarto, e você me explica tudo. – Hermione assentiu.
Então, despercebidamente, elas subiram até o quarto de Hermione, que estava totalmente vazio, a não ser por Bichento, que logo vendo sua dona se enroscou em seus pés. Quando Hermione terminou de contar o porquê de tudo aquilo, Gina abriu e fechou a boca milhares de vezes, sem encontrar palavras.
- Ahá. Pelo menos um dia na vida eu te deixei sem palavras. Hermione 1, Gina 0.
- Você ficou maluca Hermione?
- Por quê? Faltou algum ponto pra mim ou pra você – se fez de despercebida.
- Não se faça de idiota garota. Por que você fez isso com Draco? Eu sempre soube que ele gostava de você, e você nem ai pra ele.
- O que? Como assim sempre soube?
- Caramba Hermione, você é idiota ou só se faz? Nunca percebeu o jeito que ele te olha?
- Não, eu não perdia tempo com isso. Só perdia tempo eu como iria matá-lo da forma mais sofredora.
- Você é péssima pra isso viu. Igual quando Rony gostava de você e nunca tinha percebido antes.
- O que? Rony... eu... não pode ser... desde... desde quando isso? – se atrapalhou toda.
- Ai Hermione, não sei o que eu faço com você. Tem uns parafusinhos soltos por ai hein.
- Olha Gina. Eu nunca soube do Rony...
- E nunca mais vai saber.
- Você tinha que ter falado pra mim...
- Perder meu tempo com isso pra quê?
- Que ele gostava de mim.
- Ah Hermione, presta mais atenção, você consegue dar conselhos pra todo mundo, quando é com você se atrapalha toda e só faz burrada. Pára de fazer esses joguinhos com Draco e assume logo.
- Nunca tá me ouvindo? NUNCA vou fazer isso, e também, o Córmaco é uma pessoa legal, não podia fazer isso com ele. Ele disse que faria de tudo pra ficar perto de mim. – disse com um sorriso besta no rosto.
- Ai Hermione, ele deve dizer pra todas que ele sai.
- Não me pareceu isso. Ele é um cara legal. Só porque ele ficou bravo com o Rony, só por ter pego a vaga de goleiro não quer dizer que é uma péssima pessoa. Você, o Rony e o Harry têm uma ideia idiota sobre ele. E – acrescentou quando percebeu que a ruiva ia protestar – vou tomar um banho e ir fazer meus deveres. Depois vou dormir. To super cansada.
- Também, colocando esse mente pra trabalhar em planos diabólicos – deu uma risadinha. – Boa noite Mione, e pára com isso tá bom? Conselho de melhor amiga ruiva mais linda desse mundo – disse jogando o cabelo para trás e sorrindo.
- Tá bom ruivinha desperdício de espaço – e riu. Levantou da cama e foi ao banheiro para tomar um banho. Ficou por muito tempo, só sentindo a água escorrer por todo seu corpo, pensando no Córmaco, e como ele beijava bem. Não tanto quanto Draco, mas beijava. Balançou a cabeça para parar de pensar nisso, não tinha que pensar mais no Draco e o jeito que ele a beijava, e colocava as mãos sempre quentes, por mais frio que estava, em sua cintura, por debaixo da blusa. Desligou o chuveiro, se secou, e se trocou rapidamente, para ficar ocupada de deveres, para então não pensar mais em Draco. Esse era seu objetivo número um: Esquecer Draco Malfoy para sempre.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

 N/A: Mil desculpas gente, sério mesmo, esse capítulo demorou 5 dias pra sair, é que eu estava sem tempo, realmente. Aconteceu umas coisas aqui em casa, coisas pessoais como sempre, enfim. Espero que o próximo capítulo saia antes de 4 dias, no máximo. Eu sei que cada capítulo está pequeno demais, mas é que eu não consigo escrever mais que isso, eu fico sem ideias para cada capítulo. Bom, eu estava vendo os comentários novos, sei que são pouquíssimos, mas é que me surpreendi bastante com todos. Fico feliz de estarem gostando da fanfic, é muito bom isso. Então, continuem comentando se estiverem gostando, e se não estiverem mesmo. Obrigada por todos os comentários *-* Beijinhos :*

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por IsaBellatrix Black Malfoy em 23/07/2012
Posta logo vc escreve muito bem.Eu amo dramiones,o Draco é perfeito.Sua fic tá ótima.Parabens
Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.