FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

7. Eu quero.


Fic: Ainda Bem.


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Passou uma semana desde a cena do banheiro, mas, não consegui esquecer nada, e ainda mais depois do beijo que ele me roubou no jardim, foi tão gostoso.
Tava terminando o banho quando me lembrei daquele beijo no jardim, ri. Me troquei e corri para o quarto, mas eu ainda tinha uma dúvida em mente, deveria contar a Gina ou não? Talvez fosse melhor fazer do meu jeito, a Gina é meio impulsiva as vezes. Sorri.

Mas se ela soubesse o que fazer? Se desse certo? Não. É melhor que eu faça, afinal, eu e Fred já temos uma certa intimidade, não será tão constrangedor, será?


- No que está pensando? - uma voz grossa me perguntou. 

- Quem é? - me virei assustada, pra achar de onde vinha aquela voz.

- Sou Fred, achei que já sabia me reconhecer. - ele apareceu. 

- Quando estou olhando pra você fica bem mais fácil. - falei, estava tremendo, o susto foi grande.

- Acho que precisamos conversar. - ele chegou mais perto.

Meu extinto dizia pra eu me afastar, o medo me tirava a concentração, aquela sensação era conhecida, ele ia me beijar. Mas fiquei, vendo aquele corpo tão definido se aproximar mais e mais de mim, lembrei de como era quente, de como ele me abraçava forte.

- Se você acha. - sorri

- Preciso saber se é o que você quer que eu faça. - ele falou, me deixando confusa, ainda estávamos falando da conversa?

- É o que eu quero. - respondi sem saber exatamente pra que pergunta eu havia respondido.

Ele chegou ainda mais perto, o calor dele ja passava pra mim, os braços fortes estavam tão perto também, não aguentei, puxei Fred pelo pescoço e dei o melhor beijo de toda a minha vida. Era uma boca macia, quente, ele sabia como beijar, sabia muito. Suas mãos me envolviam pela cintura, me puxavam pra mais perto daquele peito febril, percorriam minhas costas devagar, puxavam o cabelo da minha nuca, mudando o ritmo do beijo, ele estava mais rápido agora mais feroz, precisava parar. 

Fui tentando me soltar mas ele era forte demais, fiz força pra trás, forçando-o a parar de me beijar, ele ainda estava com os olhos fechados. De repente eles abriram, não estavam tensos como de costume, estavam felizes.

- Acho que devemos parar com essa nossa conversa. - falei, ele sorriu, senti vontade de beija-lo novamente.

- Acho que não. - ele disse me puxando pra perto de novo.

- Fred, Fred, não. - falei rápido antes que me entregasse àquele beijo de novo. - Fred, já está tarde, alguém pode nos ver, não quero que isso aconteça.

- Tudo bem. - ele aceitou.

Quando vi meu corpo não estava mais no chão, ele tinha me colocado no braço.

- Então durma, minha linda. - ele sussurrou em meu ouvido, me arrepiei.

- Dormir ? - ri - Acho que não vou conseguir essa noite.

- Nem eu. - ele sorriu, me colocando na cama.

Se ajoelhou do meu lado com o rosto próximo ao meu.

- Me beija de novo? - eu pedi, me arrependi, ele podia achar que eu era fácil.

Antes que esse dilema em minha mente continuasse, a boca dele ja havia encontrado a minha, dessa vez foi um beijo calmo, ainda que quente, com o gosto de menta que teve da última vez, há uns minutos atrás.

Ele parou de me beijar por um instante.

- Que horas são? - perguntou mais pra si do que pra mim.

- Acho que - fui ver - MEIA NOITE, POR MERLIN. - quase gritei.

Ele tava tampando a minha boca e rindo.

- Porque o espanto? - riu

- Como ninguém veio aqui ainda? - perguntei assustada.

- A Gina foi dormir na casa da Luna hoje, achei que ela tinha te avisado.

- Não. - fiquei irritada.

Ele pegou a varinha.

- Abafiatto - ele conjurou.

- Porque ta fazendo isso? - uma sensação estranha surgiu em mim, acho que sabia porque ele tava fazendo aquilo, não sabia se queria ou não.

Trancou a porta, e voltou a me olhar.

- Acho que estou apaixonado, Hermione. - me olhava nos olhos.

- Espero que seja por mim - sorri.

Ele me beijou com força, como se quisesse provar que sim, que estava apaixonado por mim.

De repente ele não estava mais do meu lado, seu corpo já estava por cima do meu, ele beijava meu pescoço, eu já respirava descompassadamente e senti que aquilo era só o começo. Eu o beijei com a mesma força, puxei aqueles cabelos ruivos pela nuca, ele pressionou o corpo dele contra o meu, senti que tinha um lugar maior do que o normal, fiquei com medo. Acho que ele percebeu.

- Hermione? - ele me olhava.

- Oi - falei tensa.

- Você está bem? - a voz dele me acalmava.

- Sim, não se preocupa. - menti.

- Olha, se você não quiser, não precisa acontecer. - ele falou com sinceridade.

- Eu quero. - falei.

Pensei em quando esse tipo de coisa acontecia com o Córmaco, fiquei nervosa por lembrar da última vez que encontrei McLaggen.

- Tem certeza? Não precisamos fazer nad..

- Eu quero. - falei antes que ele terminasse.

Ele ainda tava me olhando.

- Você não me quer mais? - perguntei triste.

- É claro que sim, Hermione. Só que não quero te ver tão preocupada, porque se você não quiser, não vai rolar.

- Eu já disse que quero.

Ele riu, me beijou devagar, sem impor nada, então eu fiz diferente. Passei meu corpo por cima do dele. Ele ficou me olhando assustado.

Beijei o pescoço dele como ele havia feito em mim antes, senti aquela área aumentar de novo, estava entre as minhas pernas, era bom.

Ele tirou a camisa deixando o corpo a mostra, senti uma coisa boa. Fiquei com vergonha de pensar nisso, voltei a beijar o corpo dele, dessa vez beijei o ombro, a clavícula e voltei para a boca, estava mais quente do que antes, se isso é possível.

Ele puxava o meu short pra cima me forçando a fazer um movimento sobre ele, acho que ele estava pedindo que eu fizesse sozinha. Empurrei meu corpo pra frente e pra trás, ele me deitou na cama, ficando em cima de mim, tirou o meu short, em seguida tirou a sua calça, quando me viu de calcinha mordeu o lábio e revirou os olhos, eu sorri.

- Você é linda, sabia Hermione? - ele falou me olhando nos olhos, depois abaixou a cabeça ate encontrar meu ouvido. - Uma delícia.

Me arrepiei, ele percebeu e começou a lamber a minha orelha, rebolei involuntariamente, não tava conseguindo me controlar, e não ter controle sobre mim, me deixava assustada. 
A mão dele foi para minha cintura, depois passeou pela minha barriga, desceu um pouco mais, colocou a mão dentro da calcinha, encontrou meu sexo. Alisou-o, sem parar de me beijar, me senti mais molhada ainda, gemi, sem querer.
Senti ele ir mais além, gemi mais no seu ouvido, ele foi ainda mais.

Rebolei com mais força. Tava enlouquecendo, só podia. Procurei o membro dele, não sabia exatamente o que fazer. Massagiei, era grande, tava rígido, tirei-o da cueca box onde estava, botei entre as mãos e empurrei pra baixo, depois puxei pra cima, fiz isso algumas vezes, Fred gemia baixinho, falava meu nome. Parou de me tocar, tirou a cueca, me olhou.

- É isso que você quer? - ele perguntou, ofegante.

- É Fred, para de perguntar tanto. - falei puxando ele de volta pra mim, se não acontecesse agora, acho que nunca mais teria coragem.

Senti o membro dele encostar, me encolhi. Ele puxou minha calcinha. Encostou a boca no meu ouvido.

- Posso? 

- Pode. - eu tremi a voz, tava com medo.

O membro dele tava fazendo pressão contra mim, eu puxei a nuca dele.

Ele se arrepiou, fez mais força e enfim aconteceu, ele começou a se movimentar pra frente e pra trás, gemi alto. Eu não era virgem, perdi com o Córmaco, me arrependi muito, mas estar ali com o Fred me fez esquecer tudo, acho que estava amando. Queria ele comigo pra sempre.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.