FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

22. O encontro parte II


Fic: Divergências.


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

xxxXxxx


Segundos – para mim- depois, somos obrigados a nos separar, incapacitados pela necessidade de respirar.


Harry sorri para mim. Encaixo minha cabeça em seu ombro, e suspiro feliz. Ouço ele suspirar também, com o resto enterrado nos meus cabelos.


Nunca mais saio daqui.


Infelizmente, somos brutalmente retirados do nosso mundo particular, com a chegada de algumas garotas no corredor. Elas param abruptamente quando nos veem e – é engraçado- engasgam em grupo. Rio levemente contra Harry.


Após alguns momentos, e com óbvia dificuldade, elas continuam seu caminho pelo corredor. Me separo relutante de Harry, ficando de costas para ele, seus braços ainda sobre a minha cintura, e sorrio.


Elas coram e apressam os passos, enquanto Harry ri contra mim.


Ele se inclina, e diz no meu ouvido – Alguém já disse que você pode ser assustadora, quando quer?


Espero que ele não tenha notado o arrepio que corre meu corpo.


-Na verdade, sim – me viro novamente, e ergo o rosto para encará-lo- Mas é bom que você tenha consciência disso.


Ele ri, e é um som tão feliz e descontraído, que sou obrigada a sorrir junto.


-Isso é uma ameaça, Weasley? –ergue as sobrancelhas.


-Entenda como quiser, Potter – dou de ombros, antes de o puxar, levando-o pelo corredor.


-Onde vamos? –pergunta, me seguindo.


-Bem, eu não sei. Até porque era o cavalheiro que deveria guiar a moça no primeiro encontro – o olho, erguendo as sobrancelhas- Mas, já que o meu está muito parado, decidi caminhar por aí- comento descontraída.


-Hey! – exclama, falsamente indignado, antes de me puxar novamente contra ele- Desculpe-me se estava distraído demais com a donzela, para notar qualquer coisa.


O desgraçado realmente sabe pegar pesado.


-Ponto para você – admito, antes de me inclinar, dar um selinho nele, e novamente me afastar. Sorrio enquanto ouço sua frustração, mas continuo caminhando.


Ele me alcança rapidamente, e pega naturalmente a minha mão. Até agora me impressiono com o quanto elas se encaixam perfeitamente.


-Mas, então –sorri para mim- Que tal deixar o cavalheiro guiá-la?


Sorrio enigmaticamente, e digo lentamente – Surpreenda-me.


Ele me olha acusador-Você sabe que eu não posso deixar passar um desafio, não é? –Aponta divertido.


Dou de ombros.


-Digamos que eu posso te conhecer melhor do que você imagina – respondo, com um pequeno sorriso.


Ele sorri abertamente.


-Então... Que tal passarmos na cozinha e pegarmos uma cesta de bombas de chocolate? – rebate. Ergo levemente os olhos na menção do meu doce preferido, interiormente feliz por ele saber algo tão banal.


-Claro. E devemos adicionar também ao pedido melado azedo? – Respondo calmamente.


Ele ri à menção do seu doce preferido.


-Ok. Desisto. – ergue as mãos, e me faz rir.


-Onde vamos? – pergunto após um pequeno e confortável silêncio.


-Eu ainda não decidi – responde, parecendo um pouco envergonhado- Encontros nunca foram exatamente o meu forte.


Sei que ele está se referindo a Cho, mas não comento nada. Não deixarei a sombra daquela japonesa de araque pairar sobre nós.


-Bem, então não considere isso um.


Ele me encara incrédulo.


-Eu quero considerar isso um encontro.


Meu coração salta. Aperto mais forte a mão dele.


-Bem, eu também – admito- Mas não me importo com o local – dou de ombros- O importante é a companhia. Você pode me levar para o escritório do Snape, se quiser.


Ele faz uma careta.


-Não. Seria uma imagem mental muito estranha.


-Com isso eu concordo.


-Que tal um passeio pelo lago? –pergunta.


-Bem clichê, mas um ótimo lugar – respondo, avaliando.


-Era isso ou a torre de astronomia- acrescenta, erguendo as sobrancelhas.


-Ok. Passeio no lago.


Seguimos calmamente em direção a saída, quando de repente Harry se vira para mim.


-Você tem certeza de que é isso que quer? – pergunta.


-O quê? – pergunto de volta. Será que ele está arrependido? Meu coração se comprime.


-Se nós sairmos lá fora agora, toda a escola nos verá. Todos saberão – explica melhor.


-Bem, você não parecia preocupado com isso, pouco tempo atrás – ergo as sobrancelhas sugestivamente. Ele cora.


-Se você quiser, sabe, esquecer tudo, ainda tem tempo – ele continua, calmo, embora seus olhos estejam oblíquos- Nós voltamos lá para dentro agora, explicamos que foi tudo um impulso meu...


-HARRY JAMES POTTER – o interrompo furiosa. Como ele tem a ousadia de pensar algo assim? A resposta vem facilmente, para minha tristeza. É claro que Harry me daria opções, ele é o idiota mais nobre desse planeta. Observo seus olhos, porém, e vejo o quanto é difícil para ele estar dizendo aquilo. Sinto uma súbita vontade de chorar. Porque, Merlin, porque esse idiota não pode prezar pela própria felicidade uma única vez? Ele tem que estar sempre pensando nos outros, e no que estar perto dele causaria aos outros.


Céus, Harry precisa de alguém que o faça pensar em si, mesmo que um pouco.


-Como você tem coragem de pensar algo assim? – indago furiosa, sentindo algumas incomodas lágrimas pinicarem meus olhos- Como, seu idiota? Eu quero estar com você, e ponto. Eu quero te beijar, quero estar contigo – subitamente, me viro para o corredor comprido, e grito- EU QUERO ESTAR COM HARRY POTTER! EU QUERO BEIJÁ-LO! EU QUERO APERTAR A SUA BUN- sou subitamente interrompida pela mão de Harry contra minha boca. Ele está vermelho (provavelmente por causa do meu último quase comentário), mas seus olhos estão brilhando novamente, e é isso o que importa.


-Sua louca! – exclama entre surpreso e divertido.


-Você que me obrigou a fazer isso, senhor “tem certeza que não quer me deixar” – respondo calma.


-Eu só não queria que você ficasse comigo por julgar uma obrigação – fala- Não quero que você se sinta obrigada a nada.


-Céus, Harry – respondo, completamente exasperada- Eu já te disse que, se eu não quisesse te beijar, você estaria na ala hospitalar. E muito mal.


Ele ri levemente, e eu reviro os olhos.


-Eu gosto de você – falo séria- Eu sou louca por esse garoto leal, engraçado, simpático, querido, que você é. Apesar de completamente idiota, por vezes - acrescento, antes de exclamar dramaticamente- “Se você quiser, sabe, esquecer tudo” –ele sorri um pouco, e então eu completo- Nada vai me fazer afastar de você.


Todo o meu ser pede, pede, implora para dizer o quanto eu o amo, então. Mas eu ignoro. Se Harry, por ventura, não quisesse mais ficar comigo, eu não gostaria de ser responsável pelo peso de ter dito isso a ele.


E sei que devo parecer estúpida, mas tenho que impedir Harry tanto quanto possível de se machucar, e, se não dizer a extensão dos meus sentimentos for a solução, eu a sigo. Harry não pode viver com a sombra do que sinto, sobre ele. Ele tem que ser feliz, e não seria completamente se ficasse ocupado com a minha felicidade.


Volto dos meus pensamentos, e vejo que Harry está me olhando de uma maneira muito peculiar. Coro, claro.


-Então, vamos indo? – pergunto, tentando sutilmente (ou talvez não) mudar de assunto.


Ele acena positivamente, antes de se aproximar e depositar um pequeno beijo nos meus lábios. Sorrio.


Voltamos a caminhar, indo sem pressa em direção ao lago.


Enquanto andamos, reflito sobre o quanto ter Harry ali, ao meu lado, segurando a minha mão, ainda parece um sonho. Um daqueles meus devaneios proibidos e fantasiosos.


Mas então ele se vira para mim, e diz de modo bem suave, com um sorriso,


“Eu também sou louco por você”


 e eu decido que nenhum devaneio meu seria tão maravilhoso.


 


Cenas à parte; alguns momentos do casal mais falado do momento.


Ou também, “Viagens da autora”. Você decide.


N/A: Eu realmente não pude não colocar isso. Harry e Gina me controlam, e eles decidiram que eu deveria contar uma pequena conversa que eles tiveram.


Um pouco depois, na saída de um atalho qualquer.


-Gina?


-Hum.


-Você quer mesmo apertar a minha bunda?


-O que você acha?


-Isso é um sim?


-Então você quer que eu aperte a sua bunda!


-Eu não disse nada!


-Não fazia ideia do quanto você era safado, Harry.


-Esquece.


[...]


-Harry?


-Quê?


-Você me consideraria tarada por querer apertar a sua bunda?


-Então você admite!


-Talvez.


-Talvez?


-Só admito se você disser que quer que eu aperte a sua bunda.


-E porque eu diria isso?


-Porque você quer.


[...]


-Gina.


-Hãm.


-Você está esperando que eu diga, não é?


-Sim.


-Mas porque você iria querer apertar a minha bunda?


-Não seja ingênuo, Potter.


-Quê?


-Até parece que você não tem consciência da bunda maravilhosa que tem.


-Eu tenho uma bunda maravilhosa?


-Humpft.


-Gina.


-O quê?


-Desde quando você observa a minha bunda?


-Me recuso a responder isso.


[...]


-Harry?


-Oi.


-Porque você está caminhando na minha frente?


-Para você poder apreciar melhor a visão.


-E quem disse que eu quero?


-Não precisa dizer.


[...]


-Harry?


-O que foi agora?


-Porque você está caminhando atrás de mim?


-Por nada.


-Ah meu Deus! Eu não acredito que você está olhando para a minha bunda, Potter!


-E onde está a sua moral para falar disso?


[...]


-Gina?


-Ahn.


-Posso te beijar?


-Achei que não fosse perguntar nunca.


[...]


-Gina?


-Hmm.


-Isso que eu estou sentindo, são as suas mãos na minha bunda?


-Cala a boca e me beija, Potter.


[...]


-Gina.


-Hã.


-Dá pra você parar de me apalpar?


-Acho que não. Realmente, que bunda maravilhosa.


 


N/A: Ah meu deus, eu consegui! Atualizei em menos de uma semana! /autora satisfeita consigo mesmo.


Eaí, o que me dizem?


Ah, e não. O ENCONTRO AINDA NÃO ACABOU. Harry e Gina irão para o lago agora, e conversarão melhor, discutirão questões óbvias, pessoas aparecerão, reações também...


É só que, bem. Acho que aí já tem uma boa parte, e não seria fdp o suficiente para guardar todo o capitulo, até estar completamente pronto.


Acho que a parte seguinte demorará um pouco mais, alias. Não sei, na verdade, mas minhas datas são loucas. Geralmente não confie nelas. Posso aparecer com o resto do capitulo na outra semana ou no outro mês. Não me orgulho disso, mas fazer o quê. Sou meia maluca. Mas pelo menos esse saiu rápido.


Enfim, muito obrigada a todos os que leem essa história e possuem a bondade de me aguentar. Sinceramente.


Ah, e gostaria muito de agradecer os comentários que recebo. Sei que posso parecer relapsa em relação a eles, mas leio e releio cada um com muito amor. Obrigada mesmo por me incentivarem. Vocês não tem noção do quanto é importante para mim. Vocês que fizeram essa parte sair tão rápido.


Entonces, até logo. Se quiserem deixar a sua opinião, aliás :)


Hein, e o que vocês acharam das “cenas à parte”?


Beijos, Tefa.


E ps: I love you. / a piada é tão idiota que nem eu rio, mas tudo bem. Sou estranha mesmo.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 3

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Duda Weasley Potter em 10/08/2012

Leitora nova o/ PARABENS as sua fic esta DEMAIS  comecei ontem e ja terminei de ler todos os capitulos postados !! ri muito com a gina querendo apertar a bunda do harry kkk  por favor nao demore a postar o proximo capitulo pq nao sei se vou aguentar se demorar muito !! Parabens de novo e nao demore heim!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Weasley Potter em 08/08/2012

Adorei o passeio dos dois, tão fofo*-* , e as cenas à parte eu achei muito engraçada... Tava tudo demais , mas porfavorrrrrr não demora a postar :D

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Larissa W. Potter em 07/08/2012

Piada engraçada ou não, eu não tô nem ai ! Você foi brilhante, sério !
E a Gina tarada pela bunda do Harry aiai, ri bastante aqui !
Mas uma vez, parabéens, foi demais, e POR MÉRLIN , PELA BUNDA DO HARRY, PELA GINA, ÃO DEMOREEE ! PRECISO DESSA HISTÓRIA, TA MUUITOO LEGAAL ! :DDD

Beijos !

 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.