FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

6. Um novo dia


Fic: Os Sete Desafios


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo Seis



O resto do dia passou rapidamente para a maioria dos alunos em Hogwarts, mas demorou uma vida e meia para Rony que esperava ansioso que Luna Lovegood despertasse, ou quem sabe madame Pince com alguns detalhes concretos sobre o plano maligno de um certo sonserino idiota, cara de doninha saltitante, contra sua frágil e inocente irmãzinha Ginny.
O tempo demorou décadas a correr para Draco e Ginny que aguardavam de mau-humor o momento da detenção com a professora McGonagall na biblioteca além de sentirem-se apreensivos com a possível péssima-explosiva reação de toda a casa dos Corvinais (e de uma certa monitora-chefe obcecada por leitura – leia-se Hermione) ao descobrirem que a biblioteca permaneceria fechada até ambos corrigirem os danos aos livros.
E por fim, o tempo transcorreu lentamente para Hermione, que ainda no salão comunal, estava no sofá, com a cabeça de Harry em seu colo, o moreno dormia profundamente enquanto a grifinória acariciava seus cabelos. Os pensamentos de Hermione estavam em conflito absoluto, eram informações demais para absorver numa única manhã.
Seus olhos castanhos fitaram com carinho o garoto que repousava em seu colo, ela teria de ajudá-lo de alguma forma. Harry estava carregando um peso muito denso, grotesco e até certo ponto injusto para um garoto que mal completara dezesseis anos.
A notícia da morte dos Dusleys ainda a assombrava, não conseguia aquietar a mente, Voldemort mais uma vez estava um passo a frente deles, e conseguiu derrubar as barreiras de proteção. Hermione estremeceu ao imaginar que por pouco Harry não estivera lá.
Sírius saberia disso? Ele teria conhecimento da profecia? E o diretor Dumbledore, o que estava fazendo para proteger Harry? Ela precisava voltar às suas pesquisas nos livros da biblioteca Black com urgência!!! Teria que recomeçar seus planos do zero levando em consideração os novos acontecimentos e a segurança do seu melhor amigo.
A primeira coisa a fazer seria enviar uma coruja (leia-se Edwiges) para Sírius pedindo detalhes sobre o ultimo ataque dos comensais da morte aos Dusleys. Depois tentaria descobrir os planos do professor Dumbledore para proteger Harry. E por fim retomaria as leituras sobre magia antiga e aos documentos deixados por Lílian Potter.
...........................................Ginny Weasley..........................................
Já se passava do horário de jantar quando Luna abriu os grandes olhos azuis. Ela piscou algumas vezes ainda confusa e tentou levantar-se, mas sentiu uma pontada aguda na testa que a fez recuar com um gemido de dor.
-Nossa os Drifkies estavam muito agitados hoje...
Murmura ao levar uma das mãos à cabeça e sentindo bandagens curativas. Curiosa a corvinal olha em volta, estava novamente na enfermaria... sozinha... ou nem tanto. O barulho de roncos ecoava pelo local.
Luna vira o rosto rapidamente para o lado encontrando Ronald Weasley esparramado numa cadeira, a cara amassada e com as mãos sobre o estômago numa posição dramática de fome.
O rosto da loirinha iluminou-se imediatamente. Ele estava sentado ao seu lado durante todo o tempo que permanecera ali, e a julgar pelas estrelas quem começaram a aparecer no céu escuro através das janelas, fora um tempo muito longo.
Determinada, a corvinal esforça-se para ficar de pé, e meio zonza segue na direção do ruivo balançando seu ombro com cuidado.
-AAAAAHH O QUE VOCÊ QUER MALFOY??? AHN???
Berrava Rony acordando assustado ao leve toque da loirinha. Luna simplesmente sorrira admirando o ruivo como se fosse o garoto mais incrível do universo.
-Loo-Luna Lovegood!!! Você, err... acordou!!!
Diz o grifinório completamente vermelho pelo espetáculo que fez ao acordar, mas sentiu-se mais desconcertado ainda com o olhar sonhador que a loira lhe dirigia. Ele levantara esticando os músculos e o estômago roncou alto para seu desgosto.
-Toma! Os Snarksjobs costumam drenar as energias de quem está na enfermaria por muitas horas seguidas!!!
Diz a corvinal em tom de confidência estendendo um saquinho com sapos de chocolate para o ruivo, que ignorando o comentário de Luna devorou todos os doces numa fração de segundos.
-Foi muito nobre Weasley!!!
Comenta Luna admirando o ruivo que sentia-se mais sem graça ainda, não estava acostumado a ter uma garotinha olhando para ele com um sorriso bobo como este. “Deve ser assim que o Harry se sente com aquelas garotas fanáticas” pensou.
-Er... nobre?
Questionou Rony vermelho como pimenta.
-Você me salvou!!! Se não fosse por você os Drifkies teriam me deixado em sérios problemas!!!
Responde com uma expressão séria no rostinho pálido. E a mudança não passou despercebida pelo Weasley.
-Lovegood quem fez aquilo com você?
Questiona com gravidade o ruivo
-Luna!!! Eu gosto quando me chamem de Luna... mas quase ninguém o faz... apenas meu pai e a minha mãe, quando estava viva... você vai me chamar assim???
O interrompe com um sorriso imenso e os olhos azuis brilhando. Rony levanta uma sobrancelha com uma expressão cômica, como raios ela poderia mudar de assunto tão cinicamente???
-Er... tudo bem... Luna!!! Me diz, quem te empurrou...
-Ouço o som de Wrackpuffs, acho que se não retornar ao seu dormitório estará em sérios problemas!!!
Interrompe novamente a loira olhando para o teto. Amedrontado, Rony levanta o rosto para o teto tentando ver o que ela via, mas não havia nada.
-Que problemas?
Pergunta desconfiado o grifinório.
-Alergia a pêlos de gato!!!
Ela diz com convicção ao que Rony fecha a cara, emburrado, ela só poderia estar o fazendo de palhaço.
-Escuta aqui Loon...
-QUEM ESTÁ FAZENDO BARULHO NA ENFERMARIA???
Uma voz conhecida e um tanto temida ecoa atrás da porta da enfermaria acompanhada por um miado arrastado e Rony fica pálido. Era o zelador e a madame Norra.
-Estou ferrado!!!
Sussurra desesperado o ruivo escondendo-se atrás de Luna que mantinha uma expressão inabalável.
-Por favor, me ajuda!!!
Insistia o grifinório ao ouvir o zelador girar a maçaneta.
-Deita na cama!
Ela diz com simplicidade e o Weasley quase desmaia com a idéia absurda da menina. Sem escolha ele joga-se na cama e Luna espalha as migalhas do sapo de chocolate no rosto do grifinório antes de sentar-se na mesma cadeira que ele antes estivera.
Filch entrou com um olho mais esbugalhado que o outro, encontrando a loirinha cantarolando baixinho para um cabeça vermelha com a cara toda manchada. Desconfiado ele foi até a estranha dupla, Rony suou frio.
-Boa noite zelador Filch, os Wrackpuffs estão o incomodando também??? Eles podem ser bem barulhentos às vezes...
Comenta Luna com simplicidade, recebendo um olhar espantado do velho homem que se aproxima da cama cutucando o Weasley que abafou um gemido exasperado para assombro do zelador que afasta a mão como se tocasse fogo. A madame Norra solta um miado exasperado, afastando-se.
-Ele tem alergia a pêlos de gato, acho que é melhor o senhor voltar outra hora para visitá-lo!!!
Luna interrompe com ar sonhador ao que Filch faz uma careta de desgosto antes de afastar-se resmungando sobre crianças cheias de frescuras.
..............................................Hipogrifos............................................
O grande salão comunal estava um caos, comidas jogadas de todos os lados, feitiços atravessando mesas, frutas e sucos de abóbora pelos ares até sapatos eram arremessados. Os gêmeos jogaram bombas de mau-cheiro na mesa dos sonserinos e explodiram todos os mingaus da mesa dos corvinais para dar tempo da sua irmãzinha fugir.
Assim que Ginny cruzou o primeiro corredor alguém segura seu braço com força jogando-a contra a parede de rochas.
-Aaaaaaiii!!!!
Gritou irritada, mas antes de falar qualquer coisa uma mão tapou sua boca e um sonserino de cabelos muito loiros e olhos claros aproxima-se ameaçadoramente da ruivinha.
-O que raios você estava pensando Weasley?
Vociferava o Malfoy num tom de voz tão assustador que até um dementador tremeria de medo. Mas Ginny recuperou-se rapidamente do choque e morde com força a mão do loiro que a solta praguejando de dor.
-Ficou maluco??? Quase não me deixa respirar!!!
Reclama a ruiva ofegando com o rosto super vermelho.
-Maluco eu?
Pergunta com sarcasmo a encarando com perplexidade.
-Você espalha para todos em Hogwarts que nós dois destruímos a biblioteca e esperava que os corvinais ficassem felizes com isso???
Completa Draco jogando os braços para o alto na tentativa de enfatizar o tamanho do problema.
-Não tenho culpa de nada disso!!! Quando os gêmeos ficaram sabendo jogaram um berrador na mesa da Corvinal dizendo que eu era a mais nova integrante das travessuras Weasley e que todo o lado mal cabia a você!!!
Responde Ginny da defensiva cruzando os braços e virando o rosto emburrada.
-Como???
Questionava Draco lívido. Significa que no final de tudo ele levara a culpa pela pior parte???
-Eu tentei dizer a eles que você não tinha culpa Malfoy, mas por alguma razão absurda eles ignoraram essa parte da história...
Interfere a ruiva timidamente e ganhando um olhar afiado do sonserino.
-Razão absurda??? Ser um Weasley já é um absurdo!!! E insultar um Malfoy faz parte da ironia da vida!!!
Retruca o loiro passando as mãos nos cabelos sentindo-se atormentado.
-Não fale como se somente você fosse sofrer com tudo isso!!! Antes de sair do salão comunal tive que desviar de uma cadeira da lufa-lufa, de um feitiço estuporante da Cho Chang e de uma goles que Mérlin sabe lá de onde saiu!!!
Acusa Ginny apontando um dedo ameaçadoramente para o peito do sonserino.
-Eu, se quer deveria estar envolvido nisso!!! Sou um monitor-chefe, um exemplo!!!
Responde ríspido Draco.
-Exemplo de quê? Narcisismo? Arrogância? Falta de caráter? Idiotice? Egocentrismo???
Ironiza a ruiva ganhando uma careta de raiva do Malfoy.
-Weasley fêmea se eu fosse você não abusaria da sorte!!!
Ameaça antes de seguir para a biblioteca virando as costas para a ruiva que o seguia com cara de tédio.
...................................................Sírius Black.............................................
Harry acordou revigorado, abriu os olhos verdes e imediatamente pegou os óculos sobre a cômoda. Espera! Cômoda? Como viera parar no dormitório??? A última coisa que recordava era de estar no salão da grifinória com Hermione!
Levantou-se de súbito saindo da cama às pressas até esbarrar na gaiola de Trevor e cair de cara no chão.
-Droga!!!
Reclamou esfregando o nariz e tirando os óculos que agora estavam quebrados.
-Harry?
Questionou hesitante Neville encarando o amigo com preocupação.
-Hey Neville...
Responde o moreno puxado a varinha para concertar os óculos, mas o movimento de puxar tão bruscamente a varinha apenas serviu para assustar Neville que temendo ser alvo de um feitiço mortal pulou em cima de Seamus que dormia na cama ao lado.
Este deu um berro desesperado ao abrir os olhos e encontrar Neville em cima dele, uma expressão de puro pavor tomou conta do garoto que usando toda a força que possuía jogou o colega longe com um estupefaça.
O feitiço fora tão potente que o pobre Neville voou pelo quarto até atingir a parede do outro lado do dormitório, onde estava Dean que acabara de sair do banheiro e encontrava-se chorando de tanto rir com a cena até ser atingido pelo braço esquerdo de Neville e cair no chão com um olho roxo.
-Isso poderia ficar pior???
Perguntava Harry a si mesmo quando a porta do quarto abriu-se mostrando um ruivo com a cara toda suja de migalhas de chocolate e os cabelos em pé. Numa vaga lembrança de Chuck o boneco assassino.
-Mas que porcaria de confusão é essa???
Bradava Rony ao entrar no dormitório. Todos presentes pararam para encarar o ruivo em segundos de profundo silêncio antes de cair na gargalhada.
-Estão rindo do quê???
Reclamava Ron confuso.
-Da tua cara!!!
Seamus quase cai da cama de tanto rir.
-O que foi isso Ron???
Pergunta Harry recuperando-se do choque.
-Luna, zelador Filch e Wrackpuffs!!!
Resmunga o Weasley seguindo direto para o banheiro batendo a porta com força. Já Harry levanta-se concertando os óculos e apontando a varinha para Neville desfaz o encanto desculpando-se com o amigo.
Depois de um tempo descobrira que Hermione pediu para que Neville o levasse para o dormitório e não deixasse ninguém incomodá-lo. Com um sorriso no rosto o grifinório pegou sua capa da invisibilidade e fora atrás de Hermione.
...............................................Hogwarts.............................................
Hermione Granger estava impaciente esta noite, mordendo o lábio inferior, perdida em pensamentos, com os braços cruzados e o pé batendo freneticamente no chão como se contasse cada milésimo de segundo passado, encontrava-se ao lado de Jason Stuarts da Lufa-Lufa, este não tirava os olhos dela desde o momento que entrara na sala.
Junto a eles estava Hanna Abbot, também Lufa-Lufa acompanhada por, Clarice Hoover e Olíve Frances, as duas monitoras-chefes da corvinal, ausente apenas o sonserino Draco Malfoy que cumpria detenção na biblioteca com a professora McGonagall. Todos estavam reunidos numa sala de aula à espera do professor Dumbledore para a escolha do último monitor-chefe, já que Ron recusou a oferta quando ganhou o posto de Capitão do seu melhor amigo Harry Potter.
-Boa noite meus queridos alunos!!!
Cumprimenta solenemente o diretor de Hogwarts ao entrar na sala de aula.
-Bem esta noite como previsto temos que escolher um aluno para preencher a última vaga de monitor-chefe de Hogwarts... e como vocês são os mais antigos nesta função, aguardo sugestões de cada um para podermos avaliarmos!!!
Explica tranquilamente Dumbledore. Todos concordam com um gesto afirmativo do rosto e Jason é o primeiro a se pronunciar.
-Eu sugiro Susan Bones!!! Ela tem boas notas e é muito responsável, acredito que seria perfeita para ocupar esta vaga!!!
Comenta o garoto com seriedade.
-Eu sugiro o McLaggen!!! Ele é responsável, dedicado, tem boas notas e a maioria de nós já o conhece bem... e ele não pára de me atormentar por causa dessa vaga!!!
Diz Hanna num suspiro cansado jogando as mãos para o ar, ao que Jason faz uma breve careta de desgosto.
-Eu sugiro Cho Chang!!! Ela é muito inteligente e respeitada pelos novatos!!!
Anuncia Clarice com empolgação, era a melhor amiga da oriental e fora a vez de Hermione revirar os olhos.
-Eu sugiro Daphine Greengrass!!!
Diz Olive, ganhando um olhar espantado dos demais colegas e até mesmo do velho diretor que endireitou-se na cadeira para ouvir melhor a corvinal. E dando de ombros, ela justifica.
-Ela é séria, tem autoridade, boas notas e é muito responsável!!!        
O diretor ajeita os óculos meia-lua sob os olhos antes de direcionar sua atenção à Hermione.
-E você senhorita Granger? Quem sugere???
Pergunta o diretor em tom paternal.
-Bem diretor, eu tenho a melhor das opções para ocupar o lugar de Rony!
Ela diz ficando de pé chamando a atenção de todos os colegas.
-Se prestarem bem atenção, ser um monitor-chefe envolve muito mais que boas notas, mais um comprometimento com a honra e a segurança de todos os alunos desta escola de magia!!! É alguém que imponha respeito e que seja também admirado por todos os colegas, que conheça bem cada lugar deste castelo e tenha coragem de proteger seus companheiros independente de qual casa pertençam!!!
Todos estavam impressionados com o discurso de Hermione aguardando com ansiedade o nome do candidato da grifinória.
-Eu sugiro o aluno da Grifinória Harry James Potter!!!
Ela diz em tom definitivo deixando todos perplexos. O que ela não esperava é que o próprio Harry estivesse naquela sala, sob a capa da invisibilidade com um sorriso bobo no rosto.
...........................................Severus Snape............................................
Ginny encolhia-se diante do olhar reprovador de McGonagall. A vice diretora estava em desgosto absoluto com os dois alunos a sua frente.
-É decepcionante ver como os dois continuaram a se portar mesmo após a nossa reunião mais cedo!!! Fazendo o uso indevido de um berrador causaram o caos no grande salão levando alunos, colegas de casa a agredirem uns aos outros!!!
Draco mantinha uma expressão impassível, braços cruzados e ar indiferente, como se aquela situação não o envolvesse. Ginny segurava a vontade de matar os gêmeos apertando a barra da saia com tanta força que os dedos ficavam brancos.
-Esta escola é para aprender e desenvolver magia e não colocar seus alunos em pés de guerra!!!
Acusa a senhora tomando as varinhas dos dois em suas mãos.
-Permanecerão por tempo indeterminado em detenção, e se aceitam um conselho meu... terminem logo com isso!!!
Anuncia com a voz dura antes de deixar a biblioteca. Ginny e Draco continuavam na mesma posição, não moviam um único músculo. Presos em seus pensamentos, em seus mundos.
-Bom trabalho Weasellete!!!
Diz o sonserino dando-lhes as costas e seguindo para a porta da biblioteca.
-Espere aí Malfoy!!!
A ruiva corre até Draco o fitando com raiva.
-Você não pode me deixar sozinha aqui!!! Temos que trabalhar juntos!!!
Anuncia a grifinória recebendo um olhar cético do loiro.
-Você causou tudo isso sozinha, resolva sozinha também!!!
Responde ríspido esbarrando no ombro da garota ao passar.
-Trasgo idiota!!!
Murmura Ginny antes de seguir para as primeiras fileiras de estantes, recolhendo os livros do chão. O local estava completamente sombrio e em silêncio absoluto, apenas algumas velas permitiam que a ruivinha percebesse os tantos livros sob seus pés.
Com todo o cuidado e concentração ela começa a puxar um pergaminho de aspecto muito antigo daqueles realmente envelhecidos mesmo, e quando estava quase conseguindo tirá-lo do meio de outros livros um ruído a assusta. Ginny levanta com tudo rasgando o pergaminho ao meio.
-MALDIÇÃO!!!
Uma voz ecoa enfurecida fazendo a Weasley estremecer de medo. Mas todo o medo desaparecera ao ver apenas metade do pergaminho em suas mãos. Draco acabara de entrar na biblioteca a passos largos e uma aura maligna a envolvê-lo, quando sem mais nem menos alguém pula em suas costas o jogando de cara no chão e começa a acertar sua cabeça com o que restara do pergaminho.
-Idiota, estúpido, cretino, desgraçado!!!
Xingava a Weasley espancando o sonserino que rapidamente recupera-se do choque e joga o corpo para trás derrubando a ruiva no chão invertendo as posições.
Agora ele estava em cima dela segurando com uma das mãos os pulsos da menina sob sua cabeça e com a outra apontando o resto de pergaminho ameaçadoramente na altura de seu nariz.
-Nunca... Weasley, nunca ataque um Malfoy pelas costas!!! Se tivesse minha varinha agora estarias morta!!!
Diz pausada e ameaçadoramente Draco, deixando Ginny pálida de temor. Percebendo que a mensagem fora recebida pela Weasley o sonserino a solta e segue em direção ao mar de livros no chão, separando-os um a um.
..........................................Lufa-Lufa.......................................
-Você só quer colocar o Potter por que ele é seu namoradinho Granger!!!
Rebate furiosa Olive.
-Não ouviu nada do que eu disse até agora Olive? O Harry preenche todos os requisitos necessários e detém a maioria das qualidades do Rony sendo o melhor candidato a ocupar o lugar dele!!!
Defende-se Hermione com uma mão na cintura e estreitando os olhos para a corvinal.
-Estou enganada diretor?
Questiona a morena virando-se para Dumbledore que passava a mão sobre a barba enquanto ponderava.
-Senhorita Granger... como sempre, tem uma solução brilhante para nossos problemas!!! Mas sinto que talvez o Harry não esteja em condições, digamos, emocionais para assumir mais uma responsabilidade como esta!!!
Diz pacificamente o diretor ao que o semblante de Hermione torna-se mais intempestivo e Harry fecha as mãos em punhos tentando conter a vontade de aparecer no meio daquela reunião e dar sua própria resposta.
-Professor, creio que justamente pelos últimos “incidentes” ele deveria ocupar esta vaga, seria uma forma de mantê-lo concentrado no que realmente importa!!!
A grifinória lança um olhar desafiador ao diretor que respira fundo antes de falar.
-Harry, por favor, entre!!!
Hermione congelou, Jason trincou os dentes, Olive e Hanna tinham os olhos ampliados e Clarice levantou uma sobrancelha com ironia. Harry ficou lívido, como Dumbledore descobrira sua presença??? Sem outra alternativa o grifinório reuniu toda sua coragem e tirou a capa para a surpresa dos seus colegas.
-Er... Boa noite diretor Dumbledore...
Diz o moreno sem graça bagunçando os cabelos nervosamente.
-Boa noite Harry, creio que não há necessidade de maiores explicações depois do que a senhorita Granger nos expôs acerca de suas grandes habilidades para ocupar o posto de monitor-chefe...
O moreno apenas acena com o rosto afirmativamente, olhando de canto para Hermione que desvia o olhar vermelha.
-Se todos presentes estiverem de acordo, gostaria de saber de você Harry, aceita ser monitor?
Pergunta Dumbledore com pesar, não havia como impedir que o garoto tomasse essa decisão sozinho.
-Sim professor! Eu aceito! Eu quero muito ser monitor-chefe como a Mione!!!
Diz o garoto com determinação e seus olhos brilhando com emoção, o diretor sentiu o coração apertar, ele parecia tanto com James neste momento.
-Meus caros alunos... estão dispensados!!! Senhorita Granger, acredito que possa instruir o senhor Potter em suas novas obrigações e mostrar-lhes o novo dormitório...
Dizendo isso o professor desaparece num passe de mágica. Hanna e Clarice parabenizam Harry antes de irem para suas rondas, Olive levanta uma sobrancelha irritada e apenas deseja boa sorte ao garoto. Jason no entanto não estava com um humor muito afável.
-Espero que não nos traga mais problemas Potter!
Diz asperamente antes de deixar a sala batendo a porta com força. Harry no entanto não pareceu se importar com a reação dos demais monitores, virando-se para Hermione com um enorme sorriso em seu rosto.
-Você é genial Mione!!!
Agradece antes de agarrá-la em seus braços a tirando do chão girando-a no ar.
................................................Hagrid.........................................
O dia seguinte fora bastante animador para Harry e Mione. Os dois estavam inseparáveis, Harry estava encantado com a empolgação da melhor amiga em organizar horários de estudo, reuniões e praticamente todas as rondas fariam juntos. Claro que com a desculpa de estar “instruindo Harry de acordo com as ordens do diretor Dumbledore”.
O moreno estaria a gastar muito mais tempo com Hermione, até mesmo matriculou-se nas mesmas aulas que ela, estariam separados apenas durante os treinos de quadribol que seriam duas ou três vezes durante a semana. Harry definitivamente estava satisfeito, teria mais oportunidades para junto à Hermione encontrar a solução para a crescente ameaça de Voldemort.
-Tenho que contar para Sírius que sou o novo monitor-chefe da nossa casa, assim como meus pais!!!
Diz Harry animadamente para Hermione, segurando sua mão e ignorando os olhares assassinos de Stuarts e McLaggen em sua direção.
O dia também estava especialmente bom para Luna Lovegood. A loirinha saíra da enfermaria bem cedo e descobriu onde os elfos domésticos cozinhavam, para preparar uma receita especial para o seu herói grifinório. Seu sorriso era tão amplo quanto seus olhos eram sonhadores e brilhantes. E chegou ao grande salão com uma grande torta nas mãos.
Rony não estava no seu melhor humor, ficara ouvindo piadinhas de Seamus e Dean durante toda a noite e mal conseguira dormir, agora com fome e com sono o ruivo estava um trapo, e teria que fazer testes de quadribol para iniciantes em poucas horas.
-Won-Won abre a boquinha vaiii!!!
Lavender sentou-se ao seu lado oferecendo pedaços de bolo na sua boca.
-Nãaaoo faça isso querida Lavender!!!
Berrava Fred com uma expressão dramática.
-Roniquinho tem que comer mais proteínas e menos açúcar!!!
Completa George com um olhar cruel.
-Assim como a super torta da sorte da nossa querida Luna Lovegood!!!
Anuncia Fred puxando a loirinha para sentar-se ao lado deles.
-Uma receita milenar com todos os tipos de ervas e legumes que deixam o atleta mais forte e saudável!!!
Diz George sentando-se do outro lado da loirinha que apenas sorri timidamente estendendo a torta para Rony que a olha desconfiado.
-O que é que tem aí dentro???
Pergunta o ruivo fazendo uma careta de medo.
-Frutos silvestres, ervas energizadoras, calda de abóbora e...
Mal começara a falar e Rony já tinha a boca cheia.
-Que bom que nosso Roniquinho gostou!!!
Comenta Fred piscando para o seu gêmeo.
-Claro Fred, afinal quem recusaria o recheio extra de cabeças de cogumelo e rabo de lagartixa verde???
Ponderou cômicamente George quando Rony engasgou ficando roxo.
-Por Mérlin Você envenenou meu Won-Won!!!
Gritou Lavender para Luna que fechou um semblante com uma expressão séria. A corvinal levantou e apontou a varinha para o ruivo murmurando um feitiço. Instantaneamente Ronald voltou a respirar cuspindo um pedaço da torta que ficara preso na garganta.
-Sua lunática maluca fica longe do meu Won-Won!!!
Gritava Lavender chamando atenção de todos os alunos da mesa da grifinória.
-Eu sinto muito Ronald!!! A minha torta não tinha cauda de lagartixa verde... eram escamas de peixes do lago negro, pescados ao amanhecer!!!
Responde Luna diretamente ao ruivo antes de se retirar do grande salão sem tomar seu café da manhã.
Ginny permanecera absolutamente calada. Nenhuma palavra saíra de sua boca desde a noite passada quando cumpriu a primeira detenção com o Malfoy. Por um lado a culpa de envolver o Malfoy nessa confusão quando na realidade era inocente e salvara sua vida.
Por outro, estava morrendo de medo de ficar perto do sonserino, e se ele estivesse tramando alguma forma de matá-la??? E se esperasse McGonagall sair da biblioteca novamente para vingar-se à altura??? E se ele conseguisse a varinha de volta??? A Weasley suava frio.
Draco não tocava na comida, estava estranhamente distraído esta manhã. Desde o momento que retornara para a biblioteca noite passada as coisas na sua vida tornaram-se de cabeças para o ar. Recebera uma coruja de seu pai, Lúcius Malfoy exigindo que o filho fizesse alguns “favorzinhos” ao lord das trevas, para ser digno de tornar-se um comensal da morte.
Sentindo repulsa, o sonserino joga o prato de comida longe e sai do grande salão furioso. Pansy mordeu o lábio inferior ao observar a cena e Zabini sorrateiramente segue atrás do amigo. O que ele não esperava é que uma certa ruivinha assistira à cena com atenção e deixando o café da manhã de lado segue os dois sonserinos.
..........................................Luna Lovegood..................................
Harry, Rony e Hermione seguiam para a cabana de Hagrid animadamente, Harry contava como Hermione convencera os demais monitores de como ele seria a melhor opção e Rony contava sua jornada para encontrar Ginny e que no final levou-o à salvar a vida de Luna Lovegood, em especial o acontecimento desta manhã.
-Sério Ron foi grosseiro da sua parte não desculpar-se com a Luna!!!
Repreende Hermione agarrando um livro em suas mãos.
-É cara, ela salvou sua vida também e você deixou a Lavender acusá-la injustamente!!!
Comenta Harry ao notar a expressão sonolenta do ruivo.
-Eu vou pedir desculpas pra ela ok??? Mas as vezes ela me dá medo, fica vendo criaturas invisíveis e prevendo o futuro de um jeito bem esquisito...
Defende-se Rony quando chegaram à cabana. Mas estranhamente o gigante não encontrava-se lá.
-O que será que aconteceu com o Hagrid?
Pergunta Harry preocupado.
-Deve ter ido para a floresta proibida fazer aquelas coisas super secretas que o professor Dumbledore costuma pedir!!!
Responde Ron bocejando.
-Mas hoje é o dia de folga dele...
Comenta Hermione com desconfiança.
-Ahh vamos Hermione, eu preciso terminar aquele trabalho de poções e o professor morcego já disse que vai me reprovar se eu não entregar algo no mínimo “aceitável”!!!
Reclama Ron ganhando um olhar mortal da grifinória.
-Cara não é a sua coruja???
Pergunta Harry desviando a atenção de ambos colegas.
-É sim!!! Droga!!!
Responde Rony ao notar um berrador caindo em suas mãos. Era da senhora Weasley.
“RONALD WEASLEY COMO VOCÊ PERDE UM DIA INTEIRO DE AULA, DESRRESPEITA UM PROFESSOR E FICA DE CAMA POR ALERGIA A PÊLOS DE GATOS??? VOCÊ NÃO TEM ALERGIA A GATOS MOCINHO!!!”
É esse seria mais um dia inesquecível.
.........................................HHr..............................................
Sejam bem vindos novos leitores *-*
E aí pessoal, gostaram do super capítulo??? O que acharam da primeira detenção da Ginny com o Draco??? E do momento Ron/Luna na enfermaria???
Será que alguma hora Neville vai parar de ter medo do Harry??? E a grande novidade, nosso herói será monitor-chefe com a Mione... hm... o que será que vai acontecer com esses dois agora hein???
Alguém arrisca a reação da Ginny ao descobrir o segredo de Draco??? Próximo capítulo mais segredos serão revelados e vamos conhecer o começo dos sete desafios!!!
Pleaseee comenteeeeeeeeeeemmm!!! Ps: Agradecimento mega especial a Rosana *-* o proximo capítulo será dedicado a vc XD

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por rosana franco em 02/02/2012

asuper duriosa pra saber finalmente quais são os desafios.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.