FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

18. LOLA!


Fic: Suck it and see


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

N/A: valeu meninas! Adoro os comentários de vocês... E pode deixar, que o Scorpius logo, logo vai ter com quem competir... Acho até que vocês sabem com quem...


Ela estava andando há uns 10 minutos, aquele percurso parecia muito mais rápido e fácil de carro... Seus passos eram acelerados, os olhos assustados vagavam de um lado para o outro, como se esperassem que algo acontecesse. A rua, estreita e úmida, estava impregnada com a escuridão das primeiras horas da madrugada. Ao longe, o modesto poste, enferrujado pelo tempo, iluminava a esburacada passarela de concreto que margeava as casas em estilo vitoriano.
Até ligara para James, mas só caia na caixa postal. O baixo pesava em seus ombros, e a noite estava cada vez mais fria... Por que diabos não trouxera um casaco? Ah, sim! Porque no carro de James tinha aquecedor, e se ela tivesse ficado naquela bendita festa, poderia voltar no conforto e calor do Camaro...
- Bloody Hell! – praguejou ao sentir um vento gélido cortar sua pele.
Malfoy era mesmo um bastardo! Se não bastasse toda aquela vergonha que ele o fizera passar, ainda a desconsertava com um beijo... E que beijo... Ela lambeu os lábios, recordando o contato dos dele. Imbecíl! Porque fazia isso com sigo mesma? Era evidente que ele só estava tirando com a cara dela, como os demais... Com toda a certeza, na segunda todos já estariam falando sobre como ela fora otária de ficar trêmula nos braços do poderoso capitão do time de polo! ARGH!
Estava virando a primeira esquina, quando ouviu um barulho alto de motor, rompendo o silêncio. Virou-se instintivamente, para avistar uma moto que se aproximava. Pelas luzes fracas dos postes podia ver que era verde e magenta... E carregava uma criatura tão esquisita quanto. Aos poucos, o veículo foi parando ao seu lado. Rose não sabia se esperava ou corria, acabou ficando por indecisão.
- Hey! – a garota disse assim que tirou o capacete.
Ela era loira. Os cabelos curtos, com cachos largos e rebeldes. Tinha olhos azuis acinzentados, marcados pelo delineador, que contrastavam com o olhar quente e sarcástico. Um pircing preto de argola no nariz, e lábios pintados de vermelho. Usava um vestido curto laranja, de algodão, com a estampa de “The Clockworck’orange”, uma meia calça azul, e um all star, também laranja. “Belo look, Rose pensou.”
- Ho! – a castanha respondeu instantaneamente, acostumada com a brincadeira.
- Let’s GO! – a estranha respondeu fazendo-a rir. – Gostei de ver o que você fez, lá na festa.
- Oh... Você estava lá?
- Sim. Sou Lola! Rose Weasley, certo?
- Isso. Bem, se você viu aquilo, deve ter percebido que eu não sou exatamente adorada...
- “Se você é bonito, pode ter um cérebro do tamanho de uma ervilha. Se você não é bonito, pode não ter um cérebro de ervilha, então depende da ervilha e da beleza. Do tamanho da beleza. E do da ervilha.”
- Hã?
- Andy Warhol disse isso...
- Certo...
- Você me parece o tipo de pessoa com beleza e ervilha grandes...- Rose riu. – E então, Weasley, aceita um shot de tequila?
- Tequila? Está falando a minha língua!
- Sobe aí! Posso te levar em casa depois, se quiser.
- Isso ia ser ótimo, Lola!
- Capacete? – disse oferecendo um azul turquesa para ela.
- Yes, mean!
Lola acelerou, mais alguns minutos até chegarem à um bar chamado Jolly Rogers, que tinha a bandeira pirata flamejando na fachada.
- Seja bem vinda à minha humilde residência! – a loira exclamou abrindo os braços e dando um pulinho.
- Você mora num bar?
- Nop, em cima do bar... Eu trabalho no bar.
- Quantos anos você tem?
- 21.
- Meu primo também... E o que alguém da sua idade estava fazendo na festa de um cara como o Malfoy?
- Acontece, que o meu primo tem a sua idade...
- Você tava lá de babá?
- Nop... Eu gosto de passar um tempo com o moleque... Era minha folga, eu já estava lá mesmo...
- Já estava lá?
- Scorpius é o meu primo.
- Tá de sacanagem! Como isso é possível?
- Sei lá... Arvores genealógicas são esquisitas... Eu prefiro acreditar que fiquei com os genes bons...
- Acredite, você ficou.
As duas entraram, e Lola foi logo cumprimentada pelo pessoal do bar. Ela foi até o bar, falou alguma coisa no ouvido do bar tender, que entregou a ela uma garrafa de tequila ouro, e dois copinhos de shot. Em seguida, a loira fez sinal para que Rose a seguisse até os fundos, onde uma escada de incêndio levava até o loft, em cima.
- Você pegou uma garrafa inteira? Isso deve ser caro!
- Relaxa, garota! Tá tudo certo!
- Ah, é... Esqueci que os Malfoys têm dinheiro... – Lola respondeu com um sorriso sarcástico à brincadeira. – Por falar nisso, por que você trabalha em um bar ao invés de estar em alguma faculdade?
- Porque eu larguei a faculdade. – disse levianamente, como se falasse sobre o tempo.
- UAU! E por quê?
- Pra irritar meu querido papai... – Rose a olhou como se fosse suicida – E... Porque eu não gostava de economia, que segundo ele, era a única possibilidade para mim.
- E o que você quer para si mesma?
- Viajar... Conhecer lugares, pessoas... E é pra isso que eu trabalho aqui... Juntar uma grana.
- E a sua fortuna?
- Confiscada até eu recobrar o juízo... Sinceramente, não me importo. Nunca fui muito o tipo bonequinha de luxo, pra mim isso aqui tá bão demais! – ela então entregou a garrafa para Rose e abriu a porta do apartamento.
Era um lugar amplo, mas sem divisões a não ser pelo banheiro. A cozinha era basicamente uma geladeira vermelha vintage, a bancada, uma sanduicheira e um microondas. Alguns pufes grandes e coloridos estavam jogados em torno da pequena TV, que estava cercada por pilhas de DVDs. Uma cortina separava a cama do resto, e uma arara servia de armário. Todas as paredes eram de tijolos, e a iluminação era constituída por lanternas chinesas de várias cores.
Rose assoviou em aprovação. Adoraria ter um local assim para si...
- Você curte muito cinema, neah? – disse apontando para as pilhas de DVDs.
- Yeap! Pensei em ser cineasta por um tempo, mas sabe como é...
- Inconcebível para a imaculada família Malfoy?
- Na mosca... E agora, que estou livre... Quero viajar, depois, quem sabe, eu tente arranjar um trampo em Hollywood...
- Vivendo intensamente...
- Ao melhor estilo James Dean, bab... Não temos limão! – gritou com a cara enfiada na geladeira. – Nem sal! – olhando o armário. – Topa ir na cara e na coragem?
- Melhor jeito não há! Posso colocar o baixo na sua cama?
- Sinta-se em casa!
Beberam e conversaram bastante. Rose estava apaixonada! Não no sentido que você está pensando, mas ela encontrara em Lola, uma amiga daquelas pra guardar... E Lola, não podia dizer algo muito diferente da sua nova aberração mascote.
- Do que você me chamou?
- Aberração mascote! – repetiu enfaticamente, já alterada pelo álcool.
- Que porra é essa?
- Você uai!
- E por quê?
- Te chamaram de aberração na festa, e... Você é mais nova, é meu mascote!
- Não foi legal terem me chamado de aberração!
- Rose, todas as pessoas que valem à pena são aberrações, veja você, eu e o Jimmy, por exemplo!
- Jimmy?
- Hendrix! Um cara que fazia com a guitarra o que Little Richard fazia com a voz, não podia ser normal.
- Lola?
- Hã?
- Você é minha alma gêmea!
- E você é a minha, A.M.!
- A.M.?
- Aberração Mascote abreviado...
Elas riram bastante e acabaram adormecendo jogadas nos pufes gigantes...


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 3

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Violettaa em 24/09/2012

Omg quantas emoções eu perdi ta perfeito demais cada capitulo adorei... Atualizando a leitura da fic... Super show... a Lola é demais não adorei a descrição dele... Perfeita... Aguardo.ansiosa o próximo beijo beijo ^_~

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por H. Granger Malfoy em 14/09/2012

Com certeza o scorpius nao ta so usando ela, ate porque quando aparece o pensamento dele ele ta sendo bem sincero no seu encantamento pela rose! E eu adoreeeeei a lola! Tou louca pelos outros capitulos! Bjs

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lana Silva em 13/09/2012

Ual, nossa amei o capitulo *-* bem sobre o começo, eu acho que a Rose pode estar errada, a não ser é claro que o Blaise tenha visto o beijo dos dois. Duvido que Scorpius vá conta isso para alguém, e acho que a Lola vai ser uma mega ajuda no relacionamento deles *-------------------* É claro que sabemos que vai competir com Scorpius pelo coração de Rose - se assim posso dizer, porque acho competir algo bem parecido com Jogo e ela odiaria isso. Amei a Lola *-*. quando você descreveu Olhos acizentados eu achei que era irmã dele, mas depois deixei a ideia de lado, não é que ela é mesmo prima do Scorpius ? Bem, eu amei o capitulo foi ótimo flr, e como sempre eu já quero mais. 
Beijoos *-* 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.