FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

10. Aquilo era certo


Fic: A Leoa e a Serpente. CAPÍTULO 11 POSTADO!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

All this thinking of you, is that what you're doing too? You're always on my mind, I talk about you all of the time. - Avril Lavigne
-------------------------------------------------------------------------


 


 Harry e Ron correram para a Ala Hospitalar assim que as aulas terminaram. Depois de longos abraços e sorrisos, discussões sobre como estava Hermione e xingamentos sendo praticamente cuspido para Dolores, Rony foi rapidamente encontrar Gina e trazê-la para ver Hermione. Harry ficou ao lado de sua amiga enquanto aguardavam.


 - Hermione, posso te fazer uma pergunta?


 - Claro Harry.


 - O que está acontecendo entre você e Malfoy?


 Ao ouvir essas palavras Hermione congelou, ficou encarando o moreno com espanto e sem saber o que dizer. Abriu a boca algumas vezes, mas tornou a fechá-la por falta de palavras. Harry riu-se com a reação da menina, confirmando o que achava.


 - Não sei Harry, ele está tão... Legal ultimamente. – disse finalmente a menina, não conseguia  mentir para Harry.


 - Olha Hermione, tome cuidado. É o Malfoy, você sabe que tudo o que vem dele não é coisa boa coisa.


 - Eu sei, mas ele está diferente, não sei explicar.


 - Você gosta dele, Mione?


 Mais uma vez a garota ficou sem palavras, não por vergonha, mas por realmente não saber a resposta. Ela gostava de Malfoy?
Rony entrou na Ala Hospitalar seguido de Gina que exibia um sorriso que ia de orelha a orelha, vinha dando pulinhos que fazia balançar os cabelos ruivos que lhe caiam até as costas.


 Harry olhou para a amiga com um olhar que Hermione tomou a liverdade de traduzir como “Não vou contar nada, fique tranquila”. Assim que Gina chegou ao lado da cama, envolveu a morena em um abraço tão apertado que soltou um gemido de dor que fez com que a ruiva a soltasse. Durante o tempo em que ficaram ali, Hermione percebeu que Harry fazia seus movimentos conforme os da Gina, era inconsciente, ninguém pareceu notar, nem mesmo Harry.


 Hermione queria contar para Gina o que havia acontecido entre ela e Draco um pouco antes, mas não podia com os dois ali, tinha esperança de que eles saíssem e as deixassem a sós, porém isso não aconteceu.
Madame Pomfrey disse que a grifinória deveria passar a noite ali, mas que logo de manhã poderia voltar com sua rotina normalmente.


 Depois que todos saíram, ela ficou a espera dele. Ela queria uma explicação do que acontecera entre os dois, ela precisava. “Ele não vai vir, Grager! Claro que ele não vai vir.”


 Acontece que ele foi visitá-la, depois do jantar, mas ela já estava dormindo. Ele sentou ao seu lado na cama e ficou admirando-a. Admirando os traços perfeitos de seu rosto, nunca tinha notado como Hermione Granger era bonita. "Por que você se importa tanto com ela?" ficava se perguntando. Deu um beijo em sua testa, a menina remexeu-se e o sonserino foi embora.


 No outro dia, Hermione já estava pronta para ir tomar café com seus amigos. Foi afogada com milhares de perguntas sobre o que havia acontecido. Rostos indignados olhavam alguns machucados que havia ainda na mão da grifinória. Quando chegou ao Salão Principal, ela, automaticamente, encontrou os olhos cinzentos que olhavam para a porta do salão frequentemente esperando por sua chegada.  Um misto de alívio e vergonha inundou o peito de Malfoy, ela estava bem, ele a havia beijado.


 Durante todo o dia os dois não se falaram e olhavam em outra direção quando seus olhos se encontravam nos corredores. Ela queria falar com ele, mas o que iria perguntar? “Ele está arrependido, claro! Por que ele iria beijar você? Você uma sangue-ruim, Granger! Por Merlin, garota!”


 “Ela está brava comigo, claro que está! Eu não devia ter feito aquilo, ela me odeia agora, parabéns Malfoy!”


 Os dois seguiram pensando desse jeito por toda a semana. Na aula de Trato das Criaturas Mágicas, ambos procuraram distância, mesmo querendo, precisando um do outro. Aquela aula foi uma tortura para eles. “Você vai falar com ela hoje, você tem que falar! Mas, será que ela sente o mesmo que eu? Será que ela pensa em mim, tanto quanto penso nela?” Draco tentava não olhar para ela, mas era impossível, era como se um imã puxasse seus olhos para a direção em que a morena se encontrava.


 Depois da aula, um pouco antes do jantar, Hermione dirigiu-se a biblioteca, o que era de se esperar, por isso Draco foi para o mesmo local, na esperança de encontra-la ali.


 Ela realmente estava ali, apoiando o cotovelo na mesa e encaixando a cabeça em sua mão, olhando fixa e atentamente para um livro grosso, que para o sonserino era impossível de ler. Ele ficou ali parado durante alguns minutos antes dela perceber o loiro parado a alguns metros de onde estava. Quando seus olhos se encontraram, ela sentiu suas bochechas arderem e seu estômago revirar. Eles ficaram encarando-se durante alguns segundos, ambos tinham medo de quebrar o silêncio. O silêncio incomodava, mas ao mesmo tempo confortava, ninguém queria dizer nada, ninguém queria estragar nada.


 - Hermione...- o loiro não sabia muito bem o que dizer, ele queria correr até ela e beijá-la mais uma vez, sentir o cheiro de flores que emanava de seus cabelos. – precisamos conversar.


 - Sim...- disse por fim a grifinória que tinha agora a garganta seca. Suas pernas tremiam, ela tinha a impressão que não conseguiria ficar em pé se ele chegasse mais perto.


 - Sobre o que aconteceu aquele dia, na Ala Hospitalar, eu...


 “Ai não, agora ele vai dizer que foi errado e que não deveria nem ter relado em uma sangue-ruim como eu.”


 -...  Eu quero pedir desculpas.
 
 "Desculpas? Granger, tem certeza de que não está sonhando?"

 -Eu não deveria ter feito aquilo, eu sei, mas é que... Você anda mexendo muito comigo ultimamente Granger, eu não consigo mais ficar longe de você. Eu sei que você me odeia mais que tudo no mundo e o que eu fiz aquele dia te fez me odiar mais ainda. Desculpa-me mais uma vez, Granger. –disse atropelando as palavras; sentia que suas mão suavam. - Bom, vou deixar você estudar agora, Granger. – e virou-se para sair da biblioteca.


 - Malfoy, - disse a morena rapidamente antes que ele saisse dali e ela o perdesse de vista. – é Hermione. – isso fez com que o loiro virasse imediatamente para encará-la. – E eu não estou brava com você.


 Ao ouvir essas palavras ele dirigiu-se a ela com passos apressados, pegou sua mão fazendo-a levantar e imediatamente pressionou seus lábios contra os dela. Os rostos dos dois estavam quentes, Hermione colocou seus braços em volta do pescoço dele e começou a remexer em seu cabelo, deixando- o mais bagunçado ainda, o beijo dele era a coisa mais incrível que ela já havia  provado; era quente e frio ao mesmo tempo. Ele puxou-a pela cintura, colando ainda mais seus corpos, as mãos dele passeavam pelas costas e pela cintura de Hermione. Ficaram ali por vários minutos, o beijo era sério, porém apaixonado.


 Quando o beijo acabou, ele descansou sua testa na dela como da última vez. Hermione encarava o loiro com aqueles olhos chocolate que penetravam a alma dele e levava um sorriso tímido, Draco deu um meio sorriso que mostrava sua satisfação e felicidade quando viu a expressão de Hermione.Nada poderia fazer aquele momento mais perfeito, ela estava ali, nos braços dele. Suas respirações eram desreguladas, suas bochechas estavam coradas e podia-se ouvir o batimento acelerado dos dois corações que preenchiam o lugar, não havia mais ninguém ali, só os dois. Draco percebeu naquele momento, com a grifinória que cabia perfeitamente em seus braços, que aquilo era certo. Ele precisava dela.


 Pansy Parkinson estava procurando pelo loiro, alguns disseram tê-lo visto entrar na biblioteca e foi pra lá que a sonserina foi e viu que ele estava realmente lá, mas com ela. Não, aquilo era demais, sua vontade era de gritar ali, tirar os braços dele daquela imunda. Ela saiu apressadamente da biblioteca, seu rosto estava vermelho vivo, ela não ia deixar barato, ela não ia deixar que seu Draco ficasse nos braços da grifinória por muito tempo.

-------------------------------------------------------------------------
HÁ! DRACO PERCEBEU QUE ERA CERTO! Gostaram, meninas? Haha. Estou muito feliz com os comentários. Desculpa ter demorado pra postar esse, mas são tantas coisas! Já tive mais uma ideia sobre uma shortfic e duas songfics, vou postando aos pouquinhos. Vou ver se consigo postar dois capítulos dessa fanfic por semana e não fazer vocês ficarem espereando tanto. xxx

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Diênifer Santos Granger em 17/04/2014

Pansy sua VACA!!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Pontas-Marota em 18/10/2012

você parou de postar, estou sentindo falta da história, estava ficando perfeita, continua, volte a postar vai! Vim aqui falar, pois tem uns tempos que não vejo mais o resto da história e estava ficando tão boa! BJS!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por CamilaSalvatore em 26/08/2012

CONTINUUUUUUUUUUUUUUUA!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por meroku em 18/08/2012

AAAAAAAAAAADDOOOOOOOOOOOOOORRRRRRRRRRRRRREEEEEEEEEEEEEEIIIIIIIIIIII!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
agora so falta o Harry se acertar com a Gina!!!!!!!!!!!
quero so ver o que a Pansy vai aprontar!!!!!!!!!!!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Mary Granger Malfoy em 17/08/2012

AMEIIIIIIIIIIIIII! QUERO MAIS!

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.