FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. Assumindo Posições


Fic: Harry Potter e a Ordem da Fênix v.2.0 Att. 16-6


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

-- CAPÍTULO 4 --


N/A Capítulo completamente novo.


Observação: Pensamentos dos personagens estarão sempre entre #Nome do Personagem: Pensamentos  /# ok.


Ex.  #Rony: Como ela consegue ser tão linda assim /#



Assumindo Posições


O moreno montou em sua vassoura e aguardou Sirius partir para segui-lo. Estava ansioso como há muito tempo, sentia o coração vibrando junto à vassoura. Parecia o inicio de uma partida de Quadribol. Assim que bicuço ganhou os ares, Harry deu impulso e logo estava no ar. O ar frio da noite passava por seus cabelos enquanto o gramado verde da Rua dos Alfeneiros ficava para trás junto com todas aquelas preocupações de representantes do Ministério quebrando sua varinha e tudo mais... Sentia como se seu coração fosse explodir de tanto prazer; estava voando novamente, era tudo o que ele mais sonhou neste dias quentes que esteve enfurnado na casa de seus tios... Estava indo para casa... Casa de seus avós e agora casa dele, Sirius e o professor Lupin. Por alguns momentos gloriosos, todos os seus problemas pareciam ter se reduzido a nada, insignificante diante do vasto e brilhante céu estrelado.


Pouco tempo depois de Sirius e Harry terem fugido dos Dursleys, um batalhão de bruxos surgiu nas cercanias da casa nº 4 da Rua dos Alfeneiros.


- Alorromora! Sussurrou um dos bruxos e a porta se abriu silenciosamente. – Entrem todos! Rosnou o mesmo homem. Após todos terem entrado o bruxo voltou a trancar porta.


- Vocês sabem o papel de vocês, faremos a escolta do Potter, quero um bruxo em cada cômodo. Ninfadora!


- É Tonks! Moody. Tonks. Reclamou a que parecia ser a mais nova do grupo.


- Vá buscar o garoto. Continuou como se não tivesse escutado nada da jovem moça.


- Vou com ela para deixar Harry a par do que esta acontecendo. Interferiu um homem de cabelos castanho-claros e prematuramente grisalhos.


- Não temos muito tempo Remo. Rosnou o homem chamado de Moody.


- Seremos breves. Respondeu prontamente o antigo professor de DCAT de Hogwarts.


Os dois bruxos se apressaram pelas escadas. Assim que chegaram ao quarto onde Harry estaria, abriram calmamente a porta para não assustar o garoto que deveria estar dormindo.


- Onde ele esta Remo? Perguntou a garota jovem de cabelos rosa.


- Era para estar aqui. Homenum Revelio! Exclamou. – Ele não esta na casa. Afirmou.


- Como não esta na casa? Perguntou preocupada.


- Vem, vamos falar com Moody.


Os dois se apressaram e foram de encontro aos companheiros.


- Onde esta o Potter? Questionou assim que os viu entrarem na cozinha.


- Não esta em seu quarto. Respondeu prontamente o lobisomem.


-  Como não esta em seu quarto? Os trouxas caíram em nosso esquema, por que o garoto não esta aqui? Perguntou um homem negro de aparência imponente.  


- Não sei Quim. Mas ele não esta na casa. Afirmou novamente Lupin.


- Realmente ele não esta em canto nenhum. Confirmou o ex auror após varrer a casa com seu olho mágico. Precisamos avisar Alvo. Todos para a sede, Agora! Exclamou nervoso pelo fracasso da missão.


Com um sonoro estampido todos haviam desaparecido da casa numero 4 da Rua dos Alfeneiros. Longe dali, com outro estampido os bruxos se materializaram em um lugar totalmente diferente. Estavam em frente a algumas casas nada amigáveis. Caminharam apressadamente até a porta da casa mais assustadora.


- Entrem e não se esqueçam de fazer silêncio no salão! Ordenou o ex auror.


CRASH!


- Ninfadora! Berrou Moody irritado.


- Eu sinto muito! Desculpou-se Tonks que estava no chão. – Foi aquele guarda-chuva estúpido, é a segunda vez que ele me pega...


O resto das palavras foi completamente abafado por um terrível som, insuportável. Gritos escandalosos saíam atrás da cortina mais próxima, como se fosse uma tortura, apesar de ser um quadro, parecia muito realista. Com esse barulho, diversas outras pinturas acordaram e começaram a gritar também, tão alto que machucava os tímpanos. A maioria dos presentes colocou as mãos sobre as orelhas para tentar diminuir o sofrimento. Moody e Lupin correram e tentaram fechar as cortinas, mas quanto mais perto chegaram da pintura, mais forte ela gritava.


- “Escória. Nojentos. Produtos da sujeira e imundice. Aberrações sumam deste lugar. Mestiços! Quem permitiu que esta ralé entrasse na casa de meus pais...”


Saindo do estado de choque, os mais próximos aos quadros resolveram agir e acabaram por estuporar todos os quadros permitindo o retorno do silêncio.


Tonks se desculpou muitas e muitas vezes com o estrago causado, afinal, aquela não era a primeira vez que causava aquele estardalhaço.


Na cozinha da casa, muitas pessoas já estavam acomodadas, a grande maioria de cabelos vermelhos os Weasleys, Hermione e os demais membros daquele grupo. Quando por fim Moody entrou na cozinha foi que os presentes notaram que algo estava errado.


- Alastor? Chamou a matriarca Weasley. – Onde está Harry? Perguntou notando a falta do garoto.


Quando a matriarca fez a pergunta todos que estavam na missão se olharam constrangidos e o silêncio reinou na mesa, uma vez que todos aguardavam ansiosamente a chegada do moreno.


- Acho melhor chamarmos o Alvo, precisamos conversar com ele. Lupin exclamou desviando o olhar de todos os ruivos.


- Como assim esperar o Alvo? Onde esta o Harry? Perguntou a Sra. Weasley.


- Acalme-se Molly. Acredito que todos devam se acomodar para ouvirmos o que aconteceu para Harry não estar aqui. O velho diretor havia acabado de cruzar a porta e sentou na cadeira que encabeçava a grande mesa de jantar.


- Agora podemos ouvir o que aconteceu. O diretor cruzou as mãos e ficou em sua postura serena aguardando o relato de seus companheiros. – Diga-me Alastor, porque Harry não veio com vocês? Questionou o diretor de Hogwarts.


- Fizemos como havíamos combinado Alvo. Começou o ex-auror. – Tiramos os trouxas da casa com uma carta falsa e aguardamos o horário combinado para tirarmos o Potter de casa, porem o garoto não estava em canto nenhum da propriedade. Eu mesmo fiz a busca com meu olho e nada do garoto. Terminou desgostosamente pelo fracasso da missão.


- Os comensais! Esganiçou a matriarca Weasley. – Eles podem tê-lo pego...


- Não havia sinais de luta Molly. A casa estava em perfeitas condições, nada destruído, nem mesmo uma cadeira caída. Interrompeu o auror Quim Shacklebolt.


- Por isso mesmo. Eles devem tê-lo pego desprevenido e o seqüestraram. Insistiu a matriarca ruiva.


- Vocês conhecem Potter, vocês acham que ele seria levado sem no mínimo uma luta? Interveio Moody.


- Mas...


- Alastor tem razão Molly. Harry jamais se deixaria levar sem reação. Vocês verificaram se ele não foi com os Dursleys? Questionou o diretor de Hogwarts.


- Acabei de verificar Alvo. Respondeu um homem de queixo quadrado e de cabelo cor de palha que entrava na cozinha. – Ele não esta com os tios.


- Professor. Começou Hermione como se estivesse em uma sala de aula. – Poderia o Harry ter caído em outra armadilha como a do ano passado? Questionou sensatamente. – Será que não o transportaram para outro lugar com uma chave de portal modificada?


- Sua pergunta tem sentido Srta. Granger, mas acredito que tanto Alastor quanto Remo teriam sentido a magia deixada por uma chave de Portal. Dumbledore respondeu como se estivesse em uma sala de aula. Intimamente o diretor já estava com uma possibilidade bem definida e isto o deixava muito tenso com o que poderia acontecer caso suas suposições se confirmassem.


- Então o que aconteceu com ele professor? Perguntou Rony. – Ele não pode ter sumido do nada.


- Sim e ele não sumiu. Quem falou agora foi Tonks. – O malão e todos os pertences de Harry não estavam no quarto.


- Vocês estão achando que ele saiu por vontade própria então? Questionou a matriarca Weasley que ainda não havia engolido o sumiço do seu “filho” moreno.


- Este ponto é o mais provável. O diretor de Hogwarts afirmou.


- Temos que fazer algo, ele não pode ficar sozinho.


- Duvido muito que ele esteja sozinho minha cara Molly. Harry sempre foi uma pessoa impulsiva, mas sair da casa dos tios já é outra coisa. Acho pouco provável que ele tenha saído por conta própria.


- Como assim Alvo, esta dizendo que alguém ajudou o Potter a sair de casa? Perguntou Quim com sua voz de barítono.


- Não alguém qualquer meu caro amigo, mas sim alguém que sabia do nosso plano. Dumbledore afirmou com os olhos brilhando.


- É isso. Rosnou Moody. – Eu achei estranho, mas pensei que tinha sido um de nós.


- Sobre o que esta falando Alastor? Perguntou Molly entre ansiosa por noticias e preocupada pela calma de todos.


- Nós havíamos combinado de deixar uma carta aos tios do Potter avisando que ele voltaria no verão que vem, mas quando cheguei à cozinha já havia uma carta lá, com os mesmos dizeres que planejamos deixar.


- Temos um traidor? Questionou Arthur Weasley que até o momento estava em silêncio.


- Não creio que seja um traidor Arthur, mas sim alguém que não concordou com meus meios e agiu por si só! O velho diretor suspirou. – Por acaso alguém viu o Sirius depois da reunião de hoje? Perguntou já sabendo a resposta, no momento não poderia fazer muita coisa, mas esta era uma circunstância que preferia ter evitado.


- Ele disse que não estava se sentindo muito bem e iria deitar para aguardar o Harry. Quem respondeu foi Gui Weasley.


- Alastor? Questionou Dumbledore olhando diretamente para o ex-auror.


- Ele não esta na casa Alvo. Nem o hipogrifo que ele mantinha no sótão da casa. Exclamou nervoso.


- Como ele pode fazer isto? Trovejou a matriarca Weasley. – Precisamos encontrá-los logo, sabe lá o que passa na cabeça daquele irresponsável.


- Acalme-se Molly. Sirius não faria nada que pudesse colocar o Harry em perigo. Precisamos entrar em contato com Sirius imediatamente. O tom de voz do diretor havia se tornado energético. – Fawkes! Exclamou e a fênix apareceu em uma labareda de fogo. Rapidamente conjurou pergaminho, pena e escreveu um pequeno bilhete. – Poderia tentar encontrar Sirius para nós? Perguntou a ave que fez um pequeno aceno com cabeça e sumiu com outra labareda.


- Tem alguma Ideia de onde ele possa ter ido com o garoto Potter, Alvo? – Quim questionou após o sumiço da fênix.


- Muitas meu amigo, mas nenhuma mais provável que a outra. A única coisa que não podemos fazer é deixar esta informação vazar. Devemos todos retornar aos nossos afazeres e aguardarmos um retorno de Fawkes ou um contato deles.


Um a um os bruxos foram saindo e voltando a suas rotinas. Ficaram ali apenas os Weasleys, Hermione, Tonks, Lupin e Dumbledore que continuava pensativo.


- Professor! Chamou Hermione que até então estava em silêncio apenas observando o diálogo dos bruxos mais velhos.


- Sim Srta. Granger? Questionou Dumbledore.


- Será que Sirius não deixou nenhuma pista de para onde ele possa ter levado o Harry? Afinal esta é a casa dele, ele deve ter deixado algo para trás. Perguntou insegura.


- Certa como sempre Srta. Granger. Mesmo Sirius sendo muito esperto, talvez ele tenha nos deixado algo que possa nos levar até eles. Respondeu sorrindo pelo raciocínio rápido da garota. – Mas acredito que se ele deixou algo para trás tenha ficado em seu quarto.


- Eu posso procurar. Adiantou-se o Lobisomem já indo em direção à saída da cozinha.


#Lupin: Eu sabia que isso ia gerar essa confusão toda! Eu avisei, mas como sempre Sirius conseguiu me convencer. Se bem que ele merece, somente isso conseguiria trazer um pouco da alegria de volta para o amigo. Já não bastasse ficar 12 anos preso em Azkaban, ficar o resto dos dias escondido na casa que sempre odiou era terrível. /#


 Chegou ao quarto do amigo e fez com que ficasse mais bagunçado. Até ali o plano estava indo conforme combinado, haviam se preparado com muita antecedência para não dar muito na cara a participação de ambos no sumiço de Harry, afinal, já que Sirius estaria com o moreno, pelo menos ele teria que continuar a freqüentar as reuniões para repassar informações aos amigos. Voltou à cozinha para encontrar todos ainda apreensivos. Quando todos soubessem a verdade eles ficariam muito ressentidos com eles, mas era isso ou enclausuramento de duas pessoas que já sofreram de mais na vida.


- Encontrou alguma coisa Remo? Questionou Molly  assim que viu o lobisomem.


- Encontrei apenas uma carta direcionada a nós todos. Exclamou entregando o pergaminho lacrado com o brasão dos Black ao diretor.


Enquanto Dumbledore quebrava o selo e lia a carta deixada por Sirius, todos aguardavam em silencio. Molly era a mais ansiosa, mal respirava tamanha ansiedade por noticias.


- Srs. Isto resolve tudo. Disse o diretor entregando a carta para a matriarca Weasley que a segurou como se fosse uma bomba. - Infelizmente não temos como fazer nada no momento, exceto manter o fato de Harry estar apenas com Sirius em segredo.  Estou partindo para Hogwarts para terminar de providenciar as coisas para o inicio do ano, até logo.


Todos puderam perceber. Por mais que Dumbledore mantivesse a pose serena, algo na carta havia o incomodado, deixando os demais em um clima pesado.


- Então. O que diz na carta mãe? Gui fez a pergunta que todos queriam fazer logo após a saída do diretor.


- Eu vou ler para todos, assim fica mais fácil! Exclamou ainda com certo receio na voz a matriarca Weasley.


Caros amigos!


Sei que devem estar preocupados com este sumiço repentino do Harry, mas garanto que ele estará em um lugar completamente seguro e garanto também que estará presente no dia de embarque para Hogwarts.


Peço desculpas pela forma que as coisas aconteceram, porem infelizmente não concordo com a forma de ação de todos e para não atrapalhar estou me mudando. Sim, isto mesmo, deixo a casa para vocês continuarem com a sede, porem não ficarei neste lugar nem mais um minuto. Como Alvo é o fiel do segredo nada irá mudar com minha ausência.


Quanto ao Harry, deixei a decisão de ir comigo nas mãos dele, sim, conversei francamente com ele sobre o que eu queria fazer ou não e como vocês não estão vendo-o, ele concordou comigo. Podem me chamar de irresponsável, mas tenho este direito, afinal Harry é meu afilhado, tenho o dever de protegê-lo a qualquer custo, se necessário com minha vida.  


Alvo não tente nos encontrar, sabendo o bruxo fantástico que você é tomei tantas providências de segurança que até Fawkes não será capaz de nos localizar. Estaremos presentes quando for necessário, fora isso, não iremos nos mostrar em publico.


Sem mais,



Sirius Black



 


N/A. Fala galera, felizmente consegui voltar a escrever algo... Sei que foi um bom tempo sumido, mas acabei passando por muitos problemas de caráter pessoal que já não conseguia desenvolver mais nada. Espero que gostem do capítulo, ficou um pouco curto e está sem muita ação, mas já é um recomeço...


O próximo cap da fic já esta em andamento, portanto se quiserem ele o quanto antes, comentem Muito, mas muito mesmo, afinal, preciso disso para continuar... Algo me diz que um só Att, por favor, não vale ok...


Quanto as outras fics, vou tirá-las do ar, sim, vou tirá-las, mas não vou deletá-las, vou reposta-las aos poucos com algumas correções, não sei como vocês não me xingaram, mas cometi alguns pequenos equívocos naquelas ali kkkkkkkkkkk.


Conto com a compreensão de vocês e com muitos comentários... SIM CAP somente se tivermos muitos comentários...


Fui


Perceu.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 4

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por line silva em 19/11/2012

NÃO SE PREOCUPE O CAPITULO FOI ATIMO ADOREI, NÃO FOI NEM TÃO LONGO MAS TABEM NÃO FOI CURTINHO... 

OBS: VC ESCREVE MUITO BEM E PELO POUKO KE LI PERCEBI KE VC TEM MUITA CRIATIVIDADE, ISSO É O PRINCIPAL...
 SE VC DESCIDIR POSTAR MAIS SAIBA KE EU ESTAREI ACOMPANHANDO, E SEMPRE FAREI ALGUM COMENTARIO  


   ESPERO KE MINHAS PALAVRAS TENHAM SERVIDO COMO UM ENCENTIVO PRA VC!!!   

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por line silva em 19/11/2012

AII ESTOU ADORANDO A FIC DE VERDD E GOSTARIA MUITO KE VC POSTASSE MAIS CAPITULOS, EU SEI QUE PODE SER FRUSTANTE NÃO TER TANTA A PARTCIPAÇÃO DOS LEITORES, MAIS EU PENSSO ASSIM

 GERALMENTE PELO MENOS EU GOSTO DE LER FICS TERMINADAS PORKE É MUITO CHATO VC FIKAR TODO ENVOLVIDO COM A HISTORIA E DEREPENTE A PESSOA PARA DE POSTAR SEM TERMINAR A FIC... ISSO TBEM PARA NOS LEITORES É BEM FRUSTANTE  ACREDITA, E ALENDO MAIS AXO KE VC TEM KE CONTINUAR A POSTAR PELO MENOS POR CONSIDERAÇÃO A NOS LEITORES FIES KE TA GOSTANDO DA HISTORIA...

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por alexandredga em 19/06/2012

Olá sou novo por aqui comecei a ler hoje..

Gostei bastante da forma como escreve..

E gostei da ideia inicial nas mudanças..

E ai podemos aguardar então um harry maus forte e poderoso?

no aguardo..

 

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por rosana franco em 16/06/2012

O capitulo foi muito bom mas é lógico que fazia tanto tempo q vc não atualizava q tive q reler os outros tb.Não entendo pq vc vai reescrever as outras pois gosto muito das duas e tenho medo q vc suma de novo e fique sem novos capitulos.Qt aos comentarios tenha paciencia para q o pessoal q acompanha a fic retorne a ler.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.