FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

25. Baile2: A entrega das coroa.


Fic: Garota Malvada


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Somos como areia e mar!

Somos mais do que uma ilusão porque não há dúvida!

E esta história de nós dois...

É tão linda como nunca ouve nenhuma!


(Luis Fonsi).




Música: Nuestro Amor (Nosso Amor)___RBD.

VOU COLOCAR SOMENTE A TRADUÇÃO.




É tão mágico como tudo passou

Em nosso Amor!

Nosso doce amor...

É tão fácil que já nada me surpreende...

Em nosso amor, esse incrível amor!

Tudo foi como um sonho...

Em nosso amor, tudo vai sucedendo!





Estava muito feliz, e aquele, sabia, fora a hora certa de mostrar para todos que sempre podemos o que desejamos.Que nada é impossível nesse mundo...E que só precisamos acreditar em nós mesmos para conseguir qualquer coisa.

A auto-estima e confiança são simplesmente essenciais para se tornar uma garota feliz e segura de si mesma.E para acima de tudo, não se achar inferior a ninguém...Nunca!

Seus olhos passaram de Nicolly, que sorria feliz e confiante, para Patricia, que aprecia querer mata-la.

Mas por que todo aquele ódio?

Só porque havia conseguido ter mais atenções que a loira sem ter que usar algum feitiço ridículo?

Okay.Não podia começar a se gabar de mais.Mesmo sabendo que Patricia não valia nada!Jurou para si mesma, que nunca iria dizer-se melhor que ninguém, mesmo esse alguém sendo fútil e SE ACHAR melhor que os outros.

Cada um com seus problemas né...

Sorriu provocante parada em frente a todos alunos boquiabertos e um Dumbledore sorrindo e transmitindo confiança para si.

Queria mesmo era achar um certo alguém que tanto temia a reação.Olhou para o palco improvisado no Salão e lá estava ele.

Sentiu um nó apertado na garganta e o coração batendo descompassado.

Ele estava perfeito.Um perfeito galã, príncipe e outros adjetivos que o classificassem perfeito naquele momento.

Ele parecia em transe olhando para si, pois nem piscava!Será que ele havia gostado?Isso era o que mais lhe atormentava, mesmo sabendo que não deveria.

Ás vezes perguntava-se como era possível existir alguém tão lindo como Harry no mundo.

Claro que isso não era o ponto essencial ou algo que mais interessava –pelo menos não em si-.O que mais via de interessante em Harry era o brilho dos olhos dele o sorriso que contagiava, os lábios que provocavam...E a personalidade divertida e renovada –tirando a parte, do chato e convencido-.

Revirou os olhos e balançou a cabeça negativamente.Estava tão perdida em seus pensamentos fitando cada um daqueles alunos a ‘secando’, que nem notou Harry descendo alguns degraus vindo em sua direção, com o tão lindo sorriso.

Deu alguns poucos passos e parou na frente dele, que estendeu as mãos, num gesto cavaleiro.

-Vamos?-O moreno perguntou de modo sedutor e caliente.

-Hãn?Pra onde?-Perguntou um pouco desconectada do mundo ‘verídico’.

-Gina Hello, você não ouviu o que o Dumbledore disse?-Harry sorriu contente, enquanto viu Gina fazer um belo ponto de interrogação na face.

-O que o Dumbledore disse?-Perguntou confusa.

-Por favor, Gina, Harry, venham até o palco!-O diretor pediu em bom tom, o que fez todos se calarem enquanto por conta própria, Patricia subia emburrada –mas sem perder a pose -no palco ao lado de Dumbledore.


-Subir no palco?-Gina perguntou olhando de um lado para o outro enquanto era puxada por Harry até o palco-Mas pra que?

-Porque você e a Patricia empataram no titulo de rainha.-Ele falou simplesmente, estranhado Gina não ter ouvido.

Não pôde deixar de rir ao ver Gina arregalar os olhos e começar a ter uma incrível crise de tosses olhando para toda aquela gente sorrindo para si.

-Na verdade eu não pretendia ser a rainha ou empatar com...alguém.-Falou dando ênfase a ultima frase.

-E quem disse que é você que escolhe?-Harry murmurou antes de Dumbledore tomar a palavra.

A ruiva não pode deixar de rir baixinho antes de retomar a postura seria e ao mesmo tempo provocante, que sabia, estava fazendo muitos garotos ali delirarem.Por incrível que parecesse...Harry também, que mais olhava para si do que para a platéia que os observava.

Tantas garotas lindas ali, e naquela noite conseguira a proeza de fazer o incrível Harry Potter...O Deus pegador da escola, dar todas suas atenções e olhares para si.

Não sabia se sentia-se bem com aquela sensação de poder, ou rebaixada ao nível das Patys fúteis.

Okay, opção numero um.Nunca que poderia sentir-se como um Patricia Jordan. , ela era além de fútil.Ao contrário de si mesma, que conhecia os próprios limites e até onde iria para conseguir o desejado.

-...E como eu já havia anunciado.-Dumbledore pigarreou segurando nos pulsos da ruiva.-Virginia Weasley e Patricia Jordan...-Patricia acenou eufórica.-São as duas garotas que empataram para ser Rainha ao lado de Harry Potter.

Gina engasgou-se novamente com a saliva.

Certo, aquilo nunca passou por sua mente e nem cogitava em seus planos.Como assim rainha?

Não queria ser rainha.Muito menos ao lado de Harry.

Sentiu uma grande vontade de pedir para que o diretor fizesse Patricia virar logo de uma vez por todas a rainha.Mas pela primeira vez em toda sua vida algo muito estranho aconteceu.

Sentiu-se forte, capaz e ao mesmo tempo com uma imensa vontade de se testar.Podia sim ganhar aquela coroa, independente de ser isso que queria.

Sabia que vingança era algo cruel e sem sentido algum.Mas alguém no mundo tinha que mostrar para Jordan, que existem limites, e que nem tudo é como o dinheiro do papai.É só pedir que ele dá!

A partir de uma idade, muitas coisas, fazemos de tudo para conseguir sozinhos.E sempre fora assim, pois quase nunca teve alguém sempre do seu lado para conseguir seus desejos.Tudo sempre foi com seu esforço, e se orgulhava disso.

-O critério de desempate será de seguinte maneira...-Dumbledore olhou para Harry e sorriu.-Harry Potter, nosso representante do sexo masculino, eleito a Rei do Baile de Halloween, será quem vai escolher e decidir a moça que atuara do seu lado e ganhara o titulo de rainha do baile de Halloween.

Fora à vez de Harry arregalar os olhos.Como assim, aquela sina tinha ficado para si?

Patricia parecia querer come-lo com os olhos, na intenção de faze-lo escolhe-la, enquanto Gina balançava negativamente a cabeça, num gesto de que estava pouco se lixando para aquela coroa.

Garota esperta aquela ruiva...-pensou irônico- Tudo bem, ela sempre fora linda para si, mas naquele momento estava perfeita.Nunca imaginou uma Gina provocante e com tanta beleza e sedução como aquela se mostrava no momento.

Patricia perto dela era nada mais nada menos que uma garotinha comum que tentava chamar todas atenções para si.Enquanto Gina nem tentava...!Simplesmente conseguia.

Nunca na sua vida desejou tanto ter Gina em seus braços, beijando-a e provando novamente aqueles lábios cerejas que sorriam irônicos no momento.

E só de pensar que já havia beijado-a, provado da fruta tão bela, sentia um arrepio serpentear sua espinha.

Já havia sentido o gosto dos lábios cerejas, e já tinha visto o brilho dos olhos azuis quando ela sorria.E só brilhavam daquela maneira para si.O que o deixava mais encantado e com vontade de amá-la por sua vida toda.

Tinha que se segurar pra não começar a imaginar cenas eróticas suas com Gina no momento.Mas ao invés de ter a oportunidade...Sua escolha era decidir quem iria ganhar a cora do baile.

Mas pra que escolher se já sabia perfeitamente a única que merecia esse titulo naquele castelo inteiro?Independente de ser linda maravilhosa e atraente.Apenas por ser a garota mais sincera, verdadeira e especial entre todas.Simplesmente por ser Gina Weasley...

-Harry...-Uma voz veio do mais distante de sua mente, fazendo-o sair do transe e perceber que havia várias pessoas rindo de sua cara de bobo, enquanto Patricia sorria escandalosa e Gina permanecia com uma sobrancelha erguida em questionamento.-Pode nos dizer quem você escolhe para ser rainha do baile ao seu lado?-Dumbledore perguntou mais uma vez, para ver se o moreno escutava.

Balançou a cabeça negativamente ao perceber que parecia um idiota olhando com aquela cara de bobo para Gina.E o pior...Ela havia percebido.

Sorriu um pouco sem graça, o que fez a metade das garotas se calarem e suspiraram em desejo.

Patricia tentou sorrir de forma doce, mas parecia estar querendo morde-lo a qualquer momento, e Gina queria rir, mas se continha.

-Sim Dumbledore...-Murmurou um pouco rouco.-Tenho que escolher entre Patricia e Gina né?-Perguntou mais uma vez.

O diretor assentiu com a cabeça.

-Pois bem...-Continuou.-Eu já sei quem vou escolher.É a mesma garota que votei!

Patricia mostrou todos os dentes novamente enquanto a ruiva abaixava a cabeça lentamente para não ter que vê-lo dar seu voto para a loira.Isso ia ser cruel e doer no mais profundo de sua alma.

Mas se ele realmente fizesse isso, ia provar que nunca mudou e que continuava o mesmo ridículo, superficial e nojento de sempre.

Suspirou e levantou novamente a cabeça, para constatar que Harry estava olhando atentamente para Patricia, que parecia totalmente convencida de que a coroa era sua.

**

-Não acredito que esse Potter cretino vai votar na Patricia...-Nick quase gritou cuspindo as palavras.

-Nem eu...-Fred murmurou.-Depois eu quebro os dentes dele!-Ironizou, fazendo Nick rir brevemente.-Será que ele não percebeu que a Gina nem parece a Gina?Tá muito gata...

-É...Eu realmente sabia que ela era bela desse jeito...

-Eu não!-Fred disse francamente.-Juro!

**

-Eu vou votar novamente nela, porque sei e todos aqui já devem ter percebido, que ela é única, especial...-Sorriu freneticamente para todos que estavam intactos ouvindo atenciosamente o que dizia.-Ela pode não acreditar, mas eu simplesmente sinto por ela algo que nunca senti por ninguém...!Não sei distinguir, mas ela já faz parte por inteiro de mim, por conquistar as pessoas de maneira inocente.-Deu um passo e ficou do lado de Patricia, que parecia já querer beija-lo antes dele decretar.-Espero que ela não fique chateada comigo como já a deixei muitas vezes, e me senti muito mal por faze-la infeliz mesmo que por instantes.-Suspirou.-Essa coroa vai para a pessoa que odeia superficionalismo e que se importa com o que a pessoa é por dentro fazendo-a diferente e única.-Segurou instantaneamente nas mãos de Gina, que tremia e suava frio.-A coroa vai pra Gina!

Patricia arregalou os olhos instantaneamente e ficou de boca aberta, olhando de Harry para Gina, como que se não pudesse crer no que estava acontecendo.

O Salão inteiro começou a aplaudir e assoviar alto, inclusive Dumbledore e os professores, que pareciam impressionados com a atitude de Harry.

Gina o fitou sem deixar que um sorriso feliz e envergonhado estivesse em seus lábios, o abraçou.

Um braço meio, apertado e ao mesmo tempo grato.Não estava agradecida por ele ter a escolhido para ser a rainha do baile, mas sim...Por ter reconhecido suas qualidades e saber tão perfeitamente quem ela era.

Nunca que imaginou um Harry daquela maneira.Aliás, sempre imaginará o moreno, como um galinha atrevido, e não como um sentimental lindo e gostoso.Ah, quer dizer, o lindo e gostoso sempre imaginou!

Encostou sua cabeça na curva do pescoço dele.Aquele cheiro era ótimo, e sentia um impulso enorme de apenas esquecer que ali estavam muitas pessoas os fitando, e beijá-lo.Seria perfeito o memento, mas talvez não fosse a coisa certa a ser feita.Se bem que não conseguia mais nem identificar algo certo ou errado ao lado daquele Deus Grego, de corpo divino, e de personalidade tão encantadora.Amava Harry mais do que tudo, e agora tinha certeza absoluta disso.




E é assim, assim é...

E não há nada a fazer

E é assim, assim é...

É assim como sucede

Este amor...





-Obrigada Harry...—Murmurou ainda abraçada com ele.

-Gina...Todo o que eu disse é a verdade...-Murmurou rouco e sexy.-E acho que agora eu posso dizer que te...

-Hei, vocês dois...-Uma voz aguda e irritante veio rapidamente a seus ouvidos, fazendo-os separarem-se rapidamente do abraço.

Olharam para trás para ver Patricia com as mãos na cintura e batendo freneticamente a ponta de um dos pés no chão.

-Aff, o que é hein?-A ruiva perguntou cruzando os braços em frente ao peito e suspirando cansada, pois já sabia o que viria.

-O que é?Quem te deu o direito de roubar a coroa de mim hein?-Gritou nervosa, ficando vermelha e dando um passo à frente de Gina.

-Queridinha...-Gina começou irônica.-Eu não roubei a coroa de você, e se eu por acaso consegui ficar com ela...Foi bem merecido!-Gabou-se, fazendo a loira abrir a boca várias vezes sem conseguir dizer nada.

-Além de roubar meu namorado também rouba a coroa.Acho que você é uma perfeita vigarista e ladra!-Continuou, na intenção de se fazer de vitima.

-Patricia, não fala assim da Gina...-Harry falou com os dentes cerrados.-Nunca!

-Ah, até você acha que ela é santa né?-Sorriu irônica e gargalhou sem vontade.-Um dia você vai ver só o que vai acontecer com a sua Gininha!

-Cala a boca!-O moreno gritou nervoso.-Não fala dela!Você não tem honra nem pra pronunciar o nome dela ouviu?

Patricia engoliu em seco e bufou, fingindo nem ter ouvido o que Harry dissera.

-Será que a ridiculazinha não sabe se defender sozinha?-Perguntou sarcástica, dando de ombros.-Mas é claro que não né...

Gina sorriu irônica.

-Eu sei me defender sozinha sim querida...-Ergueu uma sobrancelha.-Só não me dou ao trabalho de discutir com criança.

-Tem medo né?

-Não...Simplesmente não tenho é paciência.-Disse por fim, deixando a loira sem resposta, e fazendo todo o Salão rir e vaiá-la.

-Okay!Você venceu mais uma vez...-Crispou os lábios.-Mas te juro que foi a última...-Riu de forma maníaca.-Ele sabe como acabar com você...E ele vai acabar!-Grunhiu, fazendo o Salão todo se calar.

Todos pareciam impressionados com as poucas e fortes palavras da loira.E mantinham-se em silêncio.

-Quero dizer...-Dumbledore começou, olhando indignado para Patricia, que parecia pouco se importar.-Que Harry escolheu muito bem...E que Gina devia ter ganhado a coroa sem nem menos ele ter precisado escolher.-Suspirou cansado.-Patricia usou um vestido com um tipo de feitiço encantador, que fazia com que todos vocês dessem todas as atenções somente para ela, assim, instantaneamente fazendo-a ter todos os votos para rainha.

Todos olharam surpresos e Patricia apenas sorria, como que se não fosse com ela.

Harry olhou indignado da loira para Dumbledore.Então esse fora o motivo de ter se sentido estranho na noite anterior, quando a loira estava consigo.Como ela era cínica.

O salão começou a falar rapidamente, mas logo se calaram, quando o diretor voltou a falar.E prestavam muita atenção, hora ou outra olhando de esguelha e de forma cruel para Patricia.

-Patricia além de ter trapaceado, ainda usou maneiras muito baixas para conseguir isso...-Murmurou entrelaçando os dedos.-Os únicos que não foram afetados pelo feitiço do vestido, foram aqueles que amam de verdade...E creio que não são muitos aqui...-Falou olhando ao redor.

**

-Fred...-Nicolly, começou, com os olhos cerrados.

-Nick, minha linda, juro que esse feitiço de vestido nem me atingiu, e já disse mil vezes que te amo!-Falou dando de ombros.

-Acho bom...-A morena murmurou virando-se para fitar o diretor.

**

-...Patricia, sinto lhe dizer, será expulsa do nosso colégio de magia e bruxaria!

Gina arregalou os olhos, e Harry não deixou de sorrir satisfeito.

Era o mínimo que aquela loira podia receber!Finalmente iria deixa-lo viver em paz com...Gina!

-Eu o quê?-Patricia olhou indignada, enquanto todos riam, menos a ruiva, que parecia muito séria, tendo ouvido uma noticia tão boa quanto aquela.

-Está sendo expulsa de Hogwarts...-O diretor murmurou lentamente.-Seus atos aqui, estão sendo muito intolerantes há tempos e agüentamos para ver se você melhoraria, e como vimos que de nada iria adiantar a espera...Decidimos te expulsar para que também, deixe a Srta Virginia Weasley em paz!-Terminou ríspido sem medir palavras.

-Isso não é justo!-Gritou, batendo fortemente o pé no chão.-Por causa dessa insignificante Weasley eu estou sendo expulsa?

-Não é por minha insignificância não!-A ruiva começou suspirando.-Talvez seja pelo fato de que ser nós mesmo ás vezes...É totalmente necessário!-Finalizou, deixando todos de boca aberta.

-Patricia, sinto lhe dizer que amanhã cedo uma carruagem estará lhe esperando para levar-lhe para sua casa.

A loira mordeu o lábio exterior com os olhos cheios de lágrimas e por um segundo fitou Harry com uma certa fúria nos olhos.

-Sim!Eu vou!Mas juro que vão pagar por tudo.-Abaixou a cabeça e saio correndo do Salão, fazendo com que a maioria dos alunos vaiasse.

-Agora alunos!Quero que o Sr Potter e a Srta Weasley façam seu discurso...Em Paz!-O diretor não pôde deixar de acrescentar.

Harry olhou para Gina e fez um gesto para que ela falasse.

-Vai você primeiro Harry...-Pediu meigamente, fazendo ele sorrir e dar alguns passos à frente.

-Bem...-Harry começou, um pouco intimidado pelas muitas pessoas o fitando atentamente.-Quero agradecer a todos que votaram em mim...-A maioria das garotas presentes ali, sorriram escandalosas e começaram a acenar.-Dizer que o Edw merecia tanto quanto eu ter ganhado a coroa e que todos rapazes de Hogwarts são merecedores.-Terminou e logo veio uma chuva de aplausos.

-Muito bem Harry!-Dumbledore disse apertando a mão do moreno.-Parabéns.

-Obrigada!

-Agora, Srta Weasley, por favor...-Pediu estendendo a mão para ela, que sorriu e segurou.

Olhou para todas aquelas pessoas sorrindo.Com certeza a maioria das garotas esperava que ela vacilasse, gaguejasse ou dissesse besteira.Claro!Todas ali queriam que Harry as olhasse.Mas pra que tudo aquilo?Pareciam querer matá-la!

-Não posso dizer que eu não merecia, porque todas nós merecemos!Indiferente dos nossos defeitos ou erros já cometidos!-Sorriu, ao ver Nick pagando um grande mico aplaudindo sozinha.-Cada dia é algo novo, e todo dia que você se olhar no espelho tem que ver a pessoa mais linda e feliz!Nunca devemos esperar alguém nos elogiar...Temos que fazer isso primeiro!-Todos fizeram cara de surpresos com o discurso da ruiva, quer por sinal, era totalmente lindo.-Não sei até hoje porque ser linda é o essencial!Do que adianta você ter um belo rosto e uma horrível alma?Então...Antes mesmo de pensarmos em melhorar nosso físico, pensemos em mudar nosso interior!-Todos começaram a aplaudir, e só voltou a falar quando pararam.-Muitas garotas devem estar se perguntando como que eu ganhei se fui a única que não fiquei horas me produzindo!Eu respondo...!Antes de pensar em mostrar minha beleza física, eu pensei em mostrar a interna.E vejam...Funcionou!-Riu contagiante, o que fez TODOS no salão rirem.-Não fiquem se roendo por dentro por não terem ganhado os votos e a cora para si.Vejam só, isso é apenas um objeto.O que importa é sabermos que no mundo, pessoas se importam conosco!E isso, aposto!Toda pessoa boa tem!-Mais milhares de aplausos.-Essa coroa não é só minha...É de todas meninas aqui presentes!Todas que merecem tanto quanto eu!-E e dizendo isso retirou a varinha de algum local do vestido e apontou para a coroa.-Todas nós temos um pouco de rainha em nós...-Terminou lançando um feitiço na coroa, que a fez levitar no ar e girar mostrando várias cores...No final...Explodindo no ar e se transformando em vários pedacinhos que paravam nas mãos de cada uma das garotas.

Dumbledore e os professores aplaudiram eufóricos com lindos sorrisos nos rostos.Sorrisos de satisfação e orgulho.

Harry parecia não acreditar que aquela linda garota de lindos atos era Gina!E aplaudia lentamente com uma terrível cara de bobo.

-Obrigada!-Murmurou antes de descer do palco com vários sorrisos e olhares direcionados para si.Estava feliz com o que havia acontecido!Muito feliz...

Não simplesmente pelo fato de Patricia ter sido expulsa do castelo, mas sim, por Harry ter parecido humano aos seus olhos, ter feito um discurso tão lindo -modéstia parte- e também por ter a admiração dos professores e alunos da Hogwarts.

Não queria mais nada, além disso.Pensando bem...Tinha uma coisa que ainda queria muito...

Dirigiu-se até a mesa onde Nick se encontrava sorrindo alegre com Fred que parecia desconfiando.

-Oi!-Murmurou parando em frente ao irmão e à melhor amiga.

-Procura quem?-Fred perguntou sarcástico.

-Não desiste de bancar o ridículo né Fred?-Sorriu amorosa e falsa, dando de ombros em ironia.

-Nem te conheço menina...-Falou suspirando.

Nicolly bufou olhando para o namorado.

-Não liga Gina, ele é bobo e você tá muitíssimo gata!-Falou, arrancando uma gostosa gargalhada da ruiva.

-Aff, eu sei...Não precisa ficar falando de cinco em cinco minutos meu...

A morena riu, mas logo voltou a ficar séria.

-Gina, agora falando francamente...-Nick começou.-Achei lindo o seu discurso...

-Valeu!-Murmurou, sentindo a maçã do rosto ficar totalmente avermelhada.

-Estou concordando com minha namorada!-Fred disse sorrindo.-Parabéns Gininha!

-Que isso Fredinho...-Brincou, fingindo raiva.

-Senta ai com a gente Gina...-A morena pediu empurrando com os pés uma cadeira para que Gina senta-se.-Ah, e só por observação mesmo...Seu vestido ficou lindo em você.

-Valeu!-Falou olhando ao redor.-E falando no vestido...Você por acaso viu o Edw por ai?

-Aff...-Fred murmurou emburrado.

-Não vi não...-Nicolly murmurou, fingindo não ter ouvido o resmungo do namorado.

-Parece que ele não veio pro baile...-Acrescentou após se recostar na cadeira.

-Percebe-se...-Nick murmurou bocejando.




-Achei merecido a Gina ter ganhado a coroa do baile...-Falou como que quem não queria nada.

-Eu também...-Sorriu escandaloso.-Por isso votei nela.

-Ah, então você votou nela?-Sorriu tentando não mostrar a pequena pontada de ciúmes que teve naquele momento.-Boa escolha.

-Eu...Sei!-Sorriu de forma idiota.

-Você está bêbado querido?-Perguntou com uma sobrancelha erguida.

-Lógico que não...-Falou com dificuldade, espremendo os olhos.

-Draco posso te fazer algumas perguntas?

-Faça...

-O que você sente pela Gina?-Cassandra perguntou, tentando não mostrar muito interesse.

Instantaneamente o loiro começou a rir como se isso fosse uma piada.Das bem engraçadas.

-Por ela?Somente amor...

-AMOR?-Gritou eufórica, dando-se conta do tanto de alunos que estavam os fitando.

-Sim!-Confirmou, dando de ombros.-Amor de irmão!

Arregalou os olhos engolindo em seco.Droga!Fora uma completa idiota, e agora tinha que remedar a situação.

-Então...Eu simplesmente não creio que você chegue a amar alguém nem como irmão ou outro jeito que seja.-Falou cruzando os braços em frente ao peito.

-E daí?Você que perguntou!-Falou sem ânimo, deixando-a sem jeito.

-Me desculpa então...-Falou cruzando as pernas em vergonha do fora que levara.

-Que isso...Nem ligo!Além disso,...Estou a fim de ficar com você hoje!

Engoliu em seco e sentiu o coração querer pular pra fora da boca.

-Fi...Ficar comigo?-Revirou os olhos.-Quero dizer...Você está realmente bêbado!

Draco sorriu e fez um gesto rápido...Segurando nas mãos tremulas e geladas da morena, que sentiu um intenso arrepio serpentear-lhe.

-Independente do que possa dizer...Hoje eu realmente quero ficar numa boa com você...!De verdade!

-Sério Draco?-Perguntou com um sorriso bobo nos lábios.

Odiava cair no jogo de sedução dele, mas fazer o que se o amava tanto.

AMAVA?

Será que havia se dado conta do que acaba de dizer?Estava ficando doida?Merlin...Quem devia estar bêbada era si própria.

-Mais sério impossível.E mesmo que eu estivesse bêbado, uma certeza, a única coisa que eu não ia deixar de lembrar...É que eu simplesmente não sei se dá pra viver sem ter você do meu lado!Mesmo que seja pra discutir...-Acrescentou sorrindo ao ver a morena derreter-se ao ouvir aquelas palavras.

-Draco...Você está precisando de uma analista?-Perguntou doce, aproximando seu rosto do dele para poder sentir o hálito febril de encontro ao seu.Febril e cheio de desejos escondidos.

-Pra que?Pra ele confirmar o que já sei?-Olhou meio enigmático e sorriu.

-E...O que você já sabe?-Perguntou mordendo o lábio exterior.

-Que te amo tanto...-Falou pousando uma de suas mãos geladas no rosto febril e quente da morena que explodia em felicidade naquele momento.-E que meu único problema é não ter a certeza se é correspondido.

Abaixou o rosto para que ele não pudesse ver o sorriso de satisfação que tinha naquele momento.Ele simplesmente sabia o que dizer para deixar uma garota feliz.

Porque ele tinha que ser tão arrogante em uma hora, e em outra...A pessoa mais amável da face da terra?

-Porque está fazendo isso?-Perguntou em voz baixa.Não sabia se ficava hiper feliz, ou se sentia-se chateada por não saber o motivo dele estar dizendo coisas tão românticas.

-Fazendo o que?-Ergueu uma sobrancelha em duvida.-Dizendo a verdade?

-Isso é realmente a verdade Draco?-Perguntou suspirando.

-Quer que eu te prove?-Perguntou cerrando os olhos de maneira sincera.

-Claro...-Não pôde deixar de responder.

E ao ouvir a resposta Draco a beijou docemente.Ao mesmo tempo em que foi um beijo profundo e doce, podia sentir algo estranho naquilo...Como se houvesse satisfação de mais.Talvez tenha sido pela felicidade de ambos...Mas talvez...Estivesse ficando doida!Era isso.

Sentia a língua dele junto da sua, e um desejo de sair dali com ele pra outro lugar...Fugir...Não parava de atormentá-la!

Terminaram o breve beijo, com um pequeno Celinho...Doce e com um sorriso encantado de ambas partes.

-Se essa prova não serviu...Juro que no momento não tenho uma melhor...-O loiro disse sorrindo torto, mas com um carinho no olhar.

Ele era estranho?A amava?Safado?Mentiroso?Cretino?Sedutor?

Do que isso importava?Só queria aproveitar o clima e apreciar o milagre...

Sorriu torto da mesma maneira que ele e o puxou para um novo beijo...Bem mais sensual que o anterior.




É tão sensível que não sei como explicar...

Nosso amor, nosso doce amor...!





-Que horas são?-Perguntou suspirando.Queria tanto ficar com Harry, mas o moreno havia simplesmente desaparecido do baile.

Onde será que ele havia ido?

Quando se decidiu por ir conversar um pouco com ele, deu três voltas no Salão e não o encontrou, então desistiu.Não tinha paciência, e decidiu-se por ele ter de vir chamá-la para conversar.

-11:00.-Nick e Fred falaram em coro.

-Valeu...-Bufou em tédio e levantou-se da cadeira em que estava sentada há uma hora, num salto.

-Aonde vai?-O ruivo perguntou com uma sobrancelha erguida.

-Não te interessa...-Falou dando de ombros e saindo, antes, dando um tchau rápido para Nicolly.

Começou a andar pra fora do Salão e quando estava preste a sair sorriu ao ver Cassandra e Draco beijando-se.Sempre achou que ambos tinham tudo haver.E era lindo vê-los junto.

-Hei, Gina?-Uma voz masculina soou a seus ouvidos.

-Oi?-Olhou rapidamente pro lado para ver Michael sorrindo um tanto estranho para si.-Ah, Michael Murray?

-Pensei que não ia lembrar de mim...-O garoto de bochechas avermelhadas sorriu contente.-Fazia tempo que não nos víamos né?

-Ah, pois é...-Sorriu apreçada.Não tava nem um pouco a fim de ficar de conversa com ele.-É a falta de tempo mesmo né!

-Eu sempre vou ter um tempo pra você...-Falou amoroso.

-Legal da sua parte!-Falou franzindo o cenho.-Mas a gente pode conversar outra hora?-Perguntou tentando não ser arrogante.

-Claro que sim Gininha...-Ele murmurou, e naquele momento quis arrancar o pescoço dele e dar para os urubus comerem.-Eu só queria te parabenizar por ter ganhado a coroa.Eu votei em você...-Falou com carinho, e não pode deixar de sentir pena dele.

-Muito obrigado Michael...Mas depois agente se fala beleza?-Deu de ombros antes de dar um beijo nele e sair de lá depressa, para nem dar tempo dele puxar assunto.

Passou por vários alunos que assoviavam e a fitavam em desejo.De certa forma gostou disso, pois nunca, alunos a olharam com tanto desejo.

As garotas pareciam morrer de ciúmes e se roerem por dentro.

Há, problema delas.Inveja Mata e só aumenta seu ibope.

Fez uma careta.A frase fora tosca, mas tudo bem!

Queria ficar um pouco sozinha no jardim, pra pensar na vida...Pensar em tudo que lhe aconteceu em apenas um dia.Estava tão feliz, mas ao mesmo tempo tão desanimada por nem ter falado direito com Harry em sua noite...

E nem ao menos sabia onde ele estava!Porque tinha que o amar tanto?Era algo tão estranho e ao mesmo tempo dava medo.Medo de perde-lo e acabar morrendo por não o ter, porque de certa forma, ele tornara-se desde o momento que o conhecera, uma luz em sua vida.

Saiu do castelo e já sentiu a brisa gélida vir de encontro ao seu rosto.Sentiu-se bem.Uma sensação de liberdade.A mesma que sentia quando jogava quadribol.

Seu maior bem era a liberdade...E se tivesse Harry em conjunto com isso...Seria feliz!Mesmo que fosse viver em uma casinha de dois cômodos!

Olhou para sua arvore de estimação...!Não pode deixar de rir baixinho.Não sabia se sentia-se infantil, ou ao mesmo tempo, uma garota que ama até mesmo pequenas coisas.

Lembrou-se da discussão que teve com Harry na noite que ele havia sentado no tronco da arvore.Na verdade, sempre adorou discutir com ele.Uma porque era muito fácil ganhar...Outra porque adorava ter a atenção dele, mesmo que fosse por motivos maus.

Sorriu ao ver o lago brilhando tão intensamente naquela noite...E a lua cheia tão enorme e bela no céu, junto de milhares de estrelas, mas a que mais lhe chamou a atenção, foi uma estrela enorme.Estrela cadente como sua mãe a chamava.

Sempre fez milhares de pedidos, e todos nunca se realizaram...!Sentia-se tão idiota, mas mesmo assim, sempre que via uma estrela cadente, não podia deixar de fazer um pedido.E essa...Sinceramente não seria diferente.

Olhou para o céu e segurou firmemente no seu pingente de lua.

-Eu quero...-Balbuciou.-Quero ver o Harry agora mesmo.

Suspirou e riu baixinho.Como era boba.Mas gostava de ser assim...E era isso que realmente importava.

-Desejo realizado!-Uma voz simplesmente extraordinária soou aos seus ouvidos.

Não pôde lembrar-se do dia em que se sentiu tão feliz como naquele momento.Um milagre havia acontecido!Seu pedido à estrela cadente se realizou.

Virou-se lentamente e parou em frente à Harry...Que parecia estranho.

Os cabelos mais bagunçados que o normal...Os lábios mais vermelhinhos do que o de costume e a covinha no canto do rosto, que dava um toque extremamente sensual.

-Harry...-Balbuciou contente e incrédula.Sentia fogos explodindo no seu interior...E queria gritar aos astros, que amava demais aquele lindo rapaz.

-Não...É o mostro do espaço!-Falou sarcástico, fazendo a ruiva rir.

-Eu não sabia que o monstro do espaço era tão lindo!-Falou passando a mão pela bochecha pálida e gelada dele.

-Me acha lindo mesmo?-Ele perguntou ficando sério.

-Além disso, Harry...-Murmurou encostando sua testa na dele, que suspirou de modo estranho.-O que você tem Harry?

-Medo!-Falou suspirando e olhando para o horizonte, a fim de não ter que fitar Gina.

-Medo Harry?-Olhou indignada, segurando no queixo do moreno, fazendo ele fitá-la.-Medo de mim?

-Não...-Ele falou franzindo o cenho.-Medo do que sinto por você!

-Como assim?-Perguntou com em grande duvida.-Do que sente por mim?

-Gina...A muito tempo eu estava querendo te dizer o que sinto por você...-Olhou para os lados.-Mas sempre aparece alguém ou acontece algo pra eu me calar!-Suspirou.-Isso não é estranho?

A ruiva ficou quieta por alguns instantes, apenas pensando no que ele dissera.

-Não!Isso é o destino Harry!-Murmurou dando de ombros.

-Destino?-Ele riu baixinho.-Então ele conspira contra nós.

-Não!Talvez agora seja a hora certa.Porque você não arrisca?-Sorriu carinhosa e passou sua bochecha na dele, numa forma carinhosa, fazendo-o suspirar em excitação.

-Eu só queria te dizer que é impossível de se acreditar que nós já brigamos tanto!-Começou, colocando uma de suas mãos na cintura dela, enquanto a outra, colocava uma mecha do cabelo solto da ruiva, atrás da orelha.-Quando eu estou com você tudo parece tão mais fácil...-Sorriu junto dela, que parecia extremamente feliz como si.-Sabe...Talvez você já até saiba o que quero te dizer...!Lógico, é tão forte que acho muito difícil esconder!

-Harry...O que você disse...Suas palavras sempre me deixam feliz!

-Eu só quero te dizer que te amo!-Falou olhando-a da maneira mais afetuosa e especial que já olhara para alguém.

Os olhos da ruiva se encheram de lágrimas e teve que se conter pra não chorar de felicidade.Mas aquele momento requeria felicidade!

Tantos anos esperando por um simples sorriso meigo de Harry... E naquela noite, felizmente conseguira o amor dele.Com tanto esforço, tanto sofrimento, tantas desavenças e coisas dando errado...E naquele instante...Em poucos cinco minutos obteve a resposta que tanto esperou.




E não sei quanto tempo dura o amor...

Mas hoje não há nada melhor...Oh, oh, oh, oh!

Tudo foi como em um sonho...

Em nosso amor, tudo vai sucedendo!





Aproximou lentamente seus rostos.Sua sensatez havia ido embora á tanto tempo, que seria capaz de se entregar por total a Harry.

Experimentar como era a sensação de unir seu corpo ao da pessoa que mais amava na face da terra.A pessoa que sempre sonhou pertencer...Para sempre.

E simplesmente por beija-lo, sentia sua vida mudar em um instante, como num piscar de olhos, junto da felicidade inundando todo seu interior.Apenas de imaginar ambos juntos...Para sempre, criando seu próprio conto de fadas, com seu único e eterno príncipe encantado.

Ele parecia um pouco assustado.Com certeza era estranho admitir para si e para os outros que amava alguém.Amar...Uma coisa tão intensa...Amava essa palavra e amava dizer que amava Harry.

Amor pode ser confuso, mas muitas vezes desfaz vários nós.E Harry havia desfeito muitos nós cegos de sua vida, mostrando-lhe a luz, e queria muito nunca mais separar-se dele, e tinha tanto medo de acordar e ver seu castelo desmoronar sobre seus olhos por um simples e suntuoso vendaval.

Sentia que Harry havia virado o equilíbrio de sua vida, e que sem ele, tudo podia desmoronar.Encontrou nele o apoio e a proteção.Ele lhe transmitia segurança e uma felicidade que mal cabia no seu peito.E isso era um dos fatores do seu infinito amor por ele.Seria capaz de renunciar os demais e até deixar sua vida inteira pra trás, para ficar somente ao lado dele, no infinito...Para sempre.

Não sabia como seria o dia de amanhã, mas sabia que hoje, queria apenas amar Harry e sentir o prazer de ser correspondida na mesma intensidade, sabendo que ele também á amava e ficava com aqueles olhos verde jade, a fitando de uma maneira que dava até uma sensação de plenitude total...Como se estivesse num paraíso, ou num mar repleto de maravilhas.E francamente...Estava sim!

Ser forte sempre foi sua decisão, sua escolha, mas olhando para ele era muito difícil sentir-se forte, pois ele era seu equilíbrio, e sua força era a dele, pois mesmo não tendo nada comprovado, já sentia-se parte delem unidos num só coração...Num só compasso.

Encostou seus lábios nos dele, e sentiu a mesma sensação de prazer, que nas vezes anteriores.O calor como se estivesse queimado em brasa quente, passando como ondas por seu corpo, e uma vontade de que aquele momento nunca se acabasse, pois tudo parecia conspirar para que ficassem juntos e descem certo para sempre.E sempre acreditou, agora mais que nunca...Que o destino sabe a hora certa e o momento adequado.E tudo...Tudo acontece por um motivo e para uma lição.

Fechou os olhos e sentiu as mãos dele pressionando-a contra seu corpo másculo e febril.As línguas se encontraram num só compasso e começaram num ritmo doce e lento...Demonstrando todo o clima e a intensidade do sentimento.

Abraçou-o pelo pescoço, e sentiu as mãos dele deslizarem para sua cintura, fazendo uma marca de fogo por onde passavam.

Era incrível, a mágica no ar, o cheiro doce e sensível que pairava no ar.Amava tanto aquela ruiva, que seria capaz de qualquer coisa para vê-la feliz.

Teve tantas duvidas em sua vida, mas nunca uma certeza tão grande quanto aquela.A certeza de que queria estar para sempre com ela.Porque só tendo a ruiva do seu lado, sentia-se forte e capaz de lutar.

Queria protege-la e a fazer sentir-se segura ao seu lado.Queria vê-la sorrindo todos dia de manhã e de noite.Passar primavera, outono, verão e inverno ao lado dela, e ser feliz até o dia em que forem velhinhos e tiverem uma linda história de amor pra contar.

Era um sonho despertando...Um sonho que nunca acreditou existir, e que estava vivenciando de maneira tão intensa.Nunca em sal vida imaginou amar alguém.Aliás, em sua vida, nunca imaginou que amaria uma garota como amava Gina.

Sempre achou o significado dessa palavra, tão insignificante, eu não podia nem descrever direito.Era muita coisa para poucas palavras...E sabia que essas muitas coisas cabiam num Eu te Amo! , que parece simples, mas expressa muito mais do que os olhos e mente podem imaginar.

Sentia seus corpos juntos, e as línguas num só compasso, a excitação tomando conta de cada pedacinho de seu corpo, e o desejo de fazer Gina parte de seu corpo, nunca prova de paixão eterna, e sabia...Estava muito feliz de ter escolhido a garota certa para sua vida.E não sabia responder como demorou tanto tempo para poder enxergá-la.




E é assim, assim é...

E não há nada a fazer

E é assim, assim é...

É assim como sucede

Este amor...





Param o beijo e ficaram um pouco se fitando.Era lindo e percebível o amor que emanavam, e qualquer um ficaria com inveja, com a capacidade e simplicidade de demonstrar algo tão incrível.

-Te amo, te amo e te amo...-Harry falou rindo baixinho, ao vê-la com os olhos marejados em lágrimas novamente.

-Eu sempre te ame Harry...-Balbuciou com a voz embargada pela vontade de cair num mar de lágrimas de felicidade.-Sempre te amei, e mesmo que eu conseguisse enganar a todos sobre o contrário...A mim mesma, foi sempre impossível!

-Fico tão feliz de saber que é recíproco...-Brincou beijando-a docemente no pescoço.-E esqueci de dizer que amo esse seu cheiro de rosas também...

-Sério?-Brincou dando de ombros.-Novidade, é apenas mais um...

-Aiai Gina...Sempre esperei dizer que te amava e ficar assim...Juntinho com você!-Falou novamente, com a voz rouca.-Nem dá pra acreditar pimentinha, da minha vida!

-Harry, o que você faria se acordasse derrepente e visse que tudo de bom que aconteceu entre nós não passou de um sonho bom, e que você ainda vive na sua vida monótona de ficação com muitas garotas?-A ruiva perguntou, séria até de mais...

-Eu ia rir...-Harry falou francamente, muito sério também.-Sabe porque?-A ruiva fez que não com a cabeça.-Por que esse teria sido o melhor sonho de toda minha vida!-Falou, num murmurou apaixonado.

-Não tenho palavras pra descrever o que sinto por você...-Falou abraçando-o pelo pescoço e encostando o rosto no pescoço dele.

-O seu eu te amo já valeu por mil palavras...-Ele disse sorrindo.

-Sim...-Suspirou.-Mas de uma coisa eu tenho certeza.-Não sei se vamos durar pra sempre, se é só por um dia ou cinco minutos...-Olhou intensamente para ele.-Mas de uma coisa eu tenho certeza...Meu amor é infinito e sem prazo de validade...!Vou te amar pra sempre...!

-Promete que vamos ficar juntos pra sempre?-Harry pediu fazendo carinho na nuca dela.-Independente do que vir a acontecer.

-Se depender de mim...Seremos enterrados no mesmo caixão...-Brincou, fazendo o moreno olha-la de uma maneira curiosa.

-O que foi Harry?-Perguntou franzindo o cenho.

-Quer dançar comigo Gina?-Ele pediu separando-se dela e estendendo uma mão de forma cavalheira.

-Dançar sem música?-Ela perguntou rindo.

-Entra no clima...-Ele falou ainda com a mão estendida.

Gina sorriu e segurou na mão dele, levando um susto e arregalando os olhos instantaneamente.

-Que horas são?-Perguntou rapidamente.

Harry estranhou, mas logo olhou num relógio de pulso que tinha.

-12:00.-Respondeu.-Porque?

Gina ficou pálida e segurou fortemente nos ombros dele para não cair.

-A lenda...O vestido!-Balbuciou confusa.-Não dá nem pra acreditar...

-Que lenda?-Harry perguntou confuso.

-O vestido que estou usando tem uma lenda, que diz que a primeira vez que eu o usar, a meia noite, alguém que me ama de verdade vai pedir pra dançar comigo.E...E agora é exatamente meia noite!-Falou eufórica.-Não acredito...Merlin!

Harry sorriu doce.

-Pois é...Mais uma prova de que te amo de mais...

-Não preciso e provas...!Acredito em você!-Sorriu e colocou uma mão no pescoço dele e outra por baixo do braço, apoiando no ombro.-Mas agora vamos dançar meu...Amor!

-Sim, lindinha...-Murmurou, passando suas mãos, pela cintura definida dela, que sentiu a seda gelada do vestido junto do calor do corpo e das mãos dele ultrapassaram sua pele, numa maré de sensações.

Começaram num ritmo lento, apenas sentindo os perfumes se misturarem, junto da felicidade vista de longe.E mesmo não tendo música, sentiam o clima e uma pequena sintonia de piano e bateria ao fundo.

O vento soprou, fazendo com que as folhas fizessem uma roda dançante ao redor de ambos, junto do vestido esvoaçante de Gina, que se misturava ao ritmo da música e ao calor de seus corpos excitados e clamando por um toque maior.Toque que teria que esperar algum tempinho mais.




É tão mágico como tudo passou

Em nosso Amor!

Nosso doce amor...

É tão fácil que já nada me surpreende...

Em nosso amor, esse incrível amor!





-Você tem certeza que já está pronta para dar esse passo em sua vida Nick?-Fred perguntou sentado na enorme cama de casal do quarto de Mione, que havia lhes emprestado naquela noite.-Quero dizer...É uma noite especial que todas garotas esperam.

-Tenho certeza que te amo e essa é a única certeza que preciso para dar qualquer outro passo quanto a nós dois...-Falou baixinho, fitando-o intensamente.-Quero ser sua Fred...E essa noite é a hora certa!Ainda mais agora...Que não temos mias segredos e sei que você me apóia e me ama da mesma maneira que sempre esperei que um homem me amasse.Me faça sua Fred...Mais do que já sou...

-Eu espero não te decepcionar, e vou fazer de tudo pra ser especial pra você Nick!Porque você é especial e merece algo igual!-O ruivo murmurou acenando a varinha e fazendo várias velas em formato de coração aparecerem pelo quarto, trazendo um aroma de dama-da-noite!

Pelas paredes apareceram várias sombras dançantes, deixando um ar sensual e mágico.Era perfeito, e tinha certeza que seria como em seus sonhos...Onde se tornava mulher com o homem de sua vida...E no memento certo.

A lua brilhava entrando sua luz pela janela, dando o clima mais romântico que já vira, e quando Fred chegou beijando-lhe o pescoço, já sentiu o turbilhão de sensação tomando conta de seu ser, corpo e alma...

E sabia que naquele momento não estariam unindo apenas seus corpos, mas também...Seus corações e almas.




E é assim, assim é...

E não há nada a fazer

E é assim, assim é...

É assim como sucede

Este amor...





Fechou os olhos e sentiu a plenitude total tomar conta de seu corpo naquele momento...E descobriu por total, ao lado de Fred... Significado do que era fazer amor...




[...] Abraçaram-se e ficaram por um bom tempo, apenas sentindo os batimentos do coração um do outro.Era uma maravilhosa sensação, que demonstrava carinho, afeto e o mais especial...O amor que os unia num laço eterno e continuo...Para sempre. [...]




E é assim, assim é...

E não há nada a fazer

E é assim, assim é...

É assim como sucede

Este amor...





[...] Nunca imaginou sentir aquilo pelo crápula do loiro a sua frente...Mas nunca pôde esconder o significado do seu amor para si mesma.E tinha certeza, mais do que tudo...Que amava ele.E esperava, que com todo aquele carinho daquela noite, fosse correspondida, e que durasse para sempre...

Fechou os olhos, sentindo os batimentos do coração dele, e logo se aconchegou mais nos braços fortes e gentis dele. [...]




E é assim, assim é...

E não há nada a fazer

E é assim, assim é...

É assim como sucede

Este amor...





CONTINUA...




N/A: MEU DEUS DO CÉU...UM MILAGRE ACONTECEU...EU POSTEI E AINDA ESTOU VIVA, MESMO COM OS PROTESTOS E PEDRAS VIA RECADOS DEIXADAS PARA MIM!

Amigos queridos me desculpem pela interminável demora, me desculpem de verdade, mas tenho alguns motivos verdadeiros para a defesa.

Estou sem internet a um bom tempo porque o santo do meu modem foi inventar de queimar por causa de um trovão, acreditam?Estou me descabelando sem internet, mas acho que a mamis vai pedir uma Speed.

Outro motivo é os estudos.Estou fazendo mil cursos, incluindo milhares de coisas, isso sem contar a escola que me deixa sem tempo pra nada, principalmente agora que entrei no 1o ano do ensino médio.Tenho que dormir estudando, acordar estudando...Em fim, estudo pra caramba!Estou virando uma máquina ambulante, sem falar nos 25 cabelos brancos...Huahauhua!

Quero dizer que meu blog deu muitos problemas e agora está fora de ar, mas quando voltar à tona eu deixo aviso pra vocês, e por enquanto, quem quiser ter algumas novidades da fic é só entrar no meu FLOG, si?

Espero do fundo do coração que tenham gostado do capitulo, pois foi feito com muito carinho, e mesmo com pouco tempo de intervalo pra escrever, tento dar o melhor de mim pra fic não perder a essência.

Posso demorar o tempo que for, mas jamais irei desistir de GAROTA MALVADA.NUNCA!

Não sei quando vou postar o próximo capitulo, mas espero que seja bem mais rápido do que esse.Não parem de ler, por favor...Adoro os comentários de vocês, e acima de tudo amo escrever, e é por vocês que tenho tanto amor na hora de escrever.

Milhões de beijos e deixem comentários beleza?

Amo-lhes de mais, de verdade, e até a próxima, galerinha da minha vida e coração...




FLOG: www.ginger.brasilflog.com.br



Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.