FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

1. A ilha da fantasia, FASE I


Fic: ''!!...A vida normal e sexual de tipicos adolescentes...!!'' CENSURA-16 ANOS- ATUALIZADAAAAAAAAAAA


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Harry não aguentava mais a casa dos Dursley, cada dia, para ele, ficava pior, cada minuto naquela ''prisão'' parecia ser uma eternidade. Na janela do garoto, haviam milhares de corujas, ele parou, abriu a janela, e começou a ler as cartas, uma delas, como sempre, era de Hogwarts.

[i]Caros alunos, este ano, as aulas da escola começaram mais cedo, por pedido dos própios pais, no caso, uma semana antes da normal.
Atenciosamente,

Minerva Mcgonagall[i]

Harry saltitou de felicidade, ''amo os pais dos alunos'', pensou.

Desceu a escada, para tomar o café, estava faminto, Valtér e Duda já tinham devorado tudo que há na mesa, mais um motivo para Harry simplismente odiar suas férias.
- Um garoto ligou pra você, deve ser um daqueles seus amigos esquisitinhos, porque deu o número daqui Potter?
Harry sabia que como está morando de favor, teria que ouvir todas aquelas palavras todos os momentos, não ligou, fingiu que Valtér não tivesse falado com ele, ou melhor, fingiu que Valtér não existisse.
- Eu vou para a escola mais cedo esse ano.
- É? Porque? - perguntou Petúnia
- Os pais dos alunos que pediram
- Não entendo como os pais deixam seus filhos ficar naquele antro de esquisitos, e ainda pedir para aumentar o tempo da bruxaria...- disse Petúnia ironicamente.
- E eu não entendo como uma pessoa tão patética como você pode dizer isso de uma escola tão boa como Hogwarts..dou sorte por ser bruxo e ter algum lugar para estudar, não aguentaria ficar aqui todos os dias com vocês.
- VOCE NAO PODE FALAR NADA! DEVE NOS RESPEITAR ! MORA AQUI DE FAVOR !
Harry não aguentara mais ter que escutar as palavras deles, era um peso para ele, ter tantas possibilidades e ter que aturar as duas pessoas mais insuportavéis da vida dele.


Harry foi dormir, quis esquentar a cabeça, estava entediado, seu dia havera de ser terrível, como todos os outros, quando deitou na cama, deu um grande suspiro, o telefone toca.
Como só havia Harry acordado naquela hora, resolveu fazer a caridade de atender.

- Fala...disse o garoto bocejando.
- Boa noite, gostaria de falar com Harry por favor?
- É ele..quem tá falando?
- Oi Harry, sou eu, Gina.
- Ah, oi Gina.
- Bom, desculpe-me ligar agora é que o Rony só desgrudou do telefone a pouco tempo..mais bem, a propósito, gostaria de passar o resto da semana com a gente?
- Ah sim, claro, amanha passo ai.
- Ok, beijos, tchau.
- Tchau.
Gina ficou um tanto que chateada por Harry não ter mandado beijos para ela.


Harry acordou, havia alugado uma moto, seguiu com ela até a casa dos Weasley, ele era meio que cismado com a casa, estava quase caindo, estava bastante torda, mais, não ligou muito para isso, entrou lá, todos os Weasleys estavam arrumados, parece que o trem sairia logo em breve.


- Olá querido. Bom, o trem sai daqui a 1 hora, precisamos chegar lá cedo, já tomou banho?
- Sim, já.
- Sente-se, vamos tomar café.
Harry sentou-se, comeu pouco, estava sem fome, logo seguiu com os Weasley até a Plataforma 9 ¾.
- Vamos vamos, desse jeito não iremos conseguir um lugar no trem.
- Ok, tchau mae.
Os Weasleys se despediram, entraram no vagão que estava lá no fundo, Luna estava no mesmo, conversando com mais 5 estudantes da Corvinal.
- Oi Luna, podemos sentar?
- Claro. - disse Luna batendo na perna de Téo Boot, o mesmo estava acomodamente bem deitado no banco, tomando o espaço de umas 5 pessoas.
- Ai caralho..mão fininha hein..


Os garotos começaram a conversar, a Corvinal e a Grifinória até que estavam se dando bem, gostavam da mesmas coisas, conversavam sobre as mesmas coisas.


- CARALHO! O trem vai cair, e a gente tá na ponte. disse Lisa ao acabar de olhar o trem pela janela.
- O que?
- O trem tá..
- Eu sei, eu ouvi, PUTA MERDA!
- Alunos, não se apavorem..eram os berros dos professores tentando acalma-los.
- Nos acalmar..se eles estão tentando fazer isso não conseguirão nunca. - disse Rony
- Eu tenho uma sugestão.. - Antonio falou.
- Nem fale, vamos pular do trem!É essa? - perguntou Luna
- Uhum..o ruim vai ser se o trem cair com a gente e a gente se fuder todo.. - Téo confirmou.
Todos daquele vagão, [ao menos Rony] sabiam nadar, regurlamente, daria para atravessar o mar, bom, é o que achavam...
- Quem concorda comigo? - perguntou Tony
Os alunos do vagão responderam afirmamente.
Harry sabia o que estava fazendo, sabia que podia estar arriscando sua vida, mais tudo bem, era a única coisa que podia fazer, melhor do que, como Antonio disse, o trem cair junto com eles.


Eles pularam em ordem, Hermione soltou um grito enorme ao ver que estava ali, cometendo aquela loucura, ou, salvando sua vida.


O pior de tudo, havia começado um temporal, os garotos tinham que nadar bastante para chegar ao mar, que estava no momento com um volume bastante avançado, e chegar até o castelo.


- ONDE É QUE A GENTE TÁ? - tentava falar Tony no meio daquela enorme tempestade.
- NINGUÉM SABE, EU ACHO QUE A GENTE SE PERDEU - Harry gritou.
- VOCE ACHA É? EU JÁ TENHO CERTEZA..


Os garotos nadaram, não interessava a direção, [pelo menos pra eles], os outros, que estavam no trem antes deles pularem, também fizeram a mesma loucura, os professores porém, não fizeram isso, chegou emergencia pouco tempo depois, os alunos não quiseram esperar a ajuda.


Até que chegaram exalstos até uma praia, não sabiam qual era especificamente, mais isso não interessava, se estivesse com vida já era o suficiente.


- Ah, oh, aii..a gente t-tá vivo.. - disse Lisa quase sem folego.
- Quer que eu faça respiração boca-a-boca em você?
- Não obrigado, prefiro que o Crabbe sente em cima da minha barriga, é mais prático e melhor..
- Credo... - respondeu Téo
- Já que a gente tá numa ilha, que não sabemos qual é, não há como ter contato por aqui, o que vamos fazer? Ficar aqui para sempre?
Os garotos pararam e observaram Rogério Davies catando algo na água.
- QUE QUE TU TÁ FAZENDO AI?
- PROCURANDO MEU CELULAR, PEGA EM TODOS OS LUGARES, QUE MERDA PORRA!
- SE VOCE PENSA QUE VAI ACHAR..!
- Ai que tragedia po..o que é que a gente vai fazer? - perguntou Rogério completamente molhado, fazendo a camisa colar no seu corpo, as garotas não paravam de olhar para ele, Fleur, mesmo comprometida, mordia os beiços.
- Todo mundo tá perguntando isso Rogério...
- Espera, a gente tem que pensar positivo, se a gente não tem pra onde ir, ou se a gente vai ficar aqui por um certo tempo, vamos aproveitar, afinal, a gente pode fazer tantas coisas aqui que não podemos fazem em Hogwarts, não é? - disse Harry
- É, eu concordo com ele.. - disse Téo
- Que tipo de coisa que tu tá querendo dizer? - perguntou Lisa
- Festas, coisa do tipo, não é o que tu tá pensando.
- Aham, então vamos fazer assim, hoje a noite, de 21 horas, vamos fazer um lual, tá legal? Todos os homens e todas as mulheres deverao trazer comidas, as bebidas pode deixar, eu faço suco.
- Nossa, tu tem um liquidificador portatil é Tony? - perguntou Luna
- Sim, tenho esse daqui, minha mãe comprou e me deu.
- Adoro sua mãe.. - disse Harry
Os garotos se arrumaram, pegaram uma roupa arrumada, mais apropiada para o evento, afinal, não estavam com os professores, e sim com os alunos, da mesma idade que eles.
Na hora do lual, comeram silenciosamente.
- Ei, eu acho que a gente devia fazer algo do tipo..brincadeira..pra animar isso aqui, né? - disse Tony
- Concordo, qual brincadeira? - perguntou Téo
- Existem várias, mais a que mais combina com a gente e com isso aqui é aquela Verdade x Desafio.
- Aham, vamo??
Os alunos concordaram com a idéia.
- Bom, esse jogo vai ser um pouco diferente, a pessoa terá que escolher entre verdade ou desafio, então, esse detector aqui - Tony pos na areia, não parecia um objeto bruxo para eles. - vai dizer se voces tão falando a verdade ou não, se não tiverem falando a verdade, vão ter que beijar a pessoa que te perguntou.
Os alunos concordaram, começaram o jogo.
A garrafa apontou para Draco, Hermione teria que responder, ela corou.
- Escolhe o que Granger? Verdade ou desafio? Disse sarcásticamente.
- Verdade.
- Voce sente alguma quedinha por algum aluno aqui da escola?
A garota corou.


[Oie..gostaram do primeiro cap? Esperu q sim..pessual, em nome de Merlin, comentem por favor, ponham suas criticas e seus elogios..pur favor..comentem..!!..BEjUSs]

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.