FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

7. Quer ser minha parceira?


Fic: A Leoa e a Serpente. CAPÍTULO 11 POSTADO!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Finalmente a aula de Trato das Criaturas mágica havia chegado, para a alegria de Draco. Ele passou a manhã inteira agitado, não cabia em si de ansiedade.


Hermione por sua vez, passou a manhã dando o máximo de si para controlar os risinhos que teimavam em sair quando se lembrava de Malfoy. Ninguém percebeu isso, apenas Harry.


Todos estavam parados no mesmo local da última aula, estavam com um pouco de medo também, afinal, o que Hagrid poderia trazer dessa vez? Pelo incrível que pareça, não houve criaturas estranhas e perigosas dessa vez. Ao chegar, Hagrid pediu que se separassem em duplas. Todos já iam se arrumando quando o professor disse:


- Uma dupla com um grifinório e um sonserino.


Isso foi o fim, caras de nojo e de desprezo surgiram de todos os lados, Rony lançou um olhar de desaprovação para o amigo. Apenas duas pessoas ficaram felizes.


Hermione sentiu a voz do loiro soar atrás dela.


- Hãn, Hermione, quer ser minha parceira?


Ela não sabia o que fazer. É claro que ela queria, mas não sabia como responder. Sim, claro, óbvio, quero; tudo parecia errado. Depois de respirar fundo, virou-se e disse :


-  Uhum, tudo bem.


Ela notou que as bochechas do sonserino estavam ligeiramente rosadas e isso fez com que as dela fizessem o mesmo.


Harry e Rony olharam aquilo pasmos. Rony com pena da amiga, Harry, desconfiado.


- Bom, Neville está pior.- disse Harry apontando para o outro lado, onde Neville estava parado ao lado de Pansy.


Hagrid começou a falar sobre os centauros, Hermione respondeu algumas perguntas e garantiu 40 pontos para a grifinória. Depois, o professor pediu que fizessem alguns exercícios do livro. Neville mais uma vez foi atacado por este.


- Bom, nada de criaturas perigosas dessa vez. – disse Malfoy, meio sem jeito, se atrapalhando todo com o livro.


- Hipogrifos não são tão perigosos assim, Malfoy, a culpa foi sua!


Isso foi como uma pancada no peito de Draco, ela foi tão fria. Hermione arrependeu-se de falar daquela forma, não queria, mas estava nervosa, sem saber direito o que fazer.


- Draco, pode me chamar de Draco. – disse ele depois de alguns segundos. – Sabe, eu disse para o meu pai que a culpa foi minha, e o impedi de fazer alguma coisa contra Hagrid ou Bicuço.


Hermione olhou espantada para ele, aquilo certamente não era Draco Malfoy.


- Você fez mesmo isso?


- Sim, não foi culpa deles. Além disso, foi só um arranhão.


- Isso foi muito...Legal de sua parte, Mal... Hãn... Draco.


Draco, ela o chamara de Draco. Aquilo o fez sentir-se extremamente bem, um sorriso iluminou seu rosto e Hermione sorriu de volta, um sorriso simpático e encabulado.


Pansy Parkinson ficou observando-os o tempo inteiro. Aquele sorriso... Ele nunca sorrira assim para ela. Sua raiva era tanta que queria pegar sua varinha e estuporar a sangue-ruim, xingava o pobre Neville o tempo inteiro, queria gritar ali.


- Hermione, você sabe o número 3? – disse o menino depois de alguns minutos sem se falarem. Ele sabia a resposta, ele só queria falar com ela.


A garota explicou e depois disso não pararam mais de conversar. Falaram de tudo um pouco, Draco não conseguia mais para de sorrir, só de olhá-la ali, ao lado dele já era o suficiente para colocar um sorriso em seu rosto.


A aula demorou a passar para os outros alunos, mas passou como minutos para Draco e Hermione. 


A garota contou para Rony e Harry o que o sonserino disse sobre Hagrid quando voltavam para o castelo. Nenhum dos dois acreditavam. Não, aquilo não podia ser Malfoy.


Draco ficou pensando em Hermione o tempo inteiro depois da aula, e foi assim, até adormecer. 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Sei que mereço vário puxões de orelha por ter demorado tanto tempo pra postar o capítulo 7, mas ando tendo tanta coisa pra fazer =/. Comentem se estão gostando. xxx 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 2

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Pontas-Marota em 06/08/2012

aguardando o proximo cap!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Mary Granger Malfoy em 03/08/2012

Adorei, porém está pequeno! Aguardo o 8, bjs

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.