FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

7. Enfrentando o medo parte 2


Fic: A Bela e a Fera - contos para bruxos


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

-ME COLOCA NO CHÃOOOOOOOO!!!!



Bradava Ginny debatendo-se no ombro do Malfoy.



-Que inferno Weasley, teus gritos estão deixando-me surdo!!!



Ele reclama levando a garota de volta à clareira onde encontravam-se antes, passara-se quase meia hora tentando obrigá-la a retornar, mas diante da teimosia da garota em obedecer-lhes viu-se obrigado a arrastá-la literalmente pela floresta.



-Vossa Majestade é mesmo um trasgo!!! Ainda exige que o chame de príncipe Malfoy!!! Há... Deveria estar enojado por depender de uma W-E-A-S-L-E-Y para se livrar de uma maldição muito bem merecida por sinal!!! Não tens vergonha disso??? Deverias adorar-me por ser uma grifinória piedosa a ajudar-lhes, se fosse uma sonserina estarias entregue às serpentes do destino... e digo isso literalmente... Aahhh vossa mãe não vos ensinou a tratar uma dama??? Tenho duas pernas, creio que posso andar!!!



-Que diabos garota, terei de amordaçá-la para seguir em paz???



Ele grita perdendo qualquer vestígio de paciência a jogando no chão diante de si, a grifinória não parou de falar desde o momento que a capturou nos braços.



-Não ouses tocar-me novamente!!!



Ela responde furiosa, os longos cabelos ruivos desarrumados caiam sobre o rosto delicado, que se encontrava vermelho de raiva, arfando enquanto apontava ameaçadoramente o dedo no peito do príncipe. Os olhares se encontraram lançando raios mortais entre o azul e o cinza.



-Não tenho interesse em sujar mais ainda minhas mãos com uma grifinória... apenas diga-me como ajudar-me antes que eu mesmo a envie para a forca!!!



Diz o Malfoy entre dentes encarando a ruivinha.



-Para a forca? Se vais a matar-me para quê irei ajudá-lo??? Que morras feio como uma acromântula Malfoy!!!



Ela diz indignada com o comentário do príncipe.



-Vais ajudar-me Weasley... por bem ou por mal!!!



Anuncia Draco puxando o braço da ruiva, a face desfigurada ganhando traços mais sombrios do que se imaginou ser possível e Ginny mostrou-lhes a língua antes de soltar-se respondendo-lhes à altura.



-Por bem ou por mal??? Com um Malfoy não existe bem... São todos faltosos de alma e coração, jamais demonstraram qualquer sentimento bom!!! Só estou aqui para ajudar meu pai a curar-se e ainda assim sou tratada como uma traidora...



Ginny desabafa sentindo os olhos rasos d’agua, não havia encontrado uma saída “boa” com o Malfoy, mesmo quando só desejava ajudá-lo, talvez Hermione tivesse mesmo razão... nenhum sonserino é confiável... Rony também sempre lhe alertava que não havia bondade no reino dos Malfoy... sem forças para segurar as lágrimas, Ginny virando as costas ao príncipe, pronta para mais uma fuga quando escuta apenas o silencio...



Estranhando a reação silenciosa do Malfoy, Ginny vira-se procurando com o olhar uma razão para o silencio repentino do príncipe quando vê algo que faz a voz sumir de sua garganta.



..........................................................DG................................................................



Blaise Zabini levantava com a ajuda de um dos seus soldados, ainda estava zonzo e não arriscaria montar sozinho nesse estado. No entanto, o desaparecimento da Weasley e a aparição repentina de um monstro alegando ser o príncipe da Sonserina estava a colocar seus pensamentos em desordem.



Enviara um de seus homens para montar guarda na casa dos Weasley enquanto os demais seguiam a ritmo acelerado até à cidade, deveriam informar ao rei imediatamente do ocorrido, o seqüestro da única pessoa com capacidade de encontrar o elfo desgraçado que amaldiçoou o legítimo herdeiro do trono da Sonserina.



A lua cheia imperava no céu sombrio e os ventos traziam um aroma de terra molhada que aclamavam àquela noite de primavera, quando Zabini e seus cavaleiros chegaram à cidade e encontram-se com um verdadeiro exército de guerra liderados pelo próprio rei.



-Sua ineficiência custou-me caro Zabini...



Pronunciava Lúcius Malfoy, com a voz impregnada de repulsa e veneno.



-Senhor, permita-me...



O general de joelhos tentava justificar-se, quando Lúcius o interrompe furioso.



-Entreguei Draco aos vossos cuidados e devolves-me meu único herdeiro transfigurado em uma besta e ainda o deixa escapar???



Vociferava o loiro puxando sua espada da bainha e encostando perigosamente sua lâmina fulgente no pescoço do general que se achava estático tamanho o medo.



-IMPERIUS!!! Sua vida miserável não é digna de minha espada, servirás como escravo de meu reino até tuas próximas descendências Zabini!!!



Um raio brilhante escapou da lâmina da espada enquanto o rei anunciava o destino de seu general, dando sinal para seus guardas aprisionarem um Blaise Zabini hipnotizado guardando nos olhos uma expressão de horror.



-Avencem para a floresta proibida!!! Não deixem pedra sobre pedra, eliminem qualquer obstáculo no caminho, aniquilem, devastem, torturem... tragam-me Draco!!! Serei generoso com aquele que trouxer-me o príncipe traidor!!! Mas lembrem-se... Eu o quero... vivo!!!



Bradava diante de todo o exercito, Lúcius Malfoy erguendo a espada em sua mão dando sinal para que comecem à caçada.



..........................................................DG.......................................................



-Já verifiquei duas vezes Mione!!!



Dizia Luna mexendo no caldeirão pacientemente enquanto Hermione tratava do ferimento que o senhor Weasley tinha na testa.



-Luna a poção tem de estar visguenta e com uma leve coloração esverdeada e esta coisa está azul!!! Acrescentaste o pó de chifre de unicórnio??? Talvez devêssemos colocar um pouco mais de essência de violetas silvestres e tentáculos de lula...



Retrucava a morena colocando mais uma compressa sobre a testa de Arthur. As duas encontraram-no perdido na estrada perguntando sobre a filha, o pobre homem estava muito machucado e febril, e escondendo-o numa carroça Luna e Mione o levaram até a casa dos Lovegood.



-Mione fica calma...



A loirinha mexia suavemente a poção que aos pouquinhos ganhava um tom esverdeado.



-Não posso ficar calma Luna!!! Estávamos tão perto de descobrir a verdadeira identidade do bruxo das trevas e agora tudo ficou fora de controle, Dobby desapareceu, Ginny desapareceu, tem um exercito de sonserinos espalhando o terror entre cidadãos e elfos inocentes, o príncipe da sonserina amaldiçoado, o senhor Weasley foi brutalmente ferido e agora não podemos nos comunicar com o Harry e os outros da Armada de Dumbledore...



Hermione falava tudo de uma única vez deixando a loira confusa. Num suspiro frustrado ela afasta-se da cama onde o senhor Weasley estava e observa pela janela a movimentação da cidade naquela caótica noite.



-Mione os scrapkots me disseram que é preciso enfrentar a tempestade antes para vermos o alvorecer depois!!! O destino está seguindo seu curso... Vai dar tudo certo Mione!!!



Dizia Luna aproximando-se da amiga com um olhar sonhador entregando um copo com a poção nas mãos dela com um pequeno sorriso.



-Gostaria de ter seu otimismo Luna... mas estive revisando as traduções das runas que haviam naquele medalhão que Dobby entregou ao vosso pai... e percebi algo muito poderoso ligado à magia negra, esse tipo de magia, poderia destruir os Malfoy... temo que agora Ginny esteja no meio de tudo isso...



Os olhos de Hermione ganham um brilho enigmático antes de deixarem a janela e voltarem-se para Luna.



-Mione, Ginny estará segura enquanto a profecia não se cumprir, e é para isso que nós estamos aqui!!! Ao amanhecer buscaremos notícias de Dobby no vale das serpentes...



Luna conforta a amiga antes de voltarem aos cuidados do senhor Weasley.



.........................................................DG...............................................................



Ginny sentiu cada terminação nervosa do seu corpo congelar, seus lábios tremeram sob aquele espectro aterrorizante. Draco permanecia de pé, ereto e imponente, os olhos frios como gelo encarando desafiadoramente a criatura que parecia dançar o envolvendo, que parecia um fantasma com um capuz negro esfarrapados e feições cadavéricas arrastando correntes enferrujadas, uma imagem que até então só vira nos livros...



-Dementador...



A palavra simplesmente escapou dos lábios da ruivinha que agora tinha sobre si os olhares atentos do Malfoy e da criatura. Draco pareceu acordar de seu transe e percebendo que a garota seria o novo alvo do dementador, correu em sua direção a toda velocidade puxando sua mão com força e seguindo por um caminho incerto entre as arvores da floresta.



-Droga Weasley, anda mais rápido!!!



Exigia o loiro enquanto arrastava Ginny.



-Estou tentando, mas sinto-me enfraquecer...



Dia a ruiva com uma expressão de pânico ao sentir toda sua energia esvaindo-se.



-Não se deixe intimidar!!! Eles vão roubar qualquer sentimento feliz que existir em você!!!



Anuncia puxando a garota para um buraco entre raízes.



-O que faremos???



Pergunta apavorada a ruivinha.



-Espere...



Ele tapa a boca da Weasley com a mão e puxa o cetro de ouro com a outra, logo concentrava-se para detectar a aproximação do dementador. A expressão do príncipe mudara completamente, estava um frio congelante e o ar estava cada vez mais denso, o dementador trouxera companhia...



O coração da ruivinha parecia que iria pular do peito tamanho o medo que sentia, mas estranhamente percebeu-se confortar-se abraçada ao sonserino. Draco aproximou-se do ouvido da ruivinha e diz em um sussurro.



-Estamos cercados!



Ele diz friamente.



-Eu percebi...



A voz de Ginny saiu falha, ela estava tremendo.



-Se alguma coisa de bom aquele Weasel te falou... ele mencionou o patrono?



Questiona já não contendo a ansiedade pela eminência de um ataque.



-E-eu já li sobre isso...



Ela diz insegura, mas Draco não pareceu se importar.



-Pense no momento mais feliz da sua vida, concentre-se nele com todas suas forças e segure a minha mão!



Num movimento rápido o loiro sai do esconderijo levando Ginny consigo e diante de mais de dez dementadores ele gritava a todos pulmões:



-EXPECTRO PATRONOOOO!!!!!



Uma luz fortíssima irradiou do cetro que Draco apontara para o alto espantando as criaturas sombrias que foram violentamente repelidas pelo feitiço dos dois...


--------------------------------------DG------------------------------


Primeiro post de 2012 =D




E estou maravilhosamente felizzzzzzzzzz!!! Meu primeiro coment na fic *-* Muitíssimo obrigada pelo incentivo Ray_Malfoy, é uma honra saber que você leu minha fic e pode ter certeza estou seguindo seus conselhos, gostou do capítulo novo??? E aquelas leitoras e leitores que não comentam... gostaram também??? Please deixe um comentario por favorzinhoooo!!!


Próximo capítulo será bem mais emocionante eu prometoooo XD


Beijinhos!!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 2

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Isis Brito em 13/09/2012

Adorando!! =D
O Draco segurou a mão da Gina pra "receber poder" dela, não? Imagino que ele não tenha nenhuma lembrança feliz... =P
Mas essa foto que você postou no finalzinho é muito fofa!! rsrs
(ai meu Deus, um cap enorme e eu falando da foto... que nada a ver...--" vou para o próximo cap xD) 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Ray_Malfoy em 06/01/2012

Como vc termina o capitulo assim???tá querendo me matar do coração... Ficou muito bom o capitulo, curto, mas muito bom...Pelo amoor de merlin menina, atualiza logo!!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.