FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

13. Ser ou não ser


Fic: Um Casamento Mais do Que Conveniente - DRAMIONE - CAP 20 ON


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 13: Ser ou não ser, Confuso, Amedrontado, ou Casado
Traduzido por xCamila
Betado por Tonks Fenix


"Todo homem é cercado por uma vizinhança de espiões voluntários." - Jane Austen


"Todo homem é cercado por mulheres que querem saber os seus negócios, controlar sua vida, e arruinar a sua existência." - Draco Malfoy


"Por trás de cada bom homem está uma mulher melhor." - Hermione Granger.




Hermione Granger não costumava ter medo de muitas coisas. Ela não era dada a episódios de terror ou de susto. Quando ela era pequena, ela não tinha medo de aranhas, do escuro, ou de trovoadas. Ela não tinha medo dos monstros no armário ou do bicho papão debaixo da cama. Depois, quando ela ainda era uma garotinha, mas um pouco mais velha, descobriu que havia uma abundância de coisas de horror reais... e muitas coisas para se ter medo, mas ainda assim ela não tinha acessos de terror.


Então, por que a visão de sua filha sentada ao lado de Lucius Malfoy no carro enquanto eles iam da estação de trem para Whitehall causou arrepios que percorriam sua espinha?


Alice não parecia ter medo. Essa foi uma característica que ela estava feliz por ter passado para a sua filha. Eles estavam andando em uma grande Rolls Royce, em uma estrada que ventava muito, com a babá no banco da frente com o motorista, Draco e Hermione no banco da frente virados de costas para a frente do carro, e oposto a eles estava a pequena Alice, segura num cinto de segurança, sentado ao lado de Lucius Malfoy. E sua filha não estava mostrando qualquer medo enquanto falava sem parar com o homem mais velho. Ela estava mostrando a ele seu livro, contando sobre sua festa de aniversário, mostrando-lhe seu último machucado, e ainda perguntou se ele iria conseguir para ela um pouco de sorvete quando chegassem a Whitehall.


Draco Malfoy sentiu uma confusão incrível. Ele não era geralmente confuso. Ele normalmente tinha certeza do caminho diante dele, e de suas intenções. No entanto, vendo seu pai louco de amor pela menininha ao lado dele, ele se sentiu um pouco confuso, e não entendia o porquê. Ele sabia que queria se casar com a mãe da menininha. Nenhuma confusão aí. Ele olhou para Hermione, que por algum motivo parecia um pouco preocupada.


Ele sabia que queria tentar ser um bom padrasto para Alice. Por que então ele achou a visão diante dele inquietante? Por que ele teve uma sensação persistente de "confusão" nos recônditos profundos de seu cérebro, em relação ao par na frente dele, e por que ele sentia como se tivesse algo a ver com o segredo que Hermione queria dizer a ele? Ele estava deixando seus sentimentos incoerentes sobre Hermione nublar seu habitual raciocínio sensato?


Ele estava sob a influência de uma mulher, seu pai estava sob a influência de uma menininha, e parecia que nenhum dos dois tinha o poder de parar. Ele pegou a mão de Hermione e segurou-a firmemente na sua. Ele precisava senti-la ao lado dele, para ajudar a superar as incertezas, que ele não conseguia sequer expressar. Ele sabia uma coisa. O fato de que seu pai estava tão disposto a aceitar a filhinha de Hermione o fez feliz, então, a sua confusão poderia se danar.


Hermione olhou para Draco, que estava sorrindo, contente. Draco olhou para Hermione, e estava prestes a piscar para ela, quando Alice disse, "Há cavalos em Whitehall, vô?"


Essa única palavra fez o medo de Hermione emergir novamente, e esse medo passou dela direto para Draco, que olhou para Hermione mais confuso do que nunca! A boca de Hermione se abriu, e ela virou sua cabeça para sua filha.


Antes que Lucius pudesse responder, Hermione disse, "Alice, você deve chamar o pai de Draco de Senhor Malfoy." Hermione sentiu como se fosse vomitar. Teria Lucius dito a sua filha que ela era sua neta? Certamente ele não faria isso a uma criança, quando ele mesmo lhe disse para ainda NÃO dizer a Draco!


"Por que eu deveria chamá-lo assim?" ela perguntou à sua mãe.


"Porque é a coisa certa a fazer, já que é o nome dele", repreendeu Hermione. "Isso se chama ‘mostrar respeito’, Alice. Você não pode por si mesma tomar a liberdade de chamar alguém de avô.”


Alice pareceu espantada e disse, "Mas ele me disse que eu poderia chamá-lo de avô".


Lucius lançou à Hermione um olhar "está vendo!”. Agora Hermione franziu a testa, já sem medo, porque ela estava fervendo de raiva súbita. Ela virou a cabeça para olhar pela janela, para que ela não dissesse algo inadequado com a filha no carro.


Draco interveio dizendo, "Pai, esta não é uma decisão sua. Nós nem sequer dissemos à Alice sobre o nosso enlace matrimonial ainda."


"O que é alface genial?" Alice perguntou. Ela perguntou para Lucius. Draco não pôde deixar de rir. Hermione virou-se para Draco. Ele pensou que ela parecia com mais medo do que nunca.


"Sua mamãe e Draco vão se casar", afirmou Lúcio claramente.


"Pai!" Draco repreendeu no momento exato em que Hermione disse: "Sr. Malfoy!"


Alice parecia perdida por um momento. "Mamãe não é mais casada com o papai." Isso foi tudo que ela disse por um momento. Ela se virou para olhar pela janela.


"Querida?" Hermione disse, embora ela não soubesse o que mais dizer.


Alice se virou para Draco e disse, "Eu não quero que você seja meu pai. Eu lhe disse isso."


"Isso é muito ruim", Lucius cuspiu.


"Pai, você não está ajudando", Draco cuspiu de volta. Ele soltou o cinto de segurança e se ajoelhou no chão do carro, na frente da menininha. Pegou a mão dela. "Alice, eu prometo, eu sempre vou ser só o seu amigo, e o melhor padrasto que uma menina pode ter. Assim como Bob é padrasto da mamãe, eu vou ser o seu."


Lucius quase protestou, mas Hermione lhe deu um olhar mortífero, o medo dela novamente encoberto pela ira, e ele fechou a boca. Lucius pensou, 'Parece que as mulheres Granger estão dominando todos os homens Malfoy! "


Alice fez beicinho por alguns momentos mais e então disse, "Vou pensar sobre isso, mas eu não acho que vai dar certo, e eu não tenho certeza se vou gostar."


Draco riu e disse, "Pode dar certo e você provavelmente vai gostar. Apenas me dê uma chance."


No lábio inferior de Alice surgiu um grande beicinho como sua resposta. Draco riu, Hermione continuou a se lamentar e se preocupar e Lucius soube de uma coisa ... não ia ser fácil convencer a pequena Alice de que este casamento era uma coisa boa.


Nada mais foi dito sobre esse ou qualquer outro assunto durante o resto do caminho para Whitehall. Alice começou a se remexer na cadeira, e quando Hermione estendeu a mão para desatar o cinto de segurança, e puxá-la para seu colo, Lucius fez o mesmo, antecipando-a. Lucius sentou a menina no seu colo ao mesmo tempo em que viraram em uma entrada de automóveis na calçada que era guardada por um grande portão de pedra.


Ele apontou para a janela e disse, "Aqui, querida Alice, é Whitehall."


Dizer que a casa era impressionante teria sido um eufemismo. A casa tinha três andares, e era uma verdadeira casa branca, feita de pedras brancas. Ficava no alto de uma colina. A entrada de automóveis circulavam para cima em direção à casa, que tinha pilares de um pórtico de laje por todo o caminho até o telhado triangular.


"É uma bela casa, Draco," Hermione disse enquanto eles paravam na casa.


"Ela pertencia ao irmão mais novo do meu avô, e ele deixou para mim quando me tornei maior de idade", disse ele com um sorriso. "Eu costumava passar meus verões aqui, quando eu era um menino mais ou menos da idade de Alice. O que você acha, Senhorita Alice?"


"É grande", comentou ela, olhando ao redor. "Mamãe, podemos dar um passeio?"


"Depois de descansar, Alice," A babá disse do banco da frente.


"Claro, você quer descansar", respondeu Lucius.


Eles saíram do carro, e o motorista deu a volta em direção ao porta-malas para ajudar com a bagagem. Lucius começou a instruir outros empregados para onde levar a bagagem, quando ele se virou para Draco. "Você e sua noiva não irão dividir o quarto com a criança na casa, vão?" Ele olhou de Hermione para Draco.


"Não", respondeu Hermione por Draco. Ela já estava cansada de Lucius Malfoy. Foi até a atrás do carro grande para pegar suas malas.


Draco a seguiu. "Não o deixe provocar você, amor." Ele agarrou mala de Hermione e um grande elefante de pelúcia rosa caiu do porta-malas. Ele deu ao elefante um olhar estranho e disse, "De onde é que isso veio?"


Hermione pareceu intrigada. "Ingrid, de onde veio esse elefante?"


Antes que Ingrid pudesse responder, Alice pulou para a parte de trás do carro e disse, "Esse é o meu presente do papai. Transformei-o em um coelho no começo, mas então eu não gostava do coelho também, então eu pensei que poderia gostar se fosse um elefante."


Hermione caiu de joelhos na frente de sua filha de quatro anos, segurou seus braços e disse, "Querida, o que você quer dizer? Você não transformou isso. Você não pode fazer mágica ainda. Eu sei que você finge às vezes, mas você não pode fazer mágica real. Agora me diga a verdade, quem transformou isso para você?" Hermione olhou por cima do ombro dela para Draco, preocupada.


"Eu mudei", repetiu ela, com firmeza.


"Alice, você não vai mentir para a mamãe," Hermione disse com firmeza. "Quem transformou?"


Alice olhou magoada e disse, "Eu realmente fiz isso!"


Hermione olhou para Draco, suplicante. Ele se inclinou, colocou uma mão no ombro da menininha e perguntou: "Quem transformou isso para você, Alice?"


Ingrid voltou à vista e disse, "Eu mudei para ela. Sinto muito. Ela me pediu para fazê-lo."


"Aí está", Draco sorriu, satisfeito.


Alice não estava sorrindo e nem Hermione.


"Bem, eu não, quero dizer, eu realmente não gosto disso", gaguejou Hermione. Agora ela estava confusa. Ela sabia que Ingrid NÃO alterou o bicho de pelúcia, pois Ingrid era um aborto, então por que ela mentiu? Quem transformou? Não poderia ter sido Alice. Alice era inteligente e talentosa, mas Hermione sabia que sua filha de quatro anos de idade, ainda não podia fazer mágica! Por que Ingrid mentira? Ela sabia que Hermione saberia que era uma mentira! Porém, Hermione não queria chamar mais a atenção ao fato na frente de Draco ou seu pai.


Lucius foi até a parte de trás do carro e disse, "Por que estamos todos de pé ao redor da parte traseira do carro, como as pessoas comuns?" Ele estendeu a mão para Alice e disse, "Querida Alice, gostaria de conhecer a mãe de Draco?"


"Sim, vô. Você vai carregar o elefante rosa que eu ganhei no meu aniversário?"


"Não, eu não vou", respondeu ele, "e eu pensei que você disse que era um coelho rosa."


"Eu transformei de um urso para um coelho e, em seguida para um elefante", repetiu.


Hermione jogou a mala, tirou a mão de sua filha das mãos de Lucius, e disse, "Alice, eu a proíbo de mentir! Você sabe que está errado! Tudo bem fingir às vezes, para usar a sua imaginação, ou para fazer piadas para as pessoas se não magoá-las, mas quando a mamãe diz a você para não mentir, você não pode mentir! Você não transformou esse urso cor-de-rosa horrível em um coelho ou um elefante!"


Alice pisou o pé, deixou cair o livro e disse: "Eu fiz! Eu transformei!"


"Será que isso importa?" Lucius falou devagar. "Quero levar a criança para dentro e apresentá-la à mãe de Draco agora."


"Eu estou pouco me importando com o que você quer," Hermione fervia de raiva direcionada ao homem mais velho. "Esta é minha filha e ela não vai a lugar nenhum. Você não vai interferir!"


Lucius definiu a sua boca em uma linha firme, estreitou seu olhar e disse: "Sério? E filha de quem você disse que ela era?"


"Escute aqui, Malfoy, não vou me submeter à chantagem de ninguém, você entendeu! Todos os tipos de chantagem estão terminados e apagados com esse casamento!" Ela apontava para o homem mais velho enquanto gritava as palavras em seu rosto. Draco estava completamente confuso agora, mas ele sabia que algo estava errado. Por que Hermione mencionou chantagem? Algo terrível estava se formando entre Hermione e seu pai, e ele tinha que intervir.


Ele afirmou, "Pai, Hermione está certa. Alice é responsabilidade dela e cabe a ela definir a punição quando necessário, e se ela quer puni-la por ter mentido sobre o bicho de pelúcia, ela pode fazê-lo." Isso foi tudo o que podia dizer, já que ele não tinha certeza do que chantagem e casamento tinham a ver com qualquer coisa.


"Eu não menti!" Alice gritou, de pé no meio de todos os adultos. Ingrid tentou pegar a mão da menininha, para puxá-la para longe da briga, mas Hermione pegou-a primeiro.


"Draco, me desculpe, mas acho que eu preciso levar Alice direto para cima para dar mais um cochilo. Podemos nos encontrar com a sua mãe mais tarde?" Hermione não esperou por uma resposta. Ela pegou sua filha em seus braços e disse, "Alguém pode nos mostrar o nosso quarto?"


Draco pediu um dos homens de pé para mostrar para Hermione e Alice o quarto da criança. Ingrid foi atrás seguindo de perto.


Lucius perguntou ao filho, "O que foi essa exibição? Isso foi constrangedor, para dizer no mínimo! Eu não serei tratado com gritos por gente como essa mulher na minha própria casa!"


"Essa mulher é minha futura esposa, e esta casa é minha", Draco apontou. Ele passou suas mãos pelos cabelos. Talvez ele tenha dado um passo maior do que suas pernas com esses dois. Ele perguntou, "Pai, o senhor não acha que uma criança de quatro anos de idade, fez magia, não é?"


"Não, filho, eu não me importo com o quão inteligente ela é, ou quão especial ela poderia ser, ou quem são seus pais, quero dizer, sua mãe é, eu não acho que ela realizou transfiguração aos quatro anos." Lúcio pegou o elefante rosa ofensivo e estudou-o mais próximo. Então, ele franziu a testa. Ele a pegou pela gravata de bolinhas e arrastou-o para casa.


"O quê?" Draco chamou atrás dele, absolutamente perplexo. Ele foi deixado atrás do carro sozinho, em pé entre toda a bagagem. Ele instruiu os empregados para levá-las para dentro, e enquanto ele começava a caminhar para a porta, ele viu sua mãe em pé na entrada.


"O que há de errado com Lucius?" Narcisa perguntou ao filho antes de beijar sua bochecha, "E onde estão Hermione e sua filha? Eu esperava cumprimentá-las quando elas chegassem. Elas vieram com você, não é?"


Draco segurou a mão de sua mãe e disse, "Sim, elas vieram, mas Hermione precisava levar Alice para um cochilo, imediatamente. Quanto ao pai, eu não sei o que deu nele, neste momento, eu não sei se eu sei meu próprio nome, no entanto, eu sei de uma coisa. Dê-me os parabéns, mãe. Eu sou um homem noivo.”


"Sim, filho, eu estava no baile da noite passada, lembra?" disse sua mãe, levando-o para dentro.


"Não, isso foi um noivado falso. Estou realmente noivo agora." Ele sorriu.


"Bem, então, parabéns", Narcisa disse alegremente. "Eu acho que você fez uma escolha sábia. Quando vou conhecer a filha dela?"


“Ah, sobre isso, mãe, eu tenho que confiar-lhe algo que o pai me disse ontem à noite no baile”, Draco disse. ”Mas depois do jantar, ok? Eu quero encontrar o pai, e então Hermione e Alice."


"Tudo bem, mas sobre o jantar, fui forçada a convidar Phillipa, Talbert, e sua esposa Constance," falou devagar.


Agora foi a vez de Draco de bater o pé, à la Alice. "Por que, Mãe?"


"Porque eles se convidaram para vir aqui para o fim de semana, então eu não tive escolha, e é apenas um fim de semana."


Draco grunhiu, e então correu até as escadas e entrou na casa para encontrar seu pai, desejando que ele pudesse transfigurar Talbert em um elefante cor-de-rosa.


---------------------------


N/B: É gente, o Lucius já está colocando as asinhas de fora, bem que desconfiei que ele estava bonzinho de mais... rsrsrs A Alice foi uma graça, pra variar, e o Draco um tapado... Como ele pode não perceber que ela é uma miniatura dele? Fiquei bem curiosa pra saber o q há por trás do urso/coelho/elefante... rsrs Comentem bastante galera! Bjinhus!!!


N/A: FELIZ NATAL E FELIZ ANO NOVO! Começando 2012 com capítulo novinho! *-* Alice roubando a cena de novo e xiii... Será que nos enganamos com o Lucius? Vamos ver, vamos ver! Capítulo nem tão hot, maaaas a espera será recompensada! Hehehe Adorei todos os comentários, gente! Obrigada meeesmo! Acho que traduzir dá mais trabalho de que escrever, sendo beem sincera! Ok, vamos responder os comentários (brevemente porque eu quero postar logo x]) antes que eu fale muito :X


Nana-moraes malfoy: Nem demorei muito não, é? Ahhh e pode ter CERTEZA que as coisas melhorarão muuuuito pela frente hehehehe Concordo plenamente contigo! Beeeijos

lela oliveira:
Essa viagem de trem foi tudo de bom, todos os capítulos foram maravilhosos! E esse Draco, impossível não se apaixonar! Beijos, flor! Continue comentando e votando na fic!

Alice Rocha:
Eu só não digo o mesmo porque não tenho certeza se meu namorado um dia vai ler isso hauahuahuahauhauahua Esse Draco é lindo! *-* Beijos e comente muito e vote muito!

Mira Huet OConell
: Vou repetir o que a lela disse: Esse Draco só pode ser criação de fic mesmo! Perfeito demais! Será que ele é assim mesmo ou as autoras que o tornam assim? Huahauahuahua Beijo, linda!

Miss Caroline:
Oh! Obrigada mesmo! Estou aguardando voltar para saber o que achou do resto! Beijos! Continue comentando muito e votando, linda!

Larii Malfoy:
Olha... na viagem tu diz à caminho ou na casa do Draco? Hauahuahauhau Porque daí as coisas mudam! :X *a looouca falando demais!* Beijooos, flor!

Karla Dumbledore:
Não sei não se vai ser nessa ordem! Ou vai? Adooro fazer mistério *-* Não demorarei mais, prometo! Beijos!

Louyse Malfoy:
Mas talvez tenha sido melhor assim, não acha? Sem o Draco saber da verdade ainda. Continue comentando muito! Beijos.

Alexandra Malfoy:
Todos os capítulos dessa viagem de trem foram maravilhosos! Essa chegada à Whitehall ainda não teve muito emoção, mas prepare-se! Hehehehe Beijos!

Miss Perfection:
Lindo demais meeesmo! Essa autora é maravilhosa! Não é à toa que essa fic está sendo traduzida para umas 5 línguas diferentes! Beijos, flor! Continue comentando!

karla moreira:
Vale presente de ano novo? ;D Já, já tem mais! Beijos!

Thata_Malfoy21:
Que bom que valeu à pena! Férias é tudo de bom mesmo *-* Mas eu só vou ter as minhas propriamente ditas em fevereiro quando folgo o estágio também! E será que é a Hermione que conta pra ele? Xiiii... Coloquei mais uma dúvida nessa cabecinha! Hehehehe Atualizei! Dê pulinhos e diga viva dessa vez \õ/ *louca*

Landa MS:
Huahauhauahuahau Xiii, parece que a coisa foi séria! Prepare um balde com cubos de gelo para breve! Hehehe Beijos!

Katie Black:
Feliz Natal e feliz 2012! Há uma discussão em outros comentários se o Draco é perfeito mesmo ou se é tudo criação das autoras que o fazem assim. Porque não é normal tamanha perfeição! *-* O que você acha?

Angel_Slytherin:
Eu não vou abandonar essa fic por nada nesse mundo! Se eu abandonar quer dizer que eu morri, daí vocês me procurem no jornal *que horror x]* Ok, ok, não está mais aqui quem disse :X Me faz tãããão feliz saber que quando atualizo faço outras pessoas felizes! *-* hehehehe Beijões, flor!

silvia xavierdos santos
: Que bom que você está gostando! *-* Adoro ouvir isso! Hehehehe Beijões, linda! Continue comentando e votando sempree.

annnnie:
Que bom que você gostou! Adoro quando comentam isso! *-* O próximo capítulo será postando em breve! Continue comentando e votando! Beijos, flor!

Cristina Granger:
Essa viagem de trem foi tudo de bom! Será que ela devia ter contado? Ou o Draco ia ficar realmente bravo, se ela o fizesse? Sei, não, hein :X Esse capítulo não é tããão bom quanto o outro, mas prometo que as coisas vão melhorar MUITO! Beijos!

annalimaa_:
Que bom que gostou! *-* Também achei perfeito, por isso resolvi traduzir! Fico feliz em saber que está gostando! Beijos e continue comentando e votando muito!

Iza Greenleaf:
E ainda teve sorte porque vai ler dois capítulos juntos! Hehehe Ohhh! Obrigada meeeesmo! Me faz muito feliz saber disso! *-* Beijooos!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 13

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por the em 26/07/2012

noooooooooooooooooooooooossa Q BABADO!!
A mini malfoy é prodígio! ti fofuuuuuuuuuuura 

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Miss Caroline em 10/02/2012

Alice é uma fofaaa mesmo! Lindinha!! Lucius tá encantado pela neta *-* heheh  Mas quem realmente transformou o bichinho de pelúcia da Alice? oO ADORANDO A FIC !!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Aylane Cristina Macedo em 17/01/2012
A Alice é uma fofa, adoro ela ^^ E como uma pessoa tão linda, inteligente e sexy como o Draco pode ser tão lerdo a ponto d não reparar q a Alice é filha dele? A menina é a cara dele, tá chamando o Lucius de avô e ele nem se liga! ¬¬ Por falar no Lucuius, ele tava muito bonzinho mesmo... Logo vi q ele ia acabar colocando as asinhas para fora logo logo rsrs To adorando a fic ^^
Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Prado Soares em 13/01/2012

er... fiquei sumida, mas ja voltei *--* adorei os capítulos atrsados... *--* nao demora pra postar, viiu? porfavooor!!! beijinhos ;*

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Louyse Malfoy em 09/01/2012

Simplismente sensacional! Eu amo essa história, é sério.

E agora?Alice já sabe fazer magia com 4 anos? =O

Preciso de mais capítulos!

E essa babá hem? Ahhh, to louca pra ver mais brigas de Hermione VS Lucius kkkkk

Beeeeeijos

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Cristina Granger em 09/01/2012

Nossa que mãe chata essa Hermione, custa acreditar na menina? osiaoisoaisoaisaosiaoi
O Lúcio não presta fato, mas ta sendo muito engraçado vendo ele ser " manipulado" pela linda da Alice, e nossa, que lerdo o Draco hein, acorda ela é uma réplica dele. Ta ótimo o capitulo, to anciosa por mais.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Angel_Slytherin em 05/01/2012

Afinal, o que tem por trás desse coelho/urso/elefante? Eu juro que não entendi... de verdade! Estou curiosa para saber!!

Ahhh sim, pelo amor de Deus, posta mais oks?! Poxa, logo logo as aulas voltam e vai ser um perregue para eu ler a fic com calma!! Tenho que aproveitar enquanto minhas aulas não começam! =O

Parabéns mais uma vez, a tradução está incrivel, se precisar de ajuda, é só me falar!

Beijos

Angel_S

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Miss Perfection em 05/01/2012

ahh gosto tanto da fic que até o Lucios é uma graça pra mim U.U

eu imaginei o Draco batendo o pé à la Alice kk

gostei da Narcisa tambem, quem será que anda transfigurando os bichinhos da Alice heim???? (acho que é o Lucios kkkk)

Quero o Draco pra mim (ui ui)

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Naaty A. Silva em 05/01/2012

Nossa, a Alice é mesmo uma graça, né? E o Draco um tapado --'   E o Lúcio? Merlim! E estou curiosa e confusa também, em relação ao ursinho mutante! Fic ótima, parabéns as duas!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Mohrod em 04/01/2012

jáaa poooode atualizar, okay??? U.u eu amooo a alice! *-* ela é tãao princesinha do papai!!!

 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Thata_Malfoy21 em 04/01/2012

VIIIIIIVA! *leitora dando pulinhos* hahahahaha

aaaain vc me deixou curiosa! humpf! será que o Lucius vai abrir o bico? ele tá me saindo um belo de um fofoqueiro, mas mesmo assim eu simpatizei com ele pelo modo como ele trata a Alice! E por falar na baby mais sucesso de todas as fics do mundo (eu simplesmente AMO essa criança) ela manifestou magia MESMO?! oO

aguardando o próximo cheia de curiosidade, como sempre!

:*

 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Katie Black em 04/01/2012

Que ótimo presente para começar o ano! Adorei o cap, principalmente porque a Alice apareceu mais... Quem será que realmente transfigurou o urso para coelho, seguido de elefante? Alice não parece ser uma criança mentirosa queria acreditar que foi ela, mas só com quatro anos... fica difícil. Espero mais cenas de Draco e Hermione, adooooro!

Sobre o Draco... Realmente não é normal tamanha perfeição, mas vem a questão: o que, por Merlim, é NORMAL em Draco?? E ele também tem seus defeitos (arrogante, presunçoso, prepotente...). Mas quem liga pra eles quando há qualidades MUUUITO melhores? Então eu NÃO acho que seja invenção das autoras, Draco é simplesmente perfeito ao seu modo! - Para sempre defensora do loiro mais perfeito do mundo! - kkk

Feliz Natal (super atrasado, mais o que vale é a intenção!) pra você também, e um ótimo 2012!!! Bjs:**

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Nana-moraes malfoy em 04/01/2012

Oi! Espero que tenha passado muito bem nesse periodo de festas! Adoro cada capitulo. Desculpe mas são muito ansiosa quando gosto das fics. Pelo que pude ver o cerco está começando a se fechar. Vamos ver o que Hermione fará não é?

Beijãoooooooooooo flor!

nana

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.