FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. Professor Particular


Fic: Por Amor


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 4: Professor Particular

O fato de Harry e Gina andarem de mãos dadas pela escola não passou despercebido pelas pessoas. Algumas até perguntavam se os dois estavam namorando e simplesmente confirmavam. Até alguns professores olhavam o “casal” curiosos. Draco Malfoy falou que Gina merecia coisa melhor. Ela não deu muita importância, mas Harry sim. Ele lembrou-se que, no ano passado, quando foi com Cho em Hosmeade, Pansy Parkinson falou que Cho tinha mau gosto. Gina o aconselhou a não ligar para os comentários maldosos.

Ninguém desconfiava que o namoro era ma farsa, um plano bolado por Gina para enciumar uma Chang metida e orgulhosa (Gina pensava assim da garota). Estava dando algum resultado, pois Chang olhou as mãos entrelaçadas dos dois com uma pontinha de ciúmes, pra felicidade do “casal”. Harry sorriu triunfante pra Gina, que forçou um sorriso, mas estava se corroendo por dentro. Os dois “namorariam” por algumas semanas. Harry ficaria com Cho se o plano desse certo e depois do “rompimento”.

O tempo foi passando. Gina estava estudando a beça para o NOM,s e até agora, não pedira ajuda a Harry. Num final de semana, que não haveria passeio a Hogsmeade, Gina tomou coragem e pediu ajuda a Harry, que concedeu.

Estavam os dois estudando na sala precisa. Gina fazia o máximo de esforço para se concentrar nas palavras de Harry, sem se distrair com ele. Era um ótimo professor. Às vezes, se pegava fitando o garoto à sua frente e como desejava que ele fosse seu “namorado de verdade”.

- Gina, vamos fazer um desafio de desarmamento?

- Vamos! – aceitou Gina alegre. Pegou a varinha e levantou-se.

- Pronta? – perguntou Harry com varinha em punho.

- Pronta.

- No 3. 1, 2,3...

- Expelliarmus! – Gina conseguiu desarmar Harry antes dele, surpreendendo-o.

- Uau! Parabéns, Gi. – disse Harry levantando-se.

- Obrigada. – agradeceu a ruiva, corando. – Aprendi com você isso, "professor". – não sabia que impacto causaria aquelas palavras, pois Harry corou.

- Imagina... – Harry estava morrendo de vergonha.

Gina ignorou o constrangimento do garoto e perguntou:

- Por que você não se candidata a professor de DCAT quando terminar Hogwarts? Garanto que seria um ótimo professor... e se efetivaria!

- Meu sonho é mesmo ser Auror. – confessou Harry – Acabar com aqueles comensais e com Voldemort. – fez cara de desprezo. Gina balançou a cabeça – E você? O que quer saber – Harry perguntou. Gina pensou um pouco e respondeu:

- Bom, depois do que eu fiz no ano passado no Ministério, enfrentando aqueles comensais, acho que vou querer ser Auror também.

- Puxa, que legal, Gi! Podemos trabalhar juntos, então! – falou Harry com alegria.

“Mais essa agora”, Gina pensou. Se estudar com ele já era uma tortura, imagine trabalhar com ele também!

A porta se abriu e os dois viraram pra ver quem era. Cho entrou, lançando um sorriso meio tímido e fechou a porta.

- Licença... Eu queria saber se Harry poderia me ajudar numa matéria de DCAT. Sabe... é para os NIEM, s.

- O Harry não vai poder te ajudar, pois ele ainda está no 6° ano. – falou Gina morrendo de ciúmes. Harry achou que era fingimento e repreendeu-a.

- Calma. Gi. Talvez eu posso ajudar. – e virou-se pra Cho – No que você quer que eu te ajude? – Cho sorriu e se aproximou.

- É sobre vampiros. – Cho mostrou o livro à Harry. Gina espichou os olhos. – Preciso entender um feitiço que se usa neles.

Harry olhou o livro pensativo. A contragosto, Gina tomou uma decisão e falou:

- Bom... – Gina pegou os pergaminhos e a sua pena – Vou me retirar. Obrigada, Harry. Nos vemos mais tarde – deu um selinho estalado em Harry. Sorriu interiormente ao ver a cara de Cho – Tchau, Chang. – saiu da sala.

- Tchau, amor. – disse Harry, sob o olhar enciumado de Cho.

“Amor?”, pensou. “Já tinha chegado aquele ponto”. Não queria admitir, mas estava com uma pontinha de ciúmes dos dois.



Naquele momento, Gina gostaria de ter orelhas extensíveis pra saber o que os dois conversavam. Sabia que Harry contaria tudo a ela depois. O plano estava dando algum resultado e as chances de Harry ficar com a Cho eram quase de 60%. Gina caminhou, com ciúmes dos dois; da sala precisa para a torre da Grifinória.

Encontrou Hermione e Rony conversando com Dino e Simas. Todos olharam pra Gina quando ela entrou.

- Gina, onde está o Harry – quis saber Rony.

- Está na sala precisa lendo uns livros. – mentiu Gina, por estar na frente de outras pessoas.

- Toma cuidado hein, Gi! – falou Parvati que estava conversando com Ashley Sullivan, uma quartanista – Com um homem bonito como o Harry solto por aí, é melhor não vacilar! – Gina virou-se pra ela e, com a cara mais normal do mundo, falou:

- Eu cuido do que é meu, Parvati. Não preciso tomar conta do Harry como se ele fosse um bebê. Eu confio nele.

- E ele seria um idiota se dispensasse uma garota como a Gina! – todos viraram pra ver quem era o dono frase. Era Dino, para surpresa de todos.

Por essa Gina não esperava. Dino a estava elogiando? O garoto levantou-se foi até ela.

- Boa amiga, boa namorada. Você é uma menina muito especial, Gi. – pegou a mão da garota e beijou-a gentilmente, causando aplausos. A menina tinha algumas lágrimas nos olhos. Quem dera se Harry pensasse da mesma forma...
- Obrigada, Dino... – murmurou Gina – Você é um grande amigo. – e o abraçou.

Todos olharam a cena, comovidos. Até o jeito irônico de Parvati sumira naquela hora.

- Que está acontecendo aqui? – uma voz sobrepôs ao silêncio que se instalara ali.

Harry estava parado, com alguns livros na mão, olhando a cena desentendido. Gina de desvencilhou dos braços do “ex”.

- Eu e o Dino ficamos amigos de vez, Harry. – disse Gina enxugando as lágrimas e, se aproximando do garoto, o abraçou e beijou-o de leve nos lábios.

- Não se preocupe, Harry! – interveio Dino – Não aconteceu nada demais.

Harry sorriu abraçado a “namorada”. Sussurrou em seu ouvido:

- Preciso falar com você. – Gina assentiu com a cabeça e, de mãos dadas a Harry, acenou para todos e saiu.

Harry parecia bem animado ao sair da torre. Gina olhava pra ele já desconfiada do motivo.

Foram até o jardim e sentaram-se na grama.

- Então? – Gina olhou para Harry – O quê você quer falar comigo?

Harry estava ansioso. Olhou ao redor pra ver se não havia ninguém ouvindo e começou a falar:

- A Cho não queria explicações pros NIEM’s.

- Como assim?

- No começo ela queria, mas quando comecei a explicar, ela me interrompeu, queria falar do nosso namoro.

- O que ela falou?

- Perguntou se o nosso lance era mesmo sério. Falei que era, daí ela perguntou se eu realmente tinha esquecido dela. Menti que sim.

- E?
- Ficou meio enciumada e saiu da sala. – Harry estava muito contente, para tristeza da ruiva.

- Isso quer dizer que...? – começou Gina.

- Que o plano está dando certo!! Vou te agradecer pro resto da vida por me ajudar a conquistar minha amada! – Harry abraçou Gina num impulso.

- Que bom, Harry! – Gina tentava demonstrar felicidade – Se tudo der certo, terminaremos daqui algumas semanas!

- Não dá pra encurtar esse tempo? – pediu Harry.

- Acho melhor não. Está bem recente o “nosso namoro” – fez Gina entre aspas. – Você agüenta mais um pouco?

- Agüento... – suspirou Harry – Você é uma garota legal, sabia? Você seria uma ótima namorada se eu não gostasse da Cho.

Gina corou furiosamente ao ouvir aquilo. Seu coração bateu descompassado e a garganta ficou seca.

- Que isso Harry... - foi o que conseguiu pronunciar.

Harry não respondeu. Abraçou Gina e beijou-a fraternalmente no rosto e nos lábios. (N/A: os beijos eram técnicos). Ficaram longo tempo conversando.



Continua...

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.