FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. A fuga de Harry e Gina!


Fic: viverei por você


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Harry observava aquele casal rodopiando pelo meio do salão, ele a observava intensamente o seu olhar estava escuro, ele não podia acreditar vendo-a ali dançando com o primo de Fleur que ela o houvesse esquecido tão rápido, ele estreitou os olhos na direção do rapaz louro que conduzia Gina na dança, ao ver que ele levou a mão direita dela para trás de sua nuca, estava quase para sacar a varinha e azará-lo ali mesmo, mas com que direito faria isso, não foi ele que a largou no final do ano deixando-a livre para qualquer um que a merecesse mais que ele?
Ele viu as mãos do primo de Fleur (que ele não se lembrava do nome), ir segurar a cintura de Gina levando-a para mais perto dele, Harry estava quase se levantando, quando um casal apareceu em sua frente bloqueando a visão dele, o que fez com que ele os olhasse com uma certa arrogância. Quando reparou nas orelhas vermelhas de Rony e viu uma felicidade nos olhos de Hermione, os dois se sentaram à mesa com ele.
_Harry queríamos que fosse o primeiro, a saber. – disse Hermione parecendo ansiosa para lhe contar algo. Harry tinha percebido que os dois amigos haviam sumido um bom tempo da festa de casamento de Gui e Fleur.
Harry olhava de um para outro desconfiado, Rony percebeu e como se fosse possível suas orelhas ficaram mais vermelhas que o normal.
_O que aconteceu? – perguntou. _Onde é o incêndio? – ele perguntou olhando por detrás de Hermione para ver se conseguia voltar a olhar o casal que dançava na pista, eles já não estava mais lá, e Harry pensou num palavrão que não poderia dizer em voz alta, com raiva por ter que passar aquilo, estava morrendo de ciúmes de Gina. Ele voltou a olhar os amigos.
_Harry... Nós estamos... estamos... – Hermione estava engasgada.
_Estão o quê? – perguntou Harry ansioso.
Hermione viu que não conseguiria falar então ela e Rony mostraram as mãos entrelaçadas, Harry os observou por um segundo sem entender, mas logo seu rosto se abriu num sorriso.
_Até que enfim vocês se acertaram, porque se eu tivesse que continuar a ver vocês do jeito que estavam por mais um ano, juro que faria uma poção do amor para vocês! – os três riram.
Harry voltou a procurar sua pequena de cabelos vermelhos, mas não a encontrou, dissera aos amigos que iria dar uma volta para deixá-los a sós, os dois perceberam que Harry estava chateado e sabiam o porquê. Com um gesto de Hermione ela e Rony apenas concordaram com ele de que os dois precisavam de um tempo. Harry parou numa arvore próximo aos jardins onde ele começou a olhar interessadamente para um Gnomo. Um casal estava mais a frente em outra árvore e Harry começou a achar que aquilo fosse perseguição ele ia sair dali pra que não fosse visto até que escutou a voz da garota.
_Já pedi pra você me soltar, Pierre. Quero voltar para a festa – era a voz de Gina. Harry estancou onde estava.
_Mas porque minha querida? – disse ele parecendo se divertir com as tentativas de Gina de se soltar. _Você estar gostando...
Harry começou a sentir o sangue ferver.
_Não estou, não. – disse Gina numa voz firme tentando se soltar das mãos de Pierre, pelo tom de voz dela Harry sabia que ela realmente não estava gostando da aproximação, então tudo aconteceu muito rápido.
Pierre beijou Gina a força, ela tentava se soltar sem sucesso, e sem saber o que estava fazendo e muito menos, como fizera, Harry foi a passos largos até eles, e afastou Gina de Pierre com um empurrão deu-lhe um soco onde colocou toda sua raiva, e puxou sua varinha apontando diretamente para o rosto do primo de Fleur. Ele escutou alguém o chamando longe, tanta era a raiva que estava daquele cara, ele estava beijando a sua garota, a sua Gina, como ele ousava ser tão rude e grosso com ela, ele ouviu de novo aquela voz o chamando, mas agora ela estava quase gritando ele virou-se para Gina estava furioso com ela também e nem sabia o porquê. Harry percebeu que Gina tinha sua varinha em mão não apontando para Pierre e sim para outro lugar, ela apontou o dedo e ele olhou na direção quando a ouviu dizer:
_Harry comensais!
Ele a colocou atrás dele puxando-a com força pela mão para que o seguisse, quando chegaram ao meio da confusão, sem perceber como Gina largara de sua mão ele tentou ver onde ela estava, mas um comensal apareceu em sua frente.
_Potter! – gritou o comensal. _Crucio!
_Protego! – gritou Harry, o feitiço retornou para o comensal, um pouco antes Harry ouviu outra voz.
_Reducto! – e antes que o outro comensal percebesse estava no chão. Harry olhou para Gina.
_Gina saia daqui agora!
_Eu não vou a lugar algum. – ele tinha que protegê-la como ela era cabeça dura.
_Você vai sim!
_Há cala a boca Potter! – ela disse com uma voz cheia de sarcasmo. Harry não teve tempo de responder de volta dois comensais apareceram e ele empurrou Gina pra detrás de uma árvore.
_Crucio!
_Protego! – gritou Harry. _Expelliarmus! – a varinha do outro comensal voou longe. _Estupefaça! – o outro comensal caira. Harry viu ao longe todos lutando contra os comensais, estavam pelo jeito se virando bem, quando olhou para o outro lado não acreditou no que seus olhos viam, Bellatriz Lestrange estava torturando Gina.
_Crucio! – ela ria histericamente se divertindo da situação de Gina, Harry não estava suportando vê-la daquele jeito ela estava perdendo as forças, e ninguém da Ordem estava tão perto quanto ele, viu Bellatriz lançar a maldição novamente sem deixar Gina respirar, e a garota bater com um som surdo no chão perdendo os sentidos.
_Crucio! – Gina bateu no chão de volta com um estrondo e sem pensar Harry levantara a varinha e gritara antes que Bellatriz o fizesse.
_Impedimenta! – Bellatriz ficou sem entender o que havia acontecido. Quando olhou para o lado e reconheceu Harry vindo em sua direção.
_Há o menininho Potter quer brincar? – e sem que ela esperasse Harry lançou nela a mesma maldição que ela estava lançando em Gina, mas dessa vez Bellatriz sentiu o gosto de seu próprio remédio os músculos se contraírem de dor, e ela bateu com força em uma arvore, Harry correu até Gina ele pegou a varinha dela.
_Gina acorde! Por favor! – Harry notou um filete de sangue escorrendo da testa de Gina.
_Harry! – Harry olho na direção da voz era do senhor Weasley. _Saia daqui e leve Gina com você. Vocês não podem voltar para a Toca. Vá Harry! – disse o Sr. Weasley indo ajudar Fred.
Harry olhou na direção de Rony e Hermione não dava tempo de avisar para onde ele ia, comensais estavam vindo na direção deles e ele temeu pela vida de Gina, ele não sabia se daria certo, mas sem pestanejar guardou sua varinha a segurou nos braços e desaparatou. Quando estavam parando de girar ele notou que havia dado certo estavam no largo Grimmauld, 12. Ele colocou Gina no sofá ela tinha vários arranhões pelo corpo e pelo rosto, o coração de Harry batia descompassado, verificou a respiração dela, e se sentiu aliviado ao ver que ela estava bem. Ele voltou a colocá-la nos braços a levando para um dos quartos, a ajeitou lá, e se sentou ao seu lado cansado fechou os olhos por um instante quando percebeu um clarão, ele tirou rápido a varinha do bolso. Percebeu que era o patrono do senhor Weasley.
_Estamos todos bem, fique ai com Gina, não voltem nos veremos no dia do embarque para Hogwarths. Amanhã Molly mandará a vocês roupas para passarem as duas semanas ai. E Gina como está?
_Está bem. – respondeu Harry _Ela só esta cansada. – disse Harry a olhando.
Ele se aproximou dela, como podia gostar tanto daquela garota, se algo tivesse acontecido com ela ele jamais se perdoaria. A cena dela com Pierre voltara a atormentar seus pensamentos, por que ela tinha aceitado ficar sozinho com ele, e seu estômago se contraiu de raiva ao lembrar do beijo. Sentou-se numa poltrona próximo a Gina, resolveu ficar ali até ela acordar.
Gina estava saindo correndo de um beco escuro, seu corpo se contorcia com dor, quando ouviu aquela risada horrível.
_Como vai Gininha?! –disse Tom Riddle.
Gina sobressaltou, estava assustada, Harry foi até ela.
_Tá tudo bem Gina!
_A batalha, minha família... – disse ela ainda fraca.
_Seu pai mandou um patrono, disse que estão todos bem, e pediu que não saíssemos daqui até o dia de retornarmos a Hogwarths.
_O quê? – Gina estava espantada, ficar sozinha com Harry não estava em seus planos. _Rony e Mione virão para cá também, não é?
Harry percebeu e não pode evitar sentiu a raiva novamente.
_Não vou agarrar você a força. – respondeu ríspido conjurando um copo da água que entregou a ela.
_Não disse que você faria isso! – disse ela se sentando e o olhando duramente.
_Mas aposto que pensou não foi? – perguntou sarcástico.
_Ora, seu...
_Olha o respeito Gina Weasley, salvei sua vida.
_Ótimo atira isso na minha cara sempre que você me ver para eu me lembrar bem por que tenho que ficar longe de você.
Harry não respondeu, com uma voz mais grave fez outra pergunta.
_Por que você quis ficar sozinha com ele?
_O quê?
_Você ouviu o que perguntei, não se faz de santa Guinevré.
_É claro que ouvi Potter. – disse ela dando ênfase a ultima palavra. _Não sou surda, estava cansada e Pierre me convidou para dar uma volta não vi nada de mais nisso.
_Você estava beijando ele. – disse Harry rapidamente.
_Não! – Gina se levantou rápido._ Ele estava me beijando, se você não tinha percebido eu não estava à vontade com o beijo dele, não queria aquilo, e se você está me perguntando por que então foi até lá e o esmurrou daquele jeito se achou que eu estava gostando? – Gina perguntou a ele gritando.
_Por que vi que você precisava de ajuda.
_Há sim claro, não tem problema se o meu irmão não esta por perto, o melhor amigo dele está, para proteger a Gininha. Não sou mais criança Harry. – ela jogou um travesseiro em cima dele. Foi seu erro, ele foi até ela tão rápido que
Gina se assustou, Harry segurou os braços dela com força.
_Me larga Harry. – a única diferença era que ele não apertava tanto os braços dela como Pierre. _Já pedi pra você me soltar! – ela disse tentando de novo, o esmurrando no peito, e sem esperar Harry a beijou, o beijo quente e doce que ele tanto desejava, sentiu que Gina ainda tentava se soltar dele, Harry a enlaçou ainda mais pela cintura, e Gina cedeu, o beijo ficou mais carinhoso, doce as línguas se enroscavam perfeitamente como se fosse uma dança, Harry sentiu que Gina estava estranha afastou um pouco o rosto do dela, e viu que ela estava pálida talvez pelo fato dela ter se levantado tão rápido da cama estando tão fraca, Harry a segurou no colo, e a levou para a cama, beijava as faces dela, Gina o observava esperando pelo beijo, Harry continuou encostando os lábios no pescoço dela, ela gemeu um instante, ele voltou para a boca, roçava seus lábios nos dela, e se beijaram novamente, agora o beijo estava mais ávido, quente, cheio de saudades Gina passou suas mãos pelos cabelos de Harry, fazendo ele sentir um arrepio de leve e foi o seu alerta. Harry se afastou dela bruscamente, Gina não entendeu o que tinha feito de errado agora?
_Boa noite Gina! É melhor você descansar.
Harry saiu e Gina jogou um travesseiro contra a porta. Há como ele era teimoso. Gina estava com tanta raiva dele, como ele poderia pensar que ela fizera qualquer coisa, só queria se distrair e não continuar olhando pra ele sentando naquela mesa triste, então se afastou pra que ele, não sofresse, por que era nos braços do seu Harry que ela queria estar, porque ele não entendia.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.