FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. capitulo 4


Fic: Quase impossível


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

(nada me pertence)

em italico(pensamentos)

cap 4

(hermione pov)




Ok isso realmente doeu,saber que o Harry mentiu para mim(e pra todo mundo) que era gay só para não namorar comigo,fala sério se eu sou tão repugnante,por que ele não veio e disse?Pra que omitir a verdade desse jeito(bem que eu achei que ele não levava jeito para a coisa),isso para mim basta,quer dizer,por mais que eu ame ele,saber que o meu melhor amigo mentiu para mim desse jeito me deixou extremamente triste,e sentindo que a nossa amizade não importa,que ele passa por cima dela de qualquer jeito.
Como eu não podia ficar sentada naquela poltrona por muito tempo,já que meus pais daqui a pouco vão embora,enxuguei as lagrimas,engoli o choro e fiz uma cara de que estava tudo muito bem(sério,eu tinha que ser atriz),enquanto voltava para o saguão no qual meus pais se encontram,tentei prestar atenção em cada corredor para não esquecer o caminho para a sala precisa(dei o nome agora),tinha tantas voltas que eu não me lembrava direito,então segui meu instinto(fazer o que né?).
Quando cheguei ao saguão e vi o rosto do Harry as lagrimas queriam voltar,eu tentei segurar mas não estava tendo muito sucesso,resolvi que só iria me despedir dos meus pais e depois me atirar no dormitório.

-Mãe,pai,eu não estou me sentindo muito bem,então infelizmente eu vou ter que ir,vocês não vão ficar muito chateados né?
Eles não pareceram que acreditavam em mim,mas o que podiam fazer?Tiveram que concordar.

-Tudo bem querida,mas você está bem?.Mamãe perguntou preocupada,coisa de mãe né.Harry parecia que também queria falar alguma coisa,ele parecia preocupado,mas como ele não me importa mais nem dei muita atenção.

-Não é nada de mais,acho que comi alguma coisa estragada,mas eu vou ficar bem,não se preocupem.Disse quando notei o olhar desconfiados dele.

-Tem certeza que você está bem meu amor?Harry me perguntou,eu realmente não achava que ele queria se preocupar comigo agora,mesmo seu olhar dizendo o contrario.

-Ótima.Disse no meu tom mais sarcástico,ele percebeu mas acho que resolveu não falar nada.
Segui meu caminho de volta para o dormitório,passei correndo pelos corredores ouvindo:"Olha por onde anda" e também "sua retardada",e coisas do tipo,mas não prestei muita atenção,cheguei no dormitório e por sorte Luna não estava lá(não me levem à mal,mas eu não queria conversar com ninguém agora),chorei o resto da noite.



No outro dia(domingo,graças a Deus)dia de folga,sem aula,sem pais,sem cobrança,dia perfeito para namorar,isso é,se você tem um namorado.Como não achei a Luna em lugar nenhum ontem,resolvi que procuraria ela hoje,mas só depois do almoço já que me acordei as onze e meia perdi o café da manhã e o meu estômago já estava começando a reclamar(coisa rara já que ultimamente quase não sinto mais fome).
O refeitório estava lotado,cheio de gente conversando,cada um e sua mesa:os nerds mais à esquerda,os atletas no fundo,os poulares no lado direito(no qual se encontravam Draco
arghh,Gina e um monte de pattys e bad boys)
e um monte de gente comum nas mesas que ficavam no centro(inclusive a mesa em que estavam os meus amigos.
Peguei a minha bandeja,cheguei a mesa e fui obrigada a me sentar do lado do Harry,provavelmente foi ele que pediu para deixarem eu me sentar do lado dele,
tipo eu nunca me sentei nesse lugar e agora ele começa com essas frescuras(ele está levando essa história de namorado muito a sério).

-Luna você se importa de trocar de lugar comigo?
Perguntei,eu vou fazer de tudo para ficar bem longe do Harry.

-Não tudo bem.O olhar do Harry me dizia que ele estava bem chateado por mim querer mudar de lugar.

-Então você melhorou?.Ele perguntou,mas não deu tempo de responder ja que Luna se intrometeu na minha frente.

-Como assim melhorou?Hermione o que você tinha?.Ela perguntou preocupada.

-Nada demais eu só estava com dor de estômago,e Luna quero falar com você mais tarde.Disse e tentei dizer silenciosamente a Luna que era uma baita mentira,eu estava muito bem obrigada.


Sim o almoço foi silencioso para mim,depois daquilo não falei mais nada,Harry tentava falar comigo mas eu ignorava.De tarde conversei com Luna sobre o assunto,sobre o namoro e tudo mais, ela me disse que o que ele fez foi uma baita cachorragem,ela me apoiou(é isso que adoro na Luna ela sempre me apoia não importa a circunstância)e disse que ele merecia esse gelo pelo menos por enquanto,eu também acho isso, por isso planejo não falar com ele um bom tempo(mesmo sendo difícil ver o olhar magoado dele,toda vez que não respondo às suas perguntas).

Passei o resto da tarde na biblioteca lendo,tão concentrada que não percebi quando Harry se sentou do meu lado e ficou me encarando.

-Por que está fazendo isso?Perguntou.

-Isso o que?

-Não se faça de idiota Hermione,eu sei que está me evitando só não sei o motivo.

-Pensa e depois me procura.Disse já me levantando e fazendo menção de sair,mas ele botou o corpo na frente me impedindo de passar.

-Pensar em que Hermione?Eu fiz alguma coisa para você?Se eu fiz me diz porque eu não tenho a minima idéia do que é.Disse praticamente se desculpando,mas eu não iria cair no joguinho dele,não agora que estava realmente seguindo o meu plano de o ignorar.

-Não tem a minima idéia?Você não acha que está escondendo uma coisa muito importante de mim.Disse já com raiva. 

-Não meu amor,do que você está falando?Eu já não aguento mais isso,me subiu uma raiva eu vou abrir o jogo e vai ser agora.

-A SUA MÃE ME CONTOU,ME CONTOU QUE VOCÊ NÃO É GAY COMO TODO MUNDO PENSA,QUE HIPOCRISIA HARRY MENTIR DESSE JEITO,QUANDO EU DISSE QUE QUERIA FICAR COM VOCÊ EU NÃO QUERIA FORÇAR NADA,SE VOCÊ NÃO GOSTAVA DE MIM ERA SÓ DIZER,NÃO PRECISAVA DE TUDO ISSO.
Ele parecia meio confuso sem saber o que dizer,aquilo era demais tentei passar por ele mas parecia que ele tinha virado uma estatua não se mexia.

-Harry me deixa passar,por favor.Pedi

-Não agora é a sua vez de ouvir.
Alguma coisa me dizia queiria ser uma longa conversa.



(fim do cap)

Comentem please,deixem uma autora feliz
 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.