FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. ¤ O par do Baile


Fic: Dangerous Love


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Antes de tudo, quero agradecer todos os comments super legais que vocês deixaram para mim ^____^ Fiquei super feliz!! Lilithlilly, brigadaum por estrear o espaço dos comments aí embaixo, brigada mesmo! Lucy Holmes (gostei do seu nick ^^), nunca se sabe, não é? Espere até o final da fic, ainda tem muita coisa surpreendente vindo por aí ^^ Já deu para reparar (espero!! ^^) que Hogwarts vai virar uma verdadeira confusão, com os casais mais improváveis que podem aparecer ^^ Tawiny, ah, que bom que você gostou da minha fic, brigada mesmo pelo comment! Loguinho você vai ver meu comment por lá, na sua fic "Unidos pelo Destino" ^^ Infelizmente eu ando meio sem tempin, mas juro que vou dar uma passadinha por lá! ^__^ E xará, aew, me visitou! ^^ Brigada pelo comment!! ^.^ Se eu esqueci de alguém, sinceramente me desculpe, é a cabeça ^^'''' E agora, vamos voltar para a história ^^''




********************





Gina e Draco, felizmente, só eram visíveis para as pessoas que estavam na mesa da Grifinória, o que impedia que Pansy Parkinson descobrisse quem era a nova namorada de Draco, pelo menos por enquanto. Os dois saíram sorrateiramente do Salão, mãos dadas, olhando-se profundamente, por uma porta que até aquele dia Harry desconhecia; o garoto sentiu uma pontada aguda em algum lugar de seu coração, ao imaginar levemente aonde estavam indo, assim escondidos. Então desviou o olhar. Levou um susto ao perceber que Hermione o encarava profundamente, e tão de perto que era possível perceber as ruguinhas que se formavam em sua testa e a variação de tons castanhos em seus olhos.




-- Você é tão confuso! -- Limitou-se a garota a dizer, voltando seus olhos agora para o prato a sua frente. Harry abriu a boca, indignado, pronto para interrogar a menina furiosamente, mas Hermione voltou-se para ele e disse, em um jorro de palavras:




-- Você diz que eu e Rony somos confusos, mas você não está nada atrás, não é mesmo, Harry? Quando a Gina simplesmente babava por você, você estava pouco se importando com ela. Claro que você foi salvá-la da Câmara Secreta, não nego isso, mas.. você o fez por obrigação com o seu amigo! E agora fica imaginando aonde possivelmente os dois estão indo! Você é simplesmente confuso, Harry! E disse ainda hoje que apoiava totalmente o namoro dela com o Draco, quando na verdade não quer que ele aconteça!




-- Então vocês duas conversaram enquanto eu estava dando uma volta, certo? -- Perguntou Harry, tranquilo. A garota corou levemente, mas disse com determinação, levantando-se da cadeira e carregando Rony pelo pulso; Harry também pulou, e a garota olhou firmemente em seus olhos:




-- Sim, na verdade, eu e Gina somos bastante amigas. E pode-se dizer que sou bem mais confiável do que um certo diário que ela encontrou, quando estávamos no segundo ano. -- Harry, sem saber porque, sorriu.




-- Olha, quer saber? Cansei desse assunto. Vamos atrás da Ana, eu tenho que convidar alguém para ir comigo ao Baile. Você não disse que ela estava logo ali...? -- Disse Harry, procurando ao seu redor.




-- Estava, Harry. -- Confirmou a garota, ranzinza. -- Você ficou tanto tempo olhando para Gina que ela foi embora.




-- Tudo bem, então eu posso encontrar outra pessoa! -- Disse Harry, parecendo meio afrontado.




-- Olhe... eu sei com quem você pode ir... provavelmente ela gostaria de ir com o Rony -- a garota mirou o amigo com uma expressão estranha, quase maliciosa --, mas acho que ela vai ficar bem feliz se ao menos tiver um par para ir com ela desta vez.




-- Quem? -- Perguntou Harry, porém já conhecendo a resposta.




-- Obviamente, Luna Lovegood, Harry! -- Disse Hermione, agora rindo suavemente. -- Não faça essa cara, vai... além disso, você não vai precisar andar com ela o tempo todo, lembre-se do outro baile, você quase não andou com a Parvati (para a sua sorte)! E olha que aquela garota, quando cisma com alguém... Olha ela ali, OI LUNA!!




Perguntando-se, inquietamente, o que teria feito para Hermione para a amiga arranjar um par como Luna Lovegood para ele, Harry suspirou quando a garota veio em sua direção. Desta vez, não usava rabanetes nas orelhas, e sim brincos de pequenas frutas-do-conde, que tinham olhinhos que piscavam e uma pequena boca que se mexia constantemente. O garoto olhou para baixo e sacudiu a cabeça.




-- Sim? Vocês me chamaram? -- Perguntou Luna com seu ar sonhador habitual.




-- Sim, Luna... -- Hermione olhou corajosamente para Harry, antes de prosseguir -- nós queríamos perguntar... han, Harry queria te perguntar... se você tem alguma companhia para ir ao Baile de Formatura, e se você estaria interessada em ir com ele.




-- Ah -- Disse Luna, menos etérea e olhando constantemente para Harry, que viu-se refletido nos olhos enormes da menina -- bem... eu até gostaria de ir com você, Harry Potter, mas já tenho um par. Sinto muito.




Foi aí que o ânimo de Harry realmente despencou.




-- Como é possível, Luna Lovegood tem um par, e você não! -- Disse Hermione, depois de minutos que Luna se afastara.




-- Obrigado, Mione. Seu apoio é realmente importante para mim nessa hora. Ainda mais um apoio como esse -- Disse Harry, azedo e emburrado, olhando para os lados com desespero, como se procurasse uma menina, qualquer menina, constantemente. Depois de minutos, percebeu que era realmente isso que estava fazendo.




-- Ah, Harry, você não vai encontrar problemas para achar um par. Hei, olhe só isso -- A garota apontou para um letreiro vivamente colorido, pregado no mural de avisos da Grifinória. Harry nem percebeu que seus pés o conduziam para o Salão Comunal da casa. O letreiro, em letras garrafais, dizia: "ENCONTRANDO PROBLEMAS PARA ACHAR UM PAR NO BAILE DE FORMATURA? PROCURE AS PESSOAS QUE USAM ESTE SÍMBOLO (e havia um pequeno desenho de coração, vermelho, grafado no papel, com duas letras muito grudadas dentro dele) E LHES PEÇA UMA AJUDINHA. SERVIÇO DE CUPIDO, QUASE GRÁTIS, UM GALEÃO EM TROCA DE BOA COMPANHIA!"




-- Harry, você não vai apelar para o serviço de cupido. -- Disse Hermione, muito séria, mas Harry já olhava para todas as pessoas ao seu redor, procurando um distintivo com aquele formado descrito no letreiro preso às roupas de quem olhava. -- Ah, FRANCAMENTE! -- Rugiu Hermione. A garota deixou Rony (que estava firmemente seguro a uma das mãos de Hermione, desde quando se levantaram e saíram do Salão) em uma poltrona, "ele não pode ficar circulando o tempo todo, acho melhor ele descansar" e os dois saíram novamente do Salão Comunal. Ao saírem, Harry quase trombou com a amiga irritadinha de Gina, mas por sorte se desviou bem a tempo. A garota o encarou com um olhar assustador.




-- Hermione, como você pode andar por aí com esse palhaço sem sentimentos, destruidor de corações, que só sabe se apaixonar na hora errada, esse palerma...




-- Chega, Sarah. -- Pediu Hermione, censurando a garota, que parou de falar abruptamente. -- Harry, essa é a Sarah Pennyfeather, amiga de Gina. -- Apresentou Hermione. -- Na época que... han... na época que eu parei de andar com vocês no terceiro ano...




-- O que esse idiotinha fez para você finalmente brigar com ele, Mione? Deve ter sido algo bem forte, você é uma santa, não sei como você aguenta... -- Ia dizendo Sarah, mais uma vez.




-- Então, Harry, como eu estava dizendo... -- Hermione olhou de relance para a amiga de Gina, que ainda encarava Harry com um ódio profundo. -- Na época que eu briguei com vocês, a Gina resolveu vir falar comigo, e começamos a andar juntas, e assim eu conheci a Sarah. -- Hermione se afastou um pouco dos dois e os mirou atentamente. -- Sabiam que vocês formam um casal até bonitinho?




Harry olhou indagador para Sarah Pennyfeather; a garota não exibia mais aquele olhar de desprezo, e sim de ironia maldosa. Aquela garota era perigosa, pensou Harry. Um par muito melhor para Malfoy do que... Gina.




-- Nem pense nisso, Hermione Granger. -- Ameaçou a garota.




-- Já pensei. -- Disse a garota, sorrindo. -- Por acaso você tem um par para o Baile, Sarah?




-- Hm... mas não estou desesperada, Hermione. -- Comentou a garota, cruelmente.




-- Pois saiba que não é desespero nenhum ir com Harry. Muita garota gostaria de ter essa... oportunidade. -- Sorriu Hermione.




A garota mirou Harry longamente, e o garoto fez o mesmo. De fato, Sarah era realmente bonita, mas seu ímpeto e sua forma ameaçadora de falar bloqueavam qualquer pensamento melhor ao seu respeito. Tinha longos cabelos negros, cacheados nas pontas e lisos na raiz e no meio, e que se abriam em leque com o mínimo de vento a sua frente, era magra e tinha olhos profundamente azuis, tão encantadores quanto enregelantes. Tampouco se vestia com o uniforme completo: tinha uma meia de cada cor, uma laranja e outra rosa, que seriam a paixão completa de Dobby. Não parecia uma garota normal, na realidade; algo estranho emanava daquela garota, algo quase furioso. E nesse momento Harry começou a se questionar por que a garota parecia odiá-lo. Tudo bem, não fora muito legal para Gina, mas... nenhum dos outros amigos da garota Weasley o trataram tão agressivamente... não.. havia mais coisas escondidas por detrás daquele ódio raivoso e assustador que emanava de Sarah. E isso fez Harry se sentir subitamente muito nervoso.




-- Ah... está bem, eu vou com ele. Potter, se você me tratar mal, eu juro para você, vou lhe colocar uma azaração tão poderosa que você não vai andar por um mês! -- Dizendo isso, Sarah entrou, impetuosamente e sacudindo violentamente os cabelos, no Salão Comunal. Hermione sorriu para Harry, suavemente.




-- Garota estranha, essa Sarah Pennyfeather. -- Comentou Harry, agora que rumavam para a biblioteca, a uma distância segura do Salão Comunal.




-- Ela é só cabeça dura.. -- Disse Hermione, tranquilamente. -- Aposto que adorou a idéia de ir ao baile com você.




Mas, na cabeça de Harry, não era bem aquilo que a garota sentia. Porém, sem querer esticar mais uma discussão, Harry rumou conformado para a biblioteca da escola, a fim de terminar seus deveres escolares, que agora já formavam uma pilha realmente densa de livros.




**********





CONTINUA... A trama está começando a se desenrolar... muitas descobertas pela frente, e muita emoção e ação ainda está por vir! :D

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Biandera Lowers em 14/03/2011

Êêêêê!!!

A Fic tá ficando tão legal!

Beijinhos!

Até logo mais!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.