FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

7. Escrevendo a história


Fic: 10 segredos de Draco Malfoy


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Era madrugada e Hermione Dormia tranquilamente, ou quase tranquilamente. Ouvia barulhos que pareciam vim de dentro da casa, o vento lá fora era assustador, na verdade tudo lá fora era assustador. Sentiu a cama mexer e abriu os olhos rapidamente. Sentiu uma mão no seu pé mas não havia ninguém ali.
-DRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAACOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!
Gritara e em alguns segundos apareceu um loiro com cara de sono, cabelo amassado e sem camisa pra ver o motivo do grito.
-O que aconteceu, Mi?
-Tem algo puxando meu pé! Eu não quero ficar aqui quero voltar pro castelo!
-Entende que não podemos sair daqui de noite... Fica calma... Se quiser pode dormir comigo no meu quarto...
Hermione sem pensar duas vezes levantou e foi andando atrás de Draco até o quarto do outro lado do corredor. Os dois deitaram e Draco a abraçou.
-Viu isso que dá ficar tirando com o bicho papão... Daí ele foi puxa teu pé.
-Draco não tem graça...
-Ok parei...
Hermione se virou e deitou no peito de Draco e o silencio reinou por um tempo dentro do quarto. O vento lá fora não dava trégua, parecia que a casa iria cair, mas, naquele quarto, o calor começou a aumentar. Seria a manhã chegando ou o amor tomando conta de tudo?
-Draco, ta dormindo?
-To.
-Eu to falando sério!
Hermione olha para Draco. Ele sorri. Ela parecia aquelas pequenas crianças assustadas, com os olhos grandes e brilhantes. Ela fica linda assim, na opinião de Draco.
-O que foi morena?
-O que vai ser amanhã?- Ela estava séria, Draco parou de sorrir.
-Como assim?
-Tipo, hoje estamos aqui, juntos, mas e amanhã? No que amanhecer você vai voltar a ser um Malfoy ou vai ser esse Draco de agora? Tenho medo... Medo de você só estar tirando comigo, que tudo isso seja uma brincadeira e que no que o perigo passar você volte a ser o mesmo bocó de sempre...
-Mi acende a luz...
-Por quê? Ta com medo do escuro?
-É sério! Tenho que te mostra uma coisa.
Hermione levantou sem entender nada e acendeu a luz. Sentou na cama e ficou olhando para o menino-homem que estava a sua frente. Por fora podia ter toda a fisionomia de um homem, mas por dentro ainda era um menino... Um menino muito bobo, diga-se de passagem.
Draco sentou na frente de Hermione e mostrou sua mão. Hermione ficou sem reações. Era discreto, mas não tinha como se enganar, era um 'H' tatuado na mão de Draco... Ela lembrou daquele dia que ela disse que se ele a amava deveria tatuar a letra H na mão...
-... e você tatuou...
-Draco sorriu para a morena. Sabia que agora ela acreditava nele, acreditava no seu amor que era real e não apenas uma brincadeira. Os dois ficaram assim algum tempo, em silencio. 
-Não sei se tudo isso é real, mas se não for quero viver essa irrealidade pra sempre, não sei se você está mesmo aqui, mas se não estiver quero continuar fingindo que está, não sei se tudo isso não é um sonho, mas se for eu só não quero acordar... Não tão cedo.
Hermione o abraçou forte.
-Eu te amo, Draco...
Draco a puxou para debaixo das cobertas, mesmo não estando mais frio naquele quarto. Ele a abraçou for te e beijou o nariz dela.
-Eu te amo, morena...
Os dois sorriram e assim dormiram. Juntos.


***


Já havia amanhecido e tudo voltara a ser um conto de fadas.
-Mi... Acorda amor... Mi... Ta na hora de levantar... Mi...
Hermione acordava preguiçosamente. Assim que abriu os olhos percebeu que a noite tinha passado, mas não queria ir embora agora... O lugar era lindo durante o dia.
Os dois levantaram e foram pra cozinha, onde tomaram o café da manhã em silêncio. Draco saiu pra pegar umas frutas, enquanto Hermione ficou na casa sozinha. Ela começou a andar pela casa e encontrou uma passagem quase secreta que dava a uma biblioteca. Era um cômodo gigantesco, que comportava milhares de livros de ficção. Era magnífico o jeito com que as prateleiras pareciam não ter fim. Iam do chão até o teto, que era de vidro e se podia ver o sol brilhando. Livros de todos os tamanhos, de todos os autores famosos e os 'fracassados' que nunca conseguiram fazer sucesso. Hermione andou um pouco e cada vez parecia surgir mais prateleiras para serem vistas. Ao longe avistou uma mesa. Não era grande de mais nem pequena de mais. Atrás dela havia um pequeno fogão com uma chaleira, algumas torradas, geléias de abóbora, amora e limão e diversos tipos de chá. A cadeira era de coro preto e muito confortável. Na mesa alguns papeis rabiscados. Ela se sentou e começou abrir as gavetas. Na 1ª havia papéis em branco, na 2ª tinteiros e penas pra todos os gostos, na 3ª capas para livros sem nada escrito e na 4ª havia um livro formado. Hermione o pegou "Até que Hogwarts nos separe" era o nome do livro e ela ficou chocada pelo autor "Draco Malfoy". Ela sabia que não deveria ler, que não era da sua conta o que havia naquele livro, mas a curiosidade era muito maior do que qualquer outra coisa. Abriu-o e começou a ler.
"Era verão, Lucy estava de férias da escola trouxa e foi passar uns dias na casa de sua prima Nick, que era bruxa. Elas saiam todos os dias. Lucy desde pequena era acostumada com o mundo bruxo, todos da família eram, mas ela era 'diferente' como todos a denominavam. O vento soprava forte e as duas estavam longe de casa. A chuva não demoraria a cair e o jeito seria se esconder numa casa abandonada que tinha ali por perto. As duas já tinhas seus 14 anos completos e não eram mais crianças para brincarem de correr na chuva. Assim que as primeiras gotas caíram, se esconderam na varanda da casa. Decidiram esperar a chuva passar para voltarem pra casa, pois nenhuma das duas queria "estragar o cabelo" que levara tanto tempo para ser feito por um instrumento trouxa, que ainda não era a prova de chuva. Ouviram um barulho dentro da casa e olharam assustadas para trás. Viram um rosto na janela. Era um menino. Ele saiu da casa com suas roupas caras e seu cabelo bem escovado para trás. Nick o cumprimentou e apresentou a prima Lucy.
-MI!? VOCÊ TÁ AI?
Hermione levantou a cabeça do livro e viu um Draco distante andando rápido em sua direção. Ele estava sujo de terra, todo suado com o cabelo desajeitado. Hermione riu do estado dele.
-O que você ta fazendo?
-Estou lendo o seu livro...-Disse ela sorrindo para Draco. Ele ficou meio sem jeito. Não esperava que alguém lesse o seu livro. Era apenas algo sem sentido e idiota...
-Deixa isso ai, Mi... Não perca seu tempo, está péssimo... Por isso não coloquei nas prateleiras...
-Está péssimo!? O pouco que eu li eu amei! Deixa-me ler, vai... Quero saber o que vai acontecer...
-Ok, ok... Mas me diga como você conseguiu chegar aqui?
-Sei lá, tava escrito no candelabro "puxe para passar", ai eu puxei e a parede abriu e eu to aqui... Desde quando você gosta de ler? Desde quando você escreve, Draco?
-Na verdade desde sempre... Mas não pegaria bem pra minha reputação passar o dia todo na biblioteca de Hogwarts e, diga-se de passagem, não existem livros bons naquele lugar...
-E o que você chama de livro bom?
-Aquele que você consegue ler quase mil páginas em dois dias e você não quer parar até saber o final do livro mesmo você já tendo uma idéia do final pelos rumores que existem e final dos dois dias no que você lê a ultima frase você fica triste, pois não queria que a história tivesse fim, e mesmo você querendo mais uma pagina, mais um capítulo, mais um livro, ele não virá... Esse é um livro bom... Que te envolve, que você vive dentro da história, que você sempre quer mais um...
-Ual... Belo discurso... -Hermione sorriu para ele... Os olhos de Draco estavam distantes, talvez se lembrando de uma série que ele havia lido... -Mais alguém sabe que você gosta de ler e que você escreve?
-Não...
-Acho que é mais um segredo nosso então...
Ele sorriu. Os dois saíram da grande biblioteca e foram pra fora da casa. Deitaram na grama abraçados, e ficaram ouvindo o vento encostar na grama enquanto o sol ia se movendo lentamente céu a fora.
-Mi...
-hm?
-Eu te amo.
-Eu também te amo...

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.