FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

10. Negócios e Amor


Fic: Um Casamento Mais do Que Conveniente - DRAMIONE - CAP 20 ON


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 10: Negócios e Amor não Significam Nada para uma Criança de Quatro Anos.
Traduzido por xCamila
Betado por Tonks Fenix


“Negócios, você sabe, pode trazer-lhe dinheiro, mas raramente traz amizades” – Jane Austen

“Negócios te traz dinheiro, e dinheiro te compra amigos, e as vezes amigos podem se tornar amantes.” – Draco Malfoy


"Negócios e amor não deveriam se misturar." – Hermione Granger




O resto da noite passou em um borrão. Os pais de Draco continuaram a agir cordialmente com Hermione, o que secretamente a perturbou em vários níveis. Sua tia continuou a agir distante e arrogante, que secretamente lhe agradou sem nenhum fim. Seu primo continuou a agir como se não tivesse dois neurônios de sobra, ao que Hermione não direcionou nenhum pensamento particular. Pela meia-noite, as emoções de Hermione estavam transbordando, e ela estava feliz que o baile estava quase no fim e as mentiras poderiam acabar em breve.


Contudo, elas não poderiam parar, porque ela prometeu que iria à propriedade de Draco no País de Gales. Que confusão lamentável, terrível que ela estava, e foi tudo de sua criação própria. Draco estava de pé perto dos elevadores, dizendo a maioria dos convidados ou boa noite ou adeus, dependendo se eles estavam hospedados no hotel ou indo para casa. Hermione tentou passar despercebido, mas ele a notou. Ele estendeu a mão, agarrou a parte de trás da sua saia antes que ela pudesse passar por ele, e puxou-a de volta para ele. Enquanto ele conversava com um homem e sua esposa, dizendo-lhes que apreciara o fato de que eles tinham vindo, ele deixou o braço ir ao redor de sua cintura, e então sua mão veio descansar em seu estômago. Para seu favorável interesse, ela relaxou em seus braços, confortados por esta força e apoio ... e tudo isso foi a sua irritação extrema. Ela não queria se apaixonar por Draco Malfoy. Ela pode querer casar com ele, mas o amor? De jeito nenhum.


No entanto, aquele simples toque protegeu-lhe, e deu-lhe força para pensar que ela poderia continuar com seu plano, e talvez ele até apreciaria casar-se com ela, como um negócio, ou o que quer que seja. Ela teria que ver como as coisas aconteceriam. Olhou para ele, mas a única maneira que ele mostrou a ter notado foi apertando o seu abraço sobre sua cintura.


Isso foi o suficiente.


Hermione observava enquanto Harry e Gina saiam do salão. Gina deu um sorriso fraco e triste. Aproximando-se dela, olhou para a mão de Draco em volta da cintura, e disse, "Falso, hein?"


Antes que Hermione pudesse castigar Gina, a mulher mais jovem se inclinou para frente, beijou o rosto da amiga e disse, "Vocês dois não enganam ninguém. Isto é real. Eu sei, mesmo que você não." Ela apertou a mão de Hermione.


Draco voltou sua atenção para Marcus, mas ele continuou a tentar ouvir as duas mulheres assim mesmo. "Você vai ficar aqui?" Hermione perguntou.


"Não, estamos aparatando em casa hoje à noite, as crianças, você sabe", explicou Gina.


"Alice estava tão ansiosa para ver mais o tio Harry e a tia Gina." Hermione disse.


Harry se aproximou e pegou a mão de sua esposa. "Pronta para ir?" Ele não iria olhar para Hermione. Draco fez uma pausa em sua conversa com Marcus, quando ele sentiu Hermione endurecer em seu braço.


Hermione empurrou a mão de Draco e disse, "Nenhum beijo de adeus para a sua velha amiga, Harry? Ou eu não sou mais sua amiga?"


Eu não sei, porque você não responde a esta pergunta? Tem certeza este é apenas um truque para enganar seus pais e parentes?" Harry perguntou. Ele olhou para Draco assim que ele disse.


"Será que a minha resposta influencia a sua, Harry?" ela perguntou com tristeza. Hermione olhou para Draco e depois voltou para Harry. "Eu não estou completamente certa de nada, Harry. Se você tivesse me perguntado se eu estava certa de uma coisa, esta manhã, eu teria dito que eu estava certa de que Harry Potter era o mais antigo, mais querido, o melhor de todos os amigos, e que ele iria me amar para sempre. Agora, eu não tenho certeza de nada.”


Draco olhou para seu rosto, gravado com a dor, e pela primeira vez em sua vida ele sentiu empatia por outro ser humano. Inferno, ele nunca havia sentido essa pequena emoção antes. Ele nem estava ciente de que ele sabia como se soletrava isso, e muito menos como reconhecê-la, mas ele viu a sua dor, e mais, ele sentiu a dor dela, e então sentia uma raiva crescente de Harry Potter por causar essa dor.


Observou Potter para ver o que ele diria. Ele não disse nada. Odiava Harry Potter. Sempre odiou, sempre odiaria, e provavelmente nada mudaria isso, mas Hermione Granger o amava, e ela estava com dor agora por causa daquele imbecil. Ele deu um passo na frente de Hermione e disse, "Boa noite, Potter. Fico feliz que pôde comparecer. Diga Olá para o Pobretão quando você o ver. Se Hermione, Alice e eu nunca mais vermos vocês novamente, será muito em breve". Ele pegou a mão de Hermione e começou a descer o corredor.


 "Malfoy!" Harry gritou.


Não só Draco se virou, mas também Hermione, e vários outros. Harry se aproximou. "Nunca a machuque. Eu não posso fingir saber sobre o que é tudo isso, mas eu juro, se ela sair com algum tipo de dano, e ela e a pequena Alice forem prejudicadas, ou feitas de tolas, você realmente terá que se ver comigo. Diga que você tem medo de mim, mas se não prestar atenção no meu conselho, você vai ser o único que vai lamentar."


Harry não levantou a voz após o chamado inicial de 'Malfoy!’. Ele pegou a mão de Hermione e disse, "Peço desculpas, Hermione. Se eu te machucar desse jeito de novo, então, aquele completo idiota bem ali, sim, estou me referindo a você, Malfoy," ele olhou para Draco, depois de volta para Hermione, "tem a minha permissão para fazer o mesmo comigo assim como eu acabei de ameaçar a fazer com ele."


Draco esfregou as mãos e disse: "Oh, tantas possibilidades."


Hermione empurrou o peito de Draco um pouco com o cotovelo, e abraçou Harry com firmeza. Ela sussurrou em seu ouvido: "Eu acho que isto é certo. Você me disse há muito tempo que ele tinha o direito de saber tudo sobre Alice, e acho que isso pode me ajudar a lhe dizer a verdade, finalmente. Poderia me tirar do controle de Kevin, e é a coisa certa a fazer, por Alice." Ela beijou sua bochecha e observou os Potters saindo.


"Sobre o que era todo esse sussurro, amor?" Draco perguntou a ela.


 "Eu disse a Harry que você secretamente o ama, isso é tudo", brincou, e então ela bocejou.


Esfregou os olhos e quando Draco disse, "Pronto para ir para o meu quarto?" ela parou de esfregar os olhos e olhou para ele bruscamente. Ele riu e disse, "Eu só queria ver se você estava prestando atenção. Eu queria perguntar se você estava pronta para ir ao seu quarto. Não me importo de ficar lá esta noite, amor".


Ela riu também. "Certo, sobre isso, a resposta seria não". Ela apertou o botão para chamar o elevador e disse, "Não fique com raiva, mas você está indo para seu quarto, eu vou ao meu, e eu nem quero que você me leve até o meu quarto, ok?”


"E então, como eu ia receber o meu obrigatório beijo de boa noite?”, perguntou ele.


Hermione entrou no elevador, seguido por Malfoy, apertou o botão do seu andar e assim que as portas fecharam, ela disse, "Não me lembro em nenhum lugar do nosso contrato verbal a menção de um beijo de boa noite. Você mencionou um possível beijo, e nos beijamos, duas vezes, na verdade. Isso é o suficiente.”


Ele franziu a testa, cruzou os braços na frente dele e disse: "Suficiente para quem?"


As portas abriram em seu andar. Sem responder a pergunta dele, ela empurrou seu peito quando ele tentou sair com ela. "Não me siga. Isso é muito perfeito assim como está. De qualquer forma, tenho algumas coisas para pensar, e eu não preciso de um beijo seu para nublar minha mente e julgamento. No entanto," ela parou de usar seu quadril para segurar a porta, "provavelmente, vou lhe fazer uma pergunta amanhã a respeito de um pequeno acordo de negócios, e eu quero que você realmente, realmente considere-o antes que você me dê sua resposta, certo?"


"Pergunte agora, por que esperar?" exigiu. Ele a puxou de volta no elevador e apertou o botão de parar. "Na verdade, apenas mande que eu diga 'sim' como eu fiz para você. Gostaria de fazê-lo, cegamente, sem escrúpulos."


"Sério?" ela sorriu.


"Mas é claro", respondeu ele.


Ela já tinha se aproveitado dele uma vez, sem o seu conhecimento, então ela não poderia fazê-lo novamente. No entanto, de manhã, ela ia perguntar se ele queria um casamento real de conveniência com ela, e ela deixaria opções: poderia ser um acordo de negócios, ou seja, ele poderia planejar um divórcio quando quisesse, ou se ele queria que fosse real, a escolha era toda dele.


"Você faria isso?”, perguntou, ainda não acreditando nele.


 "Sim", ele declarou, "Porque, por algum motivo estranho, eu acho que sei o que você quer perguntar, e eu acho que é o que eu também quero, e quem sabe por quê? Você disse anteriormente que eu estava delirando. Talvez seja contagioso." Ele puxou seu braço, levou-a para seu peito, e beijou-a brevemente nos lábios. Manteve-a ​​nos braços, seus olhos castanhos olhando para ele, suplicando, encarando. "Eu fui conhecido por estar errado antes. Talvez você quisesse me pedir um rim ou algo assim."


 "Não, eu tenho dois, e eles estão indo muito bem", disse ela. Ela colocou a cabeça em seu peito. "O que digo para Alice? Pobre Alice."


Draco não tinha pensado sobre o quão difícil isso seria. A menina não queria outro Papai, mas ele não queria nada mais do que se casar com a mamãe dela, e tornar real, tornar as duas dele. Ele esfregou as costas dela e disse, "Se eu tivesse palavras de sabedoria para você, eu as citaria, mas eu estou perdido. Eu não sei nada sobre crianças. Meu nível de maturidade emocional é quase o mesmo que uma criança de cinco anos, por isso novamente, não posso realmente ajudar.”


"Está tudo bem, eu vou pensar em alguma coisa, você só precisa manter a mente aberta para a minha pergunta amanhã, ok?" Ela voltou-se, apertou o botão 'abrir' e deixou o elevador.


 Assim que a porta fechou, Draco disse, "Sim. A resposta é sim."


 Na manhã seguinte, Hermione encontrou Draco sentado no sofá, na mesma varanda onde eles se encontraram na noite anterior. Ele olhou para ela, com expectativa. Deu um tapinha no espaço ao lado dele. Em vez disso, Alice, que estava escondida atrás da saia da mãe, veio se sentar ao lado dele. Hermione permaneceu de pé.


"Olá, Senhorita Alice. Olá, Hermione. Como é que vocês duas estão nesta manhã?”, perguntou. Ele pegou a mão da menina e apertou-a.


"Eu estou bem, o Sr. Draco. Nós acabamos de tomar café da manhã." A menina tinha um livro surrado em sua mão. Draco sorriu. Ver a criança com um livro desgastado a fazia parecer ainda mais como a mãe. Ela começou a folhear as páginas. Hermione olhou para Draco e lhe deu um pequeno aceno de cabeça. Ele não sabia o que aquilo significava, mas ele decidiu continuar a falar com ela.


"A sua mamãe te contou sobre o baile da noite passada?", perguntou ele.


A menina acenou com a cabeça sem olhar para ele. Em vez disso, ela continuou a virar as páginas de seu livro.


"Ela te contou que suas férias vão ser estendidas?”, perguntou ele.


Mais uma vez, um pequeno aceno de cabeça.


"Você gosta de passeios de trem, Alice?”, perguntou ele.


"Você gosta do Coelho Peter?" Alice perguntou de volta, em vez de responder. Ela ergueu seu livro.


"Eu não consigo ver a conexão, mas sim, suponho que sim", Draco riu. Hermione sorriu também. A menina entregou seu livro a ele. "Você quer que eu leia isto a você ou algo assim?"


"Só se você quiser", Alice concordou.


"Eu poderia ler para você no trem hoje. Você e mamãe, e Draco e aquela babá dorminhoca de vocês, vão todos pegar um trem para um pequeno país chamado País de Gales. Não é muito longe, e eu tenho um vagão de trem apenas para você e Ingrid, e outra para a mamãe e eu. Isso não soa aceitável?"


"Isso não soa o quê?”, perguntou ela de volta, confusa.


Hermione ajoelhou-se diante de sua filha e disse: "Querida, eu te disse, nós estamos indo para uma grande casa junto ao mar, em um penhasco gigante, chamado de Whitehall. Sr. Draco é o dono, e ele nos pediu para passar as férias com ele lá, lembra?" Ela olhou para Draco e perguntou: "Você realmente reservou dois vagões? Eu pensei que você e eu fossemos aparatando?"


"Eu sabia que você prefere ir com Alice, e eu prefiro ir com você", ele respondeu com sinceridade.


Alice escorregou do banco, pegou seu livro com Draco e disse, "Não, obrigada. Eu não quero ir. Eu quero ir para a casa da minha Vovó e do Bob. Bob é o marido dela, não meu Vovô. O nome do meu Vovô é Vovô.”


Draco tentou segurar o riso daquele pequeno comentário. Ele disse, "Você realmente não quer ir para o litoral, e ver os penhascos gigantes, e a casa grande? Vai ser muito divertido. Eu realmente quero que você vá, e eu vou sentir terrivelmente a sua falta se você não vir.”


Alice pegou a mão de sua mãe e olhou para ela. "Você realmente quer ir, mamãe?"


"Eu quero, Alice."


A menininha olhou para o chão por um momento, depois de volta para Draco. "Você beijou minha mamãe na noite passada?


Ele não tinha certeza de como que essa era uma informação pertinente para aquela conversa, mas, novamente, a mente de uma criança era estranha para ele. "Eu lhe disse para perguntar a sua mamãe essa pergunta, lembra?" Ele piscou para Hermione.


"Perguntei para ela esta manhã e ela disse para perguntar para você" Alice respondeu.


Draco sorriu e disse: "Bem, você pode guardar um segredo?" A menininha balançou a cabeça. Draco puxou-a para mais perto, empurrou os cabelos para trás e sussurrou: "Sim, Senhorita Alice, eu beijei a sua mamãe na noite passada e espero beijar ela novamente hoje."


Ela sorriu para Draco, caminhou até sua mãe, pegou sua mão e perguntou: "Que horas sai nosso trem?”


------------------------------


N/B: Gente essa Alice é uma fofa, amo a relação dela com o Draco! O Harry finalmente se desculpou, e essa viagem de trem promete... Essa fic fica cada vez melhor, não deixem de comentar pessoal! Até a próxima!!!


N/A: Isso aí! Minha super-ultra-mega-beta disso tudo! Comentem muuuuito! ;****


Cristina Granger: Obrigada! Não esqueça de sempre acompanhar e comentar para dizer o que está achando! Beijooos!


leleu_mione: Algo me diz que esse ex da Hermione não vai ficar só nisso. Será? A Alice para mim é a estrela da fic! Impossível não se apaixonar por ela! Nem o Draco resistiu sem saber da verdade! Beijããão! Adoro seus coments!


Thata_Malfoy21: Te deixei curiosa? Hauhauahuahau Desculpe! Mas... Digamos que está tudo muito, muito próximo! Não se preocupe! Beijos, flor!


Landa MS: Esse é um dos legais dessa fic. Está tudo muuuito interligado! Essa tia vai ainda provar que consegue ser beeem venenosa! E o Lucius! Adoro quando fazem ele bonzinho, é sempre surpreendente! ;*


Morgana Granger: Que lindo! Comentou de novo! *-* Essa viagem vai dar o que falar mesmo, hein! Digamos que ela será muito importante! Hehehe Tá, eu sou uma linguaruda! :X Beijooos!


Iza Greenleaf: Que bom! Essa tia é horrenda mesmo! Obrigada por ter comentado de novo! Te espero no próximo! Beijo!


Aninha Snape: Ahhh! Não precisa pedir desculpa! Mas é muito bom saber que tu estás acompanhando e tem vontade de comentar sempre! Obrigada! O Kevin é um recalcado mesmo que não chega aos pés do nosso Draco! Hehehe Beijão, linda!


Karla Vieira: Obrigada meeeesmo! Continue acompanhando e comentando o que você está achando da história! Beijo, flor!


Mira Huet OConnell: Esses são realmente FATOS! Sem dúvida! Ah, essa fic é surpreendente em todos os aspectos! Obrigada por ter comentado! *-*


Katie Black: Sem dúvida, o Kevin não chega aos pés do Draco em TODOS os aspectos! Essa fic deixa a gente muito, muito curiosa, né? Mas tudo vai se explicando aos poucos! Sem stress! Beijos, amada!


amo hp sim sim: Postei! Postei! Não entre em desespero! Agora, acalme-se! Respire fundo! Leia o novo capítulo e comente! ;D


luisa pires ferreira: Xiiii! Me pegou no flagra! Falha minha, desculpe! Depois que li teu comentário, corri para postar lá! Obrigada, linda! Continue comentando!


Lah: Realmente! Sua pessão funciona muito! Heehehe Mas dessa vez teve um delay de alguns dias. Não muitos, né? Mas pensa que eu não percebi que você NUNCA mais comentou? A-há! Hauahuahua Beijoooos!


Louyse Malfoy: Que lindo! *-* Adorei seu comentário, adorei mesmo! É muito bom saber que o nosso trabalho é bem visto e que vale a pena continuar! Obrigada meeesmo! Beijãão, lindaa!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 14

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Dark Moon em 16/12/2012

alice é a coisa mais gostosa do mundo *_*

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por the em 25/07/2012

essa garota, é tão fofa que dá vontade de morder

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por sonimai em 31/03/2012

cara,cada cap melhor que o outro,tomara que o Draco consiga fazer a Alice gostar como pai

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Firebolt em 21/10/2011

Adorei!!
Principalmente a Alice

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Mille M em 11/10/2011

deixei de vir e a fic já vai avançada :D esperava que a alice não aceitasse bem o draco, é uma fofura a menininha... :D

beijinhos! 

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Cristina Granger em 10/10/2011

queroo maiissssssssss

 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Thata_Malfoy21 em 09/10/2011

eu simplesmente AMO  a Alice! uma fooooofa *-*

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Katie Black em 09/10/2011

Ahh! Que bom que a Alice tá de volta, eu adooooro ela =)! Realmente, o jeito como ela e Draco se tratam é muito fofo! Tô amaaando a fic, quero o próximo cap!!! Essas férias prometem, e a vigem até lá também, tô muito ansiosaa!! Bjss :**

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Angel_Slytherin em 08/10/2011

Sorry por nao ter comentado no cap passado. To meio sem tempo. =/

Preciso dizer que a tradução ta maravilhosa? *---* estou cada vez mais apaixonada, com toda a certeza do mundo. hehehehe. =D

Beijos ;*

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Alice Rocha. em 06/10/2011

Além dela ter o meu nome, que é lindo, modestia a parte, Alice é a criança mais inteligente, fofa e mais estupidamente parecida com Hermione que poderia existir. A fic é fantástica, e estou anciosa pra saber quando Hermione contara sobre Alice para o Draco, e a reação dele.

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Mohrod em 06/10/2011

meu Deus, a Alice é uma coisinha linda! *-* to louca pelo próximo capítulo! posta logo, ok? beijão

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Jheni weasley em 06/10/2011

Amei os dois últimos capítulos eles estão maravilhosos. Meu adorei a ameaça que a  Gina fez ao Draco, o Harry pedindo desculpa. To amando cada vez mas a Alice ela é muito fofa,só quero ver essa viagem de trem ela promete. Será que pode ter a possibilidade de um certo alguém descobrir que tem uma certa menina que faz parte de sua família. To ansiosa pelo próximo capitulo. Beijokas!!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Iza Greenleaf em 06/10/2011
Estou tão apaixonada por esse Draco, adorei que Hermione propos um casamento de verdade/mentirinha, mas será que quando ele descobrir que a Alice é filha dele vai ficar tudo bem? Quero muito que sim... Toda história tem vilão, e já deu pra perceber que nessa os vilões são imensamente horrorosos! A megera da titia do Draco, e o b*sta do ex da Mione. Ah sim, estou aguardando anciosamente pelo próximo cap. Bjuus até mais!
Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Wanneli da Silva Rosa em 05/10/2011

Adoro essa fic...
Particularmente é uma das poucas que acompanho aqui pela f&b...
Parabens... adoro todos os personagens.

A Alice é uma graça...

Bjuss...
E nao demora pra postar não please

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.