FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. Descobertas e Detenções.²


Fic: 10 segredos de Draco Malfoy


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Silêncio na mesa da Grifinória, silêncio na mesa da Sonserina. Nem parecia ser um café da manhã normal. Mas para certos dois bruxos de casas diferentes, não era mesmo. Hermione mal tocara na comida. Sentia algo novo dentro de si. Um sentimento que havia sido escondido e agora estava se descobrindo novamente. Aquele Loiro tinha virado gente. Como ela torcera para aquilo acontecer três anos atrás, quando ela o amava. Mas não aconteceu.
-Não acredito que você estava com o Malfoy. Isso é uma traição!-Disse Ron tirando-a dos seus pensamentos distantes.
-Traição a quem?
-A nós! Digo, a mim e ao Harry... Ele é inimigo, Mione!
-Eu não acho assim... Mione se quiser ser amiga do Malfoy fique a vontade.
- Obrigada, Harry! Pelo menos alguém aqui me entende...
Ron bufara e saíra a passos largos da mesa, indo em direção a parte externa do castelo e,sem ninguém perceber, alguém o seguiu.


***


-Aposto 50 galeões que Draco está pegando alguém sem agente saber...-Disse Pansy quebrando o silencio entre o 'grupinho da bagunça' da Sonserina.
-Eu aposto 100 que ele ta na seca! Por isso ta até vendo coisas!
-Vocês não têm nada melhor pra fazer não?-Disse Draco irritado.
-Na verdade... Não! Qual é Draco não te vi esse semestre com nenhuma gata... Ta virando gay, Brow?
-Que é isso! Vocês acham mesmo que eu, Draco Malfoy, estaria virando gay? Nunca! Sou macho! Eu apenas não posso contar com quem eu to saindo... Sabe como é, ela tem namorado...
-Esse sim é o velho Draco de sempre! E ai irmão... Hoje a noite tem uma festinha intima... Ta a fim de ir?
-Nem, nem... Tenho detenção pra cumprir...
-E desde quando Draco Malfoy cumpre detenções?
-HM... Essa é especial.-Draco piscou para os colegas e se levantou, antes que viesse mais uma tonelada de perguntas em cima dele. Olhou de canto de olho para Hermione, que sorriu. Os dois estavam se entendendo tão bem. E essa noite, tinha detenção e ela iria estar com ele.
Ela...


***


Ron estava sentado a beira do lago em silencio. Luna, que havia seguido-o sentou-se ao seu lado e ficou olhando para frente, igual a ele.
-O que você quer, Luna?
-Quero conversar com você...
-Isso tudo é tão difícil pra mim...
-Pode confiar em mim... Vou ser psico-bruxa no que for mais velha.-Ela olhara pra ele esperando-o falar. Ele a olhou. E a soprou a franja, costume que tinha no que estava zangado.
-Eu a amo, Luna... Simplesmente isso.
-A ama quanto? Quero dizer... Ama muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito?
Ron riu.
-Amo... Amo mais do que eu, amo ela a cada palavra, cada segundo, cada briga... Amo ela mais que tudo...
-Se você a ama tanto... deixe-a ser feliz com quem ela realmente gosta...
-E se ela gostar de mim? E se ele apenas tiver iludindo ela?
-Deixe ela descobrir sozinha... Se ela gostar mesmo de você, ela virá... Se não você deve achar outra pessoa pra ti... Faça assim. Tente três vezes, mas se não conseguir, deixe-a seguir o caminho dela e você siga o seu...
-Mais não consigo ficar parado vendo ela com ele e eu aqui... O único sobrando...
-Único não. Tamo juntos nessa de sobras, Ron...- Luna mexeu dentro do casaco e pegou um chocolate e dividiu na metade.- Quer?
-Comendo assim você vai acabar gorda hein... Aviso de amigo...- Ela dera um soco de leve no braço de Ron, que retribuiu com um sorriso.
-Olha só quem fala senhor-não-paro-de-comer! Você tem que ter muita sorte pra achar uma esposa que goste de cozinhar!
-E você tem que dar sorte de achar um homem que goste de uma mulher que coma!
Os dois riram... Por mais que os dois tivessem suas diferenças, se entendiam bem. Eram amigos. E Ron gostava de garotas que tinham apetite, só não sabia ainda...


***

(17:00 hrs)

Desta vez quem estava esperando era ele. Desde quando Hermione se atrasava para alguma coisa? Devia ter acontecido alguma coisa no caminho. Será que ela estava bem?
Draco andava impacientemente pela porta da biblioteca, onde teria que cumprir a detenção de hoje, essa por ter mexido nas coisas da Hermione.
-Desculpa, tava numa reunião dos monitores...-Disse ela equilibrando uma pilha de papeis nas mãos.
-Você está atrasada! Quer me matar de susto? Pensei que tinha acontecido algo com você!
-Malfoy... Larga mão de drama que são só 17:02!
-Aah... Mas muita coisa pode se acontecer em 02 minutos, Hermione... Eu fui feito em 02 minutos, sabia?
-Cala a boca e vai arrumar os livros senhor-dois-minutos!
Os dois riram. Hermione sentou-se numa mesa, onde começou a escrever naqueles papeis. Draco estava guardando os livros, mas não tirava os olhos dela. Nenhum dos dois tinha coragem de puxar assunto. A biblioteca estava com grande movimento. Mas, aos poucos, as pessoas foram indo, ficando apenas os dois... Ainda eram dois.
-Um doce pelos seus pensamentos...-Disse Draco sentando em frente a ela, que estava concentrada nos papeis que escrevia.
-Meus pensamentos valem tão pouco assim? Nossa...-Ela sorriu e ele retribuiu.- Minerva mandou os monitores terem idéias de aulas alternativas para os alunos do 1º ano.
-Nossa, que chato. E qual foi sua idéia?
-Dança. Bem que você podia me ajudar né... O que acha de ensinar os alunos a dançar?
-Eu não danço.
-Não gosta?
-Não, não sei mesmo.
Ela o encarou com uma cara 'mentira né?'. Mas percebeu pelos olhos azuis-acinzentados do loiro que era verdade...
-Nossa... To descobrindo muito de você hein Malfoy...
-Hermione... Sabe que pode me chamar de Draco...-Ela sorriu.- Nunca consegui aprender a dançar... Mas quem sabe, você poderia me ensinar...
-Eu? Sou uma pata dançando!
Os dois riram alto. Era tão bom tirar sarro de si próprio. Não tinham medo de contar seus segredos um ao outro. Sabiam que era algo que ficaria entre os dois. Se outra pessoa ouvisse os dois diria que são loucos, mas quem sabe, os dois fossem mesmo.

Nove horas, dez, onze, meia noite, meia noite e meia, quase uma. Os dois continuavam ali, sentados frente a frente. Falavam de tudo e de nada, riam. Era como se apenas eles existissem naquele instante, mas talvez só eles existissem naquele instante.
-Eu lembro que quando eu tinha cinco anos de idade eu fui subir numa arvore pra pegar uma pipa que tava bem no alto. Eu subi, subi, subi, subi... E no que eu consegui pegar a pipa o galho da arvore quebrou e eu caí com tudo no chão e acabei quebrando a perna. Eu fui ao medico e ele disse que eu tava muito pesada pra minha idade, então eu desejei tanto que ele caísse e quebrasse a perna também... Bom, ele quebrou descendo a escada. Foi ai que descobri que eu era bruxa...
-Caramba sua má! Você quebrou a perna do medico!
-Ninguém mandou ele me chamar de gorda.
-Você é do mal... Mais do que eu!
-Há-há. Que nada! E você... Com que idade fez seu primeiro feitiço?
-Não lembro... Na verdade, não lembro nada antes dos meus oito anos de idade... Já fui em psicóloga e psiquiatra trouxa e bruxo pra saber por que...
-Seu pai aceitou que você fosse em medico trouxa?
-Ele não sabe...
-Hm... 
O silencio reinou pela primeira vez em horas.
-Mi...
-Que?
-Eu te amo...
-Continua mentindo que eu continuo fingindo que acredito...
Draco deu um sorriso triste e um beijo na bochecha da morena a sua frente...
Só que não é mentira...
Ele pegou seu casaco e saiu da biblioteca. Foi pro seu quarto onde tomou um banho rápido e deitou-se na cama na esperança do sono vim, coisa que demorou.
Hermione ficou ali sentada com uma expressão de vazio. As lagrimas começaram a rolar involuntariamente pelo seu rosto. Ela queria tanto acreditar que ele tinha mudado, que ele podia amar... Mas não conseguia. Ela apenas juntou suas coisas e subiu para seu quarto. Sentou na janela e chorou em silencio.
Uma hora eles ficariam juntos... Era esse o destino dos dois.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 2

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Laura Cristina de Matos Pagnossin em 30/12/2013

Amo Dramione e Amo essa Fanfict...Por enquanto

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por silvia xavierdos santos em 07/10/2011

Tô amandooo

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.