FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. Lembranças e Detenções


Fic: 10 segredos de Draco Malfoy


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Hermione correu para o Salão Comunal, onde tinha marcado de se encontrar com Ron, mas tinha se esquecido completamente. Sempre se esquecias das coisas perto do Malfoy.
-Mi! Pensei que não vinha mais, tava quase indo atrás de você... Por que demorou?
-Aah... Perdi a hora... -Ela deu um sorriso falso, que Ron não engoliu, mas deixou de lado. Os dois aproveitaram o Salão vazio para conversarem sobre 'assuntos' que Hermione sempre dava um jeito de se esquivar...
-Você ainda não me respondeu...
-O que?- Hermione o olhou com cara de desentendida.
-Você sabe... Desde o começo do ano tava juntando coragem pra te falar, mas agora parece que você nem liga... Eu preciso de uma resposta, preciso de você...-Ron colocou sua mão esquerda sobre o joelho de Hermione.
Ela sentiu um arrepio lhe subir pela espinha, mas sabia que o que sentia pelo ruivo não era amor ou algo do tipo, era apenas... Carinho de irmão... O barulho da porta do Salão Comunal interrompeu seus pensamentos, fazendo-a desviar o olhar vazio da mesa velha. Era Draco(lindo, como sempre.) que parara assim que viu Mione e Ron juntos. Seus olhos azuis-acinzentados se perderam por um instante no olhar castanho de Hermione. Era como se um pudesse ouvir os pensamentos do outro. Ron olhou para trás e viu Malfoy parado ali fitando a sua Hermione e para sua decepção, sua Hermione correspondia aquele olhar. Ele sabia, se não fizesse algo, a perderia para Malfoy.



***


Draco ficara observando o sol nascer com seus pensamentos longe... Muito longe...

Era inverno, pouco antes das breves férias de Natal, Eles tinham marcado de se encontrar na metade do caminho para os 3 vassouras. Ele a observava de longe, esperando o momento certo de se aproximar. Tinha decidido contar tudo a ela. Era a hora. Ninguém mais passava por ali, a neve voltara a cair, Estava frio...
-Hermione!-Ele se aproximava dela o mais rápido que conseguia, com a neve quase chegando aos joelhos da nevasca da ultima noite. Hermione saiu de si por uns instantes. Ele a chamara pelo seu nome e, não por um apelido maldoso ou pelo seu sobre nome.
-Pensei que não viria mais...- Ela o fitava com um certo medo, desde quando um Malfoy teria 'um assunto urgente', como ele dissera no bilhete, para tratar com ela?
-Eu disse que viria... Você deveria começar a confiar no que eu digo...
-É meio difícil, mas enfim! Me diga, o que quer?
-Falar uma coisa pra você... Algo muito sério.- Ele em nenhum segundo desviara seus olhos dos dela. Era como se todo o gelo em volta deles tivesse derretido e fosse mais um dia de primavera.
-Então diga logo... Não vê que estou congelando aqui?-Ela não pretendia ter soado tão ríspida quanto soou. Era mentira, sempre perto dele se sentia quente... Quente até de mais, mas ele não sabia disso e nunca saberia. Fazia quase um ano que os dois começaram com aquele 'joguinho'. Quando estavam sós até conseguiam trocar quatro ou cinco palavras civilizadas... Mas sempre tudo na brincadeira. Ele a provocava e, ela correspondia. Era apenas um jogo. Apenas isso.
-Eu te amo.- Disse ele baixinho. Draco desviou seu olhar para o chão, sentiu suas mãos começarem a soarem frio. Draco Malfoy apaixonado por uma sangue-ruim? Isso era quase que impossível, mas, infelizmente, aconteceu.
-Haha, Malfoy. Muito engraçado. Me chamou aqui pra ficar tirando com a minha cara?
-Eu estou falando sério!
-Continua mentindo que eu continuo fingindo que acredito, ok?
-Mas que droga! O que eu tenho que fazer pra você acreditar em mim?-Draco estava de pé, olhando-a. Odiava quando ela não acreditava nele no que ele dizia a verdade.
-Tatua um H na mão que depois agente conversa, pode ser? Fui!
Ela se levantou e saiu pisando firme e afundando na neve. Draco ficou ali parado, olhando até perdê-la de vista... Era o que precisava pra ela acreditar nele? Então era o que ele faria!

Draco foi despertado de seus pensamentos pela leve brisa de fim de inverno... Olhou novamente para a mão... Não tinha coragem de contar pra ela sobre aquilo... Se levantou e foi com a mesma roupa do dia anterior para o Salão Comunal... Precisava urgentemente de uma bebida forte para ficar acordado o dia todo. As portas do Salão Comunal ainda estavam fechadas. Ele deveria ser o primeiro a passar por ali aquela manhã. Escancarou a porta e ficou paralisado por alguns segundos. Lá estava sua Hermione e... Rony. Seus olhos se encontraram e era como se um pudesse ouvir os pensamentos do outro. Rony que ainda não tinha reparado que ele estava ali, parado feito um bocó na porta, Olhou para trás e foi como se fosse inverno novamente. Por que ele sempre tinha que estar no seu caminho? Draco desviou o olhar do ruivo e percebeu aquela mão no joelho da sua Hermione... Não sabia o que pensar. Apenas deu meia volta e voltou para o jardim, para a mesma árvore de antes. Não queria pensar em nada, não queria ver ninguém, não queria existir, não queria estar ali.
A manhã foi passando. Ninguém o via sentado ali em cima naquela arvore, e isso até era bom... O fazia pensar. Ele tinha apenas mais uma aula naquele dia. Poções. Resolveu que esse ele não poderia faltar. Snape sempre fazia muitas perguntas no que ele faltava em suas aulas. Subiu rapidamente para o quarto onde pegou seu material e correu para a sala do professor Snape.
Aquela chatice de sempre. Ele não suportava mais aquela aula! Ou não suportava mais observar O trio maravilha Logo a sua frente? Não sabia. Toda vez que Um deles encostava naquela morena era como um soco no estomago. Agora, depois de tanto tempo desde o primeiro ano, se arrependia de ter sido arrogante com Harry... Se ele tivesse sido mais 'simpático' talvez ela fosse dele... Talvez.
A aula acabou, mas antes de liberar os alunos, Snape deu um recado aos monitores, coisa que Draco também tinha se arrependido de ter recusado.
-Aos monitores do sétimo ano, Hoje a noite terá uma reunião Sobre remanejamento das rondas. Às 19:00 hrs, na sala do professor Dumbledore. Estão liberados.
Antes de Draco juntar seu material e sair da sala, reparou que em cima de seu caderno havia um bilhete.

Me encontre hoje às 23:00 no sexto andar. H.

Draco sorriu disfarçadamente. Só poderia ser um bilhete dela. Quem mais assinaria com um H? Era como se o resto do dia estivesse se arrastando o mais lentamente possível, até Dumbledore parecia estar falando mais de vagar no jantar. O mundo estava lesado ou ele que estava com pressa? Qual a diferença! O que importava naquele instante era a hora.22:55. Ela não era de se atrasar. Draco estava sentado naquele corredor não fazia nem 2 minutos! Mas já pareciam duas horas. Ouviu passos distantes se aproximando. Se levantou. Seu coração batia forte, suas mãos estavam molhadas, e seu rosto com um sorriso bobo e infantil. Era como se ele estivesse de novo no jardim de infância. Uma flor, que nem sabia o nome, na mão, cabelo lambido para o lado esquerdo e aquela camisa nova ridícula ganhado da tia Bella. (Pessoas, explicação pra não ficar confuso. Nessa parte toda vez que tiver emitálico significa o pensamento dele do jardim de infância e, toda vez que tiver 'normal' é o presente de Draco.) Isso aconteceu mesmo? Ou fora apenas um pensamento confuso? Não sabia. Não naquela hora. Viu ela se aproximando, vira ela se aproximando com aquele vestidinho branco e vermelho de quadrados grandes, que mais parecia a toalha de piquenique de sua mãe Ela estava linda, como sempre, com seus lindos cachos castanhos, Ela vinha sorrindo em sua direção, fazendo seu pequeno coraçãozinho disparar. Mas algo estava errado... Ela vinha com um novo amigo. Ele sorriu, sua cabeça estava confusa, como se aquilo já tivesse acontecido uma vez. Seu sorriso sumiu no que viu um 'alguém' junto a Hermione... Um alguém ruivo... Aquele pequeno menino de cabelos ruivos batendo na altura dos ombros... Ele a havia roubado dele.(pronto, acabou essa parte.)
-Olha só quem está aqui, Mi... Malfoy.
-Drac...cof,cof Malfoy... O que faz aqui essas horas?
-Você é muito sínica mesmo!- A Cabeça de Draco girava. Uma dor muito forte o tomou conta, seu estomago estavaembrulhado, era quase como se tudo aquilo já houvesse acontecido. Já havia? Não sabia. Não sabia mais de nada, de quem era, onde estava, ou quem era aquela morena. Mas sabia que Conhecia aquele ruivo, e por algum motivo ele o odiava! Só que ele não sabia, ou não se lembrava.
-Olhe como fala! Seja bem vindo a detenção, Malfoy... Onde eu mesmo vou ter o prazer de supervisionar você!
Os três seguiram para a sala da professora Minerva. Onde ela já terminara o seu trabalho e estava quase se retirando. Toc, toc, toc Droga! Pensara ela, mais problemas!
-Pode entrar.
-Desculpe incomodar senhora Mcgonagall,-Ron, Draco e Hermione, exatamente nessa ordem, entraram na sala da velha professora.- Mas Achamos o Malfoy perambulando pelo colégio agora, bem depois do toque de recolher.
-Malfoy, Malfoy... Já estava estranhando você não ter aparecido depois das férias para uma detenção...
-É que queria férias de você...-Disse ele baixinho, não deixando ninguém, além de Hermione, que teve que segurar o riso, ouvir.
-Vamos ver...-Minerva puxou um grande livro velho e empoeirado, que Draco já conhecia. Lá continha os dias, os lugares e os monitores disponíveis para as detenções de cada aluno.-Vejamos... quarta-feira a tarde, você terá que organizar todos os ingredientes da sala de poções, com o senhor Rony lhe inspecionando.
'Droga!' Pensara Draco, 'Tinha que ser ele? Merlin me ajuda! Se você fizer Minerva trocar quem vai ficar me monitorando pela Hermione eu não pego ninguém por 1 mês!'.
-Desculpe, professora... Mas Quarta feira a tarde tem jogo de Quadribol, Grifinória contra Corvinal... Não posso ficar cuidando do Malfoy... Não teria como adiar a Suspensão dele?
-Querido... Outra hora e lugar pra suspensão apenas daqui a três semanas! Essas crianças estão aprontando muito ultimamente! Mas se você não pode, talvez a senhorita Granger possa, já que ela nem gosta de Quadribol...
Hermione olhou para Minerva espantada. Não gostava de Quadribol, mas pretendia ficar lendo algo interessante na Biblioteca vazia! Ou dormir um pouco ou até estudar! Mas ela nem se importaria. Seu olhar desviou para Ron que a olhava com a cara 'se você aceitar eu te mato!' e finalmente olhou para Draco. Aqueles Olhos Azuis-acinzentados... Era como se implorassem para ela aceitar...
- Ok... Não tenho nada melhor pra fazer mesmo...
-Perfeito! Agora vão todos para seus quartos!
Minerva abriu a porta e os três entenderam que era pra irem embora. Nenhuma palavra foi dita todo o caminho até a escadaria, onde levava para os dormitórios da Sonserina e da Grifinória. Nenhum dos dois entendiam o que estava acontecendo... Só queriam dormir. E não era apenas um Loiro que queria que quarta-feira logo viesse... Algo em Hermione dizia que seria uma longa e boa quarta-feira... Mas, infelizmente... Ainda era Segunda.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 2

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Srt. Listras Zabini em 20/09/2013

lindo mas tadinho do Draco ess rony viu

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por amo hp sim sim em 27/07/2011

me desculpe mais ta muito confuso eles nao tem uma historia e direto ja um EU TE AMO eu nao to entendeu nada desculpe

SORRY

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.