FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

9. Algumas Pessoas são


Fic: Um Casamento Mais do Que Conveniente - DRAMIONE - CAP 20 ON


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 9: Algumas pessoas são Espertas, algumas Estúpidas, e algumas... Não Importa.
Traduzido por xCamila
Betado por Tonks Fenix


“Uma mulher, especialmente, se ela tiver a infelicidade de saber alguma coisa, deve escondê-lo tão bem quanto ela consegue." - Jane Austen

"Uma mulher inteligente é sexy." - Draco Malfoy

"Nenhum homem quer uma mulher que é mais esperta do que eles, então a chave é fingir que você não percebe o quão estúpido ele é." - Hermione Granger




Tirou seus sapatos e colocou seus pés doloridos e descalços em cima de um cesto de palha no canto da varanda. Hermione subiu o vestido e disse: “Oh, meus pés doem tanto.” Ela achava que estava sozinha, até que viu as portas do salão estavam abertas, e uma mulher estava parada ali.


“Muito bem, Senhorita Granger. É Granger de novo, não é?” Perguntou a tia de Draco.


Hermione percebeu que ela estava descalça, e se sentiu um pouco despenteada. Ela permaneceu sentada, mas tirou os pés da cesta. "Sim, eu na verdade nunca usei o nome do meu ex-marido, mesmo quando nos casamos."


“Você usará o nome de Draco?” perguntou na sua melhor voz arrogante.


“Eu duvido,” Hermione respondeu honestamente.


A mulher mais velha riu um riso que pingava desprezo, e comentou: "Lucius não vai gostar disso."


“Eu não me importo com o que Lucius Malfoy gosta ou não gosta,” Hermione novamente respondeu de forma honesta, sabendo que de alguma forma ela estava sendo desafiada. E ela nunca recusava um desafio.


A mulher mais velha a circulou, como um abutre circulando sua próxima refeição, e disse: "Você não é certa para o meu sobrinho. Você é divorciada, uma sangue-ruim, só tem aparência adequada. Você não tem nada para oferecer-lhe. Ele, no entanto, tem tudo para oferecer a você, correto? Sim, você simplesmente não serve para ele, de forma alguma. "

"É claro que você pensaria isso, porque se o Draco se casar, seu filho não vai herdar tudo, não é mesmo?" Hermione perguntou. Ela se levantou, os pés descalços que se danem.


"É por isso que você vai se casar com ele?" Phillipa perguntou. "Por dinheiro? Porque eu tenho que dizer, eu vou oferecer uma quantia considerável se você deixá-lo sozinho."

Hermione mal podia acreditar na ousadia desta mulher. "Você me toma por uma idiota estúpida?"


"Não, na verdade, eu não", respondeu ela. "Eu tenho você por uma mulher muito inteligente. O meu sobrinho é o estúpido. Eu também tomo você por uma prostituta caçadora de dinheiro, que percebe que se ela se casar com meu sobrinho, ela terá mais dinheiro do que eu poderia oferecer, mas eu poderia oferecê-la a mesma quantia. Eu vou fazer sua vida miserável, se você continuar com este casamento."


Hermione não estava com medo. Ela riu e disse: "Senhora, eu enfrentei Voldemort, e os Comensais da Morte, e até mesmo professores da escola que foram mais assustadores do que você é."


 


A mulher mais velha sabia que ela estava enfrentando um adversário digno. Ela voltou para a porta e disse: "Você sabia que existe um boato por aí que Draco foi pai de um filho ilegítimo a alguns anos atrás? Aparentemente, um homem veio ao pai dele, querendo dinheiro, fazendo tal afirmação. Cissy me disse que Lucius pagou o homem para mantê-lo quieto, mas se esta notícia se provar verdadeira, e esta criança provar ser filho de Draco, legítimo ou não, herdaria tudo algum dia e não seus futuros filhos com ele. Pense sobre isso. "


E com um ranger no chão de suas saias longas, a mulher deixou a varanda.


Hermione ficou ali em estado de choque total e absoluto. Ela poderia estar se referindo a Alice? "Oh, Kevin, o que você fez?" Hermione disse em voz alta. Quando ela teve Alice, em um acesso de loucura, disse a Kevin quem era o pai. Mal ela sabia que ele um dia iria usar esse pedaço de informação como uma espada sobre sua cabeça, para o resto de sua vida.


Teria ele realmente ido até Lucius com as informações? Era evidente que ele não deve ter dito alguma coisa sólida para Lúcio, mas sabia o Malfoy mais velho que o homem em questão era o seu ex-marido? Foi por isso que ele pareceu aceitar tão bem o noivado?


Maldito Kevin, para o inferno! Como ela poderia ser tão ruim em julgar caráter? Ela, uma vez, já amou aquele homem. Ele, uma vez, a amou. Sim, ambos tinham construído o seu casamento em mentiras, por isso foi obrigada a se separar, e ela estava feliz por estar fora disso. Agora ela estava disposta a entrar em outro casamento construído sobre mentiras e enganos. O que ela deveria fazer?


Kevin sempre tinha sido gentil com Alice. Sempre. Ele não foi uma figura paterna extremamente atenciosa já que ele viajava o tempo todo, mas ele a levava a lugares, brincava com ela no jardim, comprava suas coisas. Como ele poderia ser gentil com ela de um lado, e ganhar maldito dinheiro à custa de seu nascimento de outro? Não foi ruim o suficiente que, quando eles se divorciaram, ele tomou cada sicle, nuque e galeão que Hermione tinha para manter essa informação em sigilo? Teria ele realmente ido até Lucius Malfoy anos atrás?


Hermione sentou-se no sofá e abaixou a cabeça. Talvez ela não fosse esperta, afinal. Ela se sentiu muito, muito estúpida naquele momento. Ela tinha muito a considerar.

Draco olhou para todos os lugares procurando Hermione. Ele viu Phillipa andando de volta para o salão vindo de fora. Ele se perguntava se era ali que ela poderia estar. Ele começou a andar para fora quando foi parado pela mão de seu pai em seu braço.


"Draco", disse ele secamente.

"Pai, agora não. Tenho que encontrar Hermione." Ele tirou o braço da mão do outro homem que o segurava, mas Lucius o alcançou novamente.

"Ela está fora. Vi-a sair, então ela estará lá quando eu terminar de falar." Draco sabia quando seu pai assumia esse tom com ele, era melhor deixá-lo falar, e quando ele terminasse sua mini palestra, ele se juntaria à Hermione na varanda.


"O que é, Senhor?" ele respondeu. Assim que a palavra 'Senhor' saiu de sua boca, ele pensou em algo. Se ele tivesse filhos, eles nunca, nunca o chamariam assim. Seria 'Papai', quando eles fossem pequenos e "Pai", quando eles crescessem, mas nunca Senhor. Senhor era um título de reverência e respeito. Ele não queria o respeito de seus filhos. Ele só queria amor deles.

"Eu tenho algo importante para lhe dizer", Lucius murmurou baixo. Ele chamou Draco para o canto do grande salão, longe da orquestra, da multidão, e das portas. "Eu deveria ter dito isso há alguns anos, mas eu não o fiz. Eu quis protegê-lo, mas agora que você finalmente anunciou o seu noivado, isso não pode esperar, nem mesmo até amanhã, porque você tem o direito de saber. "


 


Draco estava um pouco preocupado. No início, pensou que esta pequena conversa ia ser Lucius dizendo a ele seus verdadeiros pensamentos em relação ao seu casamento iminente com Hermione. Em vez disso, parecia ser algo muito mais. O velho realmente parecia pensativo, ansioso.

"Senhor, você não está doente nem nada disso, está?" Draco perguntou.

O velho fez um barulho ao bufar e disse: "Sua preocupação com minha saúde e bem-estar me impressiona, garoto. Não, isso não tem nada a ver comigo. Quase quatro anos atrás, um homem veio a mim com alguma informação. Ele manteve sua identidade em segredo. No entanto, ele me contou uma história, sobre outro baile que você participou, anos atrás. "


Draco ficou com os olhos arregalados e a boca aberta. "Vá em frente."

"Ele disse que você teve uma ligação com uma mulher neste baile, e que resultou no nascimento de uma criança. Este homem alegou que era seu filho", disse Lúcio.


Draco sentiu como se seu mundo estava desabando ao seu redor. Lucius deveria estar falando sobre sua bela mascarada. Ela tinha concebido uma criança naquela noite e nunca lhe disse? Seu filho? Seus pensamentos foram imediatamente para Alice por algum motivo. Ele poderia ter um menininho ou uma menininha, como ela, e nem sequer saber disso?

Voz de Draco se elevou com raiva quando ele perguntou: "Senhor, por que você nunca me disse isso?"


Várias pessoas próximas se viraram para olhar para pai e filho. Lucius virou Draco para que ninguém pudesse ver o olhar angustiado em seu rosto. "Eu não lhe disse porque eu pensei era mentira. O homem só tinha uma foto para me mostrar, e foi de um bebê, que não tinha cabelo, e parecia com cada bebê que eu já vi. Ele não podia me dizer o nome da mãe, nem mesmo se a criança era do sexo masculino ou feminino. Não podia oferecer nenhuma outra prova naquele momento. Imaginei que estava mentindo, mas eu também sabia que suas mentiras poderiam lhe causar problemas, então eu lhe paguei, e disse-lhe que se ele alguma vez entrasse em contato com você, eu iria matá-lo. "

"Filho, eu só te disse isso agora porque, se essa notícia for verdadeira, ou se esta mulher que teve essa criança desafiar o seu noivado, então isso pode ser difícil para você e a Senhorita Granger. Eu devia ter lhe contado antes, mas pra ser sincero, eu não esperava que você realmente fosse fazer tal anúncio remoto esta noite, quando eu sei de fato que você não estava namorando ninguém. "


"Como você poderia saber?" questionou Draco. "Você nunca me vê."

"Talvez não, mas eu sei tudo sobre você, da mesma forma. Draco, eu não me importo se você se casar com Hermione Granger. Ela provavelmente vai ser-lhe uma esposa adequada. Haverá algumas vantagens em se casar com ela, sendo o número um que você deve manter a sua herança. "

Draco só ouviu uma palavra nessa frase. "Adequada?" Draco cuspiu.


"Sim, essa é a palavra que eu quis dizer", disse o pai em troca. "No entanto, você ainda precisa estar preparado. Leis bruxas relatam que até mesmo filhos ilegítimos podem herdar, se a filiação pode ser provada. Além disso, essa criança seria um puro-sangue, porque é o meu entendimento de que o baile, no qual ela foi concebida era somente para sangues-puros. "

"E isso faz a diferença, como?" Draco disse. Ele se sentiu tonto com todos os pensamentos em sua cabeça.

“Não faz diferença, bem, talvez não para mim, mas seus futuros filhos com a Senhorita Granger pode ter a sua herança reclamada algum dia, é tudo que eu queria dizer. Como eu disse antes, eu deveria ter dito isso há alguns anos, mas eu queria protegê-lo. Você não é uma criança há muito tempo, mas você ainda é meu filho, e é isso o que os pais fazem. Eles protegem seus filhos. Algum dia, quando e se você tiver filhos, você vai entender. Nós conversaremos mais sobre isso quando todos nós formos para Whitehall amanhã. "


Draco perguntou, "Você está indo também, senhor?"

"É claro. Você acha que eu não iria e me familiarizaria melhor com a sua futura esposa e o filho dela? Sim, eu sei que ela tem um filho, e que ela é divorciada. Há muito pouco que eu não saiba."


Draco não tinha certeza sobre isso, porque ele estava certo de que seu pai não sabia o que estava no coração de seu próprio filho, porque se ele conhecesse melhor, ele não teria escondido esta notícia dele por anos. Anos ... há anos ele vinha sonhando com esta mulher, e agora pensar que ela poderia ter tido um filho, seu filho. Ele estava confuso e ansioso. Ele também se sentia incrivelmente estúpido, por algum motivo. Deveria ter procurado a mulher, quando ele podia, e agora já era tarde demais. Tinha que ver Hermione. Ele virou para ir embora, sem dizer uma palavra a seu pai, mas depois ele correu de volta rapidamente.


"Senhor, você ainda tem a foto do bebê que o homem dizia ser meu?"

Seu pai concordou. "Está na Mansão, mas vou enviá-lo por coruja para Whitehall."

Draco acenou com a cabeça em troca, respirou fundo, e saiu para a varanda.

E lá estava ela.

Isso é o que ele pensou quando viu Hermione sentada em um pequeno sofá de vimes ... lá estava ela. A mulher misteriosa não era nada comparada à Hermione, mas se ela tivesse tido seu filho, bem, isso poderia ser uma história diferente. Ele tem que procurar por ela, não por ela, mas por causa do possível filho - seu filho.


No entanto, lá estava ela. Ele queria essa mulher. Sabia que isso era verdade. Ele pode ser um homem estúpido, mas ele foi esperto quando se tratava de seu próprio coração. Tinha esperado anos e anos para se casar, quase até que fosse tarde demais, o tempo todo convencido de que ele estava esperando por uma mulher mascarada, quando ele estava realmente esperando por ELA, Hermione.

Sim, lá estava ela.


Draco afrouxou a gravata e sentou no sofá ao lado dela. Eles eram as duas únicas pessoas na varanda, e tinha sido uma noite longa e cansativa. Ele, por exemplo, estava feliz e estava quase acabando. Pelo olhar em seu rosto, ela também. Ele empurrou a conversa com seu pai para fora de sua mente e disse: "Sinto muito por deixá-la fora das minhas vistas por um momento. Eu não tinha previsto que Talbert reapareceria e reivindicaria aquela dança com você."


Hermione sorriu, decidindo a esquecer sobre os comentários da tia terrível de Draco. "Oh, ele é um homenzinho bajulador.", disse ela com um olhar de desagrado total. Draco riu. "Acho que ele pisou propositadamente no meu pé."

Draco riu novamente e disse: "Pelo menos você não teve que discutir com a Sra. Potter. Era como uma mãe protegendo a cria. Eu tive que ouvi-la não só me dizer o que não fazer com você, mas o que eu FIZ com você, também. Então, quando seu pequeno discurso acabou, ela disse, 'Se você acha que Harry é assustador, não viu nada, Loiro.’ Quer dizer, sério, como se eu tivesse medo de Harry."

Hermione balançou a cabeça e disse: "Mas você deve estar com medo de Gina."

"Oh sim", ele concordou, "Ela me deixa de cabelo em pé." Eles riram juntos. Draco teve que admitir, mesmo que apenas para si mesmo, que ele apreciava uma das melhores noites de sua vida. Ele classificou lá em cima no top três das noites, se ele não considerasse essa última pequena conversa com seu pai na equação. Ele fugiu para a beira do sofá, juntou as mãos entre as pernas, e ao mesmo tempo olhando para o chão de ardósia, ele disse, "Eu tenho que admitir, eu tive um bom momento ao noivar com você esta noite."


“Eu também", respondeu ela. "E sua mãe me convidou para ir para Whitehall com você, amanhã de manhã, exatamente como você imaginou que ela faria."

Ele não olhou para ela. Ele não podia. Ele continuou a olhar para suas mãos e disse: "Eu imaginei que ela faria. Então, o que você diria de um noivado prolongado, embora falso, pode ser? Você tem planos para a próxima semana ou algo assim?"


"Não, nenhum plano", ela respondeu suavemente. Ela trouxe um de seus pés até as mãos e esfregou-o. Draco olhou para ela, assistindo-a com interesse. Ela deixou cair o pé e estendeu a mão para seus sapatos. Ele se inclinou e estendeu a mão para eles primeiro.

Segurando os sapatos na mão, ele disse, "Você contou para minha mãe sobre Alice?"

Coração de Hermione pulou em seu peito. Ela mudou o seu olhar para ele de repente e disse: "O que quer dizer? Dizer à ela o quê?" Ele sabia de alguma forma? Será que ele suspeita? Era a razão para tudo isso?


"Disse à ela que tinha uma filha?" , perguntou ele. Ele se ajoelhou na frente dela e colocou o primeiro sapato em seu pé. Parecia erótico e sensual, com uma mão em sua panturilha, e a outra em seu sapato. Hermione se esqueceu de respirar por um momento, então ela certamente não poderia responder. Ele escorregou o outro sapato no outro pé, colocou a mão no joelho, e se levantou. "Bem, você contou?"

"Não, não contei. Será que isso importa, quero dizer, uma vez que não estamos realmente noivos, devemos mesmo trazer isso à tona?" , perguntou. Ela se levantou, e foi em direção à frente dele. Ele não se moveu, então eles estavam muito próximos.

Ele sorriu e disse: "O que você planeja fazer com Alice, enquanto estamos no Whitehall? Você vai deixá-la na sua mala?"

Hermione sorriu e, em seguida, soltou uma pequena risada. "Certo, isso nunca faria, mesmo se eu colocar buracos de ar. Você já acha que eu sou uma má mãe."

Ele cobriu o rosto dela com sua mão e disse: "Eu acho que você é uma mãe maravilhosa. E acho que a sua babá é uma bagunça."

Ela colocou seus dedos em torno de seus pulsos, trazendo a mão para baixo de seu rosto. "A coisa é, Draco, sua mãe me disse Whitehall é no País de Gales. Isso é muito longe."

"Aparatação é um feito maravilhoso de magia, Granger, amor", ele zombou. "Chaves de portal, também".

"E Alice é muito jovem para aparatar, e ela vomita toda vez que eu a levo ao meu lado em uma aparatação, e na minha opinião, ela é jovem demais para usar uma chave de portal. Tivemos que voar até aqui, e foi um inferno de um vôo comercial. Se você nunca andou em um avião com uma criança de quatro anos de idade e sua babá de sessenta e sete anos, então, considere-se sortudo. Eu não posso submetê-la a isso novamente. Acho que ela deveria voltar para Londres com Harry e Gina, e eles a levarão para a casa de minha mãe e meu padrasto. "

Draco não gostou dessa sugestão, nenhum pouco, e ele não conseguia expressar por quê, nem mesmo o suficiente para satisfazer a si mesmo. Ele suspirou e disse: "Escuta, você é um pacote, certo? Meus pais são obrigados a saber que você está divorciada e tem uma filha (ele não quis dizer a ela que seu pai já sabia o que significava que sua mãe também). Eles provavelmente já perguntaram a todos no salão sobre você esta noite. Elas têm que vir com a gente, mesmo que seja uma fraude. Além disso, eu gostaria de mostrar Alice o mar e as falésias. Passei muitos verões naquela propriedade. Ela vai gostar de lá."


"Mas Draco, a única forma que poderíamos fazer isso é por trem", lamentou.

"Vamos providenciar isso", disse ele, satisfeito. Ele pegou a mão dela e começou a levá-la para dentro. "Você e eu vamos aparatar, e a babá dorminhoca e a Senhorita Alice irão juntas no trem".

Hermione franziu a testa. Ela se perguntou quanto isso custaria. Como se sentisse a expressão em seu rosto, Draco disse, "Claro, seria às minhas custas, já que você está fazendo tudo isso para me beneficiar."


Ela estava fazendo isso para beneficiá-lo? Ela estava fazendo isso para armar uma armadilha para ele? Para enganá-lo para realmente se casar com ela? Ela estava apenas fazendo isso por seu dinheiro, como sua tia horrível sugeriu? Seria a coisa inteligente a fazer. Ela colocou a mão na testa e disse: "Eu me sinto cansada. Eu nem ia dizer à Alice sobre isso no começo, e se formos ao País de Gales e continuarmos a fingir, isso significa que eu vou ter que mentir para minha filha. Eu não quero mentir para ela. Eu não sei o que fazer. Posso pensar nisso e responder amanhã?"

"Mas temos que sair de manhã", explicou. "Você está me fazendo o maior favor. Alice vai ficar bem. Nós vamos encontrar uma maneira de manter isso longe dela. Eu sei que você está ansiosa para iniciar a sua nova vida de volta em Londres, mas acho que um pequeno feriado no País de Gales está em ordem, não é?" Ele tinha que convencê-la de alguma forma, de alguma maneira, a ir com ele.


Ela não sabia como responder a essa pergunta, e ela descobriu que não tinha que o fazer, porque, no momento em que ela estava prestes a dizer-lhe que ela não poderia ir com ele, a sua tia, mãe, primo e pai apareceram. Hermione levantou-se rapidamente, sua mão foi imediatamente para a de Draco. Se ele fosse um homem que era propenso a mostrar suas emoções, ele sorriria por isso.

Eles se voltaram para as quatro em pessoas em questão, e Draco disse, "Bem, estão todos tão animados em ir à Whitehall como Hermione e eu estamos?"

-----------------------------------------------


N/B: Esse Kevin fica cada vez pior, que cara mais ambicioso, credo! Acho que o Draco já está começando a desconfiar da Alice, mesmo que no subconsciente... Louca pra ver o que ela vai achar dessa estória de noivado! Até o próximo, galera!

N/A: Quantas informações! Que capítulo, hein? Que tia pavorosa essa do Draco, quem acha que ela vai dar muito trabalho ainda pela frente levanta a mão o/ hauhauahuahauhauau
Gostaria de agradecer à Tonks que betou super rápido essa fic! E ficou muuuito bom!
Pessoas amadas! Passamos dos 70 leitores! Confesso que estou muito, muito feliz! Continuem comentando!

Respostas aos coments ;D

leleu_mione: Esse casal é muito perfeito, não é? Continue acompanhando a fic e comentando, flor! Beijo!

Thata_Malfoy21: Será efeito do dinheiro mesmo? Acho que pode até ter influenciado um pouquinho, mas ainda acredito na humanidade huahauahuahauhau Como já disse, casal mais perfeito não existe! Ah, vou te confessar... o Draco irá descobrir sobre a Alice antes do que vocês imaginam! Agora fico quieta :X Mas outra pessoa descobrirá antes! Tá, não cumpri minha promessa hehehe Melhor parar por aqui, se não acabo falando demais! Beijo!

Jheni Weasley: Nossa! Será que só eu penso no lado bom das pessoas?(Dá uma lidinha do que eu escrevi pra Thata :X). A Alice é o ser mais inocente da história, qualquer coisa que façam ou digam dela é errado! Que tia horrível essa do Draco! Já mostrou sua verdadeira face! Beijos, linda! Até o próximo cap!

Morgana Granger: Oiii! Muuuuuitooo Obrigada! Como é uma tradução, vou considerar seu elogio sobre minhas habilidades de tradutora e da minha adorada beta Tonks Fenix! *-* Continue comentando, daí eu posto mais rápido, menos ansiosa você ficará e menos esperará para o Draco saber da verdade! Hehehe Beijãããooo!

Katie Black: O melhor é quando acontece o que a gente não espera! Também estou com saudades da Alice, no próximo capítulo ela já aparece novamente! Beijooo!

Landa MS: Esse casal é tudo de bom e mais um pouco, mesmo! Eu TENTO atualizar de 15 em 15 dias. Às vezes antes, como já ocorreu, e às vezes depois. Mas nada muito absurdo ;D Beijo!

hellen: Obrigadaaaa! Dá uma olhadinha no que eu escrevi para a Thata! Hehehehe Até a próxima, flor!

Hilary J. S. Lestrange: Minha super comentadora! Hauahuahua Obrigada, lindaaa! Esses dois são perfeitos, mesmo! Beijãão, até a próxima ;D

Mira Huet OConnell: Que bom que você está gostando!!! Aqui está o novo capítulo fresquinho! Continue comentando! Beijo! ;**

Angel_Slytherin: Obrigada, Angeeel! Você também é maravilhosa nas suas fics! Adoooro! Beijão, lindaa!

Iza Greenleaf: Obaaa! Leitora nova! *-*Que bom que você está gostando! A Alice é encantadora meeesmo! Ah! A respeito do Lucius, temos várias teorias aqui nos comentários! Umas dizem que o dinheiro que provocou essas mudanças, já eu, particularmente, acho que o dinheiro pode influenciar sim, mas que ocorreu alguma mudança boa no caráter dele, isso ocorreu! Continue comentando muuuito, beijoo!

Luiza Almeida Queiroz Ferreira: Outra leitora nova! *-*Você está gostando! Que bom! Eu tento atualizar de 15 em 15 dias... tento, né! Continue comentando! Beijo, flor!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 14

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por sonimai em 31/03/2012

cara,estou amandooooo a fic,esse Draco então é um sonho,quero ler quando ele descobrir que a Alice é filha dele

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Tatah Weasley em 12/11/2011

Opa! Leitora nova aqui!

=)

Fic muito boa!

Desculpa deixar comentário só neste cap, mas é que eu tava com preguiça...

Depois eu continuo lendo a fic, é que estou com sono e vou dormir.

Beijos'

 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Louyse Malfoy em 25/09/2011

Essa fic estava marcada para mim ler a qualquer momento. Li hoje e não me arrependi nadinha. É muito boa. Muito boa não, é incrível. O baile de mascaras, a pequena Alice, a babá sonolenta, o vestido prateado/lilás, o noivado.... Isso tudo é tão original e ao mesmo tempo tão familiar. Você acaba de conquistar uma leitora fiel! E por favor, não demore para postar porque isso é muito viciante! Parabéns.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por luisa pires ferreira em 22/09/2011

OMG POSTAA  eu sou uma leitora l do fanfiction . net e va NAO POSTOU esse ai lá, eu amoooo essa fic!!! perfeitaaa e se postaaaa

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por amo hp sim sim em 21/09/2011

posta logo pelo amor de merlin

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Katie Black em 20/09/2011

Adorei o cap! E esse Kelvin, hein?! Sempre tentando levar a melhor, mas nem o Draco nem a Hermione podem deixar barato.
Também tô louca pra saber a reação da Alice quando ela souber da verdade, aí sim ela terá um pai (que não dá nem pra comparar com o que Kelvin tetava ser) E a do Draco, então? Ele vai ter um INFARTE!!! (e cá entre nós, seria uma GRANDE perda para o mundo mágico KKKKK). A tia do Draco é uma verdadeira  megera, que mulher interesseira!
Estou amaandooo a fic e morrendo de curiosidade aqui!!! Bjss :**

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Mohrod em 19/09/2011

titia do Draquinho é malvada! u.u

e o ex da mione é tapado! naam. homem desses, ninguém merece!

to gostando uito da fic. acho que o desenrolar vai ser surpreendente! posta logo, viu!

beijão

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Karla Vieira em 19/09/2011

AMEI! Continua postando, por favor! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Aninha Snape em 19/09/2011

Ahhhhhhhhh, como o Kevin é horrivel!!! Sem comentários pra ele... E Draco é maravilhoso!!! Sabe que até mesmo Lucius está legalzinho nessa história?! kkk

Mocinha, peço perdão por não ter comentado no ultimo capítulo, mas realmente na minha vida louca, não deu tempo... Contudo, estou sempre acompanhando, ok?

Não demore a postar!!!

Bjinhos

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Iza Greenleaf em 19/09/2011
Ual superfantástico o capítulo, simplesmente adorei. Caracolis a tia do Draco é uma bruxa daquelas do conto de fadas, que tem verruga e tudo na ponta do nariz, mulherzinha asqueirosa! Bom, no aguardo do próximo cap... Bjuus até a próxima
Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Morgana Granger Malfoy em 19/09/2011

heeeey :) Estou aqui de novo. HUHSUAHSUAHUSHAUSH' Então consedere-se MUITO elogiada *-* AAAH, e essa viagem heeim ? Super curiosa, eu acho que o Draco vai ter um TROÇO quando souber da verdade sobre a Alice. /kk' E, eu  quero que eles assumam logo esse "quase amor, repentino" :)  Muuito anciosa, aguardando o próximo capítulo. Beijos amoor :*

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Thata_Malfoy21 em 18/09/2011

Ah como eu quero ver a reação da Alice! Não me mate de curiosidade! Quem será que vai descobri antes do loiro mais perfeito do mundo?!

Kevin filho de uma mãe, linguarudo!

Vou tentar acreditar mais nas pessoas ahahahahhaa

Sua fic está maravilhosa! 

Beijos !

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por leleu_mione em 18/09/2011

Adorei o cap. Esse ex da hermione em, credo, quero que o draco dê uma lição nele, mas bem dada, pra ele aprender.
Quando a Alice, espero que logo esse segredo seja revelado, adoro o relacionamento dela e do draco, beijos e até o próximo cap.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Cristina Granger em 18/09/2011

Nossa a fic tá ótima.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.