FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

19. Flowers and flowers.


Fic: A Broken Heart and a Troubled Mind - reescrevendo


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Tá,a noite de ontem foi agitada.Depois do... vocês sabem o que,Peter e eu voltamos para o Salão Principal,sob os olhares maliciosos de Allynne,Luna,Gina,Anna e Julieta.


- O que vocês estavam fazendo lá no cantinho,Annie? - Luna ria maliciosamente.Não era hoje que eu teria paz.
- Nada,e você e o seu namorado hein?Cuida dele. - Devolvi na mesma moeda e ela nem tocou mais no assunto,odiava que falassem que Ronald era seu namorado.
Eu fui dormir cedo,não queria ser a ultima á subir para evitar boatos.Peter me acompanhou até a comuna e foi para o dormitório da Lufa-Lufa.
Eu dormi leve naquela noite.Peter filho da puta,se quebrar meu coração como o ultimo idiota eu vou arrancar sou cabeça á dentadas,ou não me chamo Annie Harvelle.

Le Peter Winchester.

Deixei Annie no Salão comunal da Grifinória e parti para a minha comuna.Adentrei o recinto e me sentei em uma das poltronas amarelas que lá haviam.
- E então,Winchester.Cadê sua namorada grifana? - Era uma voz feminina. - Vi que passaram bastante tempo juntos,se amassando nos corredores.
- Ela está na comuna e você sabe. - Respondi duramente.
- Fez o que era necessário? - Perguntou a voz.
- Preciso de tempo,você sabe que vai demorar,mas vou conseguir,só precisa esperar e vai acontecer.
- Acho bom que aconteça logo se não quiser ver "aquilo" acontecer com eles. - A pessoa segurava uma foto de uma família unida,e apontava para eles.
- Vai acontecer,só tem que ter paciência.
A pessoa desapareceu e alguns amigos meus desceram do dormitório.
- E aí,como que estava o baile? - Perguntou David.
- Estava bom,estava divertido.
- E a sua grifana? - Perguntou Jason. - Fiquei sabendo que é a Harvelle.A que jogou a bomba de bosta na Jennifer Gold.
- É,a Annie.
- Cara,você não devia sair com ela.Ela é grifana,e também vive aprontando,vai sobrar pra você se andar com ela.
- Você não manda na minha vida.Ando com quem eu quiser e a Annie não é como vocês pensam.

No dia seguinte...   Le Annie volta.

Acordei com a cabeça girando.Eu estava com a cara toda borrada do rimel,dormi sem tirar a maquiagem.Lavei o rosto,coloquei minhas roupas normais e fui até o salão comunal.Etsva infestado de flores,em um dos buques havia um cartão.
                 "Adorei ontem á noite,minha dançarina profissional. Peter D. W."
- Elas estão aí desde que chegamos do baile. - Disse Anna. - Ele parece gostar de você,não desperdice um menino assim.
- Eu sei,ele é bem... gentil. - Saí da comuna e fui até a porta do salão comunal da Lufa-Lufa.Eu sabia a senha.
- Pudim de chocolate. - A porta se abriu e eu entrei,e fui recebida por olhares raivosos.
- Está fazendo o que aqui,grifana. - Jennifer Gold foi a primeira a falar.
- Cuidando se você tomou seu banho,o que dá pra ver que não aconteceu porque eu senti o cheiro de bosta lá da comuna da Grifinória. - Subi para o dormitório masculino,onde vi Peter sentado.
- O que está fazendo aqui,como entrou...? - Ele vivia perguntando como eu fazia isso,quando se é uma bad girl, se sabe das coisas.
- Não importa,eu vi as flores,Anna disse que estão lá desde ... - Fui interrompida por um beijo de Peter. - Porque você vive fazendo isso? - Eu o empurrei e sentei-me em uma cama vazia.
- Você fala demais,poderia ter somente agradecido. - Ele se sentou na cama,chateado.
- Obrigada. 
- Acho melhor você sair daqui,antes que te matem por estar no "território inimigo". - Eu me levantei para sair,mas ele me puxou e me deu mais um beijo,dessa vez mais demorado.
- Peter,preciso ir,te vejo no jardim. - Saí correndo,mas antes,joguei uma bomba de fumaça na comuna,porque todos estavam com objetos nas mãos,prontos para me baterem.
Saí normalmente até o salão principal que estava com sua decoração normal,tomei café e segui para o jardim.Peter chegou logo em seguida,ficamos ali,conversando o dia todo,e toda hora ele insistia em me beijar,eu não estava acostumada com essa rotina de ... namoro.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.