FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. Maldita festa


Fic: Preconceito Consumível


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

A música era irritante, as pessoas eram irritantes, a bebida estava ruim e a voz de Blaise o estava enlouquecendo.


Draco olhava entediado para a pista de dança, todos sorriam e se abraçavam. “Patético”, Pansy já o convidara pra dançar pelo menos 30 vezes nos últimos 40 minutos.


-Ah vamos lá, Draco! Qual o problema? – Pansy fazia um beicinho exagerado.


O loiro revirou os olhos, e tomou de um gole só o copo de whisky. Se levantou estendendo a mão na direção da morena.


-Anda logo antes que eu desista dessa palhaçada. – Disse com um sorriso de lado.


Pansy pulou da cadeira e deu a mão a Draco que a puxou pra pista de dança. Os casais dançavam em perfeita sincronia, a música era um tanto quanto primitiva na opinião do loiro. Os passos ensaiados de uma das músicas mais antiga da Irlanda, fora ensinado a dançar aos 12 anos de idade por sua mãe, e achava um conhecimento completamente desnecessário, até aquele momento.


Duas voltas pela pista e Draco avistou Blaise dançando com Hermione, ela sorria e o amigo dizia coisas próximo a orelha da castanha. “Hora de trocar os pares, que maravilha”  pensou o loiro irritado.


Blaise pegou Pansy pela mão agilmente passando a mão de Hermione para Draco que pegou de má vontade. Hermione pousou a mão delicada no ombro do homem loiro e seguiu os passos sem nem mesmo olhar na cara dele.


-Achei que não sabia dançar, Granger, afinal você cresceu com trouxas.- Disse maldoso.


Ela nem mesmo virou a face para olha-lo, fingiu que não ouvira o comentário. Draco se irritou com a indiferença de Hermione e a puxou pela cintura  com força demasiada, e apertou seus dedos finos quase os esmagando.


-Você está me machucando, Malfoy.- Falou Hermione com os dentes cerrados.


-Olha a sangue ruim sabe falar.- Ele sorriu e aumentou a pressão do aperto.


-Qual seu maldito problema, Barbie?- Ela tentou soltar os dedos das mãos de Draco.


-Eu estou esperando a resposta, sangue ruim.


-Aprendi a dançar no quarto ano, imbecil! Agora pode parar, por favor?- Ela olhava nos olhos dele.


Draco afrouxou o aperto, mas a mão continuava possessiva na cintura de Hermione.


-Quando você dançou com o Krum? Ele que te ensinou?- Falou distraidamente enquanto rodava Hermione mais uma vez. -Com aquele vestido aposto que ele te ensinou muito mais que dançar.- Resmungou Draco, achando que Hermione não podia ouvi-lo.


-O que você disse?- Ela perguntou irritada.


-Não disse absolutamente nada, Granger.- Ele se fingiu de inocente.


Ela começou a rir alto, ficando vermelha.


-Ta rindo de que?- Ele perguntou estranhando o comportamento de Hermione.


-De você, doninha...- Ela continuava a rir descontroladamente, quando se recuperou do ataque de risos olhou pra ele com os olhos vermelhos de lágrimas.


-Gostou do vestido do Baile de Inverno, Malfoy? –Ela perguntou maliciosa, arqueando a sobrancelha.


Draco ficou com as bochechas levemente rosadas.


-Aquele trapo azul que você estava usando, Granger? Não me faça rir!


-Uau! Você lembra até da cor? Achei que não se dava ao trabalho de reparar na sangue ruim.


Os pares foram trocados mais uma vez e Draco deu graças a Merlin por isso.


-O que estava falando com a Granger, Draco?- Perguntou Pansy.


-Nada!- Respondeu grosso.- E vamos pra mesa estou com calor.


Draco arrastou Pansy até a mesa, mas ela parou no meio do caminho para falar com um homem que a cumprimentou.


A mesa estava vazia, e todos dançavam, aparentemente, Draco se levantou e foi em direção aos toaletes.Quando estava saindo distraído ouviu a voz de Hermione atrás de si.


-Está me devendo uma resposta, Malfoy.


Merlin essa mulher é irritante”


-Não devo nada a sangues ruins.- Ele disse sem se virar.


Hermione andou lentamente até o loiro, os sapatos emitindo um som ritmado, ela estava atrás dele e apoiou as mãos nos ombros do loiro e se aproximou do ouvido para sussurrar.


-Admita, Malfoy, você me olhou no baile de inverno...E gostou do que viu.


Ela soltou um grito quando foi empurrada pra dentro do banheiro masculino, Draco fechou a porta com um aceno de varinha e viu quando Hermione recuou até a parede oposta. Ele sorriu diabolicamente.


-Com medo, Granger?- Falou enquanto se aproximava.


-Malfoy...eu ,eu ....- Ela gaguejava de medo.


-Quanta coragem, Sangue ruim, achei que era uma grande grifinória tsc tsc tsc.- Draco ficou a centímetros do corpo de Hermione, que levantou o queixo e encarou o loiro nos olhos.


-Não tenho medo de você, apesar de saber que você não se incomodaria em me bater.- ela provocou.


Draco colocou a varinha no pescoço da mulher e apertou.


-Eu não bato em mulheres, Granger, mas agora a ideia me parece tentadora.- Falou entredentes.


Ela sorriu.


-Vamos lá, estou esperando, Malfoy! Vai fazer ou vai ficar me prensando contra a parede?- Ela estava séria, tentando não fraquejar.


Draco encarou a mulher e seus olhos passearam pelo decote extenso da castanha.


-Sabe, Granger, se você não fosse uma sangue ruim imunda...-E abaixou a varinha até o vale entre os seios medianos da mulher.- Eu até pensaria em te manter aqui.


Hermione ficou vermelha quando sentiu ele juntando mais seus quadris.


-Mas eu sou, Malfoy, portanto, desencosta.- Ela tentou soar indiferente.


Draco mantinha a varinha encostada no mesmo lugar, e abaixou a mão esquerda até a fenda do vestido,passando os dedos frios lentamente pela coxa de Hermione que prendeu a respiração.


A mão do loiro subiu ate o osso do quadril da mulher que tinha fechado os olhos involuntariamente.


Draco se aproximou do ouvido da castanha, e falou rouco.


-Sem calcinha, Granger? – Ele fez movimentos circulares com o polegar na pele quente da mulher que estava imóvel. A imobilidade dela estava excitando Draco  consideravelmente. Em um único movimento  ele a tocou intimamente, cerrando os dentes quando a sentiu úmida , começou a movimentar o dedos sutilmente, e a viu suspirar, passou a língua no pescoço liso dela até chegar ao lóbulo da orelha. Seu membro já estava rígido e ele o roçou em sua coxa pra que ela sentisse.


-Apenas garotas más não usam calcinha, Granger!- Ele disse baixo enquanto aumentava o ritmo dos dedos com uma agilidade impressionante.


Hermione mordeu os lábios para não emitir nenhum som, “Merlin, o que eu to fazendo?” pensou a castanha, que apoiava uma mão no ombro largo do homem.


Draco introduziu um dos dedos enquanto o polegar continuava com os movimentos, ele sugou o pescoço de Hermione quando a sentiu apertar levemente seu dedo  dando sinal que o orgasmo não demoraria a chegar, ele intensificou mais uma vez os movimentos.


-E você está sendo muito má...-Quando ele viu que ela estava a um passo de explodir tirou a mão de sua intimidade se afastou e guardou a varinha no bolso.


-E eu, não gosto de garotas más, Granger, sou um homem de boa família.- Sorriu descarado e saiu deixando uma Hermione muito vermelha e irada pra trás.


Draco andou até um lugar escuro e desaparatou pra Mansão Malfoy.


Se jogou no sofá ainda excitado, suas roupas tinham o perfume de Hermione ele suspirou relembrando os minutos atrás. E sua mão desceu em direção ao cós da calça.


Não acredito que estou prestes a fazer isso...e pensando nessa maldita sangue ruim”.


Draco fechou os olhos e deixou as imagens do banheiro invadir sua mente, enquanto sentia seu corpo responder aos estímulos.


 


 


---N.B.: Nota curta por que vou azarar a autora por parar nessa parte. O capítulo ficou muito bom... Vou ali e volto no próximo capítulo!


 


N.A.: Vocês querem me matar? Estão morrendo de curiosidade? Loucos pra lerem o próximo capitulo? VERY GOOD isso que eu queria, hahahahahahhahah só vou atualizar com cometários( autora perva). Beta linda do meu coração, você é vip, lê tudo antes de todo mundo! Então é isso, estou me sentindo muito má hoje. O cap está pequeno mas os proximos serão maiores prometo.Genteee quero agradecer todos os comentários,eles são inspiradores,e se continuar assim vocês vão ter atualizações frequentes.Beijos e comentem( ou morreram de curiosidade).

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Iza Greenleaf em 06/10/2011
*Leitora Nova* Ual, adorei, estou realmente muito curiosa e eeee Jah, ainda bem que não sou bruxa, Jah me fez trouxa, eu lançaria em você uma imperius e faria você postar rapidamente, mas aaaah q coisa não, não sou dotada de magia ¬¬ Você escreve muito bem, Parabens, até o próximo!
Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por TasnimKh em 02/10/2011

ui.ta quente aqui ou sou eu?hahaha posta mais foi incrivel...parabens

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Scarlett em 30/09/2011

Gente alguem me abana aki, please... Pq o negocio ta é quente!!!

Se vc naum gosta d meninas mas Draco, prometo q posso ser uma oa menina so p/ vc... rsrsrsrs

O Cap maravilho...

E como eu fui uma boa menina e comentei o prox. vem logo, ne???

 

 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por leleu_mione em 30/09/2011

Perva é pouco, quase morri... esses dois vão é pegar fogo, isso sim, adorei beijos 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por jessica salicio da silva em 30/09/2011

Eu queria ser sua beta, porque ela fica me fazendo invejinhas por já saber o que vai acontecer. Mas eu amei o capitulo, ta lindo demais, ah se fosse eu nesse banheiro, skaoksoaksoakos. Possstaaaa mais, sua linda.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.