FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

14. Plans can change ...


Fic: A Broken Heart and a Troubled Mind - reescrevendo


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Minha cabeça girava.Eu não tinha consciência do que estava acontecendo comigo.Só via o céu se movendo,as nuvens passando,as arvores,tão verdes,como as lá de casa.Eu ainda estava na Floresta Proibida?Minha cabeça doía,e muito por sinal.Tentei abrir os olhos,mais não consegui,precisava de água.Lembro de vozes ao meu redor,duas para ser exata.Mas estava tudo escuro,embaçado,tudo tão confuso,que eu simplesmente apaguei de vez.
_________________________________________________________________________ 


Le terceira pessoa


Annie estava amarrada pelos braços em uma arvore.Ela estava desacordada,ficou assim por horas,a pancada que recebeu foi das boas.Ela abriu os olhos devagar,olhando em volta,procurando ajuda.Ela esta imóvel,estava sem o que fazer,sem reações contra aquilo.Mas o que era aquilo?Ela ouviu passos,e tremeu com eles.Eram passos que ela reconheceria em qualquer lugar,passos que ela gravou na mente desde os 5 anos.Passos que,até hoje,ecoavam em sua cabeça,que amaldiçoavam seus sonhos.Passos de uma assassina,alguém que ela já amou,e que agora,era a pessoa que mais odiava na vida.


- Ora ora,veja quem acordou:a bela adormecida. – A voz fez Annie tremer,mas não de medo,de raiva. – Oh,o que foi querida?Está com raiva,com medo?Tá assustadinha? – Risadas ecoaram pela floresta.


- Você!Você...matou...meus...pais...maldita! – Annie falou com as forças que lhe restaram.


- Seus pais?Não me faça rir.Eles eram só dois infelizes que morrem pelo ministério.Pelo império que tanto prezavam.


- É MENTIRA!VOCÊ NÃO SABE QUEM ELES SÃO,NÃO OS CONHECIA,NÃO TEM DIREITO!


- A menininha ficou irritadinha é?Sabe gritar? – Mais risadas ecoaram.


- CALE A BOCA!OU LHE ARRANCO AS TRIPAS PELO OUVIDO,SUA PUTA DESTRUIDORA DE FAMILIAS! – Annie gritava de raiva,tentou se soltar da arvore,mas as cordas estavam muito apertadas.


- Ah,as cordas te incomodam?Eu te solto. – As cordas desapareceram,derrubando Annie no chão. – Agora,você quer gritar?Então grite sua maldita.CRUCIO!
________________________________________________________________________ 


Le Annie volta.


Eu me contorcia no chão,a dor era insuportável.Tentei escapar mas não pude.Eu chorava,rolava,gritava de dor.Ela ria,ria com prazer.Não era o bastante para ela.Mais uma vez,lançou a Cruciatos.


- Marianne,pare. – Uma voz grave saiu de trás das arvores.Marianne a obedeceu,como uma serva fiel.


Era quem eu via nos sonhos:Adam.Ele caminhou na minha direção,estendeu uma mão para me levantar.


- Ela te machucou,Annie? – Eu não respondi,estava desconfiada demais,ele poderia fazer piro que Marianne. – Não tenha medo,quero te ajudar.


 Eu peguei sua mão e me levantei.Ajuda?Ele estava contando piadas ou o que?


- Então ... não bastou aqueles monstrinhos para assustar vocês?Nossa,aquele cego me deu um trabalho enorme para ser feito. – Ele deu uma olhada para Marianne. – Quase matou aquela ... Julieta certo? – Eu queria socá-lo,matá-lo.


- Sim você quase a matou!Como você pode?


- Ninguém mandou ela se meter no meu caminho... ela estava no lugar errado.Era Allynne que devia estar lá!


Naquele momento,lembrei que Allynne iria para o parque.


- COMO VOCÊ SABIA? – Gritei.


- As paredes tem ouvidos,sabe ... – Ele começou. – Uma longa história. – Ele ria descaradamente.


- SEU DESGRAÇADO! –Gritei.Marianne apontou a varinha para mim,porém Adam a fez para.


- Calma Marianne,você terá tempo... se ela não colaborar. – A sua voz era fria. – Então... posso continuar a contar a historia? – Fiquei em silencio. – Ótimo.


- Como você criou os monstros?Ou você só chamou parentes próximos? – Ele riu.


- Ora,sem gracinhas.Bom,é um tipo de magia que você,tola,não deve conhecer,eu garanto. – Ele deu risada. – Quando se é filho de Hades,muitas portas se abrem.


- Como você ... – Eu não conseguia falar,não por medo,mais por tanta informação,tantas perguntas que eu antes desconhecia as respostas,agora estavam bem na minha frente,claras.


- Ah claro!Você que saber como eu conheci a Marianne né? – Ele deu outra olhada em Marianne. – Foi simples achar alguém com os mesmos pensamentos que eu.


Marianne se aproximou de Adam.Seus olhos  tinham o que parecia ... cumplicidade?Eles se beijaram calorosamente.Eu não sabia se vomitava ou ria.Adam e Marianne juntos?Era só o que me faltava...


- Ai que nojo! - Exclamei com ânsia de vomito.Eles riram pra mim.


- Nos dois juntos querida... mataremos seus amigos um por um... sem piedade.


- VOCE NAO VAI TOCAR NELES!


- Bom... Quem sabe eu não toque se... Você se juntar á nós.


- EU NAO ME JUNTARIA A VOCE SEU... MONSTRO!  - Falei com raiva.


- Se eu fosse você pensaria nisso... Vou te dar um tempo. Annie, conosco você terá um grande futuro.


- NUNCA!


- Nunca diga nunca Annie, aprenda que a vida é assim. Logo, suas amiguinhas e amiguinhos vão virar as costas pra você... Como viraram pra mim.

- ELES NUNCA TE ABANDONARAM ADAM. - Eu o interrompi.


- VOCE NAO SABE DA HISTORIA QUERIDA ! - ele falou com raiva nos olhos. - E EU NAO ESTOU COM PACIENCIA PA... - Uma flecha certeira atingiu o braço de Adam. Ele urrou de dor.  - QUEM FEZ... - Ele não teve tempo para continuar, todas as meninas foram atrás dele. Menos Anna.


 - ANNIE! - Ele correu em minha direção. Eu só não esperava que Marianne o impedisse. Ela correu até Anna e pulou em cima dela.


- NÃO, ELA VAI FICAR ALI MESMO. - Elas lutaram mortalmente no chão. Tinha chutes, tapas e até puxões de cabelo (nunca pensei que Anna seria capaz disso.)


 VOCE NAO SABE DA HISTORIA QUERIDA ! - ele falou com raiva nos olhos. - E EU NAO ESTOU COM PACIENCIA PA...

*- Uma flecha certeira atingiu o braço de Adam. Ele urrou de dor, - QUEM FEZ... - Ele não teve tempo para continuar , todas as meninas foram atrás dele. Menos Anna. 

 


Eu estava paralisada. Não sabia quem ajudar primeiro. Resolvi ajudar Anna a matar Marianne.


- Solta minha irmã,vadia! - Gritei pra Marianne e saquei minha espada.

- Não querida , nossa lutinha vai ficar pra outra hora. - Ela disse com a sua voz estupidamente irritante. Ela se preparou para aparatar, e eu sabia que tinha que impedi-la.


- NÃO VAI NÃO VAGABUNDA! - Soltei minha espada e corri até ela. Eu segurei suas roupas forte. Ela não teve opção e desaparatou. Eu fui junto dela.


 


______________________________________________________________________________________________

Le terceira pessoa

 Adam se via no meio de ma roda, cercado por meninas de 16 a 17 anos. Aquelas crianças estavam dando trabalho pra ele.


- Filho da puta! Você... CADE A MINHA MAE? - Allynne gritava e atacava Adam, que defendia misteriosamente os seus ataques e de todas as outras.


- Allynne. - Adam defendeu mais um ataque dela. - Você acha que eu simplesmente iria dizer? JAMAIS. E você não pode me matar, senão nunca saberá onde ela esta. - Ele estava certo. Ela sabia isso.


- FILHO DA PUTA! - Foi o que ela conseguiu dizer.


- Pobre Allynne, tão fraquinha. Eu sou ivulneravel minha cara. Sabe o que é isso? Eu mergulhei no rio Estige. - Todas as garotas que atacavam Adam pararam estupefatas quando ele disse isso.


- Ele o que... - Delcroxs falou.


- Como... ele... - Julieta gaguejou.


Todas baixaram a guarda e quando viram, Adam tinha sumido .
_______________________________________________________________________

 E aí,gostaram do cap?Julieta fez a maior parte,ela me ajudou aqui,fez os planos,a terceira pessoa depois de mim,fez muita coisa,e ta lindo né.Também,Julieta é minha irmã,tem a quem puxar.nnnn

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.