FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. capitulo-6


Fic: Muito mais que inimigos.


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

A brisa gelida da madrugava entrava por uma cortina semi-aberta. O vulto sentado em uma poltrona velha e empoeirada, girava a varinha entre os dedos.


Uma segunda figura se aproximou fazendo uma leve reverência.


-Creio que os aurores a pegaram, eu estava do lado de fora, e ela entrou para poder vigiar a cria do Potter de perto, e simplesmente sumiu!- a mulher que estava ajoelhada aos pés da pessoa que era tratada como o líder.


-Minha cara, Viviene...sabemos exatamente o procedimento caso sejamos capturados.


-E qual será o próximo passo?- perguntou a mulher morena que olhava com veneração a pessoa em sua frente.


-Agora sabemos que o filho de Draco Malfoy é um dos aurores do grupo de Potter, e está fazendo a guarda da pequena Lily. Portanto, Viviene, vamos pegar os dois com um só aceno de varinha. Se pegarmos a princesa dos Potter e o único filho do Malfoy teremos os dois maiores aurores no nosso controle.


A mulher morena se levantou e saiu pedindo licença, que lhe foi dada. E a pessoa que permanecia nas sombras continuou com seus planos.


“Com algumas informações a mais, encurralamos os dois pombinhos, precisamos jogar a culpa pra cima de alguém, eles vão se distrair, e teremos  tempo de executar o plano.


Com nossa mais nova ajuda vai ficar fácil descobrir cada passo que eles derem, e se chegarmos aos filhos, nem precisaremos ir atrás dos pais. Quem diria, que eu teria uma Weasley e um Potter me servindo! Como mudam as coisas...como mudam”


TOC, TOC, TOC!


Era a terceira vez que Albus batia na porta do apartamento de Scorpius, o amigo tinha bloqueado a aparatação, e a lareira ainda não estava regularizada para funcionar, “ótimo” pensou, bateu mais forte, e dessa vez ouviu barulhos de passos na direção da porta.


Scorpius saiu contrariado da cama. Estava abraçado com Lily e havia dormido quando o dia clareou, deu um beijo nos cabelos flamejantes e saiu apenas de cueca para atender a porta.


-Até que enfim, Scorp! –disse Albus entrando no apartamento sem dar chances do amigo lhe convidar.


-Cara, você não sabe o que aconteceu! Temos muito trabalho... Porque está com essa cara?Parece que viu um dementador!


O loiro tinha os olhos esbugalhados, se Albus entrasse no quarto e visse a irmã completamente nua deitada em sua cama, ele estava perdido.


Gaguejou um pouco antes de falar.


-Er...não é nada, Albus! Que droga, você me acorda e ainda vem cheio de perguntas.


-Ei, só achei estranho, não estou te enchendo de perguntas!


-Ah me desculpa, Al, não dormi bem... E antes de Scorpius terminar  a frase ouviu seu nome sussurrado, vindo do quarto, quando foi dito mais uma vez em alto e bom som, abaixou a cabeça e esperou a bomba explodir.


Lily se enrolou no lençol branco e saiu seguindo as vozes da sala.


-Amor,...você tá na sala?- ela estacou assim que viu Al olhando de Scorpius para ela, e o homem loiro tinha a cabeça baixa e os dedos nas têmporas.


-Albus, o que você ta fazendo aqui?- Lily tentava ajeitar o lençol que estava embolado no corpo, mas estava tremendo descontrolada.


-Lily...você o Scorp, vocês transaram?


Scorpius levantou tentando falar alguma coisa.


-Albus,...você não vai falar uma palavra com meu pai! Ou eu mato você... e conto pra mamãe o que você e a Domi fizeram no quarto dela...


Albus começou a rir, ria tanto que se dobrava ao meio, olhava e apontava pros dois e ria mais ainda. Depois de minutos se acabando de rir ele enfim conseguiu falar.


-Ah o Sr.Malfoy me deve 100 galeões!


-O tio Draco? Como assim, Al... não to entendendo.


-Eu e o sr.Malfoy apostamos. Ele achou que demoraria o mês inteiro, e eu apostei que não dava 15 dias, ou seja, ganhei!


-Como... Como o tio Draco sabe disso? Ninguém sabia, só eu e o Scorpius...- ela parou no meio do caminho e fulminou Scorpius com os olhos.


-FOI VOCÊ QUE FALOU COM SEU PAI? VOCÊ CONTOU TUDO?


-Ah Lily, cala a boca! Claro que ele não disse nada, só que o sr.Malfoy conhece o filho dele o suficiente para saber que aquele ódio todo tinha um motivo, e eu sou seu irmão e melhor amigo desse cara ai, juntamos 2 + 2 e adivinha?


-Se o papai descobre isso ele me mata!


-Ah não... ele vai matar Scorpius, não sem antes torturá-lo e deixá-lo preso numa sala com cinco dementadores, aí sim ele vai matá-lo a murros e ponta pés.


-Que animador, Al! –disse um loiro que se jogou no sofá.


O silêncio se instalou na sala por alguns minutos.


Albus olhou a irmã nua por baixo do lençol branco.


-Lil, é melhor trocar de roupas, aliás vestir alguma, papai chega em 10 minutos aqui.- ele falou tudo tranquilamente se levantando e indo pra cozinha de onde se ouvia as portas dos armários de abrindo.


Lily saiu correndo pela casa procurando suas coisas espalhadas, a roupa da noite anterior, não parecia muito adequada para uma reunião, e as transfigurou num conjunto de cor branca, a saia permanecia muito curta, mas conseguiu que a blusa e o corpete virassem uma blusa  junto com o casaco.


Ajeitou os cabelos num rabo de cavalo e voltou pra sala.


Scorpius já estava vestido com sua habitual roupa preta, deu um sorriso escancarado quando ela entrou na sala, Albus comia biscoitos de chocolate com uma xícara de café.


-Não vai tomar café, Lily?- perguntou Scorpius que se levantou para ficar mais próximo da mulher.


-Vou sim...


Eles se beijaram  apaixonadamente, enquanto Albus fazia caretas de nojo. A campainha do apartamento tocou e Scorpius de um pulo de cima do sofá abandonando Lily que ficou vermelha e se abanando para disfarçar a cara de culpada.


Na sala entraram Harry Potter, Draco Malfoy, James Potter e Roxanne Weasley.


-Bom dia, Scorpius, peço desculpas se atrapalhamos sua tranquilidade. É que realmente era urgente, imagino que Albus já tenha lhe adiantado alguns fatos?-perguntou o velho auror que ainda tinha a mania de bagunçar mais os cabelos.


-Não é incômodo nenhum, senhor Potter! Albus chegou pouco tempo antes do senhor, portanto não tivemos tempo de discutir nada.


Draco e todos os outros permaneciam em pé. Pois o anfitrião não convidara ninguém a se sentar. Apos o longo pigarrear do pai,Scorpius soltou um muxoxo pela boca e agitou a varinha fazendo todas as caixas e roupas desaparecerem e as poltronas e sofás se desocuparem.


-Sentem-se, por favor.


Após se acomodarem Draco Malfoy se manifestou.


-Ontem, como todos sabemos, dois de nossos aurores , acharam uma suspeita em uma boate trouxa. Um deles, encarregado de proteger uma das envolvidas e perseguidas, e o outro estava digamos “de folga”. Nossa suspeita foi levada a um interrogatório no quartel, não reagiu, nem mesmo perguntou o porquê de estar sendo interrogada, ela se recusou a responder todas as perguntas feitas, e não disse uma só palavra a não ser “fogo?” para alguém acender seu cigarro.


Como ela se recusava a responder todas as perguntas, me virei para pedir o veritasserum, e quando voltei para a suspeita ela já estava espumando pela boca.


-Mas como?- perguntou Scorpius aturdido com o que o pai disse.


-Ela estava com o veneno embaixo da língua, estava preparada no caso de veritasserum. Ela se matou! E nossas chances de descobrir esse grupo agora são mínimas.


Draco esfregou as mãos contra o rosto já cansado.


-E sobre Bulstrode?-perguntou Scorpius novamente.


-Eu não sei, Scorpius... Ela não parecia envolvida com nada disso, a mulher estava num spa no sul da Inglaterra, não tem noção nenhuma do que estaá acontecendo em Londres, ela mau sabe soletrar Accio, não acredito nas possibilidades que ela esteja envolvida, uma pessoa muito mais astuta bolaria todo esse plano! Mas ontem um informante me ligou, e disse que a Srta Bulstrode voltou a Londres e está trancafiada em casa desde então!


Portanto pensemos juntos, se uma mulher vaidosa o suficiente para permanecer em um spa por mais de dois meses, o que ela deseja?


-Ficar bonita, oras!- respondeu LIly de supetão.


-E ficar bonita pra se trancafiar em casa, Lil? Eu não acredito nisso, Bulstrode é egocêntrica demais para guardar toda a produção dentro de uma casa.... sozinha!


Todos ficaram em silêncio por mais alguns minutos, quando Scorpius resolveu falar.


-Eu sei que o que vou dizer não foi designado a minha pessoa, mas tomei a liberdade de fazê-lo.


Bom, como vocês nos disseram, eu pesquisei um pouco sobre todas as suspeitas, e toda pesquisa coincidiu com que o Potter disse. Mas como eu estava em Londres, e minha missão não me deu muito trabalho.-deu um risinho discreto e continuou .- Eu fui falar com a srta Melina Black’, na verdade almoçamos juntos, eu ela e a Srta.Potter.


-O que você falou pra moça, Sr.Malfoy?- perguntou Harry.


-Na verdade fiz perguntas amenas, nada muito comprometedor, perguntei como foi sua vida na França, perguntei se ela gostava da Inglaterra, perguntei sobre os pais dela....E ai que eu notei, ela mudou a forma de falar, trocou de assunto assim que foi possível, e em seguida pediu licença e se retirou. Acho que seria prudente seguir os passos dessa moça. Ela tem alguma coisa estranha, o sorriso genuíno me pareceu forçado e falso.


Harry Potter ouviu todas as explicações de Scorpius e concordou com a cabeça.


-Bom, Roxanne e James podiam ir falar com ela, já que os dois estão na equipe de estratégia e interrogação.-sugeriu Draco.


Scorpius estava olhando para as pernas de Lily cobiçosamente, e quando levantou os olhos deparou no irmão mais velho da menina com os olhos parados em algum ponto fixo no tapete, James Potter nunca estava em sua presença sem encara-lo, a rixa desde Hogwarts permanecia por anos.


Mas quando o loiro ia chamar atenção de alguém para o fato de ter achado estranho a reação do primogênito do menino-que-sobreviveu foi interrompido pela coruja parda que adentrava sua sala com um pergaminho na pata.


 


Scorpius se levantou e o animal esticou a pata para retirarem a entrega. Ele abriu e varreu a folha com os olhos cerrados.


 


Queridos senhores Potter e Malfoy.


 


Uma verdadeira lástima que minha fiel e querida Elladora tenha morrido de forma tão cruel. Como podem dois aurores matarem uma jovem simples de maneira brutal.


Mas devo avisá-los que do mesmo jeito que houve Elladora, Vão haver outros.E garanto que quando pegarmos seus preciosos filhos, ambos  queridos amigos virão até a minha pessoa por livre e espontânea vontade.


 


Nos veremos em breve.


 


M.B


 


Todos pegaram o papel e leram o conteúdo do mesmo.


 


Harry manteve a segurança de Lily. James e Roxanne seguiriam os passos de Melina Black e Draco Malfoy e Harry Potter, iriam buscar pistas no Gringotes e levantar informações sobre residências e alertariam o Ministério sobre novos ataques.


Todos seguiram pra seus afazeres, Lily viu de relance o Sr.Malfoy passar um saquinho de couro para Albus depois que ele cochichou alguma coisa perto do ouvido do loiro.


Quando todos saíram pela porta, Lily estava encolhida no sofá com os olhos fechados, Scorpius enchia um copo de whisky de fogo e Albus acompanhava o amigo.


-O que você acha, Al?


-Acho que essa Melina Black está envolvida até o pescoço nessa história toda!


-Mas ela teria fugido na primeira oportunidade depois que eu falei com ela, mas não, ela continua fazendo tudo que fazia antes.


-Estratégia, Scorp, a garota é filha de quem é...Sirius e Bellatrix dois bruxos espetaculares.-Scorpius fez uma careta com a observação do amigo.


-Você sabe que Bellatrix foi uma das maiores bruxas da grande guerra! Suas crenças não valiam nada, mas era uma bruxa fabulosa.


Lily permanecia imóvel e Albus apontou para Scorpius checar o que estava acontecendo, o homem se aproximou pousando a mão no ombro da mulher que deu um pulinho de susto.


-O que você tanto pensa?


-Eu não sei Scorpius...Nada está batendo! Bulstrode presa em casa, essa garota Black é estranha, e a carta.


-Lily, eu não vou sair de perto de você! Não tem o que temer.


-Não estou com medo! Estou com um pressentimento, e sabe o que mais me intriga? Eu tenho certeza que já vi aquela caligrafia.


 


Scorpius olhou de relance para Albus que piscou e saiu de fininho fazendo sinal que ligava mais tarde.


-E onde você viu, Lily?- perguntou Scorpius começando a se interessar pelas observações que a ruiva fazia.


-Por isso estou tentando me concentrar, eu não consigo me lembrar, Scorp! Isso é...frustrante!


Scorpius abraçou Lily e passaram o resto da manhã assim, cada um com seus pensamentos em total silêncio.


 


 


---


N.B.: esse capitulo está todo misterioso, não?! Agora.... o que foi isso: “Quem diria, que eu teria uma Weasley e um Potter me servindo!” – Quem acha que esse segredo dever ser revelado levanta a mão!!!! Pelo menos para mim, sua beta e mãe querida! Rsrsrsrsrsrsrrsrs Parabéns pelo cap!


 


N.A.:Minha mamis você já sabe agora,porque eu te contei hehehehehe! Agradecer os comentários da minha querida Jessica e Tonks, flores não sei o que seria de mim sem vocês! Agradecer MAIS UMA VEZ minha querida mãe e beta Artemis Granger, que está fazendo um trabalho cada vez melhor com os textos( ESSA MULHER É DEMAIS) Então é isso xuxuzinhos, beijos e COMENTEM!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 2

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Tonks Fenix em 01/10/2011

Quanto mistério! 

sei lá parece uma versão mais inteligente do Voldemort está rondando por aí... rsrs

mas, ql a razão dos alvos? será algum desafeto antigo?? super curiosa!!

Bjinhus! Posta amore! o Scorp e a Lily estão muito fofos juntos...

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por jessica salicio da silva em 30/09/2011

É pra levantar a mão quem quer sabere da parte "uma Weasley e um Potter me servindo!”  \o/ levanto as mãos, os pés, me levanto por inteira. 

Ta lindo o capitulo, bella. eu sei que vou ter uma semana torturante pra ler o proximo capitulo, mas continua, porque uma escritora tão boa quanto você não deve ficar escondida. Linda *-*

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.