FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. Harry! O que sinto por voce?


Fic: Meu segundo amor !


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

5- Capitulo-Harry! O que sinto por você?





O sol estava embaçado, quase não se podia ver seu formato, a neblina estava bem forte, e a pouco parara de nevar, aquele inverno estava particularmente frio, até Draco que sempre usava um casaco leve, porque adora o frio, esta com um de consistência mais grossa.

Mas o frio não incomodava nem um pouco a empolgação dos alunos, todos estavam eufóricos, as meninas se aglomeravam na “Agulha mágica”, loja de vestidos e ” De pó a sombra “ Loja de maquiagem, e muitas outras de assessórios femininos. Já os homens não, estavam mais relaxados, fazendo outros tipos de coisas.

Estavam todos juntos, Harry, Rony, e Hermione, e até Gina, conversavam animadamente, e em nenhum momento tocaram no assunto Draco Malfoy. Gina estava um pouco incomodada, percebeu que Harry não soltava a mão de Hermione, e nem ela faziam gesto de que estava incomodada.

- Vamos Mione! Disse Gina puxando a menina de Harry.

- Vamos onde Gina?

- Na “Agulha Mágica” compra nossos vestidos, se não quando chegarmos lá, não vai, mas ter nenhum, e se tiver vão ser os piores.

- Eu já tenho o meu vestido Gi, mandei fazer no começo do ano numa loja trouxa, uma idéia minha e da minha mãe.

- Ahh, então ta, eu vou lá ver o meu.

- Espera Gina, eu vou com você, vou compra minha roupa também. Gritou Rony.

- Bem, você quer ir tomar um chocolate quente? Pergunto Harry.

- Lógico, vamos!!

E pegando na mão do menino se dirigiram ao local. Quando atravessavam a rua, deram de cara com Draco. Ele passava com Pansy e seus dois capangas, não pode deixar de notar os dois de mãos dadas, o que lhe deixou extremamente furioso. Eles iam atravessando a rua em sentidos opostos, e seus rostos iam virando conforme passavam para continuar a se encararem. Nessa hora Pansy se atracou no braço de Draco, e Harry pos o seu em volta do pescoço de Hermione.

Eles sentaram - se numa mesa a frente de uma janela, harry pediu logo dois chocolates quentes, logo notou que a menina estava um pouco triste e pensativa, com certeza fora pelo encontro com Draco.

Ele segurou o queixo da menina e levantou seu rosto.

- Você não ira deixar o Malfoy acaba com o seu dia não é. Mione deixa ele pra lá vai, o que tinha que acontecer entre vocês dois, já aconteceu, e se ele não soube aproveitar e te dar o valor que você merece, é porque ele é um perfeito idiota, esta acostumado com as coisas negras com coisas ruins, que quando tem uma coisa boa, não sabe valorizar e nem fazer questão, quem esta perdendo é ele e não você.

A menina o olhava com um sorrisinho de canto de boca. Harry estava sendo tão fofo, compreensivo, atencioso, fazia de tudo pra distraí-la, e ela sabia que ele a amava, e ele sim, não teria vergonha dela, de dizer pra quem quisesse e pra quem não quisesse saber que eles estavam juntos, que ela era namorada dele, não teria vergonha pelo fato de ser uma sangue ruim. Sem falar que ele tem varias meninas loucas pra ter alguma coisa com o famoso Harry Potter, e ela lá, sofrendo por um idiota, uma pessoa fria, mau e calculista. “ Não, não vou ficar sofrendo, vou da a volta por cima e da valor a quem merece”.

- ...Mione, Mione... Hermione!!!

- Ah, Harry, me desculpe, falava o que mesmo?

- Eiii, não pensa nele não Mione.

- Não estava pensando

- Sei...

- Serio, não era nele que estava pensando.

- Que bom.

Os dois sorriram.

- Onde estão estes chocolates que não chegam? Pergunto a menina. Já estou com frio.

- Vem cá que eu te esquento. Harry puxou a menina mais pro seu lado, a abraçou e a comprimiu contra seu peito.

Ele inclinou a cabeça, de modo que seus lábios chegassem cada vez mais perto dos dela, seus olhos se encontravam e nenhum dos dois parecia esta tentando sair dali, quando finalmente os lábios doces do rapaz tocam os dela...

- Rum, rum...

Eles se afastaram.

- Aqui esta o chocolate de vocês.

- Ah, obrigada. Disse harry dando-lhe algumas moedas, e com um tom de quem estava com raiva.

Eles tomaram o café, e continuaram conversando, a menina realmente estava se sentindo muito bem na presença do garoto, saíram de lá e...

- Mione, agora eu vou ter que ir, apanha a minha roupa que já deve esta pronta, você vai vir comigo?

- Não Harry, quero ir compra umas coisinhas de mulher pra mim, agente se encontra daqui uma hora aqui na pracinha!

- Então ta.

A menina se dirigiu a uma loja, estava precisando comprar algumas besteiras, coisas de cabelo, jóias, maquiagem, ela nunca foi muito de ter essas coisas, mas agora ela queria mudar, e ela mudaria.

Procurou por um anel que á algum tempo queria comprar na joalheria, mas nunca foi vaidosa a ponto de gastar muito dinheiro em jóias, mas ele já não estava lá, então comprou outras coisas e saio.

Ela andava lembrando do Harry, quando eles quase se beijam ate que...

POFFF.

Hermione colidiu com alguém, a pancada fez com que a menina chocasse contra o chão, suas compras foram para todos os lados.

- Desculpe-me! Disse ela enquanto juntava suas coisas.

A mão estende-se lhe entregando um embrulho que houvera caído um pouco mais longe.

- Ah, obriga... ga Draco!

Oras, com milhões de alunos que estudam em Hogworts, porque tinha que tombar logo com ele, sim, Draco Malfoy, ali parado á minha frente, e a raiva é tão grande que tenho vontade de pular em seu pescoço e de uns bons tacas, deixa sua cara bem marcada, assim ele não esquece.

- É, obrigada. Disse fria pegando o embrulho, guardando e saindo.

- Espera!



Virou.

- Falou comigo?

- Falei.

- Que foi?

- Posso falar com você?

- Falar o que? Não tenho nada pra falar.

- Mas tem pra ouvir.

- Oh, devias tomar mais cuidado, alguém pode lhe ver aqui, conversando com uma sangue ruim, e ainda amiga do Harry, imagina como ia ficar sua reputação!

- O... Draco não conseguia falar, estava indignado com a atitude da menina. O que aconteceu com você? Você não é assim, cadê a Hermione doce que eu conheci?

- Canso de ser tratada como besta e foi embora.

- Eu estou aqui, tentando conversar com você, tentando te explicar...

- Explicar o que? Que você tem vergonha de mim?

Draco puxou-a pelo braço com certa brutalidade, que ele mesmo não percebeu que usou. Levou-a para traz de uns pinheiros.

- Escuta aqui! Eu não tenho vergonha de você!

- Então porque me puxou pra?

- Você esta gritando, vão achar você uma descontrolada.

- E você tem vergonha de ser visto com uma?

- Por Merlin! Por que eu estaria aqui se não me importasse?

- Isso é o que eu queria saber.

- Volta comigo?

- Não!

- Eu estou pedindo.

- E eu negando.

- Por que não?

- Estou muito bem agora, e não quero voltar a passar por tudo que eu já passei com você, fica me escondendo como se tivesse feito alguma coisa errada, e só te vendo depois que todo mundo dormia, só nos finais de semana. Não isso chega pra mim, eu não quero mais.

- Porque será? Talvez você esteja muito bem com o Potter, ele realmente não perde tempo.

- É talvez eu esteja muito bem com ele mesmo, talvez bem melhor do que com você.

- Eu não estou te reconhecendo, eu vim pedir pra você voltar comigo e você nem ai.

- Por eu voltaria?

- Por isso...

Draco puxou a menina, segurou em sua face e lhe deu um beijo, a menina hesitou, mas aos poucos ia se entregando até que conseguiu se afastar e PAF... Acerta uma tapa em Draco como já queria fazer a um tempo.

- Não sou mais sua namorada, você não tem mais o direito de me beijar. Disse saindo de trás dos pinheiros.

- Você esta cometendo um erro Hermione.

- Ele esta te incomodando Mione?

- Não Harry! Respondeu a garota ao menino que acabara de chegar.

- Vamos!

- Vamos Harry!

E saíram Harry com os braços em volta da menina. E ela, se afastando olhando para traz e pensando se houvera feito à coisa certa. Draco a viu se afastar lentamente.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.