FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Amor Platônico


Fic: Por Amor


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

E lá estava ela mais uma vez: Cho Chang, a chinesinha da Corvinal, que balançava seu coração. Não conseguia pronunciar uma palavra quando ela passava ou cumprimentava-o. A garota responsável pelas borboletas que voavam em seu estômago.

Como gostava dela! Por que não tinha coragem de falar com ela? Como gostaria de ser um dos garotos que xavecava ela, chamá-la para sair, contudo paralisava só de pensar em se aproximar dela.

Cho era muito popular. Alegre, sorridente. Mas tinha se tornado uma pessoa triste após a morte de Cedrico, seu namorado. Tentou sair com Harry, namorou Michael por um tempo, agora estava sozinha, não queria saber de compromisso agora, pelo fato de estar no 7° ano e sua cabeça estava ocupada com os NIEM's agora.

Harry lembrou-se que no ano passado, Cho dera-lhe seu primeiro beijo, dizendo que gostava dele. Naquele momento, nascera uma grande esperança dentro dele. Iria conquistá-la finalmente. Porém, a coisa não tinha saído como planejara. Se conseguiu convidar Cho pra ir a Hogsmeade no Dia dos Namorados, foi porque ela o insinuou a fazer isso. Não imaginara que ela faria uma cena de ciúmes só porque iria se encontrar com Mione logo depois. Foi embora e deixou Harry sozinho sem entender nada.

Depois disso, não houve mais nada entre eles. Soube que ela estava namorando Michel Corner, um garoto da Corvinal que havia saído com Gina e a abandonou por causa de Cho. No começo, Harry não tinha se importado muito, mas teve uma recaída quando a viu, no começo do ano letivo e, para sua felicidade, ela estava solteira novamente.

Foi aí que Harry percebeu que estava realmente apaixonado por Cho, que nunca conversava com ele direito ou dava-lhe um "oi" formal e era nessa parte que sofria. Ele queria conquistar Cho, mas como? Ele não tinha idéia. Teria que disputá-la com um monte de marmanjo, todos eles tinham jeito com as meninas. Definitivamente, Harry não teria chances.

"Acho que ela não gostou do beijo que trocamos", pensava, ao se lembrar desse acontecimento que ocorrera na sala precisa.



*******
Gina estava na biblioteca estudando. Acabara de terminar o namoro com Dino Thomas (se é que poderia chamar aquilo de namoro) e queria ocupar sua cabeça estudando para os NOM's. Estava no 5° ano e soube que para e dar bem neles, era preciso revisar tudo que já aprendera até então.

A biblioteca estava com pouca gente. Estava distraída lendo um livro, quando alguém se aproximou.

- Oi Gina. Será que eu posso sentar com você? - a ruiva levantou seus olhos, que se cruzaram com um belo par de íris verdes. Lindos! Aquele cabelo rebelde que lhe dava um charme peculiar, mas parecia que só ela notava isso. Aqueles olhos que faziam seu coração bater descontrolado, se segurando ao máximo para não mergulhar neles. Desta vez, não conseguiu, já estava dentro deles, hipnotizada. - Alô Gina! Harry estalou os dedos na frente dela - você está ai?

Ao perceber o que estava fazendo, a menina ruborizou (fazia um ano que não fazia isso na frente do rapaz) e tentou se recompor.

- Desculpa Harry. - falou sem olhar nos olhos dele - É que eu estava distraída. - Harry deu uma risadinha - Pode sentar sim, fique à vontade.

- Obrigado - agradeceu o garoto, sentando-se. - O que você está fazendo?

- Começando a estudar para o NOM's. - Gina evitava olhar para ele - Vou revisar tudo o que aprendi.

- Boa sorte. Não quero desapontá-la, mas você vai ver, é muito cansativo estudar para essas provas.

- Fazer o quê? Eu tenho que estudar, né?

- É... - Harry abrira o livro que pegara numa das estantes -... Se quiser alguma ajuda em DCAT, pode contar comigo.- Gina tremeu. Claro que ela sabia que em DCAT, Harry tirava de letra. Lembrou-se das aulas que ele dera no ano passado. Foram as melhores da vida dela. E só de imaginar em ter "aulas particulares" com ele, seu coração já pulava, querendo sair.

- Obrigada Harry. Pode deixar, eu te aviso quando precisar de ajuda. - queria que precisasse logo para recorrer a ele. Mas tinhas sua dúvidas se prestaria atenção nas explicações de Harry. Certamente, prestaria atenção nos olhos verdes dele, nos movimentos dos seus lábios, que sempre tivera vontade de beijar, e aspirar seu cheiro, que, às vezes a deixava embriagada. Não seria uma boa idéia, iria enlouquecer.

Os dois ficaram em silêncio, lendo seus respectivos livros, quando alguém se aproximou.
- Oi Harry - uma garota estava atrás dele, que sentiu as borboletas em seu estômago se agitaram, os pêlos na nuca arrepiarem e para completar, corar. Gina seguiu as reações dele e sentiu o peito queimar. "Ele ainda gosta dela". Engoliu um seco, segurando as lágrimas. - Oi Gina, como vai?

- Oi Cho, - respondeu secamente. - Eu vou bem, e você?

- Também. Posso me sentar com vocês? - Cho ainda sorria.

- Claro... - concedeu a contragosto. Depois se virou para Harry. - Harry, tá tudo bem?

- Hãm? - Harry parecia sair de um transe. - Cla... cla...ro! Tá tudo bem. - Gina segurou sua raiva. Ao ver Cho tão perto de Harry, queria explodir.

Tinha vontade de sair de lá. Contudo, sabia que se saísse, deixaria os dois sozinhos, bem pertinho um do outro. De repente, sentiu-se tomada por uma tristeza e viu que estava sobrando. Tinha certeza que Harry queria que ela se retirasse e deixasse os dois sozinhos. Sentiu duas lágrimas escorrerem pelo rosto e baixou os olhos para o livro, mas sua vista já estava embaçada.

- Gina, tá tudo bem? - Harry não percebeu que ela chorava. Estava mais preocupado em prestar atenção em Cho, de como ela ficava linda até mesmo séria. A menina também levantou a cabeça do livro, fitando Gina com curiosidade.

- Está precisando de algo, Weasley? - ao ouvir a garota chamá-la assim, cravou as unhas nas suas coxas para não avançar no pescoço da morena. Sabia que sairia perdendo, pois Harry a defenderia, ou pior: obrigaria ela a pedir desculpas pra Cho. Não, não queria ser humilhada pelo garoto que amava por causa de uma menina chata feita a Cho. Era melhor não se arriscar.

- Tá... tá tudo bem, sim - balbuciou Gina levantando-se num gesto sem noção. Pegou o livro, falou com Madame Pince e saiu da biblioteca.

Andou rapidamente, abraçado ao livro firmemente contra o peito. Esbarrou em alguns alunos, mas não se importou. Não sabia o quanto tinha andado, mas quando se deu conta já estava perto do lago. Largou o livro e deixou-se cair no chão, chorando muito.

- Burra... - murmurou - Como ele pode voltar a gostar daquela garota depois do que ela fez com ele - lembrou-se que Miguel Corner brigou com ela por causa daquela chinesinha - Meu Deus... eu tentei esquecê-lo, mas não consegui. Alimentei esperanças quando ele disse que não gostava mais dela, tive uma recaída... E agora? O que eu faço? - Gina estava desesperada - Como eu fui idiota! Achando que, um dia, ele gostaria de mim. Sempre terá a Cho no meio. - o rosto da ruiva estava vermelho, molhado e sujo de terra - E como ele fica bobo perto dela - sentia mais raiva ainda. Como queria que fosse por ela todas as reações que Harry tinha por Cho. - Dois bobos apaixonados - Gina sorria entre as lágrimas. - Doce ilusão...

De repente, Gina sentou-se na grama.Começou a pensar: de que adiantava gostar de Harry, se ele não lhe dava a mínima? Gina sofria por ele, assim como ele sofria por Cho. Ambos tinham um amor platônico.

Gina decidiu que apenas 1 pessoa teria seu amor correspondido: Harry. Tomou uma decisão. Dolorosa, porém, faria por amor: ajudaria Harry a conquistar Cho, o amor da vida dele. Como? Essa era a parte mais difícil. Pensou em junto totalmente louco e duvidava se Harry aceitaria essa condição, ou talvez sua ajuda. Mas ela tentaria, afinal, não tinha nada a perder.

Levantou-se, se recompôs e secou as lágrimas. Ainda sentia aquela pontada no peito. "Entregaria" Harry de mão beijada pra Cho. Se alguém teria que ser feliz, era ele. Amava-o demais e faria de tudo por ele, até ajudá-lo com o amor da sua vida. Se seu plano desse certo, esqueceria Harry de uma vez, guardaria aquele sentimento como uma lembrança bonita e seria apenas sua amiga, nada mais. E se não desse certo, pelo menos valeria a tentativa.

Gina respirou fundo, pegou o livro e foi direto para o castelo. No caminho, trombou com Hermione.

- Oi Gina. Algum problema? - Mione estava carregada de livros, como sempre.
- Não Mione, está tudo bem mesmo. - Mione fitou a amiga, que tinha o rosto vermelho.

- Mesmo? - perguntou um pouco desconfiada.

- Um pouco. - confessou Gina - Mas não posso falar nada agora.

- Tá bom. Se quiser desabafar, me procura
.
- Obrigada... Bom, eu tenho que ir. Tchau Mione - e foi andando.

- Tchau. - Mione sacudiu a cabeça. Sabia qual era o problema de Gina - É, ela voltou - falou sozinha - e agora mais forte do que nunca. - e saiu andando para a Torre da Grifinória.

Gina entrou na biblioteca, o local da cena desagradável, e se sentiu aliviada ao ver que Harry estava sozinho agora, lendo. Com certeza, estava pensando em Cho. Hunf! Será que haviam combinado de sair? Se tivesse, seria por iniciativa da garota.Sabia que Harry era meio desajeitado para isso.

Aproximou-se dele, sentindo as borboletas agitaram no seu estômago. Estava tomando coragem para falar com ele.

- Oi Harry. Posso me sentar com você? - Harry levantou a cabeça e sorriu, torturando-a com aquele sorriso.

- Claro que pode! Senta aí - ofereceu seu lado para ela. Gina por um momento hesitou e resolveu sentar-se ao lado dele, a pouco centímetros do rapaz. Tentou manter o controle. Estar perto de Harry era uma tortura.

- Eu preciso falar com você - respirou fundo, sem encará-lo.

- Claro. Antes de qualquer coisa: Você está bem?

- Estou sim... Por quê?

- Você tava estranha quando saiu daqui. Aconteceu alguma coisa?

- Nada... É que eu terminei o namoro com Dino. - disfarçou a ruiva com um aperto no coração - E fiquei um pouco triste. - mentiu.

- Sinto muito... Mas está tudo bem agora?

- Sim, está. - Gina conseguiu encará-lo nos olhos e fez o máximo de esforço para não se deixar levar pelo olhar dele.

- Sobre o que você queria falar comigo? - perguntou Harry interessado, fechando o livro.

Por uns segundo, Gina ficou em silêncio. Respirou fundo mais uma vez. Tomou coragem e o fitou novamente. Harry parecia bem curioso.


Continua...

N/A: O próximo capítulo já tá pronto, só falta postar.


Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.